Poemas, frases e mensagens sobre amigos

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares sobre amigos

Abraço

 
Abraço
 
ABRAÇO

Tento decifrar a Vida
À hora do Sol no poente
Poesia na aragem perdida
Saudade, bem estar, dentro da gente.
Lembro a frescura do rio onde me banhei
E o colo terno onde me aninhei.
Andam em revoada aves p'los ares
Aos meus ouvidos palavras fazem toada
Poesia nos meus choros, nos meus cantares
Para quê estar com a Vida magoada?

Vou minhas poesias joeirando
Nas lágrimas dos olhos e minhas fontes latejando.
Meus versos têm Poesia!
Posso até esquecer a métrica!?
Mas meus versos têm Poesia!
E será sempre verdadeiramente poética.
Não sei da mecânica da palavra, não!
Mas sou poeta de coração.
Dou-me a cada verso, deixo de mim um pedaço
E com este poema inteiro,
meus Amigos vos abraço.

rosafogo
 
Abraço

HOJE É MEU ANIVERSÁRIO: 19 DE MAIO!

 
MINHAS PRIMAVERAS CHEGARAM
HOJE É MEU ANIVERSÁRIO!
BOLO, AINDA NÃO TENHO
SÓ SE ALGUÉM AINDA ME FIZER UMA SURPRESA...
TEM O DIA INTEIRO PARA ISSO...
NÃO IMPORTA!
BOM
É TER AMIGOS, COMO TENHO!
HOJE, AO ABRIR O ORKUT, ESTAVAM LÁ MUITAS MENSAGENS DE FELICITAÇÕES
MENSAGENS FONADAS TAMBÉM RECEBI...
BOM SABER QUE LEMBRAM DE MIM...
E E-MAILS TAMBÉM ME ENVIARAM...
GRATA FIQUEI!
AGORA ESPERO QUE DEUS ME DÊ SAÚDE E PAZ
PARA MAIS OUTROS ANOS VINDOUROS...
QUE EU TENHA SEMPRE MEUS AMIGOS
POIS VALEM OURO!

AOS AMIGOS O MEU MUITO OBRIGADA! POR LEMBRAREM DESSA DATA...
 
HOJE É MEU ANIVERSÁRIO: 19 DE MAIO!

Um ano por aqui!

 
Um ano, por aqui
Hoje faço
E aqui conquistei muitos amigos
Nesse espaço...

Há certamente os que de mim tem reticências...
Mas não ligo, tenho muitos amigos!
Eles me valem por ficar aqui
É claro que uso do site, pra divulgar os meus escritos
Mas para mim, aqui é muito mais que isso!
Aqui coloco meus momentos de tristezas, alegrias, desejos, fantasias...
E quando alguém vem me comentar
É com muita satisfação
Que recebo meus colegas poetas
Ainda que tenha um ou outro que não goste de mim
Vale mais a amizade dos amigos que tenho, enfim...
Por isso fico aqui!
Vou ficando...
Não sei até quando
Até o dia que Deus quiser
E assim permitir
Fico por aqui...
E nesse um ano, de luso-poemas
Minha história de vida, um pouco contei
Quem observa meus poemas com atenção
Já sabe um pouco de mim, então...
E sabe também da eterna procura pelo amor
Que muitas vezes me desiludi
Outras, faz-se sentir...
Bem, que outros anos venham!
Deixo um beijo doce
Para meus leitores
E para meus colegas poetas também
E até para aqueles que me criticam pelo erotismo
Sei que dentro deles na verdade, se deliciam...
Com minhas palavras até se fartam
Em desejos escondidos, liberam a libido...
Beijos e beijos, à todos!
Dessa poetisa que vai ficando por aqui
E quero muito mais amigos, conseguir...
 
Um ano por aqui!

Pessoas especiais.

 
Pessoas especiais.
 
Há pessoas que passam em nossa vida
Ficando marcadas em nosso coração.
Muitos se vão sem despedida,
Mas em nossa lembrança ficaram.

Uns vem e se tornam amigos
Outros somente por passagem.
Há aqueles que ficam no caminho,
E os que nos acompanha na eternidade.

Há muitas pessoas especiais que nos,
Faz sentir perto seu olhar distante
Tudo quase em nós são iguais
Deixa-nos ver seu sorriso sereno e constante

Agora escrevo a teu sorriso
Que de tão iluminado...
Clareou minha mente, meu amigo
E me fez deixar a tristeza de lado.

Retribuirei com certeza
Toda a sua atenção
Guardando, desse modo,
Teu nome em meu coração.

Eternos Amigos - Anjos de Resgate
 
Pessoas especiais.

Amigos!

 
Para Quem tem amigos de verdade
não se desespere quando ele sumir
do seu dia a dia, aguarde...
 
Amigos!

Amo meus amigos...

 
Meu doce
És o meu doce
Já te contei?
Entre muitos, é verdade
Porque amores e amigos
Tenho vários...
Amo cada um de uma forma diferente
Cada amigo também
Amigos para rir, outros para chorar
E ainda os amigos para amar
É possível!
Amo muito
Tenho amor para com todos:

Meu coração abriga cada um
De formas diferentes
E minha alma com eles, fica contente!
Enchem de alegria o meu viver
E me fazem levar a vida sem sofrer...

Cada um, é especial de alguma forma
Vários mundinhos diferentes, dentro deles...
Com assuntos distintos, para se falar
Cada vivência, a se contar...

Amo, muito!!!
E esse amor não deve acabar
Porque em meu coração
Quero que fiquem para sempre
E feliz vou estar...

Dedico à todos os amigos mencionados e aqueles que gostaria de ter mencionado, mas não daria para ficar listando... Eles moram em meu coração, sabem disso...
 
Amo meus amigos...

Não tenho onde cair morto

 
Não tenho onde cair morto
 
Não tenho onde cair morto

Muitas vezes fico me preocupando
E isto até me traz um desconforto
No dia que morrer, não sei quando
Não terei um lugar para cair morto

Do local que nasci, saí pequeninho
E não lembro de ninguém do lugar
Um distrito de nome São Martinho
Que nunca mais por lá pude passar

Na cidade em que mudei em criança
Os amigos não se encontram mais
Foi onde eu passei minha infância
E o que de melhor a vida nos traz

Como lá não conheço mais ninguém
Quem é que vai querer ir me visitar
Então quando eu partir para o além
Não quero que lá venham me enterrar

Aqui tem um cemitério para nobres
E neste não quero aí me perpetuar
Pois não fica bem para quem é pobre
Ficar perto de ricos pra atrapalhar

Ao ler este poema não leve a sério
Pois é uma desculpa para não morrer
É que tenho muito medo de cemitério
E ainda por muitos anos quero viver

jmd/Maringá 20.09.14
 
Não tenho onde cair morto

Amigos

 
Amigos, todos merecem meu carinho,
Mas muitos não sabem dar valor algum.
Indiferente de mim que conheço o caminho,
Gostaria de explicar que não desfaço de nenhum.
Outrora tentei fazer entender o meu pensar,
Sei que a forma eu não soube usar.

Espero tudo isso eu conseguir,
Um dia poder dizer a qual caminho seguir.

Preciso de vocês, para viver eu continuar,
Riscos terei eu de correr pela vida à fora.
Entendo que será difícil disso tudo aceitar,
Como se fosse simples a vida agora.
Indispensável é sua amizade pra mim,
Sofro quando não tenho aqui comigo.
Ouço a música que findou nossa amizade assim.
 
Amigos

ALMA NUA CORPO SENTE

 
como é bela a tua alma nua
que estranho é senti-la olhada
por olhos que a não sentem como tua
que a tomam por louca ou tresmalhada

mas eu não eu sou da tua alma o que a sente
o que almeja nela vislumbrar
que tempestades assolam tua mente
que a nudez se esforça por tapar

Olho a tua alma nua transparente
as linhas que transmitem anseios emoções
quase diria que vejo uma alma contente
não fosse o ponto escuro das falsas ilusões

se eu fosse o espelho onde retocas a imagem
diria encara a alma não olhes à volta a tormenta
esse duelo que traça dentro de ti a clivagem
do ser que é o que não quer e ao ser se violenta

agora que despiste a alma de falsas fantasias
ainda que corras há um som de silêncio te agrada
de mãos dadas almas possessas de maresias
almas perfumadas rumo a um norte nova madrugada

autor JRG
 
ALMA NUA CORPO SENTE

SOB UM MANTO DE LUZ...a Fibromialgia

 
a porta estava franqueada toda aberta
havia um foco resplandecente de luz
uma cadeira de costas e assento coberta
da mais bela tela que de longe me seduz

entrei cauteloso naquela paz celestial
vi cadeiras por todo o lado de cores claras
telas afogueadas numa emoção surreal
vi vontades gritos lágrimas subtis mascaras

a um canto o corpo tolhido entre os braços
os lábios cerrados os olhos doces tristes
e ainda assim tanta beleza a realçar os traços
que sobressaiam da surpresa quando me vistes

porque viestes perturbar a paz da minha agonia
hoje é um dia sem esperança tudo me foge
melhor seria não te ver mais a maldita poesia
sinto dói-me a vida e o amor de mim tão longe

sou o amor alegria confiança do ser em cada dia
vim ver porquê em ti o desespero gera beleza
trago-te a luz que dos teus olhos em mim se reflectia
e quero que os teus lábios sorriam entre a tristeza

havia um brilho estranho quando teus olhos levantaste
as telas mudas imbuídas no siLencio da paisagem
ergueste o corpo esbelto por encanto da magia que usaste
num abraço tomei de ti a dor e o cansaço virou coragem

ah és o traço de união que desunifica a dor
vens para celebrar em mim a sublimação de ser mulher
olhei teus olhos e disse que vinha doar de amigo o meu amor
sim sou eu ferra-me o dente quando indiferente a dor vier

autor JRG
 
SOB UM MANTO DE LUZ...a Fibromialgia

A Todos Meus Amigos(a) do Luso

 
A Todos Meus Amigos(a) do Luso
 
Queridos (a) amigos do luso
Estive ausente nos meus comentários e postagem
Por motivos particulares,
Fiquei morrendo de saudade de todos meus amigos
Que aqui fiz,sei que fui imatura,não avisando-os da minha ausência,
Mas não tive como fazer isso, por isso aqui venho pedir desculpas a todos
Pela minha falta de coragem e de respeito com todos vocês.
Que sempre me trataram como amiga de verdade.
Quero dizer que fiquei morrendo de saudade uma vontade danada de comentar
Esses poetas lindos que tanto admiro.
Pessoas nas quais eu convivo melhor que com pessoas na vida real.
Criei um vinculo de amizades com vocês, que nada paga essa amizade
Quero dizer que Amo todos vocês, e pedir novamente DESCULPAS.
Beijo no coração de cada um de vocês.
 
A Todos Meus Amigos(a) do Luso

Em algum lugar...

 
Nada mudou de lugar
Parti sozinho,
Afastei-me de tudo,
De onde não tive lugar...

Foi longa estrada,
Nada foi compreendido,
Deixei todo o passado
Para procurar a felicidade...

Não adianta lembrar
O que já não importa,
Deixei as noites escuras
Que me escondiam...

Nada mais podem fazer
Que me faça voltar atrás,
Tudo terminou enfim,
Fui buscar o meu dia...

Minhas tardes alegres
Meus sorrisos, meus amigos
Os amores que não tive,
Minha própria história...

Em algum lugar
Sei que está!

Alipio Queiroz
 
Em algum lugar...

EMOÇÕES

 
EMOÇÕES
 
EMOÇÕES

Minha mãe me deu o ser
Marcada vinha à nascença
Trazia a coragem e o querer
Destino de poeta fazia a diferença.

Corri p'los campos borboleta livre
Dia a dia sem nenhuma inquietação
Serena como raio de luar que feliz vive
Indiferente à morte e à aflição.

Ao longe a minha serra querida
Cá em baixo o rio espelho do céu
Paisagem completa, cheia de vida
E eu borboleta ramo em ramo, corpo ao léu.

Brilhavam nos olhos estrelas refulgentes
Na imaginação um Mundo todo amor
Ao reavivar memórias recordo as gentes
Agora que se esgota o tempo, recordar é dor.

Nos sonhos percorria o Mundo inteiro
Descrevia-o numa folha de papel em velocidade
Ao Polo Norte chegava sempre primeiro
Viagens que ainda recordo com saudade.

Apaixonada eram tantas as emoções
Sonhava enquanto colhia frutos e flores
E agora nas minhas meditações
Voltam-me à lembrança a vivencia destes amores.

Nas memórias os amigos de infância
Em meus versos com atenção os envolvia
Verdes anos agora já à distância
Mas sempre cantados em minha doce poesia.

Uma lágrima molha a folha de saudade
Que me sobe do coração ao olhar
Esta folha que trouxe da Mocidade
E das Primaveras que o tempo me soube roubar.

rosafogo
 
EMOÇÕES

UM MILHÃO DE GRATIDÃO

 
UM MILHÃO DE GRATIDÃO
 
“Quando menos se espera
a felicidade nos supera
o amor nos acolhe
e a alegria nos escolhe”

----------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA

Olá queridos amigos e leitores

Entrei no site Luso Poemas em 06/09/2006, a convite de Trabis (Ricardo), que é o webmaster e criador do mesmo.
Na época poucos poetas participavam do site e alguns ficavam atualizando os poemas para ficarem na primeira página, mas como o Trabis é uma pessoa muito justa, imediatamente remodelou o site para que isto não pudessem mais ser feito, o que prejudicava aos outros poetas.
Os dias foram passando e o site foi crescendo em todos os âmbitos (poetas, colaboradores e leitores) e depois de três anos de funcionamento acredito que esteja entre os melhores sites do ramo, pois aqui temos grandes poetas, a maioria deles não se considera, mas o são e com o tempo irão perceber como este site foi importante em suas vidas, assim como foi na minha.
Aqui muito aprendi com todos e se pudesse agradeceria um a um por tamanha colaboração com os meus escritos. Não me considero poeta, mas sim uma aprendiz que a cada dia aprende mais, especialmente com todos os que participam no site e que acabam sendo os meus maiores incentivadores.
Hoje é um dia muito feliz e quero dividi-lo com todos, pois jamais pensei atingir sete dígitos no total de leituras dos meus poemas.
Agradeço ao Trabis por ter me convidado para aqui participar e cada um dos poetas mesmo os que jamais tenham feito sequer um comentário, mas tenho a certeza que ao menos um poema que eu escrevi passou diante de seus olhos.
Agradeço também aos amigos que aqui aprendi a conhecer através da escrita e pelos gentis e carinhosos comentários que fizeram aos meus poemas, eu deixo aqui a minha eterna gratidão, pois sem vocês minha escrita não teria razão....
Dizer obrigada é pouco, mas é a única forma que tenho para vos agradecer com todo o meu carinho e dizer mais uma vez que a vida é feita de partilhas e de boas amizades, é deixar o coração falar antes que os lábios possam criticar, é amar mesmo sem conhecer, é sentir com a alma o que se possa ler e acima de tudo é o respeito que aqui se gera antes da ameaça de qualquer guerra, porque se guerra fosse boa para a humanidade viveríamos em eternos conflitos em nossa sociedade, por isso amo este site porque aqui não há guerra aqui existe amor e acima de tudo... Amor e respeito pelo próximo...
Não posso escrever o nome de cada um por respeito a todos, mas saibam que vocês moram todos os dias no meu coração. Obrigada por lerem meus escritos e por todo o incentivo durante estes anos...

Desejo sucesso a todos e muita inspiração para que todos sejam o coração desse site

Ângela Lugo
 
UM MILHÃO DE GRATIDÃO

SEM PRESSA CHEGUEI A CEM

 
SEM PRESSA CHEGUEI A CEM
 
SEM rumo, SEM direção acabei perdida.
Carregando comigo mais de CEM pensamentos
Que invadiam meu juízo SEM cabimento
Entre CEM suspiros fiquei SEM saída

A garganta trancada SEM voz
A mente fugindo como CEM vendavais
Buscava SEM medo atravessar temporais
SEM armas num combate ante a vida algoz

Desenhando meus CEM poemas como bordados
Tecidos SEM receios de serem aceitos
Com CEM opiniões dizendo serem feitos
Pela mistura de CEM sentimentos abafados

Se andei SEM rumo pelo caminho poeirento
Nas palavras postas em CEM poesias
Acalmaram-se minhas CEM agonias
No luso poemas melhor que CEM ungüentos

SEM talento, ou muitas vezes SEM amores.
Derramei minhas CEM lagrimas sofridas
Que continham CEM milhões de chagas doídas
Em poesias SEM cores ou SEM sabores

Digo ao luso poemas SEM demagogia
Que me aceitou sem apelos e SEM cobranças
Publicando minhas CEM poesias entre tantas
Onde mais de CEM poetas liam a cada dia

Meus CEM obrigados de coração
Aos mais de CEM amigos poetas desta seara
Que talentosos leram-me SEM vergonha na cara
SEM censuras libertaram minha emoção

Bem, deixo aqui meu 100º poema escrito feito brincadeira.
Em maio do ano passado, numa viajem pela internet encontrei o Luso Poemas e me deliciei com tantos textos e poesias. Fiquei maravilhada quando vi que muitos eram amadores, e que de forma simples poderia se aliar a esta marcha de escritores, que derramavam emoções através das palavras. Eu, que nem sempre fui muito bem aceita com minhas idéias e sonhos, me expus sem receios aqui. Adotei o pseudônimo de Branca, e carinhosamente meus amigos poetas me chamam assim. Não vou falar de nomes, pois injustamente eu poderia esquecer de alguém, mas sou grata a muita gente aqui que me ajudou a crescer e a não parar de escrever.
Um grande abraço a todos vocês que aqui viajam no mesmo vagão...
Muito obrigada.
Branca
 
SEM PRESSA CHEGUEI A CEM

AMIGOS SÃO...

 
AMIGOS SÃO...
 
Amigos é a energia que precisamos
Quando carentes e sozinhos estamos
São eles que animam muitas vidas
Quando elas se sentem perdidas

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA,CLIQUE NO POEMA
 
AMIGOS SÃO...

AMIZADES

 
AMIZADES

MEU SER É UMA CONSTRUÇÃO
SEMPRE A SER FINALIZADA
EM CADA ANDAR UMA VIDA
EM CADA ANDAR AMIZADES

NAS PAREDES DA MINHA ALMA
FICARAM A ESTAMPA DE TANTOS
QUE SOLTOS PELO MUNDO FORAM
DEIXANDO PARTE DELES COMIGO

FICOU MUITO AGRADECIMENTO
POIS FORAM AMIGOS DE VALÔR
EXPOENTES EM SENTIMENTOS
APRENDIZADOS MUITO TIVEMOS

SEGUIRAM À ESTRADA LIVRES
PEITOS ABERTOS PARA TUDO
NUNCA FALTOU CORAGEM
PARA ALGO EXPERIMENTAR

HOJE ESTAMOS AI APRENDENDO
MAS NÃO VIVO DESSE LEMBRAR
NEM DE PENSAR ONDE ANDARÃO
POIS COMIGO SEMPRE ESTARÃO

O NOSSO ELO DE LIGAÇÃO É MAIOR
É INVISIVEL E NUNCA SE ROMPERÁ
POIS FIQUEI PARTE DE CADA UM
E EM CADA UM TEM ALGO DE MIM

"Não é o lugar em que nos encontramos nem as exterioridades que tornam as pessoas felizes; a felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de si mesmo” Roselis von Sass – www.graal.org.br
 
AMIZADES

Um pensamento particular

 
Particularmente, eu não preciso de riquezas,
Jóias e nem dinheiro.
O que me carece é carinho, amizade e companheirismo.
Não que eu não tenha amigos,
Sim, eu tenho! Não sei fazer conta deles,
Pois na verdade não sei se tenho.
Amigos...
Carinho dos meus amigos eu recebo,
Muitos até ultrapassam minhas expectativas,
Mas ainda sinto a falta.
A falta de carinho, sem motivo, sem demora,
De coração.

"A maior riqueza que podemos conseguir, é a amizade"
Paloma D. Stella
 
Um pensamento particular

MULHER... A INFINITUDE

 
quem olhar de perto o teu sorriso
quem de longe conhecer teu perfume
não te achará louca sem juízo
antes o fogo no brilho do vagalume

no jardim onde te és exuberante tão mimosa
entre flores plantas vivazes e arbustos
destaca-se a tua luz que rutila harmoniosa
e o teu vicio de sorrir a breves sustos

se na natureza existe inviolável
um código ético da retaliação
se o beija flor te elege de notável
é porque em ti mora bom coração

quem sentir tuas palavras docemente
quem fruir dos teus aromas
pode até achar que és carente
de amor de amigos leais a tuas normas

teus olhos emitem segredos
que só Deus permite à alma saber
tua felicidade cresce sem medos
porque sabes de que água vais beber

que bom respirar do mesmo ar
em que os teus pulmões se purificam
ser da amizade um culto e acreditar
que homem e mulher na poesia nidificam

autor:JRG
 
MULHER... A INFINITUDE

SUBTERRÂNEOS

 
petróleo gaz
ouro diamantes
fogo água
energia morte
correntes de vida
girando rodando
acorrentados

penso na matéria
as árvores
os animais
o mar
os corpos o meu corpo
e nos subterrâneos
do meu corpo

o pensamento
a vontade
o meu inconsciente
as voltas em volta
fluxos emotivos
bactérias
genes moléculas

a mentira o embuste
o amor ah o amor
o que pensamos ser
o que somos os sonhos
profundos subterrâneos
veias artérias
sangue

nada do que está fora
o é sem a visão
a consciência
do lado de dentro
da emotividade
da memória da alma
de onde partimos

jrg
 
SUBTERRÂNEOS