Poemas, frases e mensagens sobre felicidade

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares sobre felicidade

ELE O BEIJA-FLOR! ELA O GIRASSOL! [1]

 
ELE O BEIJA-FLOR!  ELA O GIRASSOL! [1]
 
Veja vocês quanta
Alegria neste enlace!
Notem o riso em cada face:
Ela... (Karen),
Ele... (Paulo),
Em rumo certo...
Unem-se de coração aberto,
Um só pensamento,
O mesmo sentimento
Entre seus sonhos:
Ser eternos namorados!
Tornarem-se um só.
Ah! Como é bom amar
E saber que é amado!...
Tudo acertado e, mais um
Casal que Deus escreveu
Sua história...
Para ficar na memória.
E hoje, corações arfantes
Na maior euforia...
Plena paz e harmonia
Um sonho se concretiza,
Como é sublime o amar!
Ele o beija-flor!
Ela o girassol!
A eterna primavera,
Em cada por do sol...



Imagem Google!
 
ELE O BEIJA-FLOR!  ELA O GIRASSOL! [1]

Basta saber-me viva

 
Basta saber-me viva
 
BASTA SABER-ME VIVA

Meu coração é uma gaiola dourada
Nela se solta o Amor e a Amizade
Branca, como o branco desta folha intocada
Nela um pássaro vai chilreando saudade.
Hoje lhe abri as portas
E a felicidade andou pertinho
E as lembranças já mortas?!
Fui deixando p'lo caminho.
Mas na verdade me doeu
E na garganta um nó ficou
Nas lembranças,também habitava eu
Se por lá fiquei, agora quem sou?

Apago-me como flor sem sol, tanta vida lá atrás
Já pouca coisa resta, o silêncio sobre mim se deita
Nesta descida entre a saudade e o frio, tanto faz!
Mastigo incertezas, já que a Vida não é perfeita.

Deixo-me a pensar com meus botões
Enquanto cai uma chuva enfadonha
Basta saber-me viva de ilusões
Minha alma malferida, ainda assim,sonha
Insistem os chilreios em meu coração
E há largueza por onde entra a claridade
Mas quando já não restar emoção?!
Serei como raiz sem apego, sem lugar
Morrerei de saudade...
Levada p'lo tempo, deixando-me por ele apanhar.

rosafogo
 
Basta saber-me viva

Tudo o que eu quero...

 
Tudo o que eu quero...
 
Sinto que não sou
o que esperam de mim,
tão pouco luto
para não ser assim.
E não farei nunca
questão de mudar,
já que isso significaria
deixar de me amar.

Já disse que me chateia
a futilidade da conversa,
se toda essa gente
não me interessa.
Eu construí um mundo
só para mim
feito de sonhos
e mil ilusões
onde não entra o mal
nem as decepções.

Tudo o que eu quero
é voar mais alto
e ficar suspensa
em nuvens de algodão,
ascender, libertar-me
das pedras do asfalto
e dançar nos jardins
onde os anjos tocam liras
junto ao meu coração.

Sei que os meus pés
nunca assentam na terra
e que eu posso parecer
um pouco estranha.
Não quero um mundo
onde existe guerra.
Flutuo na minha aura
em tons de aniz
E tudo o que eu quero
É,tão simplesmente, ser feliz!

Maria Fernanda Reis Esteves
49 anos
natural: Setúbal
 
Tudo o que eu quero...

Cinco ponto um!

 
Cinco ponto um!
 
Eu, mais uma primavera...
Cantando meu sorriso esplêndido.
Com suspiros fulgurantes
Anelo em meus delírios quimeras...
Inda que em momentos – instantes
Fulgentes favorecidos pela fisionomia
Ainda conservada – mas foi-se mocidade.
Agora é só saudade, mesmo assim,
Minha alma desperta; Despertando sonhos,
Somente vida, vida perfumada de alegria.
Maviosa tal qual a rosa vermelha mais aí
Quem não sonha? Em cada amanhecer a,
Alegria de viver – encantada com a luz do dia.
Grata a Deus, pelos lírios do campo,
Pelo sol nascente – crescente,
Pela chuva que me faz ficar na cama um pouco mais.
Ah, quão bom despertar com os pássaros,
Sonoro tocante n’alma calma e serena,
Logo após conversar com o Pai dando-lhe
Graça por essa bênção concedida-, pela vida, pela graça.
Que ninguém te veja: Ó idade, mas só a ti aspiro! Mais e mais...

Mary Jun – 23/10/2015
 
Cinco ponto um!

CONVITE ACEITO! [1]

 
CONVITE ACEITO! [1]
 
Meu doce...
Podes cantar
O amor!
Convite aceito!
Recebo-te como
Marido, pois
O amor habita
Em meu ser.
Agora apenas
É um início de uma
Nova vida;
Quis o destino assim:
Quando Deus te
Colocou no meu
Caminho!
Aquieta agora,
Pois o teu coração.
Que brilhe o teu olhar
Como as estrelas
Junto ao luar!
Do nosso amor...
Florescerá flores
Do nosso jardim
De jasmim e sonhos
Multicor como beija
Flor ao pousar numa Flor...
Teu jeito doce de ser:
Tão terno, faz de mim;
Uma abelha rainha...
Uma mulher completa nas
Horas mais incertas!
Vida minha! EU TE AMO!
LOUVO A DEUS...
Por ter te posto em minha Vida.
 
CONVITE ACEITO! [1]

O JARDIM ONDE NASCEM OS TEUS SONHOS

 
O JARDIM ONDE NASCEM OS TEUS SONHOS

Dissolve da razão o impossível codinome da flor...
Apenas sossega as ondas no carinho de teu dedo
E afaga o botão, em segredo, na comoção d'um gesto
Manifesto à lisa seda carmesim das delgadas pétalas...

Põe dependurada toda dor em tom cinabre...
Larga-as lá, suspendidas à ponta do espinho
A suspirarem a beleza de tua carne tenra e grave,
Ao ar, feito flechas à pele a te perfurarem...

A flor misteriosa soprará tua vida, infinda, tão tua...
Essa flor robusta, brotada em tua terna acolhida
Enfim se abrirá, magnífica, garrida, desimpedida
Pelos caminhos claros e evanescentes da lua...

E a canção multisuave dum amor, desta flor, saltará ao coração
Galopando à montaria d’um alazão de estrelas de prata...
Pousará manso, em sorrisos, ao prado da tua imaginação
Só para buscar-te, só para mostrar-te, num indelével improviso
Quão fantástico é o jardim onde nascem os teus sonhos
 
O JARDIM ONDE NASCEM OS TEUS SONHOS

Dance comigo...

 
Dance comigo...
 
Minha alma é tão serena
Maviosa ainda, mas quando te vê;
Meu bem – querer!...
Sou tua pequena menina morena.
Sim, sou tua flor - também mulher!
Sou teu desejo multicor, tua açucena...
Sou o cintilar dos teus olhos, meu Romeu!
Meu coração quase desfalece nos teus braços...
Nas volúpias enamorando, não é sonho meu.
Vem! Amado meu..., não vês?...
Fulguro, teu olhar para te amar! Sejam.
Na luz do sol..., No clarão da lua...,
Num clima montanhês.
Como se fosse à primeira vez!
Junte as taças, o vinho está na medida;
Na medida do nosso amor:
Amor, que foge ao natural – quão bom;
Não se pode explicar - quem sabe o beijo!
A lareira acesa..., Dance comigo...
Ao som de, a nossa canção no abrigo...
De meus braços, laço regaço manso.
 
Dance comigo...

Nasci para amar

 
Nasci para amar
 
Nasci, numa manhã fria
de um qualquer Fevereiro
Gritei, com quantas forças
tinha, à falta de oxigénio
Abri um olho, depois o outro
e curiosa vi, o que já pressentia,
no calor do útero materno,
um mundo à minha espera
de braços livres e abertos
Brinquei, construí castelos
em nuvens de algodão
caí vezes sem conta
e esparramei-me no chão
Aprendi que para ser feliz
basta olhar o céu, as nuvens,
dançar sob a magia do luar,
sorrir às estrelas a catrapiscar,
enfeitar os cabelos com raios de sol
correr livremente junto
à margem calma de um rio
Sentir o vento que afaga
Em jeito de arrepio
E quando partir
Nessa viagem serena
levar a alma cheia
de luz, amor e paz,
porque a vida foi plena
e eu nasci para amar

Maria Fernanda Reis Esteves
50 anos
natural: Setúbal
 
Nasci para amar

UM SONHO

 
UM SONHO
 
“Sonhar um sonho lindo nos faz
ter vontade de realizá-lo”

---------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
UM SONHO

AMOR

 
AMOR
 
Amor vivido é sentir a felicidade
Amor passado é apenas saudade
Amor esquecido é mentira
pois quem ama jamais esquece

Por favor, clique na imagem
 
AMOR

HOJE ENTENDI QUE...

 
HOJE ENTENDI QUE...
 
 
Hoje entendi que:
Para sermos felizes não precisa muito
Basta fazer o bem, doar felicidade,
Beijar seus filhos, seu amor,
Doar sua atenção aquém esta precisando
Que com um simples olhar, esta pedindo
Caminhar de mãos dadas com quem,
Não tem a visão para poder caminhar.
Doar sua voz para quem não as tem para se comunicar.
Prestar serviços a comunidade que necessita.
Afinal!
Posso dizer a vocês,
EU SOU FELIZ
 
HOJE ENTENDI QUE...

Se Eu Fosse Uma Fada

 
Se Eu Fosse Uma Fada
 
“A magia da paixão brilha como purpurinas
quando o amor floresce em nossa vida”

Ângela Lugo
----------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
Se Eu Fosse Uma Fada

Meu disfarce...

 
Meu disfarce...
 
Não sei por quê?...
É difícil de entender!
Pensar que a melancolia
Das noites frias e vazias
Trazem-me tristezas - alegrias.

Minha companhia, amiga.
Experimenta do meu fel
E, se, mantém fiel.
É ali que me revelo...
Deixando minhas quimeras...

Meus sonhos de primavera,
Aonde ouço minhas canções de amor
Desnudando-me sem pudor!
Mostrando meu sorriso multicor...
Até as lágrimas beijarem minha face!
Eis ai, o meu disfarce...
Dormindo antes que a solidão me trace.

Por Mary Jun.
Guarulhos,
26/01/2015
Às 17h30min
 
Meu disfarce...

Desse amor tão singular

 
Desse amor tão singular
 
Amar,
baseando-se
no que o outro tem de perfeito
é nadar
na superfície do sentimento e,
no momento
em que os defeitos vêm à tona,
as decepções
serão mais fortes que a ilusão
que você mesmo criou
sobre aquele ser

- fim do amor!

Mas, amar alguém
pela sua idiossincrasia,
é entrar no mais profundo
de um ser (se ele o permitir),
é perceber detalhes,
defeitos,
sutilezas,
sons, tons,
cheiros,
coisas boas e ruins
que somente você conhece,

só você conhece!

-Porque cada um de nós
enxerga a mesma coisa
de forma diferente -

Isso torna um ser único,
insubstituível
e demasiadamente raro,
isso faz perdurar,
aqui ou noutro lugar,
aquilo que chamo amor.

Daniele Dallavecchia 16.08.2014

Quanta mais intensa a paixão, mais próximo da loucura nos pode levar o coração.
 
Desse amor tão singular

Domingo, meio dia ...

 
Domingo, meio dia ...

Está sol e no ar pulsa intensa energia
a cidade acordou pequena aldeia
e em tudo está tranquila e pacífica
porta fora inspiro fundo o ar limpo
e, sempre me sinto feliz em reconhecer:
como é linda a minha querida Lisboa!

Eureka, 7 de Agosto 2016
 
Domingo, meio dia ...

AVIVANDO

 
AVIVANDO
 
AVIVANDO

Hoje avistei pássaros na árvore do quintal.
Faziam barulho e as folhas balançavam.
Caíram muitas pela grama.
Bateu uma onda de felicidade...
Acho que estavam se amando.
O trepidar que faziam entre as folhas, dizia-me: estamos vivendo...
Sorri.
Acho que invejei os pássaros...
... seu canto, sua alegria, suas asas....
 
AVIVANDO

Da Felicidade

 
 
.

Da Felicidade

Só os grandes sonhos

chegam ao céu

os mais pequeninos

ficam-se pela Terra

para que a Humanidade

seja feliz.


Luíz Sommerville Junior
 
Da Felicidade

Sai de mim a pressa

 
Sai de mim a pressa

Sai de mim a pressa
que a vida é agora urgente
Urgente viver, amar, realizar
Todas as coisas que amo na vida

Sai de mim a pressa
Que me faz correr atrás de ti
E que mais já não quero correr
Se ficares ficas, não quero saber

Sai de mim a pressa
que me fazia levantar mais cedo
e encontro caminhos suaves a percorrer
que a vida é urgente de viver

sai de mim a pressa
que eu quero amar-te sempre
que tu vives para eu te amar
e nem quero saber o que dizes
apenas quero teus lábios para beijar

sai de mim a pressa
que me fazia correr para certos lugares
guardo em mim prioridades bem escolhidas
e nem me apetece ouvir os outros falarem

sai de mim a pressa
a que me obrigava inutilmente a viver
em horários rígidos e tarefas banais
quero mais é voar alto num trapézio qualquer

e sai de mim essa pressa
que nem me deixa mais pensar
e guardo o meu tempo para sonhar
sonhar sempre a doçura do teu amor

porque apenas quero amar-te e sonhar-te num baloiço alto.

Maria
Évora, 18 de Junho de 2016
 
Sai de mim a pressa

Quero ser feliz do meu jeito

 
Quero ser feliz
não sentir mais cicatriz
entender a falta de ar
ter o peito a palpitar
quero entender o envelhecer
não me desesperar ao entardecer
ficar à rua
amar à lua
dançar nua
ao sol nascer
deixar o vento lamber meu corpo
perceber que o mundo é vivo
e que não sou morto.

Quero ser feliz
encenar esta peça
chamada vida
e bem depressa!

(O tempo não para
ser feliz é coisa rara)

Quero viver a felicidade
perder-me em qualquer cidade
beber até cair
subir no palco
falar alto,rir
quero ser feliz
mesmo que para isso
precise ser atriz
sorrir ao invés de chorar
soltar todo o ar
jogar-me no mundo e voar.

Não acredito no último eclipse
vivo hoje o apocalipse
cavalgo neste negro cavaleiro
planto uma flor no coração do guerreiro
e sou luz!

Esta é minha felicidade
num mundo só meu
que feliz me produz!

Este texto foi inpirado no poema FELIZ DE QUALQUER JEITO, de Gê Muniz.

A isto que refiro-me quando falo de interação literária. De escrita criativa. Para mim este é o principal sentido do site, inspirar-me e poder inspirar.

Se por acaso houverem erros, caros amigos, por favor corrijam. Sou médica, não escritora.
 
Quero ser feliz do meu jeito

QUERO SENTIR TEU SABOR

 
QUERO SENTIR TEU SABOR
 
“O sentir fica aguçado quando se ama
Tudo tem sabor... Sabor de amor”

---------------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
QUERO SENTIR TEU SABOR