Poemas, frases e mensagens sobre mãe

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares sobre mãe

Lágrimas de amor

 
Ajoelho-me a teus pés
Remendo um rosário de orquídeas
E beijo o chão, para que possas caminhar
Sem frio, embalo-me dentro do útero que nunca sai

Tenho medo mãe, que não voltes acordar,
Que os teus braços tombem
Sobre o meu corpo desprotegido
E naufrague sobre o deserto dos meus olhos

Os passeios ficarão manchados
De passos desconhecidos, e eu espessura voraz,
A impiedade que ascende de todas as pedras
À procura dos teus passos

Agora, recordo essa criança que ferve no teu sangue,
Correndo pelos teus anos, levados pelo seu canto confidente.
Um dia serei como tu, talvez, quando as andorinhas chegarem.

Conceição Bernardino
 
Lágrimas de amor

pelo poema que és

 
tentei dizer de ti o ébano que voa sobre os travesseiros
de tuas mãos duas asas se oferecendo pra voar-me
tentei dizer dos teus olhos verde-cana adoçando mar
e mais do teu andar, plumas tranquilizando-me o olhar.

quis dizer-te do raiar da aurora, tua voz macia, senhora
fazendo ponte tua boca à outra margem do oceano
e do teu colo, o território pra tuas crias beberem da fonte
e do teu canto, toque de brisa a enxugar os prantos

quis dizer-te em poucas ou muitas linhas
do alvorecer às varandas de muitas tardes
nos tapetes, nas leituras sob teus olhos flor docilidade...
quis dizer das sombras do pomar
sossego de tuas mãos tão férteis
(ainda) agora

quis escrever de ti um poema, que para
meus olhos te sentirem sempre perto
mas, palavras não superam tua presença, amor e sorriso...

minha mãe, meu apoio, minha estância, meu abrigo
 
pelo poema que és

Nasceu um poema

 
Nasceu um poema
 
NASCEU UM POEMA

Meu coração é como um cipreste gigante
Enfrenta o tempo e a tempestade
Resiste, mesmo apertado segue adiante
Barco à deriva num mar de saudade.
São meus sonhos searas à mercê dos ventos
Meus poemas filhos por nascer
Sinto-os nas entranhas, ouço-lhes os lamentos
E aguardo o momento de ao Mundo os trazer.

E assim vou moldando seus passos,
Segundo minha visão
Acrescento-lhes mais umas gotas de medos
Alguns cansaços
E para tapar buracos no casco, a solidão.
Finalmente o desespero que meu rosto esconde
E meus olhos que se perdem sabe-se-lá por onde.

Vida inteira e uma mão cheia de nada
Hoje acordei vazia e assustada
Restos dum sono desassossegado
Palavras à volta na boca
Meu coração acelerado
Agarrando-se à vida que já é tão pouca.

Mais um poema é puxado para fora da mãe
E eu pouco sei do seu nascimento
Mas sendo mãe passam as dores, fico bem
E a minha dor se tranforma em amor neste momento.
O nascimento?
É íntimo e doloroso!
E mais um milagre me parece...talvez curiosidade?!
Dentro de mim a chave... a saudade!

rosafogo
 
Nasceu um poema

OLHOS DE ENCANTAR

 
OLHOS DE ENCANTAR
 
Os teus olhos são estrelas que aveludam meu coração
São as estrelas mais belas que eu vi em noites de verão.
Eu fico encantado por esse brilho incandescente
Dão luz à minha vida, iluminam a minha mente.

Trazem-me muita alegria para fleliz poder viver
Esse olhar é sinfonia para nunca mais esquecer.
Quando acordas pela manhã, teus olhos brilham tanto
Que os meus ficam inundados por esse teu encanto.

Durante o dia esse brilho, ilumina os meus passos.
São a luz da minha vida, são a força dos meus braços.
Se o meu corpo tem calor, a ti ele te deve também
Olhos que me acompanham, são os teus olhos minha mãe.
 
OLHOS DE ENCANTAR

Relógio

 
Relógio
 
 
.

Relógio

sonhaste-me
era a hora , o minuto e o segundo
de todo o dia
de ti
a força luminosa do sol surgia
no meio da dor o sorriso podia
mais de que tudo o que o grito dizia
algures no tempo que então vingava
um pequeno pontinho ,
poeira movimentando-se ,
carne e sangue que toda a terra sabia ,
acrescentava um quase nada
à infinitude da estrada
para que a data...
inserida no oceano dum búzio atmosférico
que um dia desta vida te levará
siga soprando ao vento - crianças !
neste teu filho que noutros filhos te cantará
em sonhos que são força na palma do relógio
e , de novo , no ventre que é ...
a mãe regressará

(muito antes
da invenção da prece e da escrita
já os oceanos oravam
em silêncio ...)

À Minha mãe

Luiz Sommerville Junior

Foto : Dallavecchia´s Portfolio
 
Relógio

FELIZ DIA DAS MÃES

 
FELIZ DIA DAS MÃES
 
“Mãe carinho e atenção
É o que vem do seu coração
Sempre estendendo a mão
Para o filho com admiração”

---------------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
FELIZ DIA DAS MÃES

SÒ BEIJO DE MÃE

 
SÒ BEIJO DE MÃE
 
SÓ BEIJO DE MÃE

Só o beijo da mãe tem importãncia
Quando nos penduramos ao seu pescoço
Ainda criança...
Como o som repenicado ainda ouço...
É um acontecimento o beijo da mãe!
A infância continua dentro de nós
Como uma papoila que estremece ao vento
Ainda agora, da mãe me lembra a voz.

Deixo-me a vaguear neste acontecimento
Entre o passado e o presente
Este dia está velho!?
Como o meu pensamento.
As ruas silenciosas,
As portas cerradas
Das arvores as folhas caem, chorosas,
Das flores, foram-se as pétalas perfumadas.

Fico atenta ao que vejo
Nuvens rindo no céu passeando,
O Sol há muito acordou
E os casais, esses?! Continuam-se amando!
Daqui a pouco a tranquilidade da tarde
E eu aqui estou...
Vivendo vou lembrando com saudade.

O beijo da mãe, que acaba com a solidão
Que põe fora a inquietação
E um anjo a minha história vai arquivando
E guarda tudo o que vou lembrando.

Escrevo, mesmo parecendo ausente
Estou recordando meu chão
A brincar me deixo na ilusão
Que ainda sou dez réis de gente.

rosafogo

(Dez réis de gente, gente pequena.)
Esta poesia tem algum tempo, ainda embalava meu
neto que hoje é homem e às vezes me chama de mãe.
 
SÒ BEIJO DE MÃE

MINHA MÃE, MINHA AMIGA

 
MINHA MÃE, MINHA AMIGA
 
“Minha amiga mãe querida
Não me deixa nunca sozinha
Mesmo em pensamentos
É meu seus sentimentos”

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NA IMAGEM
 
MINHA MÃE, MINHA AMIGA

... AMAR...

 
... AMAR...
 
Mãe vem do verbo amar...
Uma palavra que não se pode conjugar!
Sua essência é divina ama com razão por amar.
Por ser a própria vida reproduzida ao fecundar.
Criar sua prole é um prazer educar, orientar...
Vive dupla dualidade sua realidade refugiar
Na sua luz perfume da vida que lhe é peculiar.
 
... AMAR...

A MULHER É SIMBOLO DE AMOR (RECTIFICADO)

 
Nós deviamos beijar
Os seus ventres que nos deram a vida.
Os seus olhos que nos olham de amor.
As suas bocas que tantos beijos nos dão.
Os seus corações que por nós morreriam.
As suas almas plenas de sensibilidade.
Os seus corpos que por nós muito sofrem.
O seu amor que data desde sempre.
Os seus seios que nos mataram a sede.
As suas mãos que nos deram a comer.
Os seus braços que de amor nos apertaram.
Os seus ouvidos que nos sabem escutar.
Os seus cérebros que por nós se cansaram.
Os seus pés que por nós muito andaram.
Sim! porque elas são nossas mães!
Porque elas são a Nossa Rosa dos Ventos.
Porque são mulheres!
E ser mulher é ser simbolo de beleza,
É ser simbolo de amor!

A. da fonseca
 
A MULHER É SIMBOLO DE AMOR (RECTIFICADO)

Inês de Portugal

 
 
..

Inês de Portugal - Nesse Lago Tão Quieto

Tu
que és tão grande
que eu não consigo ver-te
que és por cima
dum céu
vermelho de flores que chora
o verde vida das pétalas em ferida
neste silêncio
em que
"todos os barquinhos
cansaram de nadar"
dizes-me
por que dormes
eternamente
nesse lago tão quieto
por baixo
deste mar?

Luiz Sommerville Junior, in memorian

01 de Setembro 1929 - 04 Junho de 2013
 
Inês de Portugal

Vou-te amar até à ultima gota de luz …

 
Vou-te amar até à ultima gota de luz …
 
Procura-se o vinculo mais forte, no céu mais estrelado,
Procura-se o regadio da lágrima mais pesada …
Mas a resposta recostei no profundo da alma …
Com a promessa de te amar …
No eterno lugar onde o tempo não tem espaço …

Poema dedicado a todas as mães que se tornaram estrelas antes de serem avós …

Poema dedicado a todas as filhas que ficaram com o coração amputado, antes de serem mulheres…
 
Vou-te amar até à ultima gota de luz …

Tempo de saudade

 
Tempo de saudade
 
TEMPO DE SAUDADE

A laranjeira floria
E a minha mãe partia!
A laranjeira está em flor
Hoje a recordo com Amor!

O dia estava lindo
Ela me deixou sorrindo
A laranjeira floria
E a minha mãe partia!

O céu de azul se vestia
Adormeceu, sonhando.
Fechou os olhos sorria
Sem querer, me foi deixando!

Minha mãe, sabia ler
Meu caminho acompanhou
Ensinou-me o seu saber
A ela devo o que sou!

A laranjeira está em flor
Hoje a recordo com Amor!

Apertou a minha mão
E a laranjeira floriu
E só do meu coração
Ela ainda não partiu.

Eu a trago dentro de mim
Neste caminho, feito saudade
A dor mesmo não tendo fim
O tempo a fará suavidade.

A laranjeira floria
E a minha mãe partia!

A laranjeira está em flor
Hoje a recordo com Amor!

Inconsolável, ficou meu ser
Comigo,ficou seu último sorriso
Era torre de marfim p'ra me defender
Agora! Vem dela a força que preciso!

rosafogo
 
Tempo de saudade

MENSAGEM DO DIA DAS MÃES

 
MENSAGEM DO DIA DAS MÃES
 
 
“Mãe tu és o amor que
multiplica as Nações”

-----------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
MENSAGEM DO DIA DAS MÃES

Cacos de lua

 
Cacos de lua
 
Até aí, tudo era perfeito
Ouvias meus sonhos e davas-lhes asas
E eu tinha uma mãe, sentia-me plena
Nada me faltava

Mas quis o acaso
Talvez o destino, que a hora chegasse
E o chão me faltasse
Quando tu partiste…

Cresci em revolta
E quebrei minh´alma em cacos de lua
Senti tua falta e demorei muito
Para sorrir de novo

O tempo ajudou-me a sarar as feridas
As chagas da alma
Devolveu-me a paz, a serenidade
Superei a dor, agarrei-me à vida
E fi-lo por ti

Segui meu caminho
E numa oração eternizo o amor
Mantendo-te viva no meu coração

Maria Fernanda Reis Esteves
50 anos
natural: Setúbal
 
Cacos de lua

Um menino chamado Noel

 
       Um  menino chamado  Noel
 
Eram cinco irmãos,crianças pobres de--
uma família muito humilde.
Moravam em um lugar bem distante com-
muita dificuldade e,viviam de suas plantações
Noel era o caçula,alegre e muito esperto
sempre estava inventando brincadeiras e,
nadava no rio que ficava pertinho de casa
A mãe de Noel recomendava para ele e-
seus irmãos,para ficarem sempre na margem
e, nunca... nunca fossem para o lugar mais fundo do rio
Algumas vezes o pai de Noel ia para à cidade,comprar algumas coisas que faltavam
mas,de quando em quando. Era tão longe
e o dinheiro era pouco
Sempre que ia,levava uma das crianças
nunca era o Noel por ser pequeno demais
A sua curiosidade era imensa,sabia que na cidade havia muitas coisa lindas e, brinquedos ah! brinquedos, ele não tinha nenhum
Naquele dia seu pai avisou:-Hoje Noel vai comigo!
Seus olhinhos brilharam ao ver tanta coisa linda, aquele caminhãozinho pintado de vermelho era demais!!
Voltando correu para contar o que vira,bolinhas de gude coloridas, quantos brinquedos e o caminhãozinho que beleza
Ao adormecer cansado da aventura
sonhou... Uma fadinha de cabelos dourados
com vestido branco esvoaçante se aproximou
e disse--lhe:-Quando fores nadar no rio observe o que há sob seus pés.
Acordou assustado e, intrigado correu para o rio.
Pisando com cuidado,tentando sentir ou ver algo diferente. Algumas pisadas ops,
pedrinhas cutucavam seus pés, alcançou-as
e viu serem muito brilhantes e,lindas
Assim que o pai de Noel observou as pedrinhas gritou:--Estamos ricos,ricos...são pedrinhas preciosas
A sorte favoreceu a família, nunca mais tiveram dificuldades
Noel quis presentear seus irmãos
seus amiguinhos ,todos que conhecia
Noel tornou-se adulto e, um excelente
pai.
E todos o chamam de
PAPAI NOEL

FELIZ NATAL!!!!!

NEREIDA

Á TODOS OS AMIGOS ,COLEGAS E LEITORES
UM FELIZ NATAL, COM TODO O CARINHO DESTA, QUE SÓ TEM AGRADECER O PREVILEGIO DE ESTAR PERTO DE ALMAS
BOAS . MEU CARINHO PARA O LUSO POEMAS
 
       Um  menino chamado  Noel

"Não viu as horas, menino!"

 
Mãe...

Lembra quando pegava minha mão
para atravessarmos a rua?!
Eu queria tanto correr,
e você me segurava!
Até que um dia,
sob seus olhos em vigília,
deixou eu seguir sozinho...
E dando exemplos aos pés
me ensinou a por fé
nos meus passos,
aos poucos me soltando para a vida...

Entusiasmado com a liberdade,
corri meu destino!

Lembra quantas madrugadas,
sem conseguir dormir,
ficou esperando eu chegar em casa?!
A seu modo, sem perceber
me alertava:
"não viu as horas, menino!"
E foi como enxergar com seus olhos!
Esses que também
ignoraram o tempo
e me guardaram criança.
Não notei mesmo as horas....

E achei que sempre estaria ali
esperando meu regresso!

Hoje,
homem,
continuo correndo.
Já não há tanta liberdade
e nem muito entusiasmo.
Lembro as estórias que me contava!
Havia sempre uma eterna felicidade,
inocente,
no desfecho.
Pena que a vida corrompe a inocência,
e o tempo cuida de matar o "para sempre"!

Hoje,
homem,
continuo correndo.
E é o tempo que, às vezes,
de madrugada me zomba:
"não viu as horas, menino!"
Nesses momentos, confesso
que apesar de todo seu exemplo:
no desespero, a calma; na tempestade, o abrigo...
Eu me pego, de novo, tão pequeno!
Querendo tanto a sua mão para atravessar a vida.
 
"Não viu as horas, menino!"

A cada dia que vivo...

 
A cada dia que vivo,
mais me convenço de
que o desperdício da vida
está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta
que nada arrisca,e que,
esquivando-se do sofrimento,
perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.
Por detrás da Alegria e do Riso,
pode haver uma natureza vulgar,
dura e insensível.
Mas, por detrás do Sofrimento,
há sempre Sofrimento.
Ao contrário do Prazer,
a Dor não tem máscara

Cátia Peralta
 
A cada dia que vivo...

Rondel Para Mamãe

 
Rondel Para Mamãe
by Betha M. Costa

Mamãe tem as mãos delicadas,
Mas que seguram o meu mundo,
Se me perco nas enxurradas,
E a vida quer levar-me ao fundo...

De rara altivez, amor fecundo,
Além das palavras ajuizadas,
Mamãe tem as mãos delicadas,
Mas que seguram o meu mundo!...

Se perdida pelas frias estradas,
Da doença ou do medo oriundo,
Seu afeto, força e fé inabaladas,
Zelam por mim cada segundo:
Mamãe tem as mãos delicadas.

♥ Para Yolanda, minha mãe, com todo o meu amor!♥
 
Rondel Para Mamãe

Um Soneto Para Mamãe

 
Um Soneto Para Mamãe
by Betha Mendonça

Mamãe tu não és apenas um ombro,
Das horas mais amargas desta vida,
A levantar-me do negro escombro,
Dos tropeços de minha alma partida.

Tu és a luz do amor no horizonte,
A iluminar os meus trôpegos passos,
És água doce e cristalina da fonte,
A lavar-me das dores e fracassos.

A música do teu riso contente,
É berço de força e de esperança,
A acalentar meu coração infante.

Seja essa vida de dor ou bonança,
Eu tenho sempre no teu peito quente,
O mais terno leito e mar de confiança.
 
Um Soneto Para Mamãe