A tela perfeita

 
A tela perfeita
 
Meu sonho projecta-se no azul celeste
Meus olhos descansam nas ondas do mar
contemplando a aguarela de cores e formas
louvando ao Senhor o arco-íris no ar

Papoilas vermelhas, fogosas, dançando
rosas amarelas, saudosas de encanto
hortências azuis, acalmam-me a alma
lilases e lírios de tom anilado

Os campos de trigo de espigas douradas
animais pastando no verde dos prados
borboletas tolas impondo a beleza
ignorando o sentido da efemeridade

O pintor criou a tela perfeita
sente-se o seu traço por toda a parte
pena que passemos tão despercebidos
Vede! A natureza toda ela é arte.

Incorpora a Antologia "Poeta, Mostra a tua Cara"

Maria Fernanda Reis Esteves
48 anos
Natural: Setúbal
 
A tela perfeita

Nos céus da minha alma

 
Nos céus da minha alma
 
Recolho-me no mais ínfimo do meu ser
onde me encontro virgem e me deslumbro
onde permaneço fiel a mim mesma
mergulhando em ondas sensitivas
por entre os céus da minha alma

Através dos canais da minha essência,
percorro a gruta do auto-conhecimento
onde busco a paz que me energiza
e recupero o dom da sensibilidade
pelo qual rejo todo o meu viver

Neste lugar onde me encontro com a luz
numa acto de amor onde me aceito
parto à conquista de um novo mundo
que, nos meus sonhos, idealizo e é perfeito.

Maria Fernanda Reis Esteves
49 anos
Natural: Setúbal
Email: nandaesteves@sapo.pt
 
Nos céus da minha alma

GRITO

 
Hoje não quero ser boazinha
doce e apaixonada,nem fazer confissões
não quero escrever o poema perfeito
não quero alimentar desejos e ilusões

Hoje não quero ser melodia
não quero ser alucinação em noite tardia
não quero alimentar insónias
de quem me aprecia

hoje sou o lado avesso do desejo
o lado errante da alma
sou a mão trémula que rabisca no papel
sou coração sem qualquer ensejo
sou a rebelde que solta ao vento seu praguejo

Hoje virei-me do avesso
e sem nenhum apreço
grito ao mundo,que o mundo se foda
o amor,a vida, a paz, não têm preço
acabem a gerra e voltem ao começo !
 
GRITO

FELIZ ANO NOVO!

 
FELIZ ANO NOVO!
 
Quão rápido veloz como um colibri...
Assim: foi-se mais um ano deixando...
Saudades, tristezas, incertezas, alegrias...
Muitos querendo esquecer porque não foi tão bom assim.
Outros comemorando por que foi muito bom.

Mas a realidade é que não devemos ficar preso ao passado por mas dorido que tenha sido, nem no futuro, pois este a Deus pertence! Viva o hoje; tenha expectativa sim! Mas não lute contra o que você não pode mudar.

Para que você possa brilhar no futuro!...

Faça uma analise de si mesmo, como anda seu eu?
O que você fez para que o ano que passa fosse diferente? Porque se você não mudar o ano que se inicia permanecerá velho. Quem deve fazer a diferença é você.

Como anda sua vida espiritual? Não estou falando de dogmas, doutrinas e religiões e sim de que temos que ter uma vida voltada para Deus seja em qualquer instância para que a sua alma seja preenchida de paz e amor. Só assim você poderá crescer tendo uma vida feliz.

Nunca deixe para amanhã o que pode ser feito hoje, partindo do princípio que nem um segundo nos pertence... Nunca deixe de falar eu te amo! Não guarde rancor, ódio, perdoe... Isso faz toda diferença, pois se guardas o mal dentro de si quem perde é você seja inteligente.

Lute, busque, conquiste e vença! Não espere pelos outros tome atitude, seja você mesmo sem medo de ser feliz! Só assim verás um ano novo - porque você o fez novo.

Feliz 2015!!

Por: Mary Jun

29-12-2014
Às 21h e 17m

Feliz ano novo!
Luso poemas, amigos, poetas e visitantes.
 
FELIZ ANO NOVO!

Floresta Mística

 
Floresta Mística
 
Viaja o meu peregrino pensamento,
Ao encontro do templo zen da floresta.
Pairando como uma pluma ao vento,
Na vibração de sua paz manifesta.

Quão encantadora é à mãe natureza!...
Reflexo do Arquiteto Deus Criador,
Fonte da mais pura e indelével beleza,
Concebida no santo jardim de amor.

Contemplo o verde esp’rança das matas,
Seu frescor e o canto dos passarinhos
Que sob os arrebóis fazem serenatas...

Inda às cachoeiras e suas cascatas,
Que n’alma lançam gotas de carinhos,
Revelando minhas insp’rações inatas.

-**-Elias Akhenaton-**-
 
Floresta Mística

Eterno Natal!

 
Eterno Natal!
 
Oh quão bom que a paz pairasse no ar!
Inspirando a vida de todo ser humano,
Em todos os cantos da terra, além-mar,
Impregnando de ternura seu quotidiano...

Plantando na alma, um eterno natal!...
Semeando e colhendo, à paz de Jesus.
Criando um mundo sem conflitos: real,
Iluminado pelo resplendor de sua luz.

Assim; co’ o eterno espírito natalino,
Cada um seria amável em seu interior,
Todo irmão doando um afeto cristalino...

Compartilhando às bençãos do Criador,
Que através do filho, Jesus menino,
Mostrou-nos o seu imensurável Amor.

-**-Elias Akhenaton-**-
http://poetaeliasakhenaton.blogspot.com.br/
 
Eterno Natal!

MINHA PRINCESA

 
FILHA

Minha princesa,minha luz.
Quando voce nasceu,ha meu deus como chorei,
Mas filha foi de alegria,de emoção,de medo
Voce aquela coisa mais linda,moreninha,cabeluda

Sabe nem seu pai sabia,mas eu sabia que era menina que eu ia dar a luz,não´por ultra-som mas por intuição de mae.
Levei escundido na mala suas fitinha de cabelo
Quando chegaram para visitas ficaram todos de olhos arregalados,como fita?
Quem trouxe o hospital fornece?
Essas eram as perguntas,mas não fui quem levei.
Hoje,voce uma linda menina maravilhosa,minha princesa virou minha rainha,minha amiga,minha companheira,minha cofidente e olha voce fica brava comigo quando preciso.
Filha eu Te AMO.

"VERDADEIRO AMOR,SO AMOR DE MÃE"
 
MINHA PRINCESA

o verdadeiro guerreiro

 
Sou um guerreiro desarmado levo apenas armadura e escudo
Abandonei a espada adormecida no intrinseco da alma para jamais atacar outro ser e impor outra vez o luto
Impus meu escudo sobre minha espada
Pois meu maior inimigo e o odio que em mim habita germinando regado a magoa
Encaro meu semblante no espelho dagua
Olhos profundos expressam furia
Sorrir nesse momento e a maior das injurias
Tiro o capacete que estreita minha visao
O suor frio cai distorcendo o reflexo do intrinseco da sombridao
Entao visto minha armadura apanho meu escudo e saio pela porta da casa de palha
Sem minha espada levando amor esperança e paz para vencer cada batalha

O verdadeiro guerreiro ganha primeiro sua batalha interior fazendo seu amor triunfar sobre seu odio e antes de tudo ele impoe seu escudo antes de erguer sua espada
 
o verdadeiro guerreiro

Em busca da paz

 
Em busca da paz
 
Tem gente que passa por nós e carrega
uma energia gélida que parece pedra
provoca arrepio da cabeça aos pés
é ódio, é inveja, é orgulho e vaidade
é sombria a carga e vazia a alma

Tem gente que traz a aura bordada
de ouro e de luz, uma fada encantada
é pura empatia, calor de verão
é uma mão amiga, olhos que sorriem
um abraço apertado junto ao coração

Juntemos esforços em busca da paz
mostremos que os homens são todos iguais
Entoemos cânticos de louvor a Deus
escritos pl´os anjos no reino dos Céus.

Maria Fernanda Reis Esteves
48 anos
Natural; Setúbal
 
Em busca da paz

COM DEUS

 
COM DEUS
 
COM DEUS

Erigi no coração um monumento
Onde tudo guardo com tamanha doçura
Onde conduzo com gosto o pensamento
E onde pouso o olhar com ternura.
E como tudo é infinitamente pequeno!?
Perante os sentimentos que nele guardo
Tenho a fé redrobrada e o espírito sereno
Ainda que o Mundo fique cinzento pardo.

Ainda que na vida surja dificuldde
E o caminho me pareça estreito
Sigo levando comigo a saudade
Neste período da vida fecundo, sigo direito.
Sempre com renovada vontade
E é assim que escrevo no presente
Que de bem estar estou fartamente.

A melancolia? Essa faz parte da Vida
Empenhada às vezes, teimosa,na sua tentativa
E nos lábios se encontra ou se perde um sorriso
Que o tempo avaramente devora
Mas só de Paz eu preciso!
E de DEUS comigo a toda a hora.

rosafogo
 
COM DEUS

Simplesmente te Amo!

 
Simplesmente te Amo!
 
Te amo com o corpo todo,
com a alma e com a mente.
Te amo com tudo que há de mais sagrado,
entre o visível e o invisível.
Te amo para além do céu e da terra.
Amo em cada dia de sol,
em cada tempestade,
amo além do tempo,
sem idade...
quando amanhece ou anoitece o dia,
quando trocam as estações do ano.
Amo desde a hora em que nasci,
e pela vida inteira,
quando ainda não te conhecia,
mas já sentia e te chamava
e também pelo que ainda há de vir...
Amo em cada letra, cada verso,
cada canção ou imagem
que me encanta os sentidos...
Te amo em cada estrela que sigo
com os olhos fixos no céu.
Te amo desesperadamente,
como o filho que chora a ausência do pai...
Te amo acima do tudo e do nada,
além do princípio e fim,
de A a Z,
e sei que nunca irei te esquecer...
Ah, meu amor,
soubesse eu expressar o quanto te amo,
já não seria amor, tamanha a grandeza
deste planeta que te abriga no meu coração.
Fecho os olhos e sinto
essa força que nos enlaça , emoção!
antes, durante e depois...
e quando penso em você,
vejo as cores mais belas
que me enfeitam e dão vida.

Para o meu Jo com amor
 
Simplesmente te Amo!

Feliz aniversário Antonieta.

 
Feliz aniversário Antonieta.
 
Minha querida avó, hoje é dia de seu aniversário
Um dia muito especial e eu como neta...
Não poderia deixar passar em branco uma data tão linda como esta .

Você nasceu para viver o sonho de Deus com sua vida.
Deus lhe deu capacidade para amar, cuidar, educar e ser o coração da sua família.

Eu peço ao Senhor que neste dia especial, você receba Dele, o melhor
Em sua vida, o dom perfeito e toda boa dádiva.

Nunca se esqueça que Deus fez de você uma grande mulher, e lhe deu
capacidade e fé de cuidar de toda sua família, sendo um exemplo
de mãe, esposa, avó e mulher.

Feliz Aniversário minha avó.
Que Deus esteja sempre com você e que todos
possam seguir seus exemplos de vida e de amor ao próximo,
É o que deseja de coração sua neta que você adotou com tanto carinho.

I Can See Clearly Now -
 
Feliz aniversário Antonieta.

DIVINO,CRISTALINO,PURO...

 
DIVINO,CRISTALINO,PURO...
 
As luzes acesas
estrelas a reluzirem!
Num fulgor
anunciando o natal
aonde o céu cheio de vida,
ofusca até a tristeza,
um deslumbre naquela
noite de pura beleza,
uma harmonia que compõe:
Paz, alegria, perdão e amor.
Um momento de
plena transformação
bem sabem porque!
Coisas humanas?
Podem ser! Inspirações,
comunhão trazidas
pelo poder daquele
que É e sempre Será!
DIVINO,
CRISTALINO,
PURO...
Espelho para o mundo
em todo tempo.
A Estrela Maior!
Aquele que criou o amor,
e nem um pouco
ligou para sua dor.


Luso, amigos e visitantes desejo a todos vocês e seus familiares um feliz natal e um próspero 2015!
 
DIVINO,CRISTALINO,PURO...

Carruagem do tempo

 
Carruagem do tempo
 
Perdi a carruagem do tempo
Fi-lo propositadamente
Deixei-a partir...
E por aqui me fiquei
Queda, na idade dos sonhos

Por mais que vasculhe
as sobras de mim
Deduzo e concluo
e tiro a elação
que nada perdi

Não mudei o mundo
Tão pouco o moldei
à imagem de mim

E a paz que procuro
é o apeadeiro
que trago na alma
Lugar onde troquei
a amargura pela fantasia
duma gargalhada


Maria Fernanda Reis Esteves
52 anos
natural: Setúbal
 
Carruagem do tempo

ESPERANÇA

 
ESPERANÇA
 
Era uma vez...
Uma criança
Por nome Esperança!
Esperança brincava,
Sorria, corria e pulava.
Mas vivia triste, e triste
Era o seu sorriso.
Porque não enchia a pança!
Enquanto outras crianças...
Faziam festança.
Lambuzavam-se
E estragavam a comilança!
Estas crianças faziam assim:
Não porque eram más; mas
Porque os adultos não ensinavam
A dividir, a amar e pensar...
Nos por menores!
Esperança esperava um dia ter:
A mesma alegria e ser amada.
Quanto sonho de criança...
Tinha Esperança.
De encher a pança
E participar da comilança!
Ah, Esperança! Doce anjo...
Menino, menina, criança...
Doce bombom da infância!
 
ESPERANÇA

Ouves-me?

 
Ouves-me?
 
Sinto-te
nesse desespero que te consome
nos trilhos das noites ensombradas
pelas memórias resguardadas
no mísero grito do tempo

Queima no meu peito
a tua impotente ânsia
de renascer nas asas do infinito
onde o horizonte acalma
o olhar que fenece
no orvalho das fontes

Rompe as algemas
que te acorrentam
aos fantasmas do passado
perdido na porta entreaberta do tempo

Solta-te dos escombros arcaicos
que asfixia a plenitude de seres
como te quero contemplar
à luz das gastas velas,
que perpetuam
nas janelas da minha alma

Penetra no íntimo inexplorado,
sente os pulsares virgens
do renascer da dor que te pariu
e que te fez ser

Agarra o tempo, que o tempo te dá
e respira a paz do meu anjo
que permanece em mim,
no etéreo de ti
num tempo sem fim

Ouves-me?…

Escrito a 16/08/09
 
Ouves-me?

Adeus 2014...bem vindo 2015!

 
Apenas venho aqui desejar a todos um feliz ano novo...!
Para mim e para a minha família este ano que agora termina , foi um ano que nos marcará para sempre. Deus abençoou a nossa relação com o maior fruto do nosso Amor...nosso filho.
Que o próximo ano continue tão perfeito para nós e para todos vocês ficam os votos de um ano cheio de Luz.
Bom ano

A familía David deseja a todos um feliz ano novo.
 
Adeus 2014...bem vindo 2015!

Sorriso de Uma Criança!

 
Sorriso de Uma Criança!
 
Quão meigo o sorriso de uma criança!
Singelo, igual ao de um anjo querubim.
Luz de Deus em uma eterna esperança,
Em um mundo de paz, belo como jardim.

O sorriso de uma criança é verdadeiro,
Puro e cheio de ternura como uma flor.
Presente divino, é inocente por inteiro,
Revelando sentimentos nobres d’amor...

Que exalam lá do fundo do seu coração,
Irradiando paz para o nosso bem viver,
Despertando-nos plena contemplação,
É a própria face de Deus a nos bendizer.

O sorriso de uma criança vem da alma,
Por isso nos encanta com sua confiança,
Sensibilidade, docilidade. Seu ser acalma.
Como é meigo o sorriso de uma criança!

Elias Akhenaton.
 
Sorriso de Uma Criança!

O silencio da incerteza

 
 O silencio da incerteza
 
Imagem retirada da Google

Expulso delicadamente
as nuvens pardacentas
admiro extasiada a lua desnuda
em danças sinuosas
em esgares prazeiros
cativando a terra enternecida
matizada pelo sol outonal

O mar em tons de azul cristalino
envolve-se nos braços salgados
da areia cristalizada
em cânticos marejados
em vagas orvalhadas
de minúsculas gotículas
num estonteante prazer

O silêncio permanece
aos brados atormentados
dos marginais desnorteados
perdidos nos meandros da vida
mas vagueando altivamente
isentos da real lucidez
entranhados em casulos ensombrados
que cobrem os subterrâneos
poeirentos e áridos da alma
desprovidos de afectos autênticos
e incapacitados de se darem
à imensurabilidade universal

Escrito a 14/01/09
 
 O silencio da incerteza

Ó Maria!...

 
Ó Maria!...
 
Ó Maria!...

Senhor! Eis-me aqui, no pé do teu altar,
Numa devoção – oração...
O que pode fazer o homem?
Quando subo para ti em adoração – elevação...
Mesmo com os vendavais!
Satanás rugindo – como fera!
Zumbindo. Mentindo..., fingindo...
Mas, não é meu norte. Pensa: ser forte!
Entretanto, clamo ao meu Senhor...
O céu se abre para mim. Assim:
Acende vigor. O clamor..., Vem o favor...
Então, sai de mim – treva íntima;
Duvidando. Intimidando... , Numa constante!
Ora, quem fez o céu; o verde-mar?
Os pássaros que vivem planando no infinito céu?
As flores, florestas o vento que nos faz sonhar?
O sol que aquece a terra a lua que a faz alumiar?
... Nessa hora penso: quem fez nascer de um ventre
Um ser vivente que nos faz sorrir por ser tão dócil!
Torno-me criança; livre das feras tudo são festas.
Sem peso n’alma, calma cheia de paz...
Verdade que satisfaz!
Movida pelo Espírito Santo...
Uma voz brada dentro de mim!
Aviva, a tua fé. Ó Maria!...
 
Ó Maria!...