Dia de páscoa

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares da categoria dia de páscoa

Renascer!

 
Renascer!

Aleluia! Santa Páscoa! Renasceu Nosso Senhor!
Cantos, hinos e salmos, haja alegria, flores no altar.
Que depois desta passagem triste de luto e de dor
nos faça reflectir, renovar e em silêncio meditar.

Por vezes intolerantes, perdoar é tão complicado…
aceitar situações que magoam e podem acontecer
olhar bem os outros olhos, sentir se há sinceridade
tornar a confiar de coração aberto depois, esquecer.

Mas Jesus, ressuscitou, vive, protege-nos. Hosana!
A sua misericórdia é infinita e imploremos humildes
perdoai , abençoai-nos com a Vossa mão soberana.

Vivamos felicidade neste dia de alegria, júbilo, louvor,
lutar pelo bem, dar amor, obter as Vossa promessas
para Vos merecer e morar Convosco um dia, Senhor!
 
Renascer!

Nossa Querida e Santa Mãe "PASCÓA"

 
Nossa Querida e Santa Mãe "PASCÓA"
 
Louvamos e agradecemos a você nossa mãe santissima, nossa senhora
Pelo dom da sua vida, por cada um de modo particular
Por ser o canal da divina providência em nossas vidas
Fazendo chegar cada vez mais longe em muitos mais lares
E países essa evangelização que leva o Cristo vivo e vivido.
Mãe tu vislumbraste perante a dor, minha querida mãe

Sobre nós choque seu manto sagrado
Em compaixão a todos nos pecadores
Honrosa santa poderosa, honrosa santa mãe
Mãe da natureza, dos ventos, nossa mãe
Mãe Evan te de todos os momentos, imante de todo um ser

Me perpétuo perante você
Meu coração ti ama mãe aguerrida, mãe querida
Proteja todos nós
Honrai-nos minha mãe santa
Mãe emoção, mãe muito ti amamos
Você é o nosso amor, a nossa dor

SÃO PALAVRAS DE MEU PENSAR EM FORMA DE ORAÇÃO
QUE TODOS TENHAM UMA MARAVILHOSA E GOSTOSA PASCÓA

Autor: MARTISNS
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
21/04/2011
 
Nossa Querida e Santa Mãe "PASCÓA"

FELIZ PÁSCOA

 
FELIZ PÁSCOA
 
“É revivendo a Páscoa todos os dias
que conseguimos a confraternização
em nossas vidas”

CAROS POETAS E AMIGOS LEITORES

FELIZ PÁSCOA

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
FELIZ PÁSCOA

Karaoke Pascal

 
Com votos de uma Páscoa Feliz para todos!
 
Karaoke Pascal

O Chico e seu amigo Jesus

 
O Chico e seu amigo Jesus

Era uma vez um lindo casal da aldeia que resolveu ir mostrar a cidade e os seus atributos que ela oferece por tanta diversão. O seu menino tinha apenas cinco anos, um belo rapaz com seus cabelos loiros e cacheados, olho negro, quase preto e muito alegre Seus pais os chamavam de reboliço, porque ele não parava quieto e tudo queria saber e aprender.
Eles o levaram a cidade para mostrar o Parque Zoológico e também o parque aquático, que ele via nas revistas e tanto queria conhecer. Era estranho com os bichos, parecia que falava com eles, não podia ver nenhum abandonado ou doente que logo levava para casa e o curava. Depressa arranjava donos para eles com aquele jeito meigo e sábio de falar.
Era o José Francisco, José era nome do seu avô paterno e Francisco de seu avo materno, era o encanto da família embora da aldeia fossem bastante abastados e cultos.
Foram no seu automóvel novo, levaram três dias para chegar à cidade, pensaram em passar a Páscoa lá e ir ver alguns amigos e família.
O José Francisco estava impaciente, queria apenas ir logo que chegasse a cidade ver os seus amiguinhos, porque os animais eram os seus melhores amigos.
- Mama, olha ali, estamos pertos já vemos placas de publicidade.
Aos pulos e inquieto ele não demonstrava qualquer cansaço apenas queria ir ver o Zoológico, seu pai, olhava-o pelo espelho refletor, sorrindo olhando sua esposa, pensando como tinha sido abençoado por Deus ao dar tão bela família.
Levantaram cedo do hotel, para chegar ao Parque o cedo possível para seu menino aproveitar tudo como era seu desejo. Entre os dois eles já tinham pensado que iriam o levar mais que um dia para compensá-lo por se portar tão bem com todos.
O pai feliz exclama!
- Chico já chegou, olha ali, olha e já vês a reserva, já estamos mesmo a chegar.
Seu rosto iluminava com tanta felicidade, era o momento que tanto desejou e ansiou.
Estacionaram seu carro e agarrando as mãos do pequenino Chico, entram e foram mostrar o parque.
Não sem antes sua mãe e seu pai darem explicações que não devia tirar as suas mãos e estar sempre perto deles. Obediente ele concordou, mas ele só queria ir depressa à sua aventura.
Ele viu os tigres, rinocerontes, ursos, leões, elefantes, zebras, pandas, girafas, macacos, renas, lobos, porquinhos da índia, viu uma demonstração dos dinossauros ao vivo, que assustava. O que ele mais perdeu tempo foi com os passarinhos, ele adorava o que via ali, logo chegou ao parque aquático, encantado ele pode ver golfinhos, uma tratadora, deixou-o tocar neles e estranho eles tinham um comportamento estranho, tipo uma adoração o que o menino mandasse fazer eles faziam parecia entender sua linguagem.
Feliz ele queria nunca mais sair dali, seus pais quase que o arrastavam, para mostrar tudo o resto. Afinal ele queria ver os outros animais marinhos, tinha ainda as focas, as lontras, as tartarugas, as raias, os tubarões os peixinhos que andavam por ali e os corais que tanto queria ver de perto.
Já era muito tarde e ainda faltava ver os repteis o Chico não queria ir embora sem os ver, correndo lá conseguiram mostrar, mas teve sorte ele não gostou muito deles e então das cobras ele só queria ir embora dali.
Logo chegaram à casa dos primos, que alegria apenas os via no Natal e iam os ver agora na páscoa. Que correria, que barulho, também com seis crianças quase todas de idades com diferença de um ano entre eles, era uma alegria total.
Foram descansar para depois jantarem juntos, estavam exaustos precisavam de um banho e o pequenino Chico também.
Desfizeram as malas afinal eram mais uns dias que ali iam ficar e Chico foi a sua mala e tirou um livro, o livro de Jesus, sorrindo ele diz mamã eu vou conversar um bocadinho com ele afinal tenho que lhe contar o meu dia e agradecer também.
Sentadinho na sua cama ele conta seu dia, sorri e mantém uma conversa como se estivesse Jesus ali com ele, agradece e beija o seu livro, colocando-o na sua cabeceira da sua cama.
Jantaram, foram dormir, pois estavam muito cansados, de manha acordaram com o barulho das crianças a brincarem no jardim, tranqüilizaram os pais dizendo que ele já tinha almoçado e que estava com seus primos que estava uma empregada a cuidar deles.
Respiraram fundo agora tinham um pouco de tempo para eles mesmos e saíram para dar uma volta.
No meio da algazarra andavam a brincar ao esconde, esconde, ganhava o que mais escondesse bem, Chico fugiu para bem longe da casa, viu uma capela velha, abriu com dificuldade a porta, entrou. Ficou maravilhado, apesar de velho era lindo apenas estava mal cuidado. Por momentos ele esqueceu a brincadeira, sentou-se num banco em frente a um altar onde tinha Jesus sorrindo e de mãos entendidas para ele. Ele conversou com seu amigo Jesus saiu do altar e veio se sentar do seu lado, juntos eles riram, juntos cantaram e estando já muito cansado Jesus pega nele no colo e o abraça.
Ele dormiu, ele não sabia se estava a sonhar ou era imaginação, mas ele estava num lugar lindo, cheio de flores, animais que falavam e todos tinham asas e voavam.
Jesus olhava para ele sorrindo, colocando devagar no banco da capela e voltou para seu altar.
Todos estavam em alvoroço, assustados ninguém encontrava o Chico e seus pais estavam a chegar a casa para almoçar, que iriam fazer, mas ele não tinha como sair dali.
Voltou a ver toda a quinta e alguém se lembrou da velha capela e foram a correr. Abriram a porta, lá estava ele, dormindo no banco em frente ao altar, Acordou ele ao levantarem e ele triste resmunga:
- Porque me tiraste do colo de Jesus? Eu estava tão bem no seu colo.
Pasmados e surpresos por tudo isso eles falaram apenas.
- Calma! Tu estavas a sonhar, um lindo sonho, mas não passou de um sonho
Engraçado, o dia passou e todos respiram de alivio, por tudo ter dado certo. No dia seguinte eram vésperas de páscoa e todos foram à missa na igreja próxima. O Padre começou a ler o evangelho e fala que Jesus morreu pregado na cruz, fala de novo e Chico grita no silencio:
- Mentira, Jesus não morreu não, ontem ele esteve a conversar comigo e até adormeci no seu colo.
Todos olhavam para o Chico e abanavam a cabeça. Pobre criança que devia estar doente
Seus pais mandaram Chico se calar, ralhando pela sua falta de respeito.
Triste ele ainda tenta responder:
- Mas mamã foi verdade...
Ninguém acreditou nele, ninguém, triste ele foi para seu quarto e chorou.
Jesus voltou a pegar nele e sorriu dizendo não faz mal Chico, fica um segredo nosso eles não acreditam, pois não me sentem no seu coração.
Afagando seus cabelos, Jesus falou:
- Feliz páscoa para ti, meu lindo anjo.
Chico sorriu feliz e voltou adormecer...
 
O Chico e seu amigo Jesus

O significado da Páscoa (VI): Mitos e Crendices (AjAraujo)

 
O significado da Páscoa (VI): Mitos e Crendices  (AjAraujo)
 
" Ninguém acende uma lâmpada e a coloca num lugar onde ficará escondida, ou sob uma tigela. Ao invés disso, coloca-se ela de pé, assim aquele que entrar pode enxergar a luz." (Jesus Cristo)

A páscoa, celebrada em festas
- Como era na antiguidade -
Ou a instituição da Santa Ceia
Por Jesus, na era Cristã,

Representa, sobretudo,
A possibilidade concreta
Do perdão, do amor
E da reconciliação com Deus.

O uso de símbolos pagãos,
- Ainda que sejam admitidos -
Em certas culturas e seitas,
Subverte os nobres valores da Páscoa

Os símbolos sempre tentam driblar
Ou maquiar os princípios da Bíblia.
Ao longo do tempo, o homem tem sido tentado
A interpretar, mudar ou alterar o “princípio-vida”,

Mediante adaptação, por exemplo,
De costumes e filosofias de época.
Ou pela adoração a ídolos, adornos,
Como o bezerro de ouro, midas...

A mudança do descanso sabático
Para o domingo; ou coelhos e chocolates
(Por mais engraçadinhos e gostosos
Que possam ser e parecer).

A Bíblia com seus textos sagrados
É a única regra para guiar a fé,
Para orientar, esclarecer e revelar
O caminho certo que nos leva a Deus

A palavra expressa nos seus versículos
Nos apresenta os fundamentos da esperança
Que é viver em e com Cristo e os remidos,
Num novo céu e numa nova terra.

Devemos estar sempre atentos
Às crendices, tradições, fábulas,
E mudanças humanas disfarçadas
Em modismos de consumos...

AjAraujo, o poeta humanista, escrito na páscoa de 2010.

Imagem: James Seward ~This is my body.
 
O significado da Páscoa (VI): Mitos e Crendices  (AjAraujo)

PÁSCOA

 
PÁSCOA

Páscoa, festa cristã de esperança e renovação
Tempo de vivenciar a fraternidade, tempo de ação
Gestos dignos de testemunho de humanidade
Buscando a "Paz" na humildade e na solidariedade

Cristo morreu por nós pregado numa cruz
Passou da vida para a morte, das trevas para a luz
Ao proferir suas últimas palavras,pediu amor pelo irmão
E os seus filhos parecem ignorar sua orientação

Páscoa, simbolizada no alimento PÃO e VINHO
Numa eterna aliança instituída por Cristo
Exemplo de fé e perseverança, jamais visto
Perpetuando sua presença entre nós,e nosso caminho

Não só aos doces, mas também à partilha
Esta que nos iguala amando o nosso irmão
Páscoa é vida, renascimento, a mor e comunhão
Que a modernidade, não apague a tradição da partilha

Diná Fernandes[/size]
 
PÁSCOA

MENSAGEM DE PÁSCOA

 
MENSAGEM DE PÁSCOA
 
“É tempo de repensar com carinho sobre
As nossas renovações interiores
É tempo de dizer eu te amo”

CAROS AMIGOS e LEITORES
TENHAM UMA SEMANA DE VERDADE SANTA
E UMA...FELIZ PÁSCOA

Ângela Lugo

-------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
MENSAGEM DE PÁSCOA

AMOR... FELIZ PÁSCOA

 
AMOR... FELIZ PÁSCOA
 
“Nossa vida é alegria
É amor que contagia
É nosso amor
Cantando em melodia
Todos os dias”

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
AMOR... FELIZ PÁSCOA

Sutilezas

 
Sutilezas
 
É hora de provar texturas,

chocolates sabor surpresa,

recheados com licores,

bombons, flores e sutilezas...

Pode ser extra gigante

com recheio extasiante,

com formatos variados,

amaro ou dulcificado...

Aos amigos com carinho,

chocolate sabor beijinho...

aos amores com paixão

chocolate de coração...

Um domingo adocicado

e um dia maravilhoso,

entre uma mordida e outra

tudo fica mais gostoso!

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Sutilezas

*ORAÇÃO DA PÁSCOA

 
*ORAÇÃO DA PÁSCOA
 
*Oração da Páscoa

Sou tão pequenina, senhor
Por não saber dos mistérios
Por não saber que o amor
Não precisa de critérios

Dá-me teu olhar de bondade
Gratidão pelo alimento
Mansidão e serenidade
Acalma o poder do vento

Quero também dividir o pão
Beber do vinho em teu nome
Encontrar um aperto de mão
Não vê o irmão com fome

Com a vela apaga as trevas
Da uva não desande o vinho
Multiplique o homem na terra
Sem tanta dor, mais carinho

Nesta páscoa eu peço a paz
Sem tanto peso, tanta cruz
Traga ao mundo em tempo assaz
Ressurreição pra vida, Jesus

SoniaNogueira
 
*ORAÇÃO DA PÁSCOA

ORIGEM E SIGNIFICADO DA PÁSCOA.

 
A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bíblia, no livro chamado “Êxodo”. Êxodo significa saída, e é exatamente a saída dos judeus do Egito que esse livro relata.
Quando Ramsés II, rei do Egito, subiu ao trono, apavorou-se com o crescimento do povo de Israel, achando que esse crescimento colocava em risco o seu poder. Essa preocupação, deu início a uma série de ordens e obras levaram os judeus a um período de grande sofrimento.
Conta a Bíblia que Deus, vendo o que se passava com seu povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele os poderes necessários para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair do Egito, Deus ordenou que só comessem só pão sem fermento e no último dia, quando finalmente estariam fora do Egito seria comemorada a primeira Páscoa, sendo esse procedimento celebrado de geração em geração.
Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em judaico significa passagem, nesse caso da escravidão à liberdade. Daí surgiu a palavra Páscoa.
Jesus Cristo deu novo significado à Páscoa. Ele trouxe a “boa-nova”, esperança de uma vida melhor, trouxe a receita para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época.
A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.
O domingo de Páscoa marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz.
Hoje, o domingo de Páscoa representa uma oportunidade de fazermos uma retrospectiva em nossas vidas, e estabelecermos um ponto de recomeço, de sermos melhores, de sairmos do "Egito".

A DATA DA PÁSCOA

A Páscoa é comemorada no domingo seguinte à primeira lua cheia da primavera, ou seja, depois de 21 de março. Por isso, a celebração ocorre sempre entre 22 de março e 24 de abril. A partir dessa data, é que fica estabelecido o período de 46 dias, conhecido como Quaresma, que vai da Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa.
A celebração da Páscoa dura cerca de 50 dias. Tem início no Domingo da Ressurreição e se estende até o fim de Pentecostes, quando se relembra a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos, sob a forma de línguas de fogo.

SÍMBOLOS PASCAIS

Ovos

Os ovos guardam em si a imagem de uma nova vida, por isso foram adotados como símbolo de renovação. Costumavam ser oferecidos em muitas civilizações como presentes. No Antigo Egito e na Pérsia, por exemplo, eram pintados em tons primaveris. Na China, antes mesmo do nascimento de Cristo já se presenteava com ovos de pata pintados em cores vivas. Na Europa católica do século XVIII, ovos coloridos passaram a ser benzidos pelos cristãos e oferecidos aos fiéis.
Na Polônia e na Ucrânia, essa tradição foi levada muito a sério. Edward I registra em 1290 a despesa de compra de milhares de ovos para serem distribuídos às pessoas de sua corte. No século XVII, o Papa Paulo V abençoou um simples ovo a ser usado na Inglaterra, Escócia e Irlanda. Na Alemanha, é antigo o costume de dar ovos de Páscoa às crianças, junto com outros presentes.
Em partes da Europa, as tribos tinham uma forma abreviada de chamar Eostre, a deusa da Primavera, e que começou a ser usada para descrever a direção do nascente - Leste. Daí a palavra Easter. As primeiras cestas de Páscoa se assemelhavam aos ninhos de pássaros. Antes, as pessoas colocavam os ovos nos ninhos em honra da deusa Eostre.
Com o passar do tempo, passaram a ser confeitados e é aí que entra o chocolate.

Chocolate

O chocolate, que por muito tempo foi servido como bebida, viu sua indústria se desenvolver bastante na Inglaterra do século XIX. Foi nessa época que apareceu o ovo de chocolate. A partir daí, rapidamente se espalhou pelos mercados europeus e depois pelo mundo.

Coelho

O coelho de Páscoa é uma atualização do antigo símbolo pascoalino, a lebre (parente do coelho), considerada sagrada para a deusa Eostre. No século XVIII, colonizadores alemães levaram para os Estados Unidos a idéia dos coelhos de Páscoa.
Uma duquesa alemã, ao dizer que os brilhantes ovos de Páscoa tinham sido deixados pelos coelhos para as crianças, deu origem ao costume de fazer com que as crianças os encontrasse no dia de Páscoa.

Pomba

A Pomba ou "Colomba" pascal, pão doce e enfeitado com a forma de ave, também é um símbolo cristão. A forma de pomba era usada nos antigos sacrários, onde se guardava a Eucaristia. Atualmente, passou também a ser usada no pão doce que costuma ser compartilhado, na Europa, especialmente na Itália, no café da manhã de Páscoa e da "Pasquetta" ou Pascoela, como é chamada no Brasil a segunda-feira após a Páscoa.

TRADIÇÕES

No Canadá as crianças acreditam que o coelho da Páscoa lhes trará ovos coloridos, normalmente confeitados. Todos compram roupas novas, preparam refeições especiais e participam de celebrações religiosas.
Na Alemanha e da Áustria os ovos verdes eram usados na Quinta-feira Santa. Os eslavos usavam decorações douradas e prateadas em seus ovos. Os armênios costumam decorar os ovos vazios com imagens de Cristo, da Virgem Maria e outras imagens religiosas.

BRUXAS

Na Suécia, os rituais são parecidos com os nossos, inclusive o Domingo de Ramos, marcando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, recebido com ramos de palmeiras. Porém, há também uma superstição sobre as bruxas. Dizem que elas ficam mais poderosas nessa semana e voam em suas vassouras para se juntar ao demônio num lugar chamado “Blakulla”, voltando no Sábado de Aleluia. Por isso, na manhã de Páscoa, as pessoas evitam acender suas lareiras, porque as bruxas de Páscoa podem ter deixado algum feitiço sobre as chaminés. Quando o fazem, para se assegurarem de que os feitiços serão desfeitos, queimam nove tipos diferentes de árvores antigas.
Também são comuns cruzes e outros símbolos sacros nas portas, tiros para o céu e outras práticas anti-bruxas.

Fonte: http://www.mulherdeclasse.com.br/Pascoa.htm

Feliz Páscoa a todos!
Que a alegria, saúde, paz e harmonia esteja presente nos vossos lares!
 
ORIGEM E SIGNIFICADO DA PÁSCOA.

*PASCOA

 
*PASCOA
 
*Páscoa

Páscoa significa passagem, agradecimento mudança. Na antiguidade esta passagem comemorava o fim do inverno e o início da primavera. Porém para os judeus, era a comemoração da saída do povo para o Egito, 1700 a.C. devido a um chamado de Deus para abandonar o politeísmo e criar o monoteísmo, um Deus único com a promessa de enviar o Messias para unir os povos de Israel.

Os cristãos comemoram esta data da Semana Santa sem obedecer aos princípios básicos do cristianismo. Excetuando os bons, as estatísticas mostram que a percentagem de mortes por acidente e alcoolismo é maior do que no carnaval.

Vivemos num mundo de mudanças constantes. A evolução do homem de forma contínua vem ganhando espaço em cada geração de forma inesperado, mudanças estas que abrange todos os setores quer sejam sociais, comportamentais ou culturais.

Mas a mudança que esperamos na Semana Santa é a mudança espiritual, a renovação dos nossos atos, a passagem de uma vida de sofrimento e angústia para a promessa de penitência diante do Criador.

Como queremos obter da vida tudo de bom, ter felicidade e recompensas quando a nossa dívida para o outro é falha, a fraternidade não alcança o que a literatura bíblica nos ordena: amai uns aos outros como irmãos.

Onde está o verdadeiro irmão que tudo faz ou nada faz ao seu próximo. Mata rouba, espanca, mente, usa a corrupção, a inveja e faz da vida batalha e guerras constantes?

O mundo atravessa transformações rápidas e com maior rapidez, a bondade se digladia com maldade.
Nesta páscoa façamos a fuga do Egito sem os quarenta anos de peregrinação, mas com a rapidez que o mudo necessita, o retorno a cidade de Canaã, isto é, seu interior, com a vitória da ultrapassagem do deserto erguendo a bandeira da paz, oferecendo a mão, o abraço, o amor e o poder do perdão.
Feliz Páscoa a todos.

Sonia Nogueira
 
*PASCOA