Dia do pai

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares da categoria dia do pai

Ao Meu Pai

 
Ao Meu Pai
 
Como eu te lembro, meu pai!
aqueles teus olhos miúdos
de brilho intenso, genuíno
o sorriso franco no rosto cheio sisudo
nos lábios, oh!...que beleza, o contraponto:
um sorriso bonito, aberto, de menino
saudade eu te tenho meu pai
de quando estavas comigo
confesso-te que me confundia
eu nunca sabia ao certo
se tu eras meu pai
um irmão
ou grande amigo!!

- Maria Lucia (Centelha Luminosa)-
 
Ao Meu Pai

MEU PAI... MEU HERÓI

 
MEU PAI... MEU HERÓI
 
“Pai amigo em todas as horas
Sustento da magia da família
Sustento do amor a reinar
É o Pai que sabe amar”

------------------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
MEU PAI... MEU HERÓI

*DIA DOS PAIS

 
*DIA DOS PAIS
 
*Ao meu Pai

Mais um ano de saudade aqui
Que o coração indigente resgata
Pela falta da presença eu senti
Quanto te recordo pai, e nada

Fecha o espaço do teu semblante
Sorriso farto nas horas do lar
Que trago guardado constante
Em cada dia no meu despertar

Foram anos de segurança amena
Que ofertaste aos filhos amados
Buscando em cada ato um lema
Bem estar e saúde sem fardos

Saudades moram aqui perenes
Como rio que corre no leito
Permanece como nota solene
Guardadas nos dias refeitos

De gratidão que nunca apaga
Rogo aos céus que te fez e levou
Outros pais que ao filho afaga
Gratidão que em mim plantou

SoniaNogueira
 
*DIA DOS PAIS

Meu pai, meu eterno professor

 
Pai eterna fonte de amor
Na vida és professor
De cada passo por mim dado
Em sua mão forte estendida
Encontro eu a segurança
De quem vai cuidar-me
Por toda a vida
Nos teus olhos brilham as trilhas
E os caminhos aos quais devo seguir
Para tornar-me como você um homem
Que dos filhos foi professor e aprendiz
Ensinando-me que o ser humano
Assim como uma planta
Para ser forte tem que ter raiz
E das raízes familiares
Como você fui aprendiz
Tendo você como a haste
De uma família forte e feliz
É por isso que hoje choro pai
Ao tentar me expressar
Para agradecer-te o tamanho do amor
Que tu por mim teve ao me criar
E por eu ser o homem de respeito
Que por toda a vida tu esteve a formar
Eu hoje tenho família
E também filhos para criar
E só espero ser a metade do homem
Que tu foi ao me educar
E ensinar-me que para ser feliz
Só basta a nós amar
 
Meu pai, meu eterno professor

Declaração de um pai dégua.

 
Declarações de um pai dégua.
Nesse cordel popular.
Venho aqui me mostrar.
Um cabra da gota serena.
Um tipo metido a besta.
Que no Nordeste nunca pisou.
Nem me pergunte quem foi Lampião.
Pois não conheço e vou mangar.
Mas o meu coração amolece.
Quando com uma rapariga bato de frente.
Parece inté que nunca vi muié.
Mas fico ressabiado.
Quando avisto na sintura de um cangaceiro.
Um punhal afiado.
Vigi meu Padim.
Saio de lado.
Igual a gato matreiro.
Afinal sou do bem.
Não meto a mão em cumbuca.
Nem compro fiado.
Sou do tipo.
Que dá um boi para não entrar numa briga.
Precisa-se for.
A boiada também.

Declarações de um pai dégua.
Nesse cordel popular.
Venho aqui me mostrar.
Um cabra da gota serena.
Um tipo metido a besta.
Que no Nordeste nunca pisou.
Nem me pergunte quem foi Lampião.
Pois não conheço e vou mangar.
Mas o meu coração amolece.
Quando com uma rapariga bato de frente.
Parece inté que nunca vi muié.
Mas fico ressabiado.
Quando avisto na sintura de um cangaceiro.
Um punhal afiado.
Vigi meu Padim.
Saio de lado.
Igual a gato matreiro.
Afinal sou do bem.
Não meto a mão em cumbuca.
Nem compro fiado.
Sou do tipo.
Que dá um boi para não entrar numa briga.
Precisa-se for.
A boiada também.
 
Declaração de um pai dégua.

Sou Pai e Avô !

 
Sou Pai e Avô !
 
 
Aquilo que a Vida me deu…

Filhos do Universo

Meus filhos
vão partindo,
deixando Luz,
cheiro e amor!

Escolhem o seu caminho:
aqui com oportunidades,
ali com contrariedades!

Pai resignado,
continua vigilante
e expectante
no seu silêncio!

Pai cansado,
mas com vontade de viver,
continua a estrada da Vida!

Pára e olha;

vê os seus filhos,
serem filhos do Universo!

Um Avô!

Passa o tempo
sem dar por isso!

Os netos crescem,
procuram-me
e não me encontram!

Ando por aí,
olhando por este,
ajudando aquele.

Passa o tempo
e meus netos crescem!

Não os vejo,
mas imagino
o amor
que nos atravessa.

Não os vejo,
mas sinto-os
a todo o instante!

Não me encontram,
mas sabem
que estou vivo,
sempre com o amor
por mensagem…

José Manuel Brazão
 
Sou Pai e Avô !

Pai

 
Dia do Pai

E para começar, hoje dia do pai
Com a alegria que a data merece
Pelo amor que me deu
em tempo que lá vai
Pela saudade
fica este poema à guiza de prece

Pai querido que partistes
Estás comigo em cada dia
Foste tu que conseguiste
Que eu viva com alegria

Deste paz, carinho e amor
Lições de saber e de fazer acontecer
Tudo o que preciso de usar com labor
Para a glória da vida ter

Tu será para sempre a minha chama
Que aquece o meu coração
És aquela pessoa que me ama
Sem impor qualquer condição
 
Pai

QUARENTA ANOS DE TRABALHO

 
(dedicado a meu pai)

Quarenta anos de trabalho
quarenta… foram os anos de suor
de esforço e de dedicação à família
esperando ansiosa o teu retorno.

Percorreste Portugal de lés a lés
conheces o nome e o cheiro de cada
aldeia ou cidade, amigos fizeste
dos que não mais esquecem teu ser.

Muitos dos teus amigos já partiram
a idade e a doença os levou de repente
mas a ti não esquece o labor conjunto
nem a boa disposição dentro do carro.

Levavas vidro por esse Portugal fora
muitas foram as noites em que não
dormiste em casa, por dela te encontrares
longe e em trabalho continuo.

Mas o companheirismo reinava e o
labor apesar de pesado era ligeiro como
asas de uma ave que no ar voasse
pois que aqui o bom humor era rei.

Nem um dia faltaste ao teu emprego
raça como a tua já não existe
porque tu entregaste alma e coração ao
que te pediam dia após dia, ano após ano.

E veio a reforma e com ela o descanso
e a família, que agora já podias despender
do teu tempo para estar junto dela
em franca amizade e harmoniosa harmonia.

Veio a velhice e veio a sabedoria e o bom
senso… hoje dormes descansado pai
pelo teu dever cumprido honrosamente
durante uma vida inteira entregue ao teu fado.

Jorge Humberto
15/03/10
 
QUARENTA ANOS DE TRABALHO

*AO MEU PAI

 
" rel="nofollow">http://recantodasletras.uol.com.br/us ... /mini/61678.jpg">

*Ao meu Pai

Quando me lembro de ti mocidade
Labuta diária, planos no futuro
Ultrapassando muros, tempestade
Recordo teu olhar verde, aflito e puro

Memorizei teu passo firme, inteiro
Na pressa para o tempo não apagar
Os anseios guardados no canteiro
Na flor branca que vinhas ofertar

Foram anos plantados cada dia
De amor, zelo, carinho e proteção
Embrulhados no jardim coração
Que a saudade terna acaricia

Saudades são tantas catalogadas
No álbum que a mente recorda
Como raiz estendida, arraigada
Cresce de dia a noite transborda

A ruga quase não veio na face
Sorriso franco o final sem ação
A mão sem força fez-se fugace
Guardo de ti, pai, toda emoção

SoniaNogueira

Aqui no Brasil se comemora no 2º domingo
de agosto
 
*AO MEU PAI

O Presente de ser Pai

 
O presente de ser pai

Vem chegando mais uma oportunidade para comemorarmos o dia dos pais, o comércio se oriça todo só em pensar nas vendas que irão atingir.
Aquele velho consumismo vem à tona, todos falando em presente, mas nunca falam em presença, a presença é sempre o mais importante, os pais não estão fincando mais presentes na vida dos filhos, que muitas vezes estão sendo criados por babás, creches e tudo que uma sociedade nova e com valores deteriorados possa permitir.
A relação de pais e filhos está estragada na maioria das famílias, o poder paterno vem diminuindo diante de tanta permissividade e no dia dedicado aos pais vem toda aquela questão do presente, o presente não é importante, repetindo, o amor sim, é o mais importante é o maior presente que podemos dar no cotidiano e o que podemos receber.
Vamos aproveitar o Dia dos Pais e refletir sobre essa nobre missão, pois apesar dos lares desfeitos por separação ou até por seu filho já possuir outra família, os laços de amor nunca são desfeitos, pelo contrário, datas como essa não é data de comprar e sim de renovar o sentimento de amor a quem concebeu e criou a nossa família.

Marcelo de Oliveira Souza

O presente de ser pai

Vem chegando mais uma oportunidade para comemorarmos o dia dos pais, o comércio se oriça todo só em pensar nas vendas que irão atingir.
Aquele velho consumismo vem à tona, todos falando em presente, mas nunca falam em presença, a presença é sempre o mais importante, os pais não estão fincando mais presentes na vida dos filhos, que muitas vezes estão sendo criados por babás, creches e tudo que uma sociedade nova e com valores deteriorados possa permitir.
A relação de pais e filhos está estragada na maioria das famílias, o poder paterno vem diminuindo diante de tanta permissividade e no dia dedicado aos pais vem toda aquela questão do presente, o presente não é importante, repetindo, o amor sim, é o mais importante é o maior presente que podemos dar no cotidiano e o que podemos receber.
Vamos aproveitar o Dia dos Pais e refletir sobre essa nobre missão, pois apesar dos lares desfeitos por separação ou até por seu filho já possuir outra família, os laços de amor nunca são desfeitos, pelo contrário, datas como essa não é data de comprar e sim de renovar o sentimento de amor a quem concebeu e criou a nossa família.

Marcelo de Oliveira Souza
 
O Presente de ser Pai