Poemas de amor

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares da categoria poemas de amor

A mulher mais linda do mundo [1]

 
A mulher mais linda do mundo  [1]
 
 
Ti observo todos os dias
Meus olhos são somente para você
É meu coração quem ti quer
Você ilumina a minha vida
São palavras de amor expressadas por muito te amar

Você é extrema, em forma de estrela
A mulher mais linda do mundo
De o céu você surgir uma linda mulher toda brilhar
Acordo todos os dias com vontade de te beijar
Nunca querida irei ti esquecer, deixa-me te desejar
Para mim você é tudo

Nossos sentimentos são sentido pelo silêncio de nossas peles
Aqueles sentires sensuais, sensíveis
Com você momentos inesquecíveis
Eu te amo, eu te quero, te venero
Casa comigo, seremos felizes para sempre
Cada hora, cada segundo, instantes notáveis
O nosso amor são sentimentos memoráveis

Autor: martims
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
06/06.2014
 
A mulher mais linda do mundo  [1]

Desenhei seu amor em meu coração

 
Desenhei seu amor em meu coração
 
Numa bela noite, que as águas se abrandam com as marés.
Mar de tua boca que brilha com o por do sol
Fusos que vem daquele náutico aflorando a beleza do cais
Decifra nossos dias, sombras vindo das pedras
Refletindo aquele belo azul dos teus olhos
Causando nossos beijos

Segredos em teu olhar, aquela percepção
Perolas que flutuam quando se tocamos
Pétalas vivas que se serenam dos Alpes
Gotículas que pingam em nossos momentos de amor
Que se indagam em nossas almas.

Sentido que se faz silêncio perante tua pele
Nesse seu oceano quero navegar em tuas ondas te amar
Com as tintas dos teus lábios beijado por minha boca.
Desenhei seu amor em meu coração
Desliza pelo teu corpo, os lacto dos prazerosos ensejos
Refletindo a nevoas de nossos desejos

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
1.07.2015
 
Desenhei seu amor em meu coração

Lábios que choram a ausência de nossos beijos

 
Lábios que choram a ausência de nossos beijos
 
 
Naquele oceano, onde o azul se prolifera no infinito.
Um silêncio que se perde nos encantos do amanhecer
A procura dos instantes que se perdeu dos momentos
Uma sintonia que nos chamam

Beijos molhados, seduzidos pela paixão
Ficou a ternura pelas faces da solidão
Algos que se resguardam regando-se no entristecer.
Flores que tecem de uma essência intocável

Lágrimas que procuram os leitos da saudade
Lábios que choram a ausência de nossos beijos
Um viver que compõem nossas almas
Na essência desse nosso lindo amor

Imagens google

Autor martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
27.08.2014
 
Lábios que choram a ausência de nossos beijos

Quando me olhas assim

 
Quando me olhas assim

Eu sorrio ao ver tanta ternura a espelhar-se
no teu rosto, de olhos amendoados, luminosos
perscrutando o que os meus, meigos, mas vivos
cheios de ardor te respondem sempre ansiosos.

Mergulho neles indo mesmo ao fundo, afogo-me
falta-me o ar o coração bate em grande arritmia.
Uns braços fortes, enlaçam-me, apertam, aspiro
abro os olhos e encontro os teus…a boca tremia.

A barba roça e arranha a minha face esbraseada
sinto o despertar e a vontade de te afagar também
as mãos entrelaçam, as bocas unem-se, num nada.

Vivemos aquele momento de amor, sem restrição
sentimos que aquela loucura era um enorme ensejo,
o mundo, éramos só os dois e a nossa grande paixão.
 
Quando me olhas assim

Quero estar com você dentro das flores te amando

 
Quero estar com você dentro das flores te amando
 
Voam das colinas dos teus olhos, indo para o infinito, algo

Uma infinita beleza que magia com as Marcellas de nosso olhos

Sombras dos momentos entrando pelas penumbras quando se olhamos

Sobe dos campos aquela branco inebriante em direção as nuvens

Átomos anuvieis que nascem dos serenos, molhando nossas almas

Tocam dos espíritos aqueles sentimentos que mexem com os sentidos

Rosas dos teus lábios por minha boca beijada, doce amada

Sinto você, quando me tocas fico anestesiado

Quanto mais o tempo passa, mais amor eu sinto, a vivenciando

Quero estar com você dentro das flores te amando

Autor: martisns
José Carlos Ribeiro
02/08/2016
 
Quero estar com você dentro das flores te amando

Flores que nascem de tua boca ao beijar-te

 
Flores que nascem de tua boca ao  beijar-te
 
Sou aquele beija flor quer seus beijos
Se deliciar do néctar de tua boca
Flores que nascem de tua boca ao beijar-te
olhos que me olham docemente
Algo querendo me revelar
Nuances ondulados pelas estrelas
Que azulastes os manguezais
Sinto a suavidade que vem de você
Sua paixão me cobre de carinho
Momentos idealizadas por sentimentos
A saudade faz cada vez mais esse amor crescer dentro de nós
Sentidos que se ionizam dentro de nós
Olhar tocado pelos sentidos apaixonados
Lindo oceano de amor

Autor: martims
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
18.03.2015

https://www.youtube.com/watch?v=Xqd88w ... feature=player_detailpage



https://www.youtube.com/watch?feature= ... _detailpage&v=hYgJAN1Ol5g
 
Flores que nascem de tua boca ao  beijar-te

Sua pele colada ao meu corpo, saciando-me

 
Sua pele colada ao meu corpo, saciando-me
 
 
Nossos sentimentos acontecem nos momentos que as nuvens se atraem, serenos que se molham vou muito longe a meus pensamentos te buscar

Vejo as pedras se moverem sentindo os desgastes do tempo que se murmura ao nosso destino

Acolho na solidão, coisa que me tiraram desse maldito vazio, meus lábios secos por querer seus beijos, minha boca te desejando.

Sua pele colada ao meu corpo, saciando-me, algo que se atrai em um castigo místico

Esses ventos que tocam os imortais, nos súbitos de seus cândidos desprovido das sombras onde os leitos se procuram

Olhos que são raros, olhar absolutos e penetrantes, revelando-se os externos de nossos gemidos

Tão poucos retirados das veias que se amortecem nos líricos das palavras

Alude-se um silêncio que nos cala

Instantes que meus olhos de amor te ama, no cálice do desejo se bebemos calando-se os pudores

Autor: martisns
8.11.2014

José Carlos Ribeiro
 
Sua pele colada ao meu corpo, saciando-me

Chove de manhã molha o nosso amor no entardecer

 
Chove de manhã molha o nosso amor no entardecer
 
 
Olhos que te olham alem de nós, olhando para você
Nuvens que vai, querendo algo encontrar.
São os planto que se faz em nosso ser
Nos paios, águas correm por baixo.
Um rio que a saudade vem em seu leito
Olhares alem do infinito, onde os ventos gritam.

Montanhas que se movem nos alpes se encontrarem
Meus lábios quer teu beijos, sua boca sedutora saciaste-me
Chamando-me para o louco desejo.
Nas madrugadas o nosso amor se ama
Nossos corpos se abrangem na sedução do silêncio

Palavras de meu coração para sua alma
Deixa eu matar sua sede de amor
Esse constatante que os acontecem, a paixão, a se evanescer.
Chove de manhã molha o nosso amor no entardecer
Somos puro amor, uma verdade em prazer.
Cores que se plaudam, nos rascunhos de nosso viver.

Autor: Martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
30.09.2014
 
Chove de manhã molha o nosso amor no entardecer

A Luz Da Minha Vida

 
 
A Luz Da Minha Vida

Amor
apenas sei
escrever(te)
com dez estrelas
nas minhas mãos ...
mas há uma constelação
encravada na galáxia
destes meus dedos
sem luz ...

Luiz Sommerville Junior, 19 Outubro 2014, 22:12
 
A Luz Da Minha Vida

Se manifestam os sonoros de nossos sentidos o amanhã sempre será aquele ontem

 
Se manifestam os sonoros de nossos sentidos o amanhã sempre será aquele ontem
 
A ternura vindo de seu olhar
Linda encantadora, a magia das flores
Exalando as essências dos amores

O amanhã sempre será aquele ontem, o que acontecerá no hoje
Entre espinhos, aquela beleza, uma rosa linda que não temei-a
Um belo silêncio que se abranda dos teus olhos
Se manifestam os sonoros de nossos sentidos

Saudades, momento vivido por nós dois, olhos que se apaixonaram
Candace uma explosão da natureza Incandescente olor
Exala aquele algo suave embriagador
Beijos de nosso amor

Autor: Martins
José Carlos Ribeiro
25.11.2015

http://1.bp.blogspot.com/-f97MDzLz7v0 ... _571669810375990121_n.jpg

http://40.media.tumblr.com/0087a0947c ... uuh3Zivd1r19fy6o1_500.jpg

http://www.paixaoeamor.com/arquivos/fotos/E3B90.jpeg
 
Se manifestam os sonoros de nossos sentidos o amanhã sempre será aquele ontem

Beijos cor de pétalas que se faz nas faces de nossas bocas

 
 Beijos cor de pétalas  que se faz nas faces de nossas bocas
 
 
Nasce os algo plantado, que se descobrem no depois

Beijo cor de pétalas que se faz nas faces de nossas bocas

A saudade no rio de nossos lábios nos leitos dos seios

Fundem os mantos das flores que passeiam pelas ruas dos jardins de nossos olhos

Terras que se adubam com as lágrimas que os olhos choram

Segundos que se misturam com os minutos

Acontecendo os momentos onde os ponteiros passam

Olhar da noite que vem com os ventos, descendo pelas madrugadas, nos cantáveis amanheceres

Tintas que pintam os vitrais da vida, trazidas as cores pelos pincéis.

Ventos que se sopram, se despedindo do cais.

Ondas atrevidas que se quebram sobre o nosso oceano de amor

Somos viciado um no outro, somos lábios e bocas que se beijam apaixonadamente de maneiras loucas

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
10.10.2014

https://www.youtube.com/watch?v=SkHA6Y55kh8&feature=player_embedded
 
 Beijos cor de pétalas  que se faz nas faces de nossas bocas

Se tu soubesses

 
Se tu soubesses...

Se tu soubesses meu bem
quanto eu gosto de ti.
Guardei-te no coração
porque uma ternura assim
acho que nunca senti.
Mesmo que o teu ardor
por mim, não seja igual
dá o teu a quem quiseres,
nem por isso eu deixarei
de te querer bem, afinal.
Enraizado no meu âmago
não vale a pena lutar
seria uma luta injusta
fazer-te este pedido
…se me pudesses amar!
Seres o Sol da minha vida
seres a Lua feiticeira
ficar nas nuvens pairando
sem medo dos altos voos
ó, poesia fagueira…
pois tenho de confessar,
nunca estás longe de mim
dou por ti, suspiros e ais
e noitadas de prazer…
só por te amar tanto, assim.
 
Se tu soubesses

Um olhar de amor

 
Um olhar de amor
 
Noite que se cala com o silêncio
Uma neblina que se predomina, suavem ventom que nos tocam
Estrelam brilham, lindo e belo anoitecer
Aqueles belos momentos de nossas vidas, juntos passamos
Se apaixonamos

Seus desejos em meus beijos
Toques suaves de carinhos enaltecendo o nosso amor
Os atos tomam as ações
Se encontramos em nossos corações

Quero olhar dentro dos teus olhos
Alcançar-lhe alem de seu olhar
Um olhar de amor que inspira você
Sua vida é o meu ser
Eu te amo
Linda mulher você é o meu prazer de viver

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
31.01.2016

Imagens google

http://www.glam4you.com/wp-content/uploads/2012/10/LIVRO2.jpg
 
Um olhar de amor

"Nos teu dedos" Poema escrito e declamado por: Vóny Ferreira

 
 
 
"Nos teu dedos"   Poema escrito e declamado por: Vóny Ferreira

Flutuam-se os encantos onde os ventos se silênciam no amor

 
Flutuam-se os encantos onde os ventos se silênciam no amor
 
 
Nas margens dos sentimentos habitam flâmulas
Que enaltecem esse doce nascer
Encontrando o destino que se levam pelas essências
Dedilhando o silêncio do prazer.
Olhos de poemas, inspiração de amor
Do planto dos atos que se conduzem

Nos sentimentos, aquele segredo que esta em nosso olhar
Onde os enigmas são as sombras
Momentos que se apropriam da verdade
Onde os instantes se cala
Palavras que se manifestam em gestos

Uma saudade que dorme em nossos seios
Flutuam-se os encantos, onde os ventos se silênciam no amor
Tocando nossos lábios que se beijam
Minha encantadora paixão, linda flor

Autor: martisns
05.08.2014
 
Flutuam-se os encantos onde os ventos se silênciam no amor

Um dia seremos poema

 
Um dia seremos poema
 
 
Sigo esse eco que me leva até teus lábios
Versos de sua boca que beija os lábios da minhas poesias
Sensações que se insere nesse nosso prazeroso beijo
As estrelas acompanham com seus brilhos esse doce prazer
No azul do céu, lindo colorido do anoitecer.
Seu olhar me coloca perante os seus olhos

Quero seus beijos sufocando minha boca
Enlouquecendo-me
Você é como as flores, sempre sorrindo, em si não há dores.
Luzes que se vislumbram
Seu clarear encanta nossos momentos

Raízes que nascem em nossos corações
Encontros das palavras de amor em emoções
Sonhos, se beijamos numa linda manhã serena
Lívidos de nossas paixões plena
Se amamos! Um dia seremos poema

Autor: martims
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
02.02.2015



https://www.youtube.com/watch?feature= ... _detailpage&v=46rOV2RskwY
 
Um dia seremos poema

As mãos de minha mãe

 
As mãos de minha Mãe

As suas mãos já estavam gastas e cansadas
mas como eram hábeis, de delicada estrutura,
tudo fazia com delicadeza, emprestava sentimento
até nos bolos, pratos deliciosos, uma gostosura.

Com um ar sempre tranquilo e sorriso maroto
desconcertava-nos com as suas frases engraçadas.
Quanto aos nossos erros gramaticais, dizia séria,
quando leio coso as palavras, não ficam alinhavadas…

Nessa altura achava estranha aquela dita costura…
que a linha era outra não a dos bordados ao serão
mas a da nossa conduta, privilegiando a cultura.

Modos educados, seriedade, ter classe, um sorriso
aprendendo cada dia que a sã alegria agrada a Deus.
e cosendo o amor ao coração..nada mais era preciso.
 
As mãos de minha mãe

Seus olhos são as sementes que faz o nosso amor renascer

 
Seus olhos são as sementes que faz o nosso amor renascer
 
 
Sonhos que refletem as cores de nossas vidas, de nossos pensamentos

Pintam-se as telas de nossas faces, nesse lindo espelho construído pelo olhar

Seus olhos são sementes que faz o nosso amor renascer, o sentimento dorme com as madrugadas, se despertando no amanhã.

As vozes do silêncio apropriam-se da verdade, os gritos se manifestam em solidão

Nos sentimentos estão àqueles segredos que se envolvem com o desvendar

Uma beleza que flutua no encontro onde os ventos se silenciam

As palavras deslizam suavemente, se buscam nas ondas vividas pelo azul oceano do nosso amor

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
30.05.2014
 
Seus olhos são as sementes que faz o nosso amor renascer

Rosas de teus olhos que refletem pétalas de nosso amor

 
Rosas de teus olhos que refletem pétalas de nosso amor
 
 
Momentos que vieram de um olhar quando a vi em gestos, meus sonhos, seus olhos vindo até mim

Sinto você, um silêncio onde os instantes são mudos, líneas de seu ser que não se refugiam dos sentimentos

Rosas de teus olhos que refletem pétalas de nosso amor
Lírios que se desabrocham com os beijos de nossos lábios.

Folhas que caem naquelas lindas tardes de outono cobrindo nossos passos

Flores outonais que se molham com um belo sereno vindo a cair das nuvens ofegantes

Pingos que tocam nos caules dos planto lentamente procurando nosso ser

Formam nas montanhas vindo dos alpes, os ventos que trazem a essência de um lindo entardecer

Linhos da noite que traz o cheiro do seu corpo, refletem nos desejos da madrugada o nosso prazer

Sedas de nossas bocas que se beijam sentindo as doces salivas.

Autor: martisns
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
7.012.2014

http://www.youtube.com/watch?v=oneS7Nkgg4A&autoplay=1 [/youtube]
]pão
 
Rosas de teus olhos que refletem pétalas de nosso amor

Entre laços e fitas de cetim

 
Entre laços e fitas de cetim

A luz macia da manhã resvala entre as cortinas
leves e sedosas que caem e se arrastam no chão
brilhante, de mosaicos de fina moldura rosada
de um branco marmoreado e no meio um florão.

O mobiliário de estilo antigo é rico, de filete ourado,
sofás acolchoados e pregos capitatos por remate.
Na mesa uma linda jarra de porcelana, transparente
repleta de rosas perfumadas, sobre renda de cor mate.

Ao piano uma figura de estilo elegante e esguia, toca
uma bela sonata , composição delicada e melodiosa
com uma subtileza de fios tecidos numa velha roca!

Uma tela de esplendor e de um sentimento sem fim
que me deslumbra, vejo entrar magia no meu coração,
abro os braços vejo o amor, entre laços e fitas de cetim!
 
Entre laços e fitas de cetim