Poemas, frases e mensagens de Blancherock_love

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Blancherock_love

Confusão

 
Confusão
 
No silencio profundo
Escuto-te na multidão
No caos total
Vejo-te na solidão
Ontem te amei
Amanhã não sei
Minha constelação
De uma estrela só
Um amor sem igual
Uma tristeza total
Uma anestesia de dor
Um riso de amor
Uma vida perdida
Uma vida ganha
Um recesso sem fim
Uma dor prazerosa
A felicidade me goza
O relógio anda pra trás
E tempo tem fim
Antes do fim do dia
Muito antes de mim

Confusion

In deep silence
I hear you in the crowd
In utter chaos
See you in solitude
I loved you yesterday
Tomorrow I do not know
My Constellation
A star only
A unique love
A total sadness
Anesthesia Pain
A laugh of love
A wasted life
Get a life
A recess without end
A pleasurable pain
The happiness I enjoy
The clock goes back
And time is endless
Before the end of the day
Long before me

Confusión

En profundo silencio
Te escucho en la multitud
En el caos total
Nos vemos en la soledad
Ayer te amé
Mañana no sé
Mi Constellation
Una única estrella
Un amor singular
Una tristeza total
La anestesia del dolor
Una carcajada de amor
Una vida desperdiciada
Consigue una vida
Un hueco sin fin
Un dolor placentero
La felicidad que disfruto
El reloj se remonta
Y el tiempo no tiene fin
Antes de la final de la jornada
Mucho antes que yo
 
Confusão

Um bilhete suicida (?)

 
Grito.
Preciso de uma anestesia.
Uma faca cravado no peito.
Grito.
Preciso de uma anestesia
A navalha se choca com a carne.
Grito.
Preciso de uma anestesia.
Costelas quebradas.
Grito.
Preciso de uma anestesia.
De onde surge tanta dor?
Posso correr, mas poderia me salvar?
Não estou certa.
Algo me cerca.
Que caminho devo tomar?
Estou me retorcendo,
A dor parece invisível.
Onde estás machucada?

Grito.
Preciso de uma anestesia
Uma ferida exposta.
Grito.
Preciso de uma anestesia.
Meus hematomas estão latejando.
Grito.
Preciso de uma anestesia
O veneno queima minha garganta.
Grito.
Preciso de uma anestesia
Meu pescoço cortado.
Estou certa
Nada faz sentido.
O que seria de mim, se não houvesse perigo?
Me escondo da dor, mas esqueço de trancar a porta.
O que por ali entrará?
Espero estar morta.

Grito.
Preciso de uma anestesia
A dor é no coração.
Grito.
Preciso de uma anestesia
Esqueça, não há solução.
Grito.
Preciso de uma anestesia
Meus olhos se fecham.
Grito.
Preciso de uma anestesia
Adeus.
 
Um bilhete suicida (?)

Mensagem do hoje para o ontem.

 
Não encontrei palavras para descrever tamanha alegria.
De ver crianças brincando, em plena harmonia.
De ver jovens se divertindo, sem brigas.
De ver minha vida, com tamanha graça.

Eu vivi na pior época que existiu.
Crianças não brincavam, usavam drogas.
Jovens saiam para se divertir, e não voltavam mais para casa.
E minha vida, era de estrema desgraça.

A mãe e seus filhos saiam de casa com medo.
Carros não olhavam o que estava a sua frente.
A policia era pior que os bandidos.
E a vida ia de mal a pior.

A morte era rotina.
A alegria motivo de paralisação mundial.
Guerras eram anunciadas todo dia,
No mundo, ou até dentro de casa.

Eu venho de um tempo onde até com a natureza se brigava.
Eu venho de uma era de guerras
Uma era de tristezas, onde a paz havia sido extinta. .
Eu venho do futuro.
 
 Mensagem do hoje para o ontem.

Não há volta (Português)

 
Não há volta (Português)
 
Acreditei sempre em ti
E que você era o que procurei
Acreditei na ilusão
E me desencontrei

Agora abri os olhos
Vi o que somente eu não via
Mas do que tudo nesta vida
Desejaria não ter visto

Mas agora não tem volta
E quem fala é meu coração:
“A emoção se perdeu
no meio desta confusão”

Não há brilho
Não a emoção
Só a certeza
De que tudo foi ilusão

Você me magoou
Agora volta para mim
Mas você não percebe
Que sempre me deixou infeliz

Tentei, muitas vezes.
Mas você não ajuda
Deixou-me
E nem ao menos reparou

esta é a trdução do poema "no going back"
 
Não há volta (Português)

Inventar-me

 
Tudo muda, tudo se desfaz
Tudo mudou uns meses atrás.
A adrenalina correu,
O sangue fluiu
O mar secou,
Você pela última vez me olhou.
E quando olhei pela janela de madrugada
Eu vi lua tocar um bolero
E as estrelas dançando tango.
E sol nem mais raiava.
O noite minha solidão iluminava.
E quando eu te vi rindo à toa
Meu coração disparou
Quando eu te vi com outro alguém...
Eu só pude gritar.
Reinventar-me
Vendaval sem rumo
Sem destino
Ventar-me
E vestir meus sonhos com teu cheiro
Pego meus mapas, a bussola
Pego minhas malas,
Meu barco sem rumo
Minha alma sem cor
E parto, antes que o vendaval suma.
 
Inventar-me

A noite chega

 
A noite chega, traz a escuridão.
Ouço seus ruídos.
O vento entra gelado pela minha janela.
Traz de volta toda a solidão

O vento sussurra algo em meu ouvido
Algo indecifrável, que eu entendo.
Ele traz de volta lembranças
Lembranças que me dão esperança.

As noites frias me confortam.
Me lembram que não é apenas meu coração que esta frio.
As noites quentes me entristecem.
Me lembram o calor de tua mão, me tocando.

A noite chega, esta é a única hora que estou livre
Livre para gritar, gritar para a escuridão.
A noite chega, mais uma noite triste
Mais uma vez, meus olhos só encontram a escuridão
 
A noite chega

Parque de diversões

 
Pode não ser o maior nem o melhor
Mas vim aqui durante toda minha infância.
Algodões doces, derretendo entre meus pequenos dedos.
Pipocas estourando todo tempo, e me fazendo pular de alegria.

A roda-gigante me fazia ver o parque inteiro.
A montanha-russa me dava muito medo, mas eu adorava!
O carrossel era algo mágico! Muitos cavalos correndo alegremente no reino encantado.
A sala dos espelhos me deixava tonta!

Aquela semana, a semana do festival na minha pequena cidade,
Era a semana mais feliz de minha vida!
Eu ansiava por ela, como um cachorrinho espera seu dono chagar do serviço.
E agora, anos e anos depois estou eu aqui, de volta.

Ah! Respirar este ar de felicidade!
Voltar a ser criança!
Sentir todas aquelas emoções novamente,
E me encher de prêmios dos jogos!

Mas desta vez o que me traz aqui?
Não sei se a saudade,
Ou se ainda anseio pelo festival.
Só sei que um pedaço de mim sempre estará aqui.
 
Parque de diversões

Olhos Vermelhos

 
Olhos Vermelhos
 
Posso ver seus olhos no escuro
Olhos vermelhos, fogo ardente.
Vejo neles a confusão
Algo muito surpreendente

Nunca imaginei
Que seria assim
Pensei que seria fácil
E não que seria difícil meu fim

Um golpe rápido,
Rasteiro
Uma explosão
E tudo se escurece então

Era doloroso
Porem fácil,
Mas não rápido
Era pior do que imaginei

Porem acordo
Sinto não ter morrido
Mas algo em mim
Não estava aqui

Levanto-me
E no espelho podia ver
Na escuridão
Meus olhos vermelhos

Red Eye

Can I see your eyes in the dark
Red eyes, burning fire.
I see in them the confusion
Something very surprising

I never imagined
That would be so
I thought it would be easy
And not that my order would be difficult

A quick strike,
Crawford
An explosion
And then everything goes black

It was painful
But easy,
But not fast
It was worse than I expected

But according
I have not died
But something in me
I was not here

I get up
And in the mirror I could see
In the dark
My red eyes
 
Olhos Vermelhos

Ontem, hoje, amanhã

 
Agora só queria você aqui comigo,
Daria tudo para te ter ao meu lado,
Poder te olhar nos teus mais profundos sonhos
E com você voltar ao passado

Queria te prender no meu presente
E no meu futuro viver com você
Esquecer todas as magoas
Secar todas suas lagrimas

Ouvi sua voz ao me deitar,
Me levantei para te procurar
E a única coisa que encontrei
Foram tuas fotos, que hoje rasguei.

Agora, não paro de ouvir teus sussurros,
São tão leves quanto a brisa
Estou perdida nesse mundo
É o que tua voz delicadamente me avisa

Amanhã não te verei
Não te terei, não te beijarei.
Mas amanhã é outro dia
O dia em que não mais existirei

Yesterday, today, tomorrow

Now I just want you here with me
I'd give anything to have you by my side
Able to look you in your deepest dreams
And you go back to the past

I wanted to hold you in my present
And in my future to live with you
Forget all the sorrows
Dry all your tears

I heard his voice When I lie down
I got up to look for you
And the only thing I found
Were your photos, now ripped.

Now, I can not stop listening to your whispers,
They are as light as the breeze
I'm lost in this world
It's what your voice tells me gently

Tomorrow does not see you
There you will have, do not kiss.
But tomorrow is another day
The day that no longer exist
__________________________________________

Ayer, hoy, mañana

Ahora sólo te quiero aquí conmigo
Daría cualquier cosa por tenerte a mi lado
Capaz de buscar en tus sueños más profundos
Y que se remontan al pasado

Yo quería tenerte en mi presente
Y en mi futuro a vivir con usted
Olvidar todas las penas
Seca todas tus lágrimas

Escuché su voz cuando me acuesto
Me levanté a mirar por ti
Y lo único que he encontrado
Fueron las fotos, ahora roto.

Ahora, no puedo dejar de escuchar su voz baja,
Son tan ligeros como el viento
Estoy perdido en este mundo
Es lo que tu voz me dice con suavidad

Mañana no te ve
Entonces tendrás, no bese.
Pero mañana será otro día
El día que ya no existen
 
Ontem, hoje, amanhã

Uma marca

 
Queria deixar aqui minhas palavras
Humildes e simples palavras
Escrever meus sentimentos
Para fazer minha eterna marca na humanidade
Para tudo isso não ser em vão
Para eu não ser apenas mais uma no mundo.
Para todos ouvirem minha voz
Para todos ouvirem meu grito no silencio

Queria marcar isso para todos ouvirem
Todos verem meu desespero
Queria quebrar correntes, atravessar a fronteira.
Mover todos por uma única causa
Sensibilizar um coração de pedra
Deixar forte alguém fraco
Nadar contra a correnteza
E impedir a todos de se jogarem no abismo.

Fazer mais um solo de guitarra
Morrer por uma boa causa
Gritar “Vida!”.
Declarar guerra pela paz
Fazer uma reviravolta na história
Me tornar uma heroína.
Não ser lembrada somente pelas minhas loucuras
E sim pelas minhas palavras.
Que aqui deixo, eternamente.
 
Uma marca

Nada mudaria.

 
Se um dia eu pudesse ver a minha vida
Eu não mudaria nada.
Não me arrependeria de nada que fiz.
Apenas do que deixei de fazer pelo medo.

Se um dia eu pudesse viver meu futuro
Eu não tentaria mudá-lo.
Viveria o meu presente, sem medos.
Sem temê-lo.

Nada mudaria na minha vida,
Apenas, voltaria no tempo,
Para estar ao teu lado
Dançando ao vento.

Refaria meus dias, do mesmo modo que foram.
Enfrentaria a morte novamente, isso me ensinou a viver.
Correria na chuva novamente, isso me ensinou a valorizar os bons momentos da vida.
Faria novamente grandes amigos, isso me ensinou que o amor existe.
 
Nada mudaria.

Você ...

 
Não perderei meu tempo
Com simples elogios
Qualquer descrição
Jamais te descreveria

Palavras são poucas
Perto do que sinto
Sinto algo tão profundo
Que é difícil senti-lo

E quando me perco
Na profunda escuridão
Ou na luz mais ofuscante
É tua voz que me guia

Aqui deixo minhas simples palavras
Palavras perdidas no papel

You ...

Do not waste my time
With simple praise
any description
Never you describe

Words are few
I feel close to
I feel something so deep
It's difficult to feel it

And when I lose myself
In the deep darkness
Or in dim light more
It's your voice that guides me

Here I leave my simple words
Words lost in the role

Que ...

No perder el tiempo
Con elogios sencilla
cualquier descripción
Nunca se describen

Las palabras son pocas
Me siento cerca de
Me siento algo tan profundo
Es difícil sentir

Y cuando me pierdo
En la profunda oscuridad
O con poca luz más
Es la voz que me guía

Aquí os dejo mis palabras simples
Palabras perdidas en el papel
 
Você ...

Espinhos e rosas

 
O vento frio entra no meu quarto e toca minha pele
Lembranças de meu passado ecoam por entre as paredes
E a dor percorre por minhas veias, levando veneno ao meu coração
Os prédios da cidade se erguem sobre mim, altos demais
E meus olhos cansados procuram qualquer sinal de lucidez
Meu corpo fraco implora por descanso, implora perdão.
E os meus sonhos são queimados na fogueira da ilusão
Busco um abrigo, um esconderijo, uma proteção
Até que a guerra acabe, até que haja paz
Meus dedos gélidos percorrem os muros das casas
E meus pés se ferem nas brasas que estão nas ruas
Meu coração dispara em busca da morte
E minha boca seca implora por outro lábios
Sem equilíbrio, sem sentidos, sem vida caio no chão.
Minhas asas se quebram em pleno voo
Minhas lágrimas escorrem pelo meu rosto pálido
E o cheiro de sangue paira no ar
Os espinhos e as rosas de meu quintal estão por todos os lados
A minha cama tem cheiro de madeira velha, e meu quarto escuro demais
A sete palmos eu durmo, descanso, e espero a guerra acabar.
Em baixo da terra encontrei um abrigo para meu corpo cansado
E o vento não pode mais me tocar.
 
Espinhos e rosas

Felicidade

 
Chega o entardecer, a mais bela hora do dia!
Sento na areia da praia e a sinto entrando entre meus dedos.
Fecho os olhos e sinto a brisa que vem do mar, que toca levemente meus cabelos.
Os últimos resquícios o sol tocam minha pele e a fazem arder

São esses os momentos mais belos que um ser pode viver
Sentir-se em plena harmonia com a natureza
E perceber que você faz parte dela
Não preciso de muito para desfrutar deste momento, apenas meu corpo.
Não preciso de palavras escolhidas a dedo
Não preciso de lindos versos de amor

Conheci essa tal da felicidade que tanto falam
Já vi tanta gente que jurava ter a encontrado, mas depois a perdeu.
Acho que não a encontraram de verdade, não a sentiram como senti
Eu senti a felicidade, penetrar em meu corpo e tocar minha alma...

E são nessas horas que sentimos a felicidade.
Nos momentos mais simples de nossa vida.

happiness

Come the evening, the most beautiful time of day!
I sit on the sand and feel it coming through my fingers.
I close my eyes and feel the breeze from the sea, which brushes my hair.
The last remnants of the sun touch my skin and make it burn

These are the most beautiful moments that can be a living
Feeling in harmony with nature
And realize that you are part of it
I do not need much to enjoy this moment, only my body.
I do not need words carefully chosen
I do not need beautiful love poems

I knew that such happiness that both speak
I've seen so many people who swore to have found but then lost it.
I did not find it really, as I did not feel
I felt happiness, to penetrate my body and touch my soul ...

And it is these times that we feel the happiness.
In simpler times of our lives.
____________________________________________

felicidad

Por las noches, la época más hermosa del día!
Me siento en la arena y la sensación que viene a través de mis dedos.
Cierro los ojos y sentir la brisa del mar, que roza el cabello.
Los últimos restos del sol tocar mi piel y hacer que se queme

Estos son los momentos más hermosos que puede ser la vida
Sentimiento en armonía con la naturaleza
Y darse cuenta de que eres parte de ella
Yo no necesito mucho para disfrutar de este momento, sólo mi cuerpo.
No necesito palabras cuidadosamente elegidas
Yo no necesito bellos poemas amor

Yo sabía que esa felicidad que tanto hablan
He visto a muchas personas que juraron haber encontrado, pero luego la perdió.
Yo no lo encontré realmente, como no me sentía
Sentí la felicidad, para penetrar en mi cuerpo y tocar mi alma ...

Y es estos tiempos que nos sentimos la felicidad.
En tiempos más simples de nuestra vida.
 
Felicidade

Invisible Love (English)

 
Invisible Love (English)
 
A forbidden love
An impossible love
A love invisible
An unforgettable love

Only I see
I only wish
Only I love you
I just want you

So alive
Loving someone
Whose that, just me.
See, hear, feel and love.

Fictional character?
Only for others.
Real?
Only for me

Who are you?
That so moved me?
Who are you?
So that makes me love you?

An impossible love
This is the live
An everlasting love
Also

Who am I before this madness?
I'm after it?
What is best for me?
Living dreaming? Or living reality?
This is all fantasy?


dixarei aqui a tradução:

Amor invisível (Português)

Um amor proibido
Um amor impossível
Um amor invisível
Um amor inesquecível

Só eu te vejo
Só eu te desejo
Só eu te amo
Só eu te quero

Assim que vivo
Amando alguém
Cujo qual, somente eu.
Vejo, ouço, sinto e amo.

Personagem fictício?
Somente para os outros.
Real?
Somente para mim

Quem é você?
Que assim meche comigo?
Quem é você?
Que assim me faz te amar?

Um amor impossível
É o que vivo
Um amor eterno
Também

Quem sou eu antes desta loucura?
Quem sou eu depois dela?
O que é melhor para mim?
Viver sonhando? Ou vivendo a realidade?
Isso é tudo fantasia?
 
Invisible Love (English)

Este é meu destino

 
Eu não acredito em mais nada,
Que vejo nos teus olhos.
E não me deixo ser levada por qualquer palavra,
Vinda de tua boca.

Não quero mais ser iludida.
Não quero mais sofrer.
Esquecer você é o melhor que farei.
Mas isso me parece algo impossível.

Tuas palavras não me machucam
Mas o que fizeres comigo, sim.
É como se uma faca fosse cravada em meu peito,
Para jamais ser tirada, e me dar uma dor eterna.

E para esquecer tamanha dor,
Preciso eternizar a escuridão.
Pois só ela não me traz lembranças tuas.
Nem me lembra teu olhar.

Teu olhar, tão cheio de promessas.
Teu coração, tão cheio de mentiras.
Tuas palavras são soltas ao vento
Como se elas não existissem.

Tuas mãos quentes me puxam para perto.
Teus olhos têm muito poder sobre mim.
Porem tuas atitudes tem mais.
Solto de você, desta vez, para sempre.
Mas para sempre é muito tempo, e ele sempre tem seu fim.

Caminho sem olhar para trás.
Para o horizonte caminho
E a cada passo que dou, tua imagem se afasta.
Mas ela estará sempre no meu coração, este é meu destino.
 
Este é meu destino

Confusa

 
Não sei o que eu quero
Não sei pra onde vou
Não sei o que espero
Não sei nem quem eu sou.

Posso estar aqui,
Mas aqui, não estou.
Não quero saber o que eu era
Apenas quero saber o que de mim restou.

Essa não sou eu.
Não sou eu que estou sangrando no chão.
Não sou com o coração na mão.
Mas essa sou eu.

Estou confusa,
Não sei distinguir a luza das trevas,
Não dizer o que é mar e o que é terra.
Não sei o que é a vida, nem o que diz meu coração.

Não sei mais se sou tua
Ou se não vivo uma eterna ilusão.
 
Confusa

Simplesmente palavras soltas

 
Estão aqui, meus sentimentos.
Nesse papel, estão palavras,
Que escrevo com meu tinteiro.
É só o que faço nessas horas.

Aqui está meu sentimento
Entrego ele a você!
Juro que não minto
Meu querido, e único amigo.

Deixo aqui, palavras.
Simplesmente palavras soltas.
Para você meu amigo.

Deixo elas na tinta e no papel
Para você guardá-las no coração
 
Simplesmente palavras soltas

Algumas verdades e outras mentiras

 
Você nunca me disse te amo
Nunca me deu um abraço
Nunca vi teu sorriso refletir o paraíso.
Pensar em você é tudo que faço.

Você é o único que me faz passar noites em branco
Mesmo não estando ao meu lado.
Você é o único que me faria despencar do barranco
Mesmo que seja pecado.

Você nunca me contou seus segredos
Nunca me chamou de “meu amor”
Nunca vi teu olhar na luz do luar
Pensar em você me lembra dor.
 
Algumas  verdades e outras mentiras

Grite.

 
E quando o sol nascer amanhã sorria.
Você não sabe quando isso voltará a acontecer
Não se sabe quando será a última vez que irá respirar.
Aproveite e grite a todos que ama
Grite “foda-se essa sociedade”
Grite ao mundo que é louco
Seja feliz.
Não ligue para opiniões
Seja você mesmo.
Escreva um texto
Componha uma canção
Atue.
Faça acontecer.
Diga “te amo” pra ele
Grite.
Não deixe a vida passar.
E se no meio do caminho você cair tropeçando numa pedra,
Faça anjos de areia e construa um castelo
O importante é ser feliz.
 
Grite.