Poemas, frases e mensagens de luisroggia

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de luisroggia

Apenas um sonho. ( que pena)

 
Quisera nunca acordar
Deste sonho tão lindo
Que me fez refém
Enquanto durou

O mar testemunhou
Um amor verdadeiro
Mesmo em sonho, foi inteiro
Eternos minutos de felicidade
Depois do sonho, a saudade
De novamente sonhar
Com você passear
Num tempo só nosso
Até despertar.

Quisera nunca acordar
Deste sonho tão lindo....
Que é você.
 
Apenas um sonho. ( que pena)

FACETAS DO AMOR

 
O coração ditou-me alguns versos
Então pus-me a pensar
O que machuca mais,
Amar e não ter,
Ou ter e não poder amar.

Diante deste questionamento
Deixei o pensamento me levar
Já a tive presa em meu abraço
Porém não pude te amar

Também te amei por muitos anos
O destino sequer quis saber
Levou-te para longe de mim
O que adianta amar e não ter?

Nestas condições impostas pelo amor
O coração não pensa em parar
Mesmo amando sem ter
Ou tendo sem poder amar.
 
FACETAS DO AMOR

O que é preciso para ser feliz?

 
Quando encontro-me absorto em pensamentos
A realidade ao meu redor fica distante
Então perco-me no meu mundo de sonhos
Onde amar você não é o bastante
Surge uma série de dúvidas
Que a vida não me diz
Então pergunto-me

O que é preciso para ser feliz?

Estar sempre ao lado da mulher amada
Possuir tudo o que sempre quiz
Ter saúde para dar e vender
Viver a vida sem bancar o juiz
Ter bastante dinheiro para viver
Sem a certeza de ser infeliz
Então ainda pergunto-me

O que é preciso para ser feliz?

Esta é uma dúvida cruel
Que insiste em me atormentar
Enquanto não encontro as respostas
Vou fazendo de você o meu céu
Feito nuvem, estou sempre ao léu
Mas não deixo jamais de te amar
 
O que é preciso para ser feliz?

SONHOS

 
Difícil segurar o peso das pálpebras
Os olhos teimam em se fechar
O sono se faz mais forte,
Adormeço.

Em sonhos, viajo
Vou longe,
Num voo com destino certo

Você.

Abraço-te,
Beijo-te,
Amo-te,

Juntos passeamos de mãos dadas
Pela areia da praia
Longínqua, infinita.
Aos poucos nossos rastros
Misturam-se com a água do mar.
Os olhos vão se abrindo,
Você vai sumindo...

A rotina se faz presente nesse instante.
Contida numa ausência,
Que é realidade sentida em cada sono.
 
SONHOS

Deixe

 
Deixe que as nuvens moldem tua face
Que o vento sussurre o teu nome
Que minha mãos contornem o teu corpo
E meus lábios se unam aos teus
E nesta sofreguidão
Eu me perca de paixão

Deixe que eu te ame noite e dia
Leve comigo todas as tua forças
Fale o teu nome a todo o instante
Aos sons melodiosos dos violinos
Sinta em minha boca o teu gosto
Sacie minha sede num beijo teu

Deixe que eu diga que te amo
Faça disso versos de uma oração de amor
Te carregue em meus braços
E te repouse em minha cama
Deixe que eu sonhe sem querer acordar
Que eu viva somente para te amar.
 
Deixe

Entrega

 
Ontem despi teu corpo
Peguei-te nua em meus braços
Sentei-te em meu colo
E sacie-me com o teu beijo
Por longos minutos

Acariciei sem nexo
O teu sexo
Perdi-me em teu calor
Lambuzei-me em teu desejo
E novamente sacie-me
Com teu beijo

Longos minutos de entrega
Pura, verdadeira
Minh'alma na tua alma
Sem perder a calma
Minha mão em ti passeia

Tua língua em minha boca
Sorve-me a vida
Extrai de mim
O amor que é só teu
E alimentas-te
De mim
E deixa-me assim
Como quem já morreu,
Sonhou,
E acordou...
 
Entrega

Quando sentires saudade

 
Quando sentires saudade
Do toque das minhas mãos
Feche os olhos e relaxe
Deixe fluir a imaginação
Liberte de vez teus desejos
Controle a respiração
Você é minha e, só minha
Diga ao teu coração

Quando sentires saudade
Do sabor da minha boca
Feche os olhos e deixe
Aflorar esta paixão louca
Passe a língua sobre os lábios
Umedeça-os de desejo
Lembre-se da nossa noite
E sentirá o meu beijo

Quando sentires saudade
De tudo o que passamos
E não puder mais suportar
Não contenha a emoção
Deixe a lágrima rolar
Então estarei ao teu lado
E tua lágrima irei secar.
 
Quando sentires saudade

Coração de poeta

 
Você sabe o que sente o poeta quando escreve e não descreve o que sente?
Nos seus versos, diversos, estão descritos o passado e o presente
Sentimentos ultrapassados que ainda estão no coração
Dos amantes quando estão enamorados por amor ou por paixão

Alegrias e tristezas, amarguras e desencanto, solidão e até o pranto
Estão expressos de uma forma que informa com clareza ou nem tanto
Faz da vida dos que amam um inferno ou paraíso, e os torna indeciso
Mas que amam assim mesmo, renunciam se preciso

Pra entender o que sente o poeta quando escreve e não descreve o que sente
É preciso estar presente nos seus versos, viajar ao infinito da sua mente
E entrar no coração deste poeta, fazer parte da sua alma sem pensar
É preciso muito mais, ser a sua inspiração, é preciso amar.
 
Coração de poeta

Vudu

 
Amor oculto
De um vulto
Hipnotiza

Uma palavra
Proferida,
A ferida
Não cicatriza

Versos punhais
Doem demais
Cortam um amor

Um vulto moreno
De lábios carnudos
Rouba-me o escudo
Não sente esta dor

És tu, o Feitiço
Poção traiçoeira
Faz de mim o que bem quer
Para quebrar o encanto
Falta gotas em meu pranto
Pelo teu amor, mulher.
 
Vudu

ESTADO DE SER

 
Este incrível estado de ser
Completamente apaixonado
É cometa em queda livre

É ciclone que se forma
Devastando sentimentos
Arrasando ilusões

É bonança de um olhar
De uma lágrima caída
Num piscar de esperança

Este estado de ser, assim
É ter para sempre
Você em mim.
 
ESTADO DE SER

IRA

 
Começo a escrever
Logo, desisto
Não sei porque insisto
Em não te esquecer

Será que você merece?
Ser amada assim.
Sai de mim,
Desaparece

O tempo passa..
A vida passa..
Esta ira é passageira
Vou te amar a vida inteira
Esquece.
 
IRA

Não diga nada

 
Não diga nada
Só olha para mim
Para que palavras
Se te amo assim
Nada que digas
Irá mudar este momento
Pois neste instante
Você é meu pensamento

Não diga nada

Não precisa dizer o que eu já sei
O que canso de saber
Você não quer que eu te ame assim
Por que não posso ter você para mim

Então não diga nada

Apenas fique assim

Em mim...
 
Não diga nada

Ah! que tentação!

 
Beijar teus lábios,
Pegar na tua mão
Passear pelas calçadas
Beira mar,ou costão

Maravilhoso!

Sentir o perfume
Do teu cabelo cheiroso
E da tua boca o gosto.

O sol,já posto
Pinta o mar, num mergulho quente
Ferve aos poucos, lá na frente
Como o calor do teu rosto.

E a vida se faz moldura
Onde você é a obra prima.
 
Ah! que tentação!

PIRILAMPOS

 
Salpicos luminosos sobre os campos em negritude
Num acender e apagar constante, insistente
Varam a noite em riscos disformes, diferentes
Como se desenhassem o amor que não pude

Multiplicam-se num piscar, sobre o açude
Igualando-se ao universo em cima d'água
São gotas minúsculas e luminosas de mágoas
Pedaços de um amor amiúde

Meu coração fragmenta-se nesta inquietude
Assim como os pirilampos na escuridão
Com hora marcada para iluminar

Sigo te amando, apesar da ilicitude
Rompendo as barreiras da paixão
Enquanto eu puder te amar.
 
PIRILAMPOS

Distância

 
Do outro lado do oceano
Brilha o sol do mesmo jeito
Acelera o meu peito
Apenas com teu sorriso
Você é o que eu preciso
Para chamar de amor
Do teu corpo, o calor
A me queimar de desejo
Da tua boca o sabor
Deixado pelo teu beijo.

Negros cabelos, como a noite
Brilho intenso no olhar
De longe a me mirar
Atraindo-me para ti
E eu, aqui
O coração a acelerar
Parece querer saltar
Num pulo até você
E te amar sem saber
Se vou te alcançar.
 
Distância

QUANTAS VEZES

 
Quantas vezes devo dizer que te amo?
Ou será que devo me calar
Este amor em mim não é engano
Meu coração foi feito para te amar

Quantas vezes tenho que insistir
Quem sabe você possa entender
Que o simples fato de você existir
É a razão que me faz viver

Devo dizer a vida inteira?
Entenda, por favor!
Ou devo encontrar outra maneira
Para que aceite este amor

Você é minha mulher
Eu irei te falar
Enquanto vida eu tiver
Até você me amar.
 
QUANTAS VEZES

Quero alguém para duetar

 
Muito tempo te amando
Sem sequer você me ver
Foram anos te esperando
E não consegui te ter

Agora não dá mais
Eu preciso mudar
Dar rumo à minha vida
Outro alguém encontrar

Vou viver de poesia
Muitos versos irei rimar
Talvez de amor eu não fale
Talvez meu coração se cale
Quero alguém para duetar

Não podemos falar de amor
Nem de dor e sofrimento
Esquecer que um dia eu amei
Não quero me apaixonar

Quero parceira nos versos
Que entenda meus sentimentos
Que responda cada linha
Que esqueça a amada minha
Quero alguém para duetar..

Só isso...
 
Quero alguém para duetar

ENTRANHADA EM MIM

 
Toca-me em versos
Acaricia-me em pensamentos
Diz-me palavras de amor
Como o sussurro dos ventos
E nestes momentos,
Tua presença se faz sentida em cada batida
Que meu coração dá,
E quanto mais te sinto
Mais me perco neste labirinto
Que é te querer e te amar.
 
ENTRANHADA EM MIM

Quando você lembrar de mim

 
Quando você lembrar de mim
Deixe a brisa te soprar
A poesia invadir o ar
Vá fundo na imaginação

Quando você lembrar de mim
Vamos juntos passear
Por toda a orla do mar
Nos amaremos no costão

Quando você lembrar de mim
Feche os olhos bem devagar
Venha comigo viajar
Por onde o amor nos permite

Quando você lembrar de mim
E teu coração acelerar
Para sempre irás me amar
Minha bela Afrodite.
 
Quando você lembrar de mim

A força do teu olhar

 
Por instantes
O tempo parou
Minha respiração ficou ofegante
Meu mundo desligou
Atiçaram-se meus desejos
Deixou-me indefeso
Despiu-me dos meus medos
Desvendou meus segredos
Entrei em transe
O corpo tremeu
Seus olhos nos meus
Não sei o que é isso
Deixou-me submisso

Teu olhar desviou
Meu mundo voltou.
 
A  força do teu olhar