Poemas, frases e mensagens de vantuilog

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de vantuilog

DEUS EM AÇÃO

 
DEUS EM AÇÃO

Vejo no nascer do dia
As mãos de Deus em ação
Labutando com euforia
Pra dá luz a imensidão.
 
DEUS EM AÇÃO

LEGADO DO MEU PAI

 
LEGADO DO MEU PAI

No auge da minha infância
Logo eu pude aprender.
Que um ser sem esperança
Perde a razão de viver.
 
LEGADO DO MEU PAI

DESPREZO

 
Dos teus desprezo eu hei de me vingar,
E de suas juras viverei lembrando,
Os teus abraços e do teu fervo olhar
Decantarei de vez dos meus planos

O teu andar faceiro e pedrador, farei de
Trilha vesga e espinhosa, e os momentos
De juras e de enganos, deletarei
De vez da memória

E o teu pecado contido em meu corpo,
execrarei sem rima nem cor, dele farei
Minúsculas lembranças, pra ter certeza
Do teu falso amor.
 
DESPREZO

ASTRO MEU

 
ASTRO MEU

Fulguras na nascente dos meus sonhos
És voz fremente a minha estrela guia;
Astro que adormece em minha insônia,
És gosto insano cheiro de magia.

Viajo no teu brilho esplandecente,
Deliro no teu corpo sedutor!
Me acho na proeza da tua boca,
E moro na gradeza do teu amor.

És rosa rara, meiga e cristalina!
Fanal a me guiar na escuridão,
A brisa que acalanta meus dessabores,
O toque que me leva a exaustão.

A te bendigo astro peregrino...
Que nunca em meus sonhos hás de faltar!
Que sejas a demência dos meus dias,
A fonte que sacia o meu penar.
 
ASTRO MEU

DIA DA SOGRA

 
DIA 28 DE ABRIL DIA DA SOGRA

Hoje é o dia da sogra,
Um presente irei lhe dar,
Pois razões tenho de sobra
Neste airoso ofertar.

UMA TROVA EM HOMENAGEM AS SOGRA DO MUNDO INTEIRO
 
DIA DA SOGRA

ANJO DA GUARDA

 
ANJO DA GUARDA

Guardai-me anjo bendito
De todo mal que houver,
Que teu olhar infinito
Siga-me onde eu estiver.
 
ANJO DA GUARDA

ÍDÍLIO

 
ÍDÍLIO

A lua descobriu o nosso ninho
E todas as noites ela vem
Acasalar-se à beira do nosso
Lauto amor.
 
ÍDÍLIO

MENINO DE RUA

 
***

Ei-la aqui vagando pelas ruas,
Tão moribundo sem pão sem guarida,
Sem lenitivo nas horas dormidas
Prostrado a um banco feito um vagabundo
...
O desengano ladeia seus dias,
E auroras frias vive na lembrança;
No rosto ríspido de uma crianças
Ver-se esvair vestígios de alegria...
...
No seu proscénio somente agruras,
E a tortura das mão do poder,
E o rebelar por conta de um sofrer,
Torna-o inconstante aos olhos de muitos...
...
E assim vagando em noites vazias,
Tendo por guia a desolação,
Segue buscando um pedaço de chão
Em turvas nuvens da desilusão.

***
 
MENINO DE RUA

INSENSATO CORAÇÃO

 
Meu coração peregrino, navega
por sobre o ar, busca nos céus
As estrelas pra iluminar
Seu olhar
Insensato e peregrino vive sempre
A cavalgar, por vales frios
E campinas buscando um dia encontrar
Um colo e um aconchego pra cabeça recostar
E assim sege insensato por veredas e
Alto mar, por vielas e campinas
Sempre firme a palpitar, buscando em
Falsos Ribaltas os seus lábios repousar.
 
INSENSATO CORAÇÃO

GUIA-ME

 
Guia-me nos teus caminhos;
Pois que sigo sem rumo
Senhora minha!

Guia-me senhora dos prazeres;
Guia-me nas veredas imaculada
Do seu coração...

Guia-me como brisa suave e tunante
no ápice dos seus sequiosos desejos,
Guia-me nas trilha do teu sorriso
Que na minha vida tornara-se perpétuo.

Guia-me senhora minha.
 
GUIA-ME

MENINOS DAS MARQUISES

 
MENINOS DAS MARQUISES

Da minha vidraça, tosca e embaçada,
Vejo uma cena que me doí na mente,
Sobre calçadas frias e encharcadas
Dorme crianças sob um sol nascente.

Sem lenitivo e bastardos do mundo
Sem a guarida dos pais da nação,
Tendo o vento como companhia
E o abrigo de algum papelão.

Se é de dia se apegam no vício;
Hora, pedindo um pedaço de pão,
Vendo nos olhos de alguns transeuntes
A ameça de toda nação...

E vão seguindo sem rumo e sem planos,
Sempre em busca de uma solução,
Vendo nos olhos de alguns papa-níqueis;
A esperança e seus sonhos em vão.

Vantuilo Gonçalves
 
MENINOS DAS MARQUISES

PARTILHA DESIGUAL

 
PARTILHA DESIGUAL

Consigo ver quase tudo
De forma original,
Mais ainda me confundo
Com a partilha desigual.
 
PARTILHA DESIGUAL

APENAS UMA SAUDADE

 
APENAS UMA SAUDADE

Se num raro momento da minha vida
Eu voltar a esboçar um ínfimo sorriso,
Quero que saiba que ali esteve presente
A sombra efêmera do seu lauto rosto a
Acasalar-me a solidão.
 
APENAS UMA SAUDADE

Esta página visa mostrar um pouco dos meus singelos escritos nos caminhos da letras.