Poemas, frases e mensagens de lcdasilva

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de lcdasilva

eu busco um amor

 
Já tive um amor.
Paixão avassaladora, que arrebatou minha alma, me tirou o prumo.
Um ferver no coração, um incômodo no estômago, um tremelique que dava. Era bom. Era tenso. A cabeça só fazia pensar nesse homem.
Difícil era concentrar e pensar no que ia comer. Para que comer?
Dias inteiros na cama.
Entre um carinho e outro, frases que ainda não me saem do pensamento. Muitas se perderam, atropeladas por outras não tão belas.
Mas, quando relembro daqueles momentos...
Ai, os pés juntos, roçando, por vezes no outro pé, por vezes no lençol ainda cheiroso da noite anterior.
O gosto na boca era de prazer.
O cheiro na roupa... Que roupa?
Pura que roupa, se está coberta com o manto sagrado do corpo humano? Ali, quente, com aconchego, no acalanto dos braços que se tornam muitos, milhares.
Ai, os braços...
Tantos e ainda sim não foram suficientes!
Esse meu amor, lá dentro do meu peito, ainda arde.
Ainda me faz tremer o esqueleto e pensar: por que não deu certo?
Esse amor, que me foi tão caro, ao qual dediquei todo o meu corpo e alma.
Esse amor que me fez suar, chorar, beber, gritar, rir e falar com voz de criança mimada.
Ah, esse amor, e tão meu e esta tão vivo que preciso agora mesmo me separar dele, para dar espaço a um novo, tão febril e intenso quanto foi esse.
Quero meu amor, um amor que seja só meu.
Ímpar, alegre.
Quero um amor companheiro, amigo, fiel. Quente, sexy, gostoso.

Eu busco um amor
By lcdasilva
 
eu busco um amor

Perdido no tempo

 
Como um disco arranhado giro sempre parado
questionando sempre minha sanidade.
Não entendo o real, e tudo parece ser mentira. Confronto meu coração, confundindo os meus pensamentos.
Me afundo em uma escuridão sólida e solitária e me sento na calcada de vidro estilhaçados admirando vultos e sombras que já não assustam.
O que vejo parece o portão de um inferno que pensava ter superado.
O que sinto copia sensações
feitas por espinhos de uma flor seca ja sem vida. Perdido sem minha razão eu não sei o que fazer. Sufoco um presente diferente revivendo meu passado.
Relembro memorias que machucam,
misturando lembranças e sentimentos.
Meus olhos sangram as tristes lagrimas negras
de um tempo perdido, um amor esquecido. Tento reinventar minha felicidade buscando um novo amor,
imaginando que tudo pode ser diferente.
Sufoco minha sentença de morte
buscando dar mais tempo de vida ao meu coração.
Vejo reflexos nas fachadas dos meus desejos
que infernizam meus olhos,
me interrogando sobre o que realmente busco.
Ódio e amor, um confronto de passado e presente. Parte de mim chora atordoado,
outra metade estimula uma alegria. Confuso me entrego ao tempo e fico esperando
a melodia colorida da vida
e o grito de um novo coração livre para ser amado.

Perdido no tempo
By lcdasilva
 
Perdido no tempo

Olhos 100 rosto

 
Hoje um amanhecer perdido, nem o sol posso encontrar.
O céu de todas as partes traz lembranças da meia-noite.
Travesseiros e lençóis amassados por apenas dois braços.
Um bocejo um novo dia e encontro memórias de ontem.
Caminhos que levam a lugar nenhum, Promessas que me levam a querer.
Corredores intermináveis fechando as portas dos destinos.
No amor, uma busca sem fim, uma procura sem esperança em
um caminhou para fora de muros sombrios que cercam meus pensamentos, enquanto as lágrimas começam a cair.
Uma dedicação ao diabo essa loucura de querer um anjo com mente que me entenda e coração que me ame.
Nos olhos sem um rosto, uma distancia e quanto mais me aproximo mais me afasto não recebendo nenhum encanto humano.
Fecho meus olhos para não sentir um desprezo e não desperdiçar a razão de ainda querer amar.

Olhos sem rosto
By lcdasilva
 
Olhos 100 rosto

Sou assim

 
Me desculpe se não sou o homem da sua vida,
não tenho o rostinho lindo que gostaria
e meu corpo não seja o desenho de sua mente.
Me desculpe se o amor que te dou não é o suficiente, se tentar fazer você feliz só te deixa triste.
Me desculpe por me importa com você
quando na verdade deveria me importa comigo.
Me desculpe por tentar fazer você sorrir
mesmo que agora eu esteja chorando.
Me desculpe por não ser tudo que você desejou,
quando meu desejo era apenas realizar seus sonhos.
Me desculpe por quere ser apenas eu, quando tudo
que você queria era que eu fosse outra pessoa.

Eu sou assim.
By lcdasilva
 
Sou assim

Fantasmas

 
Sei que não posso mais seguir seu coração.
Sem rumo e perdido ele já perdeu a direção.
Hoje me restam as lembrancas de momentos
que o tempo não leva, direcionando meus pensamentos
a momentos que preciso esquecer.
Ficar preso ao passado não é remédio,
remediar o presente não é a solução,
nosso futuro já fora previsto no passado.
Me tornei um fantasma nas sombras, que
perdidas se esparramam a sua procura.
Queria devolver a luz ao seus olhos,
voltar a me perder nos beijos de sua boca
e poder uma vez mais cair em seus braços,
sentindo seu corpo, sua pele, seu calor.
Meu sentimento rejeitado sua perca de um amor verdadeiro.
Sem você, reinventar a vida tornou-se meu passatempo.
Estou reaprendendo a viver, reaprendendo a andar,
sobrevivendo nas trevas com as cores sem brilho.
Colecionando lagrimas, lamento todas as noite,
colecionando sonhos, te espero durante o dia.
Cicatriz profunda essa dor inventada por um amor
que congelou minha alma me deixando perdido no tempo.

Fantasmas
By lcdasilva
 
Fantasmas

Mente Vagabunda

 
Hoje não sei que sou.
Perdido de minhas memórias não consigo me ver em lugar nenhum de um tempo passado.
Olho no espelho quadrado que reflete a imagem de um desconhecido.
Palavras não sei dizer, o que penso não consigo escrever, meus olhos brilham em dúvidas, minha mente fazem perguntas que não consigo responder e sufocado sou prisioneiro de um corpo.
Preso no quadrado do meu quarto minha única saída um porta fechada.
A verdade as vezes machuca e sem memórias me sinto perdido entre uma verdade para lembrar ou um mentira da qual queria esquecer.
Manha fria, palavras vazias, lagrimas nos olhos, um medo triste se aloja em meu peito.
Meu hoje não revela quem sou e a piedade me desprende de tudo que quero lembrar e nem me lembra o porque queria tanto esquecer.
Letras perdidas, números sem rumos, tempo vazio no espaço sem espaço inventado em uma mente sem memórias.
Desprendido de mim estão minhas memorias e nas cores escuras do meu quadrado a realidade me espera perto das memorias perdidas que nem sei se queria perder mas também não sei se quero encontrar.
Vagabunda minha mente que durante a noite abusou do meu sono escondendo minhas memórias.
Doente e o meu sono que me faz sonhar que não me lembro de mim para não lembra de você.

Mente vagabunda
by lcdasilva
 
Mente Vagabunda

Assim e o amor

 
Leva, traz, matar e faz renascer
os sonhos, fantasias, sorrisos e tristezas.
Incentiva uma aventura, um perigo.
Pode ser vivido de maneira única e misteriosa.
As vezes é mutilado, mas quase sempre harmonioso.
Nos permite flutuar em ondas gigantes
em distantes mares quando livre para viver
o coração só quer amar.
Entra em nosso peito, sufocando nosso ar
esmagando nossa alma.
O amor é o infinito ao alcance.
O sonho acordado no leito verde de um bosque quando deitado desenhamos nossos desejos em nuvens
que o vento faz questão de desmanchar e refazer o todo tempo.
É o beijo molhado na magia louca dos amantes que
escondidos se agarram pelos cantos do mundo.
O amor é a paixão sem controle.
O momento sublime em que depositado nas entranhas
se transforma em uma nova vida.
O amor é um barco perdido em mares agitados que sem instrumentos sempre encontra o caminho certo.
É a aceleração no peito quando ouço seu nome,
me deixando drogado como se tivesse sido injetado.
O amor é a droga que me deixa viciado
quando cansado do seu corpo sou separado.
O amor é o sexo gostoso que vale a pena.
E a essência intima de duas paixões.

Assim é o amor.
by lcdasilva
 
Assim e o amor

Cachoeira dos desejos

 
O poeta se encontra triste.
Alheio as desventuras da vida ele apenas chora.
Perdeu seu amor, sua querida, sua grande amada.
Um silencio amargurado e solitário,
a companhia que aperta seu peito enforcando o coração.
O desamor de uma mulher lhe deixou triste e machucado.
Atrapalhado nas emoções,
ele cria poemas para contar as historias
e descrever os momentos,
falar da vida, de mulheres e amores,
dos dias e noites, seus prazeres e suas dores.
O poeta rompe a barreiras do tempo, busca no passado
sua alegria, e no futuro seus sonhos,
deixando o presente na deriva, perdido esperando.
Uma razão contraditória confunde o poeta,
que na busca do amor sempre encontra a dor.
Amor, carinho, paixão, inevitáveis sentimentos
que deixa em pedaços o coração do poeta.
Nas rimas das palavras o poeta ressuscita a
felicidade dos sonhos, os sorrisos e alegrias já perdidas.
O poeta não canta, só escreve, junta letrinhas,
palavras e com carinho tentar chegar ao coração da amada.
Desiludido o poeta chora e das lagrimas inventa a
cachoeira dos desejos.
Busca na noite a lua e nas estrelas o brilho que
harmoniza o pensamento para uma nova poesia criar.
Mas o que vale poesias fazer, se seu amor não pode ter.
Pobre poeta, sozinho, apaixonado, abandonado.
Segura na mão esquerda uma nova poesia, na direita um flor,
sentado paciente esperando pelo seu amor.
 
Cachoeira dos desejos

Sou tudo

 
Sou as cicatrizes feitas por espinhos em arranhões deixado na pele.
Sou a solidão abraçada de maneira triste,
solida e branca que sempre desfruta das madrugadas.
Uma negligência eterna na maneira de ser.
A plenitude completa em forma de carinho,
buscando a beleza no jeito de um toque no som de uma palavra.
Sou uma insegurança de forma segura e constante,
a mentira que uma verdade pode enganar.
Sou pensamentos que rompem barreiras,
que ignora o tempo, que briga por tudo.
Sou a simplicidade do homem desgastado pela vida,
que insiste em ver caminhos errados.
Sou uma parede caída e que se levanta de tijolo em tijolo,
sempre encontrando novas rachaduras.
Sou o interior do nada, o centro de tudo.
A mão pesada sobre a cabeça, o conselho amigo,
a lagrima que cai, ou apenas o silencio perdido.
Sou um fogo que queima a alma, sufoca o espírito e agarra uma esperança.
Sou um rosto abaixado procurando um caminho.
Sou o perfume da primavera, as folhas que caem no outono.
Sou a forma humana de mostrar sentimentos.
Posso ser o caminho dos ventos, uma trilha de água.
A chuva que cai na areia apagando os amores desenhados.
A suavidade do voo e a graciosidade de uma brisa.
Sou a maneira fácil de acreditar na felicidade,
o melhor caminho para ser feliz e o jeito simples de fazer chorar.
Sou a semente plantada na mulher, sou o pecado deixado pelo homem,
sou a vida ainda dividida.
Sou as cores separadas, sou a cores combinadas, sou incolor, sou assim.
Nunca sou ignorado, mas as vezes rejeitado,
sempre muito forte, sempre em grande quantidade.
Sou de fato, um fato, sou de verdade a verdade.
Sou o mais puro sentimento em seu coração.
Mesmo que você não saiba.
Sou... Amor.

Sou tudo
By lcdasilva
 
Sou tudo

Hoje eu queria

 
Ter o brilho dos seus olhos
Assim não precisaria das estrelas
Ter seu sorriso
Assim poderia dividir alegria
Ter seu corpo
Não precisaria do sol para me esquentar
Ter o perfume da sua pele
assim não precisaria das flores
Ouvir sua voz
para silenciar os cantos dos pássaros
ter seus pensamentos
assim poderia esta sempre a frente dos seus desejos
queria ter seu coração na minha mão
colocaria em um lugar aonde somente eu poderia tocar
hoje eu queria ter você
Simplesmente para te fazer feliz

Hoje eu queria
By lcsdasilva
 
Hoje eu queria

Mãos

 
Mal posso ver uma luz com meus olhos quase fechados.
Estou na parte escura da minha própria alma,
aonde me afogo na minha solidão.
Vejo a mesma escuridão de sempre me rodeando por todos os lados, me sufocando no canto do meu
destino, me fazendo chorar sem lagrimas, uma dor seca que só me arrebenta.
As vezes penso que sou o segundo de mim mesmo,
uma cópia que não deu certo, respirando o silêncio
embaixo da água, me afogando sozinho em meio a tantas mãos.
O escuro parece ser meu para sempre, e no pesar da vida, parece só me restar alguns segundo para viver em cada novo dia.
Me perco entre o certo e o errado e sem nenhuma culpa sigo em frente, sendo apenas um simples mortal com muitos desejos e inúmeras esperanças.
Sei que não vou viver para sempre, mas mesmo em meus poucos segundos, vou viver com intensidade apenas para encontrar um verdadeiro amor, a luz da minha salvação.

Mãos
By lcdasilva
 
Mãos

Um coraçao que pede tempo

 
Um coração que pede tempo
by lcdasilva

Em um caminho 100 postes, 100 luzes,
me perco entre pontos direcionando a todos os lugares,
me levando a lugar nenhum, seguindo o tempo
que nunca para e nunca espera.
Uma saudade que envelhece e meu deixa na loucura,
afetando o coração que de tristeza se aborrece e na
lamentação não sabe se bate ou se para de bater.
Tudo que na vida quero, parece sonho de uma
noite mal dormida, aonde me sobra apenas as
assombrações que fogem de meus pesadelos.
Mal tratada minha alma que uma luz reclama,
quando apenas a penumbra se torna
sua fonte de vida e única esperança,
esperança nunca perdida e sempre mais distante.
No escuro eu vivo um sentimento,
um amor solitário, único, verdadeiro,
sempre rejeitado por um coração amado.
A mentira de um amor oferecido,
uma verdade que não mais me engana,
me deixa na solidão, que prende meu destino
entre muros de formas invisíveis, que não podem ser vistos,
vencidos ou derrubados, me deixando assim
amarrado, amordaçado, cego, contra um tempo que
não para e continua me deixando para trás.
Essa paixão é meu pecado, que na noite fria me ilude,
atacando meus pensamentos, me deixando
sem vontade própria, sem um corpo, sem vida.
Amargurado coração apaixonado, que licença pede a vida,
para viver e voltar a sorrir, pois sem alegria vai para de bater,
deixando assim esse amor de existir.
 
Um coraçao que pede tempo

Sonhar ou morrer

 
Sozinho me encontro deitado,
olhos arregalados, coração apertado.
O dia me trouxe a noite, o frio
e com ele o luar que clareia minha escuridão.
Na solidão de uma cama larga e macia
espero por quem eu sei, não chegará.
O meu sono, uma morte momentânea,
se torna o único caminho para dessa angustia fugir.
Queria poder fechar os olhos e dormir,
com seu corpo sonhar, o seu beijo adocicado sentir
e com o toque do seu carinho minha cama molhar.
Rolando de um lado ao outro, minha cama se torna meu leito de
torturas e nos lençóis amarrotados e molhados pelas lagrimas, me sinto
enganado pelo destino que teu corpo entregou aos braços de outro.
Vida maldita essa que nem me permite amar sem sofrer
e me rouba os direitos dos sonhos não me permitindo dormir.
Lá fora no breu da noite, sussurros rompem barreiras
e a melodia dedilhada que ouço é apenas o som dos ventos.
O castigo bruto que veste meu corpo nu e sofrido
é apenas o medo que tenho de não poder dormir e nem sonhar.
O caminho da solidão é longo, árduo, machuca me tirando
o sorriso, a alegria, me restando o beijo da saudade
em gosto de fel, me fazendo desejar ainda mais você.
A vontade de morrer se mistura com a vontade de viver
e confuso me entrego ao labirinto escuro da duvida,
jogando uma vez mais meu destino nas mãos do desconhecido.
Queria conseguir dormir, em meu sono sonhar,
em meus sonhos te ter e nessa noite nunca mais acordar.
Queria nessa cama te possuir, seu corpo amar, sua boca beijar,
sua alma prender e para sempre ao seu lado ficar.
Queria poder fechar meus olhos e dormir
e se não conseguisse sonhar, desejaria nunca mais acordar.

By lcdasilva
 
Sonhar ou morrer

Apos a meia-noite

 
Um boa noite e um bye bye já se passam da meia-noite.
A fantasia dá espaço para a realidade, aos sonhos se coloca um ponto final.
O desejo de ter seu corpo se acaba, o gosto do beijo gostoso também.
Seus lábios não serão mais apreciado nem seu corpo por mim amado.
Te faltou coragem de me aceitar, te sobra vontade de me ter.
E difícil de entender o porque da escolha
e difícil entender o porque do caminho.
Me sinto vencido e sem opções para lutar, me sinto inútil perante toda a situação.
Gostaria de lutar pela causa, gostaria de lutar por você, mas me sinto sem condições, me sinto sem opções.
Você era tudo que eu queria, você será tudo que não terei.
Sua falta será uma presença constante,
sua presença será algo distante.
Talvez em meus sonhos a distância não exista,
assim eu consiga ouvir sua voz me chamando.
A vontade de te dizer lindas palavras e grande,
mas as palavras ditas pela sua boca silenciou o som da minha voz.
A vontade de te amar e insaciável, mas já não posso desejar você.
Queria que tudo fosse mentira, mas minha realidade não permite.
Amanha será um novo dia e sua vontade poderá mudar.
Nesse momento penso em você, escrevo sobre você, desejo você, mas tudo que tenho e uma tristeza grande dentro do peito que chora pela ausência de sonhos já não existente.
Mas o que fazer?
O que posso dizer?
O que mais posso escrever?
Apenas que poderia ter sido diferente.

Apos a meia-noite
By lcdasilva
 
Apos a meia-noite

2:20 am

 
Na madrugada que não durmo não encontro o sono que foi perdido.
O silencio da luz na fresta da janela me desenha você na parede sem cor.
A noite morta me tem vivo, e no escuro do meu quarto vivo assustado.
Meu sossego estrangeiro um pecado conhecido.
Minha alma uma voz que não se ouve na lamentação dos ventos.
Mais de duas da manha, estou acordado, sozinho na cama rolando pirado.
Princesa, rainha, menina, mulher,
quantas meias noites de fantasmas ainda vou viver?
No quarto a brisa que chora inventa um canto, murmúrios de sonhos,
que são pesadelos e me deixa triste me levando aos prantos.
Distante do dia não sei o que fazer, não tenho você, quero morrer.
Meus olhos não fecham não conseguem entender.
Palavras e pensamentos infinitos que traduzem você.
Nossos sonhos ainda habitam minha alma, e a solidão provoca
uma discursão infinita sobre uma amor perdido.
No silencio da escuridão, a indiferença aos sentimentos me causa dor,
e pensar em você não me deixa querer viver.
Ordeno meu pensamentos que te esqueça,.
Ordeno meus olhos que se fechem e voltem a domir.
Não sou obedicido, nem entendido.
No interior do meu quarto escuro, meu corpo padece de perdão,
por querer morrer e você não esquecer.
Que bandido é meu sentimento, que me faz perambular
incoerente sem direção com o coração não mão.
A aurora não chega, o sol não aparece, a manha esta longe e o sono não chega.
Um amor poético por uma princesa se desmancha na cama em lagrimas derramadas.
Princesa, que a vida esta a esperar, porque não volta para eu te amar??

2:20am
By lcdasilva
 
2:20 am

Na força do pensamento

 
Tenho uma luta diária para manter minha mente sã.
Busco forcas para lidar com todas as mágoas e dores.
Sinto que o tempo me tira os olhos da vida me forcando ser quem não quero ser, quase me obrigando esquecer o meu eu tão bonito.
Aos ventos grito quem eu preciso ser dizendo que não sou um perdedor, mas não sei se não grito alto o suficiente ou se sou mal interpretado.
Mesmo sendo forte é difícil suportar cada momento buscando adivinhar sempre aonde será o próximo corte.
Pessoas entram e saem da minha vida e as vezes não me deixam respirar e no momento só preciso de algum oxigênio.
Eu não quero ser protegido e nem tento me esconder, mas quando vou dormir quero apenas tentar esquecer que terei de levantar com as mesmas dores do dia anterior.
Estou correndo atrás da minha cura, da minha liberdade, tentando fugir das correntes que me prendem as dores que só me fazem sangrar.
Quero correr livre para poder sorrir, liberto de tudo que me prende ao passado.
A raiva sempre muito forte ainda não conseguiu me vencer e em cada novo dia me renovo na minha própria maneira de pensar.
Estou prestes a explodir mas acho que vou conseguir sair dessa trilha de mágoa e encontrar um caminho melhor.

Na força do pensamento
by lcdasilva
 
Na força do pensamento

Vida nos sonhos

 
Quando fecho meus olhos, penso em você e começo a sonhar.
Vejo seu rosto, sinto seu toque, seu abraço.
Quando fecho meus olhos ouço sua voz sussurrando palavras
que não consigo esquecer, sinto seu cheiro e me lembro de momentos que tive você.
Quando fecho meus olhos sinto seus lábios, meu corpo estremece e tenho sua presença no perfume que deixou vestindo meu corpo.
Quando fecho meus olhos é que minha vida começa, pois é nesse momento que encontro você.
É no escuro que meus sonhos deixam de ser sonhos,
me deixando na fronteira de um pesadelo, o momento em que o sol vai nascer e para um novo dia me despertar, deixando apenas o grito da saudade de um novo sonho.

Vida nos sonhos
By lcdasilva
 
Vida nos sonhos

Apenas 1

 
Minha vida é um complexo de sonhos e fantasias,
resumidos em um sentimento livre em um coração dominado pela mente.
Seriam meus sonhos as razoes dos meus problemas ou
seriam meus problemas as razoes para tantos sonhos?
Como decifrar os inigmas dos sonhos, se nem a vida entendemos?
A morte nossa parceira diaria, um pesadelo nos sonhos de todos.
Quantos sonhos podemos ter?
Quantas vidas podemos inventar?
A sinistra morte e só uma.
Como uma sombra vaga e sem brilho,
sigo entre as luzes que ofuscam o meu eu.
Alheio ao meus sonhos e pesadelos, me torno impreciso,
uma variante comum entre números milhões.
quem sou eu?
Apenas um número ou talvez a doce loucura da morte
criada em forma mutante da vida.
Minhas lucides oscilam, minhas lembranças flutuam,
e na ilusão existente sou apenas mais uma espécie presente.
Emudecida, minhas palavras não tem som, e o silencio dos meus labios
me deixa perdido entre cores variadas e diferentes idiomas.
Do que adianta gritar se ninguém quer me ouvir ou nao pode entender?
Os quatros cantos do mundo se tornaram cegos, surdos e mudos.
Suficiente forte e corajoso vou seguindo em frente,
perambulando pelo compasso abstrado
da vida que ainda nao me presentiou com a morte.
Caminho com coragem no desespero de vencer,
perdendo aos poucos e constantemente.
Mas não desisto dos meus sonhos, não jogo eles aos ventos.
Profundas são minhas esperanças, consequências somente minhas glorias.
Mobilizando minhas ações, focalizo meus pensamentos em uma só direção...
Seguir, seguir, seguir, com meus sonhos sempre ao alcance das minhas mãos.

Apenas 1
 
Apenas 1

Descobrindo o amor

 
Os sussurros de minhas palavras vão ressuscitar a parte profunda e quase morta de sua alma ainda intacta.
Meus sentimentos nus das maldades te mostraram quem você é, e na superfície da vida, seu prisma será sua veste te impedindo de enganar a você mesma.
Seu brilho te ensinara a enfrentar seus medos anteriores aprendido na escuridão que era seu lar.
Forasteiro em sua casa, vou te ensinar a mudar, te ensinando a amar.
Vou te controlar fisicamente e mentalmente como quero e por completo, te ensinando um amor sem fim.
Quero ser o seu tudo.
dia, noite, sorrisos e lágrimas.
Quero ser sua raiva ou sua razão, seus erros e acertos.
Vou te colocar de joelhos e vou te deixar livre para amar.
Seu corpo ira tremer e suas pernas se contorcer gritando meu nome.
Seu coração escuro e duro, ira se quebrar em partes, te deixando suada no desejo do meu corpo.
Com meu membro em sua boca te faltara ar me trazendo o prazer.
Minha agressividade sedutora e minha honestidade valente, refrescará o seu inquestionável e intensivo tesão te deixando nos limites do gozo.
Em matéria de amor, sou um selvagem ilimitado e te ensinarei a descobrir o seu próprio corpo, te tornando minha escrava sexual.
Te colocarei na parte mais escuro do meu quarto, aonde as verdades dos olhos não poderão ser vista, te tornando uma presa ainda mais fácil.
Irei abrir suas pernas grossas ainda virgem no dia, e na falta da vergonha me jogarei em você, devorando sua parte lisa sem pelos, bebendo seu amor misturado.
Nos perderemos do controle, nos acharemos no amor.
Seus olhos irão se fechar, se corpo se abrir, pronta para me receber.
Vamos nos misturar nas vontades e na facilidade da penetração.
Irei tirar gemidos de grande emoção.
Tirar seu gozo, dando inicio ai fim de seu tesão.
E o começo de um grande amor.

Descobrindo o amor
By lcdasilva
 
Descobrindo o amor

Silencio

 
Já falei como a brisa fala com o vento.
Já falei como o mar fala com a areia
Tentei na harmonia das palavras escrever poemas,
versos e rimas que chegassem ao seu coração.
Fiquei doido entre minhas quatros paredes.
Já pedi como uma criança pede uma flor,
chorei como o primeiro choro de criança.
Já gritei mesmo você não escutando,
me perdi nos desejos e nas vontades.
Já não sei qual direção tomar, perdido
em caminhos que me levam a lugar nenhum.
Agora vou me entregar ao silêncio,
“não mais dizer nada”,
pois minhas palavras não se fazem ouvidas ou entendidas.
Vou praticar um silêncio sufocante, aterrorizante, intenso e malvado.
Quero que meu silencio chegue ao centro da sua alma e te faça entender o que minhas palavras não conseguem fazer.
Quero que meu silêncio roube de ti a sensação de paz existente e a calma desse sentimento que em você se aloja.
Nem lágrimas, sorrisos ou mesmo a magia do toque.
Somente o silêncio que como lamina afiada ira
arrancar lascas moldando esse amor confuso.
Entre o "bem-vindo" e o "adeus", meu silêncio ira te confundir, talvez assim descubra o significado do "amo você".
Vou me abraçar ao silencio, que apesar de triste me dirá todas as minhas verdades, sem mentiras e meias palavras, um silencio que vai te gritar o quanto gosto de você, e se meu silêncio você não ouvir, do meu silêncio não irei sair.

Silencio
by lcdasilva
 
Silencio