Poemas, frases e mensagens de regginamoon

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de regginamoon

SILÊNCIOS

 
Neste mundo de palavras que se calam
diante das incertezas, alegrias ou tristezas
esperamos sempre muito mais de nós mesmos
julgando sermos perfeitos ...
Acenamos um adeus aos nossos velhos sonhos
enquanto um intenso vendaval
inverte todos os nossos planos...
De que nos vale então pedirmos mil perdões
por nossas loucas emoções?
Perdão a quem?
Cada um sabe de si!
E pensando bem, silenciar, também é uma forma de amar!
 
SILÊNCIOS

MAIS QUE PERFEITO

 
Teu olhar me faz perceber o quanto de mim existe em você, e mesmo na escuridão, consigo entender teus desejos.
Teu olhar é todo sedução.
Razão dos meus devaneios.
Entardecer de inspiração à sombra de algum soneto.
Teu olhar é algo assim, muito mais que perfeito, quando desfaz a razão e sem pedir licença, atravessa...E faz morada em meu peito.

Reggina Moon
 
MAIS QUE PERFEITO

DOIS PASSOS

 
Apenas um passo entre a solidão e a paz.
Aqui estou no meio da viagem.
Na desordem de um coração perdido em plena maturidade da vida.
Ah, quem diria?
Eu, o destino e as paixões.
Meus dilemas, poemas e perdições.
Dois passos entre o teu abraço e a saudade.
Prefiro viver além de tudo.
Viver até o fim!
Antes o descompasso do risco do que a solidão.

Reggina Moon
 
DOIS PASSOS

A PRAÇA

 
A PRAÇA
 
"...o vento estava especialmente cálido aquela tarde...ele continuava sentado lendo o seu jornal enquanto alguns pássaros pousavam ao seu redor...a praça já um tanto mal cuidada, de certo abandonada, mas era ali o seu lugar...todos os dias como um ritual...a praça, o banco, o jornal...e numa tarde, quando formava-se ameaçadora tempestade, soube-se que ele havia partido...que lástima...diziam alguns poucos amigos...a solidão o pegou e entristeceu seu coração...mas pelo que sei, ninguém por ele chorou, nem muito menos possuía um grande amor...era um desafortunado que de tanto desgosto se foi...diziam todos...e na manhã seguinte, a praça, o banco e os pássaros, continuavam no mesmo lugar...a vida prossegue, vou na banca comprar meu jornal..."

[Reggina Moon]
 
A PRAÇA

O AMOR II

 
O AMOR II
 
Tem gente que ama sem saber
aquele amor que chega dócil
e faz o dia acontecer...
Tem gente que ama sem querer
aquele amor que é negado
e faz a mente enlouquecer...
Tem gente que ama simplesmente
sem saber, sem querer...
Pois o amor quando se declara
completa todo o espaço
a ele destinado, mesmo sem poder
julgar ou perceber o quanto
amamos ou odiamos...
Tem amor assim, para toda gente
infinitos, solitários
inventados, declarados
dentro dos mais belos versos
que teu coração possa ler...

[Reggina Moon]
 
O AMOR II

ETERNO

 
ETERNO
 
Não é preciso
mais que um minuto
para que tudo termine
para que tudo comece
ou simplesmente
recomece...

Não é preciso
mais que um dia
para que eu te encontre
para que eu te perca
ou calmamente
enlouqueça...

Não é preciso
mais que uma vida
para que eu te odeie
para que eu te ame
ou eternamente
te pertença...

[Reggina Moon]
 
ETERNO

DESTINO II

 
DESTINO II
 
Restam muitas memórias
dos gestos e cantigas
de momentos e sorrisos
daquele passado adormecido
que transforma toda saudade
em versos ou lágrimas de amor
Tantos sonhos a nos seduzir
em noites quentes de luar
mas a cada manhã de sol
aquele nosso antigo desejo
fortalece e fiel persiste
como um poema na gaveta
aguardando um ponto final
Pois a cada dia que surge
retiramos a fina poeira
que se forma com o tempo
nas palavras não usadas
que escrevem a vida e a sina
seguindo o acaso ou a fé!

[Reggina Moon]
 
DESTINO II

Refúgio

 
Refúgio
 
REFÚGIO

Calada é a voz da noite
Quando os pássaros pousam
A procura de um abrigo...
Na árvore cessa o brilho
Que o sol quente derrama
Enquanto isso a lua espreita
Os pensamentos de um poeta
Debruçado em sua janela
Escrevendo versos negros
Adormecendo em silêncio...
Depois que todo o sentimento
Esteja escrito em seu refúgio.

[Reggina Moon]
 
Refúgio

Verbo Amar II

 
Verbo Amar II
 
O amor implorado
Adoece
Enlouquece
O amor não se esmola
Não se ironiza
Dito em palavras vazias
O amor é respeito e afeto
Não se vulgariza
O amor é quase uma prece
Enobrece
Engrandece
No amor as almas falam
Clamam
Confessam
O amor não se limita
Não gera cobiça e malícia
Em medíocres versos
O amor apenas é
Infinita afeição
Alma e coração
Lucidez e paixão
Sendo amor se eleva
Conforta
Acalenta
O verdadeiro amor
Apenas é...

[Reggina Moon]
 
Verbo Amar II

Antigo Verso

 
Antigo Verso
 
Seguindo no rumo de um antigo verso
Que me guia sem fronteiras
Viajo em linhas repletas de brancos
Insistindo em crer na utopia viva
Que a vida vale cada palavra
Dita ou imaginada, numa velha canção.
E que somente o maior sentimento
Tem o poder de eternizar em mim
Os mais (im)prováveis desejos
Que apesar de tudo, do bem e do mal
Sendo certo ou errado, ainda não sei...
Apenas vivo!E na crença, então, me rendo
Por entre insensatos anseios de amar.

[Reggina Moon]
 
Antigo Verso

A FONTE

 
O que não nos enfraquece a alma
fortalece as esperanças
de continuarmos a nossa missão
de seguirmos dia após dia
com os nossos ideais
alguns sonhos
e muita coragem
O que não nos desampara
faz com que sejamos
a fonte dos desejos
da nossa própria vida!
 
A FONTE

A DANÇA

 
A DANÇA
 
Rodopiando assim
feito a bailarina
que sonha e dança
sob a caixa de sonhos
e gira e roda e canta
na dança da vida...
Sem tréguas nem horas
como a bailarina sou...
Em suaves passos marcados
pisando o tempo que passa
compassos e rimas
na pauta breve da vida...
Feito bailarina antiga
tão jovem sou
no baile do tempo
na dança de um poema
bailarina eu sou sim
ao som de teu amor!

[Reggina Moon]
 
A DANÇA

APENAS SER

 
Se não posso ser teu sol, que eu seja terra, lua e pão.
Estar no solo em que caminhas e ser luz do teu olhar ao conversar com estrelas.
Ser o alimento que sacia o teu desejo.
Se não posso ser teu verso, que eu seja a tua saudade.
Ser nossa poesia e um pouco das flores que enfeitam o teu caminho.
Ser a chuva, a paz e o beijo.
A nossa solidão, a fé, vida e chão.
Ser apenas teu amor.

Reggina Moon
 
APENAS SER

O VERSO

 
O VERSO
 
Calada estou sim
e mesmo assim
meus versos falam
e mesmo assim
a tarde passa
e calada espero
enquanto não escurece
meus sonhos tecem
o que o dia roubou
e mesmo assim
ainda finjo
que nada se perdeu
quando leio
um verso teu
escrito numa parede
das ruas que me perco.

[Reggina Moon]
 
O VERSO

NOITES

 
NOITES
 
Noite calada
revelando encantos,
Noite apenas
a observar...
Noite que grita
palavras benditas,
Noite que espera
alguns versos de amor...
Noite perdida
encontrando-se em nós.

(Reggina Moon)

Noite de encantos
a nos revelar...
Noite de Lua
que beija, que grita,
Noite bendita
de palavras em versos.
Noite de amor
sem longa espera
Noite de encontros
perdida em nós...

(Marco A. Alvarenga)
 
NOITES

MAIS TEMPO

 
MAIS TEMPO
 
O tempo passa tão apressado
eu precisava de mais calma
de mais algumas horas...
Para cada segundo
sinto que sobram dúvidas
e situações a resolver...
Para cada minuto,
faltam-me momentos
de amor a viver
que acabam por se perder...
E as horas tantas
quando perfazem mais um dia
deixam aquela sensação
que ficaram muitos versos por dizer.

[Reggina Moon]
 
MAIS TEMPO

A CRENÇA

 
A CRENÇA
 
É preciso muito verso para viver
e muitos sonhos para entender
que em cada gesto
ou em cada canção de amor
existe uma crença
uma certeza secreta
que nada é em vão
tudo o que se quer
na verdade
é despertar a cada manhã
abrir a janela de esperas
e mesmo sem motivos
sem razões
sem aquele sorriso
saber que o sol existe
e caminhar em direção
ao tangível de nós
alegre ou triste
fazendo e refazendo
o nosso real percurso
como o rio que corre lento
pelo trajeto do tempo.

[Reggina Moon]
 
A CRENÇA

Universo do Poeta

 
Universo do Poeta
 
O Poeta quando escreve
é quase uma prece
que ao mundo inteiro emudece
em palavras sem fronteiras
ecoando pelo tempo
trazendo a paz e segredos
seus mistérios se revelam
nas linhas escritas
que a mente rege
como um maestro
de soberbas emoções...
Santa e profana
guerra de sentimentos
amores, sonhos
dores e lamentos
mesmo sem glórias
lutam em silêncio...
Poetas! São anjos,
loucos e guerreiros
como armas de combate
poemas e sonetos,
imortais em majestoso
...........UniVerso!

(Reggina Moon)

Minha homenagem a todos os Poetas!
20/10/2013 - Dia do Poeta
 
Universo do Poeta

Se Toca

 
Se Toca
 
SE TOCA!

Engraçado!
Existem pessoas que definem "como ser um Poeta" com uma propriedade que me espanta!...rsss
Afinal, o que é "ser um Poeta"?Talvez nem a Filosofia tenha conseguido decifrar ainda...mas existem pessoas que - pasme! - já tem a definição!
Me poupe!....
Poeta é ter sentimentos, rimando ou não, mexer com a emoção, poeta é ter a alma liberta quando escreve, poeta não se aprende a ser, ele nasce com a Poesia nas veias...e não importa se ele tem a métrica, o português exímio e formal, o que importa são os sentimentos, e poucos sabem expressar em palavras as dores e alegrias...
Quanto mais poetas se propagando melhor...Tem lugar para todos, claro, com o respeito que a Literatura merece!
Poetas!.........Quem os define??Quem seria capaz de se considerar apto e possuidor de exemplares escritos para ousar fazer essa definição, que não fosse um Drummond ou Pessoa?rss E mesmo assim, os Imortais eram humildes, e com certeza, sem considerarem-se capazes de fazê-lo...
É isso...

Meu "toque" para os que não "se tocam" e escrevem besteiras, o silêncio é sagrado, sabia?
 
Se Toca

DESTINO II

 
Todo amor tem seus mistérios
em cada porta que se fecha
em cada chave que as abre
revelando-se em nossas escolhas
que libertam ou escravizam
que nos torturam ou fascinam
e pedindo perdão ao pecado
de só por amor prosseguir
resguardo meus sentimentos
em algum solitário refúgio
sabendo ser dona e senhora
das chaves do meu destino
permito-me fatais confrontos
em combate insensato e solene
na luta pelo amor em que creio
contra meus mais íntimos receios.

[Reggina Moon]
 
DESTINO II