Poemas, frases e mensagens de BOMSUCESSO

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de BOMSUCESSO

BOM DIA!

 
BOM DIA!
 
Quero desejar, bom dia sol, você ilumina nosso universo
Bom dia estrelas que se recolhem a cada manhã no céu
A lua, após uma noite clara, vai esconder-se no disperso
Escuridão, bom dia! esta sempre ausente no eterno breu

Bom dia mar! Suas ondas mansas, ninam barcos e naus
Cachoeiras cristalinas, os visitantes já estão chegando,
Nesse dia lindo, será fotografada em angulo de 45 graus
Bom dia colheita verdejante, lavradores já estão regando

Bom dia pássaros! Já sobrevoam parques, belos jardins
No seu ninho há esperança, ela aguarda o seu sustento
Ventos ecoam uivos nas colinas, soprando seus clarins
Reflorestando, bom dia leves sementes do rico alimento

Bom dia borboletas! Fim à metamorfose, sequem as asas
Primeiro voo, as flores estão exalando seu precioso olor,
Arco íris aprecie o dia! Nem sempre vem após as águas!
Bom dia terra molhada, o aguaceiro, refrescou seu calor

Bom dia! meu grande DEUS, testemunho toda a criação
Agradeço as maravilhas que contemplo com todo amor
São infinitas, é incomparáveis em detalhes, é perfeição
A ti a gratidão, obrigado, construiu um mundo acolhedor!
 
BOM DIA!

DECLARAÇÃO DE ARREPENDIMENTO

 
DECLARAÇÃO DE ARREPENDIMENTO
 
E mbora se passou o tempo, mas nunca é tarde para o perdão
D igo porque o arrependimento, convive no meu coração
N aquele dia, minha partida, pensei e agi, não busquei razão
A li no impulso, pensei que levava alegria, trouxe solidão

H oje aqui confesso, que admiro você, soube enfrentar a situação
E nfrentou o mundo com nossos filhos, a cada um deu a direção
L evou uma vida de sofrimento, manteve seus pés no chão
L amento não estar a seu lado nesta hora, ajudando a criação
E rrei, não dá para refazer o passado, já não tem mais solução
N este instante aqui só peço à vocês, dê a consideração

L evo à vocês, através desses versos minha declaração
U m jeito singelo que encontrei, espero que atraia a atenção
C ada palavra que aqui escrevo, sai de dentro, com emoção
A tinge em plenitude, o que desejo dizer em cada refrão
S inceridade, aqui depositada, que revelo em forte comoção

F oi difícil, sem minha família, triste foi a nossa separação
L evei tempo sofrendo, não respeitando, hoje lamento a decisão
A prendi na dor vencer o sofrimento, através desta recordação
V ejo a importância, e sei que na minha ausência houve evolução
I sso demonstrou, porque hoje vejo em nossos filhos a educação
O fereceu carinho, amor, reconheço seu feito nesta composição

Com Carinho: Flávio
09/07/2004

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
DECLARAÇÃO DE ARREPENDIMENTO

REPENSAR E TOMAR DECISÃO

 
REPENSAR E TOMAR DECISÃO
 
R epensar, e tomar uma decisão. não é fácil quanto nos parece
O nde devemos refletir, quando encontramos quem nos enaltece
S entir confiança nesta pessoa, para só depois ver o que acontece
A ssim haverá amor, para doar ao coração quem nos merece

M uitos amores começam, mas cabe ao destino dar uma solução
A s vezes são eternos, duradouros e vai alimentando uma paixão
R esgata sentimento, outrora esquecidos, por falta de emoção
I mportante é viver o que Deus nos confiou, o amor, o perdão
A ssim, juntos compartilharemos o nosso desejo, nossa ilusão!

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
REPENSAR E TOMAR DECISÃO

MULHER DE 40

 
MULHER DE 40
 
Tome a mesma mulher aos 20 e aos 40 anos. No segundo momento ela será umas sete ou oito vezes mais interessante, sedutora e irresistível do que no primeiro. Ela perde o frescor juvenil, é verdade. Mas também o ar inseguro de quem ainda não sabe direito, o que quer da vida, de si mesma, de um homem. Não sustenta mais aquele ar ingênuo, uma característica sexy da mulher de 20.

Só que é compensado por outros atributos encantadores de que se reveste a mulher de 40. Como se conhece melhor, ela é muito mais autêntica, centrada, certeira no trato consigo mesma e com seu homem. Aos 40, a mulher tem uma relação mais saudável com o próprio corpo e com o seu cheiro cíclico. Não briga mais com nada disso. Na verdade, ela quer brigar o menos possível. Esta interessada em absorver do mundo o que lhe parecer justo e útil, ignorando o que for feio e baixo- astral. Quer é ser feliz. Se o seu homem não gostar do jeito que ela é, que vá procurar outra.

Ela só quer quem a mereça. Aos 40 anos a mulher sabe se vestir. Domina a arte de valorizar os pontos fortes e disfarçar o que não interessa mostrar. Sabe escolher sapatos tecidos e decotes, maquiagem e corte de cabelo. Gosta mais porque tem mais dinheiro. Mas sobretudo gasta melhor. E tem gestos mais delicados e elegantes. Aos 40, ela carrega um olhar mais matador quando interessa matar. E finge indiferença com mais competência quando interessa repelir. Ela não é mais bobinha. Não que fique menos inconstante.

Mulher que é mulher, se pudesse, não vestiria duas vezes a mesma roupa nem acordaria dois dias seguidos com o mesmo humor. Mas aos 40, ela já sabe lidar melhor com esse aspecto peculiar da condição feminina. E poupa (exceto quando não quer) o seu homem desses altos e baixos hormonais que aos 20 a atingiam - e quem mais estiver por perto – irremediavelmente.

Aos 20, a mulher tem espinhas. Aos 40, tem pintas, encantadoras trilhas de pinta. Que só sabem mesmo onde terminam uns pouco e sortudos escolhidos. Sim, aos 20 a mulher é escolhida. Aos 40, é ela quem escolhe. E não veste mais calcinhas que não lhe favorecem. Só usam lingeries com altíssimo poder de fogo. Também aprende a se perfumar na dose certa, com a fragrância exata. A mulher aos 40, mais do que aos 20, cheira bem, da gosto de olhar, captura os sentidos, provoca fome. Aos 40 ela é mais natural, sábia e serena. Menos ansiosa, menos estabanada. Até seus dentes parecem mais claros. Seus lábios mais reluzentes, sua saliva, mais potável. E o brilho da pele não é da oleosidade dos 20 anos, mas pura luminosidade.

Aos 20, ela roí unhas. Aos 40, constrói para si mãos plásticas e perfeitas. Ainda desenvolve um toque ao mesmo tempo firme e suave. Ocorre algo parecido com os pés que atingem uma exatidão estética! a insuperável. Acontece também alguma coisa com os cílios, o desenhos das sobrancelhas. O jeito de ficar mais glamouroso mais sexualmente arguto. Aos 40, quando ousa no quer que se seja, a mulher costuma acertar em cheio. No jogo com os homens, já aprendeu a atuar no contra – ataque. Quando da o bote, é para liquidar a fatura. Ela sabe dominar seu parceiro sem que ele se sinta dominado. Mostra sua força na hora certa e de modo sutil. Não para exibir seu poder mas para resolver tudo a seu favor antes de chegar o ponto de precisar exibi-lo. Consegue o que pretende sem confronto inúteis. Sabiamente, goza das prerrogativas da condição feminina sem engolir sapos supostamente decorrente de ser mulher.

Se você, anda preocupada porque não tem mais 20 anos - ou porque ainda tem mas percebeu que eles não vão durar para sempre - fique tranquila. É precisamente aos 40 que o jogo começa a ficar bom.

Citando:AUTOR DO TEXTO: ADRIANO SILVA
 
MULHER DE 40

VIDAS IGUAIS

 
VIDAS IGUAIS
 
Ela propagava em clarim
As juras eternas de amor
Dizia que gostava de mim
E hoje sofro, o dissabor

Acabou , se foi o frisson
O coração esta consumado
Outro gole peço ao garçom
Meu sentimento, empoeirado

A magia que senti por ela
Sua foto não mais retrata
Vou manchar sua aquarela
Quero esquecer a ingrata

Vou parar com a bebedeira
Tenho certeza que consigo
Não vou mais dar bobeira
Quero que seja meu amigo

Trovador jogado ao cupim
Não souberam te dar valor
Mas a vida é mesmo assim
Nem sempre se é vencedor

Em silencio abandonado
A cordas perderam o dom
Os traços esta empenado
Não ecoa mais seu som

Vou tirar desta lixeira
Pra casa você vem comigo
Limparei toda a sujeira
Ganhará, brilho e abrigo

A lua agora é minha prata
Esta no céu, é arandela
Vamos fazer serenata
Outro amor, nova janela

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
VIDAS IGUAIS

O TELEFONEMA

 
O TELEFONEMA
 
E ste telefonema fez com que meu amor aumentasse ainda mais
L evitei ao ouvir o doce timbre de sua voz, linda e maravilhosa
I ntimamente meu coração disparou, minha amada ligou pra mim
S into agora, realmente posso ter esperança de sentir seu abraço
A cho que é próximo, nosso belo encontro, romântico e sensual
B astando para isso um bom planejamento, vamos pensar então
E spero ser breve, pois sofro só em pensar em você distante
T enho certeza que fácil não será, mas pra tudo tem seu sacrifício
H averemos de encontrar uma maneira Adoro-te de coração.

Sonho sempre com você, onde fico a te beijar, sentindo o paladar de seus lábios de sabor inebriante, o calor de seu corpo aquecendo-me em noites frias, a fragrância de seu corpo feito jardim, exalando os mais belos perfumes da primavera.Desejo incontrolável, onde juntos saciamos nosso amor.

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
O TELEFONEMA

O AMOR EM JULGAMENTO

 
O AMOR EM JULGAMENTO
 
Estou arrependido
E peço seu perdão
Eu não pretendia
Ferir seu coração

Foi um vacilo
Agi por emoçao
Não era amor,
Apenas atração

Talvez entenda,
As vezes acontece
Sei que não merece,
Esta desilusão

Não é desculpa,
Sei que eu errei
Tenho que pagar
essa é a lei

Na consciência
Faça que é preciso
Minha condenação
Será o seu juízo

Sendo absolvido,
Não quero reviver
Este sofrimento
Em vida até morrer

Me comprometo
Pelo nosso amor
Serei proibido
Seja onde for.
 
O AMOR EM JULGAMENTO

SEUS FILHOS

 
SEUS FILHOS
 
J á, e a palavra que desperta toda emoção quando estamos aguardando algo,
O momento da realização, fim da espera nos deixando feliz, a espera do
N ascimento do filho amado, este que por nove meses carregaste em seu ventre,
A pós esse longo período, a alegria tomou conta de seu coração,
T erminou, hoje podes contemplar seu filho amado!
H averá um tempo em que este mesmo filho dará a continuidade desse ciclo,
A mando alguém, que como você, sentirá a mesma alegria de ser mãe e trará ao mundo,
S ua obra mais bonita, uma outra vida, olhando para você, lhe dirá –Veja mãe, seu neto.

R epresentando, agora a garantia da perpetuação da família,
A quela, que por várias gerações seguira seu destino neste universo sem fim,
P lano divino que não somos capazes de entender, é um grande mistério.
H á um propósito em tudo isto? Sim!
A mor, pois a espécie em questão, o ser humano, e a menina dos olhos de DEUS,
E lementar! Pois de nada teria sentido, se não fosse assim!
L ouve a DEUS esse dom que ganhastes, o dom da perpetuação.
 
SEUS FILHOS

TRIBUTO A JOANÓPOLIS

 
TRIBUTO A JOANÓPOLIS
 
JOANÓPOLIS TERRA QUERIDA
EM TEU SEIO BROTA AMOR E VIDA
OSTENTA AQUI IMPONENTE
A HISTÓRIA DA SUA GENTE
OS PRIMÓRDIOS DO TEU PASSADO
NOS ANAIS FICARAM GRAVADOS
DESDE A SUA FUNDAÇÃO
ERIGINDO CAPELA PRA SÃO JOÃO

BONITA FEITA CONSTELA
É HERANÇA DA POPULAÇÃO.
ROCHAS ESTÃO SOBRE ELA,
RESULTADO DE ALUVIÃO·
FORMANDO BELO CENÁRIO,
ESCULTURAS, QUE PERFEIÇÃO!
NASCEU EM SEU BERÇARIO
O GIGANTE QUE ATRAÇÃO

JOANÓPOLIS TERRA ABENÇOADA,
TU ÉS QUERIDA E AMADA
ENTRE MUITAS A PRIMEIRA,
PATRIMONIO DA MANTIQUEIRA
AFLUENTES QUE DE TI FLUEM,
FORMAM CASCATAS E CORREDEIRAS
EMBELEZAM E CONSTITUEM
EXUBERANCIA NAS CACHOEIRAS

DOS PRETOS É PIONEIRA
FASCINANTE POR INTEIRA
EM SEU VÉU TEM SÓ PUREZA
FORMOSURA DA NATUREZA
JOANÓPOLIS HOJE É ESTÂNCIA,
HISTÓRIA DA MINHA INFÂNCIA,
TURISMO GERA PROSPERIDADE
PROGRESSO PARA ESTA CIDADE

DIZ A LENDA POPULAR
QUE NAS NOITES DE LUA CHEIA
UM ANIMAL EM CERTO LUGAR
UIVA EM SEMICOLCHEIA
AMEDRONTA QUEM PASSA POR LÁ
DIZENDO SER O LOBISOMEM
QUEM SABE UM LOBO GUARÁ
MAS PRA IR LA VER NÃO TEM HOMEM

CARNAVAL - 2016
VENHA SE DIVERTIR
EM NOSSA CIDADE!

ESTÂNCIA TURÍSTICA
JOANÓPOLIS - SP
BRASIL
 
TRIBUTO A JOANÓPOLIS

APRENDI A SONHAR

 
APRENDI A SONHAR
 
A prendi a sonhar vendo o sol brilhar no céu
N a lua a linda cor prateada, ofusca bem ao léu
A li encontrei você, o amor puro feito um mel

C onheça minha forma de amar, sinta meu coração
L eal, ele é sincero, inspira-me fazer singelo refrão
A ti revelo meu sentimento nesta minha composição
R ealmente amo a minha vida e toda sua formação
A mor, amizade, sinceridade é a minha doce paixão

D evo dizer, com ternura eu te ofereço o que me aflora
E spero que compreenda meus pensamentos agora
L ibero do fundo da alma para você minha senhora
P orque é merecedora, deixo a razão em penhora
A ndei em busca de um amor por este mundo afora
D escansei em seus braços, as tristezas foram embora
R omântica por inteira alimentou aquele que chora
E sse humilde coração, o carinho nesta hora implora

De seu eterno admirador...

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
APRENDI A SONHAR

EPITÁFIO ESQUISSO

 
EPITÁFIO ESQUISSO
 
Hoje questionei sobre a razão de nossa existência
Quando chegamos a este mundo, nada trazemos
Um corpo de humano nos é dado, nossa residência
Nele fará morada alma e espírito, ate que jazemos

Aqui ganhamos vida em concepção, de onde advém ?
Muitos falam de reencarnação, milagre da natividade
Outros pressupõem que é um mistério que esta além
Mas a conotação jamais será desvendada em verdade

Isso implica na reflexão, valorização do bem material
Acumulamos tantas coisas perambulando pelo planeta
Fogem de nossas mãos, bens que extrapola o normal
Sabemos, porém, estamos condicionado a ampulheta

Daqui, certamente as únicas que partirão é o imortal
Tudo que aqui nos foi dado, nós deixaremos para trás
A compleição física se definhará, fenômeno natural
Com ela irá vaidade, orgulho, e toda ganância voraz

Não se excetue, você é parte deste plano permanente
Sendo assim esteja ciente, suas conquistas perecerão
Sob a terra as vértebras, o cálcio terá seu fim iminente
A espreita triunfará sobre sua divicia os que o sucederão

Lamentável é saber? Não há outra saída eis à realidade!
Deixe a prepotência, iguale-se, sempre é tempo para isso
Sentirá o verdadeiro oásis, as garantias para a eternidade
Retrate-se, ou certamente seu epitáfio será vil esquisso
 
EPITÁFIO ESQUISSO

A LUZ POR UM FIO!

 
A LUZ POR UM FIO!
 
Hoje eu esvaziei minha mente, joguei fora as lembranças
Porque guardar sentimentos remoidos, de saudades vãs
Fui desprezado pelo destino, não me trouxe as avenças
Só vivi de desamores, bradei aos céus, sol pelas manhãs

Não é fácil viver o opaco cinzento, quero ver a cor do dia
Este quarto cheirando a bafio, teias desfilam nas paredes
Cortina entre poeiras cansadas, sem vento, jáz balbúrdia
Estou abandonado no silêncio, em conspirações adredes

Tenho companheira, a solidão, ela ouve os meus lamentos
Tenho certeza, ela ronda o sonho, é presença de vil ilusão
Pensamentos difusos, filosofias descoradas, só fragmentos
Estou soçobrado neste coxim, dou às pulgas a alimentação

O que resta ainda de mim, vezes caminha dentro da alcova
Feito um fantasma desmorto, moribundo parado no tempo
O pitó abarrotado sob a cama, clama o despejo, uma cova
As parafinas descansam no pires, vela sobrevive ao vento

Pequena chama arde acesa. Vida! Ela mantém luz no pavio
Durante noite adentro, aqui aos poucos vai se consumindo
Embora seja uma questão, ensejo, eu bravamente luto a fio
Nunca ninguém esta pronto! Que fazer se já estou dirimindo!

Àqueles que se dizem imortal, tenha ciência, única certeza
A relutância, mero capricho, jamais escapará da penitência
O portal a nossa espera, fim dos planos, agora jáz, curteza
A consciência é concisa, deu sobreaviso, fim da existência...?
 
A LUZ POR UM FIO!

CONHECER AS CRIANÇAS

 
CONHECER AS CRIANÇAS
 
K eler é a pessoa que trouxe ao mundo àquela, que a todos encanta.
E mbalou-a em seus braços, deu toda atenção materna com uma dedicação e tanta.
L inda, graciosa e meiga, ela retribui à s ua mãe, a ternura em seu amor de criança.
E ncontra no afago de seus pais: carinho, afeto amparo e segurança.
R iqueza de bem querer, todos da família se alegram em vê-la crescer.

T em um sorriso que fascina, um olhar de pureza. Viva a sua inocência!
A inda é menina estando na flor da idade, sendo seus pais a sua referência.
I nstruída aos bons costumes, gosta de estudar, tirando boas notas, nunca houve repetência.
N a escola, por bom comportamento, as professoras nunca lhe deram uma advertência.
A prende com facilidade a matéria ensinada com dedicação e muita competência.
R ara às vezes que se queixa de problemas, consegue soluciona-los já com experiência.
A inda vive a sonhar na frente do espelho, creio que pensa em sua adolescência.

C omo toda criança saudável, nas horas vaga brinca de roda, troca às roupas da boneca.
R ecita versinhos, faz comidinha brincando de casinha, e lê bons livros da biblioteca.
I ndo à praça da matriz aos domingos, encontra seus amiguinhos jogando peteca.
S eu gosto mesmo, é jogar queimada, corre pra lá corre pra cá, que menina sapeca.
T em uma disposição! Mas às vezes se cansa, deita no sofá e tirando uma soneca.
I nstantes depois lá esta ela novamente, brincando de cabeleireira deixou o boneco careca.
N ão estrague o brinquedo, diz sua mãe! N ão somos ricos, seu pai não ganhou na loteca.
I nfância, mil imaginações! A noite fica no jardim quer ouvir o cantar da perereca.

D a comida ao bichinho, mas ele de bobo não tem nada, come tudo e pé na estrada.
I sso tudo em um dia, quanta energia, hora de tomar banho, nada de água gelada.
A gora uma boa janta, antes disso a oração ao papai do céu, pela alimentação ofertada.
S ó sai depois de comer todinha, escove os dentinhos sua cama já esta arrumada.

S onha com os anjos, em um sono profundo, amanhã é mais alegria, mais folia.
A cordará, com a mesma disposição do dia anterior! Tudo irá começar! Haverá estripulia.
L evando a vida nesse ritmo, creio num futuro promissor, será o orgulho da família.
E stabelecerá, sua vida alicerçada em algo sólido, e lembrará dos tempos de nostalgia.
S onhará! Agora não aqueles, mas sim à vontade de retornar ao passado, ao mundo de arrelia.

C onhecer as crianças. Esta é a melhor forma de entende-las.
O ferecendo seu amor, poderá conquista-las com certeza.
R espeitando-as, dará exemplo, para que as mesmas sejam boas pessoas.
N unca, conte mentiras, seja honesto, lembre-se, somos seus heróis.
E spelham-se em nós, quantas vezes as vemos imitando-nos.
L ealdade acima de tudo é muito importante, para que possa confiar-nos seus problemas.
I ndique sempre o melhor caminho que deveram trilhar em suas vidas.
O rgulhe em ser assim, e terá bons filhos para te zelar em sua velhice.

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
CONHECER AS CRIANÇAS

MOTEL PARAISO

 
Do meu prédio vejo
Lá no quinto andar
Toda em gracejo
Linda a desfilar

Quase toda nua
Na luz da sacada
Seu corpo insinua
Quero ser amada!

Não sei o que fazer
Evitar não consigo
Talvez me envolver
Correr o perigo

Perdendo o juízo
Fazer o que ela quer
No Motel Paraíso
Saciarei essa mulher

A isso me proponho
Só assim ela será feliz
Realizarei o seu sonho
Um dia de meretriz!

Não quero dinheiro
Nenhum compromisso
Somente o roteiro
Que hoje é omisso

Motel Paraíso
Nunca esquecerei
O amor sem juízo
Foi lá que encontrei
Motel paraíso
Quero confessar
Em suas camas
Quero sempre
Deitar...
 
MOTEL PARAISO

AS PEGADAS DA VIDA

 
AS PEGADAS DA VIDA
 
A minha vida já se esvaindo feito a sola do meu sapato
O caminhar, às vezes desviando de pedras no caminho
Outras, vai aos tropeços, vai cambaleante rumo ao fato
A estrada nem sempre é propícia, ela encontra o espinho

Quanta jornada já percorrida, retém os passos na mente
A poeira sobre seu couro esconde seu brilho, esta opaca
O cadarço, nó cego feito , não desata, tentou inutilmente
Pessoas rastejante aos seus pés, ah! traiçoeira jararaca

As tachas se soltando, corroem as peanhas não rígidas
Fracas, esgarçada, seu fedor sai de dentro, bodum ao ar
Ao longe foi ficando sua juventude, grisalho são colígidas
O horizonte aquém, o salto consumido de tanto pisotear

Quanta saudade sente, ao observar as pegadas no chão
Como rugas estampadas na face, estradas sem destino
As valas já profundas, não esconde hoje, a triste solidão
Espelho traiçoeiro, mostra velho, o que ontem foi menino

O retroceder não existe, realidade esta a frente, o eterno
Os passos já estão contados, apoiado segue com cajado
Solado esmerado, rompeu-se furos, lá em baixo o inferno
Talvez o céu, fausto lugar à vida, é sagrado, e abençoado
 
AS PEGADAS DA VIDA

ESTAR COM VOCÊ

 
ESTAR COM VOCÊ
 
Hoje me peguei pensando em você, imaginei seus beijos
Fui traido pelo meu eu, acariciava sua pele toda em seda
Meu olhar compenetrado, invadia a vaidade em gracejos
Sutilmente confessava palavras que queima em labareda

Me sentir assim consome minha alma, vivo em comoção
Um fervilhão de esperanças, a realidade paira na mente
O amor nos é inegável, mesmo que só esteja no coração
Não admiti-lo nos mantém em mistério, é inerte semente

Sinto que você tem querer, e advém dos raros momentos
Estes são oportunos, instantes de trocas, pequeno olhar
Selamos ali desejos, porventura foi nossos pensamentos!
Esta ansiedade acompanha nossos dias, mas sem vacilar

Me pergunto até quando haveremos de viver o sofrimento
Carregando o fardo, arrastando aos vales da expectação
Nosso intuito é driblar o destino, causar o acontecimento
Encontro dos amantes, e juntos abraçaremos essa paixão
 
ESTAR COM VOCÊ

ENCONTRO ESPECIAL

 
ENCONTRO ESPECIAL
 
Ela me propôs um
Encontro especial
Disse sentir amor
Carinho sem igual
E que me deseja
Comigo quer ficar
Quer ser amada
Quando se entregar

Mas ela não sabe
Esta coincidência
Como se deu isso
Nem mesmo sei
Saciar os desejos
O quanto imaginei
Sentir seus beijos
Eu sempre sonhei

Sei , não é mero
Vem do coração
É puro e sincero
Aceito a relação
Serei o seu deleite
Viverei a emoção
Mas confessarei
A mesma intenção
 
ENCONTRO ESPECIAL

TEMPO

 
TEMPO
 
Ah! tempo, como poderei retratar em poesia seu significado
É idiossincrático, infinito, uma linha em nosso imaginário
já ousaram encontrar uma definição, você já foi estudado
Matemáticos, físicos e filósofos querem expor seu lendário

Você foi passado, é presente e será o futuro, uma ilusão
Sendo infinito, em cada instante se torna um evento tal
Ás vezes você para, outras corre, é instante de percepção
Sua assunção à casualidade, fere a regra do que é normal

Para sentir seu efeito, vários inventos foram aqui criados
Você hoje é cronológico, é grandeza física, é dia, é noite
Habita nas coincidências, são seus destinos predestinados
Trazendo para muitos as alegrias, á outros, um penar açoite

Está sincronizado no relógio de forma compassada, é instante
Um oscilador, ficou encarregado em auferir cada compromisso
Em ansiedade é consultado, quiça não atrase o seu doravante
Há séculos vive cada hora certa, creio nunca esteve omisso

Percebi que você "tempo" e uma dádiva inspirada por DEUS
E que podemos dividi-lo com alguém em especial, o semelhante
Instante de amor, felicidade, tristezas na hora do adeus
Sei! você é eterno, está além do horizonte, você é abundante

Recomece! siga seus instintos, valorize as belezas ao redor
Desfrute das maravilhas, revigore o coração, essa é a chance
Ache a pessoa para compartilhar, continue sendo um sonhador
Perceberá então, o tempo não findará até que você descanse!
 
TEMPO

RECONCILIAÇÃO I

 
RECONCILIAÇÃO I
 
A inda queima dentro de mim as cinzas que alimentam a paixão
D iria que é intensa, comparo, como se fosse um grande vulcão
R evelando suas chamas para o céu azul e chamando a atenção
I mpossível não perceber seu triste lamento, sofrendo a solidão
A ssim me encontro agora, choro buscando sua compreensão.
N unca mais quero passar por tamanho sofrimento e emoção
A qui, neste meu mundo só desejo você e nossa reconciliação

S empre me pego a pensar nos momentos que juntos vivemos
A traídos por forte sentimento, não resistimos, envolvemos
N amoro que desfrutamos em equilíbrio, e nos compreendemos
T inha ternura, amizade, carinho, amor, então resolvemos
A brir os corações de uma maneira pura que só nós sabemos

L embro de muitas coisas, que juntos desfrutamos com alegria
U ma história que marcou para sempre, vivida em harmonia
C abe salientar, você é responsável, e alimenta o meu dia-a-dia
I sso é algo que não pode terminar e, reconsiderar você deveria
A preciar o quanto fomos felizes, como abrir mão da nostalgia

E nquanto tiver vida, não sairá do meu pensamento sua feição

R ecomeçar espero, vamos juntos abraçar uma nova razão
O nde, poderemos continuar as metas traçadas no coração
B onitos planos que foram idealizados a dois, falta conclusão
E u quero dizer: estar a seu lado, ilumina-me na escuridão
R efleti em seu olhar, a luz radiante do sol, dia lindo de verão
T antas alegrias haveremos de viver, espero sua comiseração
O fereço prova eterna de amor, triste e singela composição

Você é minha ternura

http://acrosticos-e-poesias.blogspot.com.br/
 
RECONCILIAÇÃO I

OURO PRETO

 
OURO PRETO
 
C riar uma família não é fácil, com certeza DEUS dá força para faze-lo.
A mor, perdão, compreensão, confiança, educação, religião com muito zelo
R eviva o que o passado te deu com muita alegria, lembre-se em exerce-lo
V eja, jamais encontrará outra igual, essa oportunidade é única em modelo
A inda é tempo para ser feliz conquiste esse sentimento e procure mantê-lo
O nde quer sim, quer não, esse é seu compromisso estamos aqui para dize-lo

G era a receita para suprir as nossas necessidades com exemplo e dedicação
U nindo experiência com sabedoria, aprendeu ainda cedo sendo sua profissão
A gora já as marcas do tempo começam a aparecer, são os calos de suas mãos
R esultados de longa jornada de trabalho exercidos com muita luta no carvão
A creditou no ideal, provou na prática que para vencer é necessário a decisão
N aturalmente, houve o esforço, para se chegar ao resultado da gratificação
I sso para nós, é grande orgulho e queremos seguir seu exemplo de coração

O que queremos considerar: continue sendo o que é, a sua vitória é merecida

O brigado por você existir, hoje sabe, quanto você é importante em nossa vida
U ma coisa é certa, com você aprendemos a certo do errado de forma precavida
R efugiamos em seus ensinamentos, bons conselhos que foram sob medida
O fereceu o aconchego do seu colo, em situações que jamais serão esquecidas

P ai aqui as nossas homenagens, e queremos deixar em rima na composição
R evelou durantes os anos que se passaram todo seu bem querer na emoção
E mbora saibamos que houve algumas dificuldades, mas houve a superação
T odos nós agora, servimos o caminho da palavra verdadeira, da libertação
O Messias nos garante, quem n’Ele crer com certeza ganhará a salvação

HOMENAGEM PARA
JUVENAL...
17/05/2004
 
OURO PRETO

Geremias