Poemas, frases e mensagens de Lara Adam

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Lara Adam

Não gosto de "gente pequenina" que se faz de gente grande, nem de "gente grande" com falta de humildade. Não gosto de pessoas que só querem o que não tem e quando tem o que querem não sabem do que gostam. Não gosto de dúvidas nem de confusões, de meias pa

Mas diz-me!!

 
Enfrenta-me
Olha-me nos olhos
Cara a cara
Sente o respirar da minha dor
Diz algo que me mate
Que me esfarrape
Que saibas que me vai doer
Que me pode até destruir
Que me prenda ao meu ser
Que me faça sentir um nada de gente
Que me mostre que eu invento
E que todo o meu pensamento é só meu
Diz-me o que eu não quero ouvir
Mas diz-me!!
Preciso de ver
Que tu és nada aos meus olhos
E que o meu sentir é fugaz
Sem nunca olhar para trás
Porque tu conseguiste estragar
O que há de melhor em mim
 
Mas diz-me!!

E assim vai a vida...

 
“A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração, sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam, calar-me para ouvir, aprender com meus erros, afinal, eu posso ser sempre melhor!
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar, a abrir minhas janelas para o amor e a não temer o futuro, a lutar contra as injustiças, sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo.
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar.”
 
E assim vai a vida...

Um dia

 
Saber ou não saber
De um sonho
Que é meu
Na distância do querer ou sentir
De percorrer a dor do querer
Correr atrás
Sem saber se continuas lá
Saberei eu se quero
Sou leve
Tão leve quanto os meus sonhos
Sou só
Tão só quanto a solidão
Sou ausente
Tão ausente que não sei se estou
Estarás tu onde sempre tiveste
Ou serás tu apenas ilusão da minha ausência
Deixo-me ficar
E espero
Não sei bem pelo quê
Mas hei-de esperar sempre
Pela miragem de te ver chegar
 
Um dia

Momentos

 
Existem momentos perfeitos
Existem momentos errados
Existem momentos que parecem uma eternidade
Existem momentos que parecem segundos
Existem momentos que se prolongam no tempo
Existem momentos que eu desejava não ter vivido
Existem momentos que eu gostava de repetir
Existem momentos que podiam não ter existido
Existem momentos que se resumem apenas a um momento
Existem momentos que parecem uma vida
Existem momentos felizes
Existem momentos tristes
Existem momentos assim
Que são apenas isso mesmo…momentos
 
Momentos

Pintei a minha alma de preto

 
Pintei a minha alma de preto
Porque preto é a minha cor
Preto é a cor da dor
....
E dor é tudo o que sinto
Sem sentir nada
Sinto que preto é a minha cor
Preto é a cor da dor
...
Sei que tudo o que sei é nada
Nada é tudo o que sinto
E o que sinto é muito
É dor
E a cor da dor é preto
E preto é a minha cor
...
A minha alma é escura
Deserta de sol e luz
É um lugar ermo e atroz
Horrendo de fantasmas
...
Preto é a minha cor
Preto é a cor da dor
 
Pintei a minha alma de preto

Ao meu filho

 
No momento da espera
Em que o tempo parece infinito
Em que a inquietude avassala todo o meu corpo
Em que a minha cabeça imagina tantas verdades
Em que todo o meu eu parece morrer
Na esperança que tudo não passe de pesadelo

Eis o momento

Em que um buraco se abriu aos meus pés
Em que a minha cabeça rebenta de dor

Parei no tempo

Pedi ao tempo que parasse em mim
Para que tudo o que estava a passar naquele momento
Deixa-se de ser verdade
A verdade que eu não esperava ouvir
Aquela verdade faz sangrar o meu coração
Não sei se consigo ultrapassar tanta dor
Mas prometo que vou lutar
Lutar até me esvair de sangue de tanto lutar por ti meu filho
A tua luta é a minha luta
A tua vida é a minha vida
Eu estou aqui por ti
Até ao fim
 
Ao meu filho

Amanha passa

 
Hoje estou só
Caminho por trevas e espinhos
Caminho lado a lado comigo
Sinto-me apenas sombra
Nada de nada é zero
São palavras ocas
Eu sei
Sou privilegiada
Muito mais que muita gente
Tenho tudo e sinto que nada tenho
Sou apenas eu,
Compreendo a confusão
Mas não sei ser diferente
Pelo menos hoje
Estou como estou
A arder por dentro
Na confusão que está o meu coração
……….
Amanha passa
 
Amanha passa

Dias não

 
Tem dias
Que a saudade bate mais forte
Tem dias
Que os dias parecem longos
Tem dias
Que as lágrimas caem-me pelo rosto sem razão
Tem dias
Que sorrio de sorriso forçado
Tem dias
Que sufoco de tanta dor
Tem dias
Em que não vivo, sobrevivo
Tenho dias
Que são de certeza
Tenho dias
Que não os são
Tem dias
Assim como hoje
Que me apetece gritar não
 
Dias não

Eu sei

 
Eu sei
Que quando o sol nasceu foi para todos
Eu sei
Que quando nascemos foi para sermos felizes
Eu sei
Que na vida existe a sorte e a falta desta
Eu sei
Que tu tal como eu somos animais racionais
Eu sei
Que a luz que me ilumina é a mesma que a tua
Eu sei
Que o mundo em que habito é o mesmo que o teu
Eu sei
Que tudo o que eu tenho
Também tu podes ter
Tudo aquilo que eu sou
Tu também podes ser
Eu sei
Que o meu desejo é o mesmo de muitos
Eu sei
Que todas as noites as minhas estrelas
São as mesmas que as tuas
Eu sei
Que a chuva que cai
E molha a minha face
Pode não cair nem molhar a tua face
Eu sei
Que tudo isto são escolhas
Mas também sei
Que eu não escolhi nada disto
Porquê isto
 
Eu sei

Ser poeta

 
Ser poeta...
Ser poeta é ter-se tudo
E sentir que nada se tem
Ser poeta é ter alma grande
Ilusões crescentes
Sonhos esplendorosos
É ser sensivél ao que se vê
Ser poeta é ser assim
...
Simples e humilde de alma
Confuso de pensamentos
Deitar para fora tudo o que vai cá dentro
Ser poeta
É ilusão
Serei eu poeta?
Sei que nada sou
Sou pessoa de sentimentos confusos
Reacções complicadas
Desejos impossivéis
...
Eu sou assim
Serei poeta?
Mas poeta é ser maior
E eu sou tão pequenina...
 
Ser poeta

Deixa-me viver

 
O teu sorriso
Sussurrou-me ao ouvido
O quanto está perdido
Disse-me que vive escondido
Que nada mais o desperta
Que vive até inquieto
Num corpo que diz que não é o seu
Onde te escondes?
Sei que te amargura a alma
Que o coração aperta
Que tudo o que era teu deixou de o ser
Ficou apenas o parecer
O hoje é estranho
Até infinito
Vives na ânsia que chegue amanhã
Sem saberes se andarás por cá
Com a vontade de ser quem eras
Para poderes amarrar a vida
Essa vida que tanto amas
E lhe dizeres em voz alta
DEIXA-ME VIVER
 
Deixa-me viver

Porquê?

 
Aquele momento
Que só Deus sabe
A dor que vai cá dentro
Por querer ser
Um Ser
Como outro qualquer
Resistir
Insistir
Seguir
Cair
Chorar
Levantar
Que dor, Senhor!!!
Até quando?
Não serei eu digna de ser sua filha?
Pergunto eu oh Deus!!!
Porque te esqueces de mim?!!!
 
Porquê?

Tem dias

 
Tem dias que me ofusco
Que me guardo em mim mesma
Sem vontade de sorrir
De olhar o infinito que me espera
Tem dias que me recuso a ser eu
Que nada em mim me desperta
Em que tudo o que me rodeia é dor
Tem dias que a saudade bate mais forte
Em que a lembrança me faz doer a alma
Apenas só por recordar
Tem dias que os dias são longos
Muito mais longos que muitos dos dias
Tem dias em que o sol não brilha
E nesses dias não sou eu
 
Tem dias

Profundo

 
Senta-te ao meu lado
Vê comigo o azul do mar
Que me inspira e inquieta a alma
Pousa a tua cabeça no meu ombro
Ouve o que o mar nos diz
Sente a minha mão a afagar o teu cabelo
Sente o meu beijo na tua boca
Sente a brisa que afaga nossos beijos
…………
Conta-me um segredo
Sussurra-me ao ouvido os teus sentidos
Diz-me quem és tu?
Não digas
Não quero ouvir
Quero apenas sentir
 
Profundo

Se tu me pudesses ver

 
Apenas olhar
Através do teu olhar
Com o meu olhar
Consigo sentir
Sem tocar
Sem falar
O teu sentir
Onde estás?
Sei-o bem
Sei-o firmemente bem
Tenho medo até de o saber
Para compreender
Apenas
O porquê?
São momentos
Que eu conheço
Mas que em todos os momentos esqueço
Não sei
Se te peço para me olhares
Apenas por um momento
Ai se tu me pudesses ver
 
Se tu me pudesses ver

Vou-te sorrir

 
Não sei
Não consigo saber se tem explicação
O que me aproxima de ti
O que me desperta em ti
O que me seduz em ti
....
Esqueço que sou segredo
E vivo da esperança
De tu viveres em mim
Não sei que voz é esta
Que grita teu nome em meu peito
Mesmo nos dias que eu a mando calar
.....
A sensação que tenho
É que te reencontro a cada momento
Como se tivesses sempre aqui
......
Esqueço quem sou
Vou ao teu encontro
E sorrio
Na esperança de te ver sorrir para mim
Tenho tantas saudades de ti...
 
Vou-te sorrir

Saudades de ti

 
Lembraste do meu sorriso?
Dos nossos abraços de GRANDES amigos?
Das nossas gargalhadas pelas piadas que tu dizias?
Do nosso anseio de estarmos juntos só para conversar
Lembraste meu amigo?
Recordar-te é uma honra…
Viver-te foi um privilégio…
Onde quer que tu estejas
Estarás sempre comigo…
Só para te dizer que tenho muitas saudades de ti…
Há dias assim…
E hoje é um deles…
 
Saudades de ti

Que importa

 
Foi
Sem nunca ter deixado de ser
Amor
Mas que importa
Não há mais amor que me conforte
Fui deixada à minha sorte
Num vaivém que é a vida
Desorientada sem destino
......
É vão o meu pensamento
Grandiosa a minha ilusão
Que dá esperança ao meu coração
Que sejas meu um dia
Oh sorte maldita
Deixa a minha ilusão morrer
Que isto não é vida!
 
Que importa

Ânsia

 
Suspiro de ânsia
De te tocar
De te amar

És loucura
És o meu fascínio

Desejo-te perto
Junto a mim

Sabes?
É amor

Não só amor
É o desejo de te ter
Que me faz viver
Pensar
Que um dia podes ser meu
 
Ânsia

Perdi o meu sorriso

 
Que caminho longo este
Longínquo...
Não lhe vejo o fim
E se vejo
Esqueço
Que este é o meu e o teu caminho
...
Percorrido com suor e lágrimas
Perdi o meu sorriso
Não pela dureza do caminho
Mas por tudo o que vejo
Enquanto caminho
...
Sinto tristeza por ver tanta gente perdida
Mas caminhemos sempre
Desistir é morrer
Mesmo sem sorriso
Caminhemos...
Haverá sempre a luz
A verdadeira luz no verdadeiro caminho
Em frente..
Eu perdi o meu sorriso
Mas caminharei
Mesmo sem sentido do nada
Caminharei só para te ver caminhar
E se tu lá chegares
Sorrirei por ti
Pelo teu acreditar
Sorri, sorri sempre
Mesmo que te encontres perdido
Em frente...
Porque em frente está o caminho
Sorri...
E eu sorrirei por ti
Pela tua vitória...
 
Perdi o meu sorriso

Lara Adam