Poemas, frases e mensagens de DELONIR

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de DELONIR

Eu e o moleque

 
Eu e o moleque
hoje perguntei ao moleque que outrora fui
estas orgulhoso do que ja fiz?
ele então olha para traz e me pergunta.
que fizeste tu até então?
ja tenho uma boa experiencia de vida.
mas algo te falta,me retruca o moleque.
como assim?
lembra de todos os sonhos que tivemos.ou ja tive.
conseguiste realizar a todos?
estas cercado de amigos verdadeiros?
fizeste tua faculdade?
tens teu castelo forte?
onde esta teu porto seguro?
onde esta teu coração neste momento?
teu diploma?
lembro de muitos sonhos que tivemos.
mas ao olhar hoje para a vida a que me levaste,não deixo
de me sentir desapontado.
te pergunto ainda.
foste conhecer outras cidades,outros lugares?
conheceste outras pessoas fora de teu circulo intimo?
cade aquelo risso que sempre carregavas ao rosto?
aquele aceno e um cumprimento a quem por ti passava?
E antes que eu pudesse responder ele voltava a perguntar.
ainda te lembras da infância?
lembro que o mundo era um mistério a ser desvendado,que de traz dos morros,haviam homenzinhos verdes,de como gostava de viajar as janelas dos ônibus,apenas para ver o mundo passando.
que fizeste então de tua vida?
pensei...pensei...pensei e pensei
muito sem jeito respondi
trabalhei
e o moleque se volta e pergunta de novo.
mas o que tu fez alem de trabalhar e me deixar cansado que traga orgulho?
nem pestanejei
respondi sem nem pensar.
tenho uma família,que amo acima de tudo
e tenho uma filha que ja dava-me orgulho antes de nascer.
respondi então ao moleque.
trabalhei por meus sonhos.
alguns atingi,novos sonhos vão surgindo,mas não sou preso a eles,
tenho minha filha
isso me basta.sou realizado.mais que isso
sou pai.
e com um sorriso indecifrável para mim
o moleque desvanece como sombra ao sol.
e volto ao meu interior novamente
sem saudade do moleque que fui,
porque muito vivi.
o pouco ou muito que realizei,me pertencem.
mas de tudo o feito.
resta o orgulho de ser um pai.
 
Eu e o moleque

estrelinha cintilante

 
estrelinha  cintilante
 
do céu colhi uma estrela
para tuas noites iluminar
queria que cintilase
iluminando teu caminhar

a lua enciumada
a noite eclipsou
apagou-se por inteiro
a penas a estrela te iluminou

em teu caminhar
um leve traçado
a estrela cintilando
a guiar-te a teu a mado

a lua encolerizada
adotou um tom avermelhado
mas a estrela pequeninha
brilhava a teu lado

brilha e rebrilha estrelinha
traga a mim ,minha amada
ilumine seu caminho
nessa longa jornada.

poesias de amor e sedução
 
estrelinha  cintilante

Tempus fugit

 
Tempus fugit

HoJe o tempo parou
Apenas minuto.
Mas foi o minuto mais longos
De toda a minha vida
HoJe Eu soube de você
Por um instante
Tudo parou
Nada no mundo se movia
Nesse instante
O mundo era você e eu
Nada de lágrimas
Como se fosse possível
impedi-las de cair
Mas só por hoje
Só por um instante
O mundo parou
Parei de respirar
Afinal, tinha você para amar
Ainda que não soubesse
Por um instante maravilhoso
Tinha você para idolatrar
Sina de louco
Louco eu
Te amar, platonicamente.
Sim. Mil vezes sim
Por um instante
Eu te amava.
Na minha loucura,
Luxúria
Num instante
Fragmentos de tempo
Eu louco, te amaria.
Hoje eu soube de você
Insana sanidade
Palavra que rima
Com a saudade
Que traz no vento
Palavras de amor
Sanidade
Razão de minha ansiedade
Dor...meu face
 
Tempus fugit

Espantando a tristeza

 
Quando a tristeza
Pedir Morada em teu coração
Levante o rosto e sorria
Pois que a alegria
Espanta a tristeza

Quando formarem-se
Negras nuvens sobre você
Deixe chover
Após a chuva
Sempre tem um arco-íris
Se a chuva lava o corpo cansado
O arco-íris abrilhanta a alma

Quando o pessimismo brotar
Estirpe erva daninha
Plante esperança e otimismo
Plante alegrias
E nascera sorrisos

Conserva-te impoluta
Sem mágoas ou tristezas
Conserva no coração o amor
E preserve do mundo
A leveza do beija-flor

Prove da liberdade
Sem pressa
Sem ansiedade
Prove da vida
A plenitude de viver.

Delonir cavalheiro
 
Espantando a tristeza

não sei viver sem você

 
não sei viver sem você
 
já não sei mais
viver sem você
é uma saudade enorme
cada minuto
è maior o meu querer

grande essa paixão
corroi meu coração
presiso de você
não suporto essa senção
de perca e abandono
meu coração
teima em te querer

cada minuto sem você
é uma tortura infindavel
a noite se arrasta
e o sonho com você
interminavel

muito contigo sonhei
sonhos agitados
sonhos de amor
de lençois revirados

então vou te confessar
não sei viver sem você
meu coração,
somente sabe te amar

tua vida,é minha vida
sem você
não tem amor de madrugada
meu quarto é solidão
a noite é luz apagada
sem você.
não sou nada
sem você
sou apenas mais um nessa estrada

poesias de amor e sedução

aos visitantes do blog.
agora vc pode enviar torpedos gratis direto do blog.
infelismente por enquanto somente para usuarios claro
 
não sei viver sem você

releitura e ditada de "ser mulher"

 
releitura e ditada de "ser mulher"
 
és bela e formosa
uma visão estonteante
és meiga e dengosa
de labios vermelhos
carnudos e exuberante
és de face jovial
senhora de uma belesa
invejavel e sem igual
és de iquestionavel gloria
exala de teu ser
aromas doces
odor suave de vitoria
és sem duvida toda poderosa
por onde passas
param todos a admira-la
linda e glamourosa
és da existencia,a suprema criação
amiga e companheira
´és pura de coração
senhora de um belo sorriso
que brilha como o sol
de fato,o mais belo jamais visto
és muito amada
te vejo em meus sonhos
és da minha vida
a visão mais querida
de todas as formas
és mulher
invejada e cobiçada
trabalhadora e dedicada
és mãe,és esposa
trabalhadora incansavel
e ainda tens em si,
beleza formosa.
és de fato
senhora de muitos talento
mulher de argumentos e prosa
forte como um touro
mas com o perfume e a beleza da rosa.

para todas as mulheres do meu rio grande de nossa nação

umm bju a todas.

poesias de amore e sedução
 
releitura e ditada de "ser mulher"

POR TE AMAR ASSIM

 
POR TE AMAR ASSIM
 
poemas de amor e sedução

POR TE AMAR ASSIM
PASSO OS DIAS PENSANDO EM VOCÊ
QUANDO CHEGA A NOITE
FICO ACORDADO,PENSANDO EM VOCÊ

DESEJO SONHAR MAIS UMA VÊZ
SONHAR QUE POSSO,DE NOVO TE BEIJAR
SONHAR QUE DE NOVO A TENHO MEUS BRAÇOS
QUE POSSO MAIS UMA VÊZ TE BEIJAR

FICO ACORDADO,A NOITE INTEIRA A TE ESPERAR
DESEJANDO DE NOVO,TER VOCÊ PARA MIM
NÃO VOU RESISTIR,PRESISO DE VOCÊ AQUI
NÃO QUERO QUE NOSSO AMOR VENHA A TER UM FIM

QUANDO CHEGA O AMANHECER,
É TRISTE MEU DESPERTAR
NOVAMENTE COM VOCÊ EU SONHEI
MAS VOCÊ NÃO ESTAVA LA
E MAIS UMA VÊZ EU CHOREI

QUERO,COMO QUERO,VOLTAR TE AMAR
QUERO VOCÊ COMIGO NESTE LUGAR
ONDE OS SONHOS ACONTECEM
E POSSO VOLTAR A TE AMAR.
 
POR TE AMAR ASSIM

juntos em um sonho

 
juntos em um sonho
 
Quero você junto a mim,
prisioneira desse amor
juntos vamos caminhar
de mãos dadas a viajar

e quando cansados,estivermos,
a sombra de uma arvore reposar
e quando o sono aparecer
juntos no sonho,iremos viajar

e quando juntos sonharmos,
o mesmo sonho sonho tivermos,
juntos no infinito,voaremos
de mãos dadas,
sentindo o vento em nossos rostos,
um coração apenas seremos.

e isto é a liberdade da alma,
que unidas saem a volitar
e em um novo mundo
iremos aportar

e antes que se passe, o céu e a terra
muitas paisagens,visitaremos
e até o raiar de um novo dia
aqui não estaremos

voando,de mãos dadas,
sob um novo,céu de anil
do alto avistamos,
um mundo belo,exuberante
com paisagens,que nunca se viu.

dois corações,aprisionados
unidos pelo amor
elevam-se alto no céu
abandonam um mundo bonito
unidos em um so corpo
alcançam o infinito

e quando o dia raiar
abraçados acordaremos
outro mundo se passou
rapido como um sonho
foi um sonho que se elevou

devemos ainda andar
o final dessa jornada
esta longe de terminar
mas ao lado de minha amada
juntos,nosso destino
iremos um dia chegar.

poesias de amor e sedução
 
juntos em um sonho

conto erotico turco

 
conto erotico turco
 
CONTO ERÓTICO TURCO

Salim estava jantando e ficou ouvindo o barulho da água,
pensando na sua empregada Jacira tomando banho...
Mastigava a comida e pensava na Jacira Tomando banho...
Até que se levantou da mesa e foi até o banheiro.
Bateu na porta:
Jacira, você está tomando banho?
Estou, seu Salim.
Jacira, abre o borta pra Salim.
Mas, seu Salim, estou nua!

Jacira, abre o borta pra Salim...,
Jacira, abre o borta pra Salim..
Jacira não resiste e acaba abrindo a porta.
Salim entra no banheiro, vê a Jacira nua e pergunta:
Jacira, quer foder com Salim?
Mas, seu Salim... eu não sei....
Jacira, quer foder com Salim????
Sim, quero sim, seu Salim !!!!!

Então Salim põe a mão no registro e diz:
Não vai foder Salim não!!!
CHEGA DE GASTAR ÁGUA!!!!

e ai?
pensa que eu so penso naquilo tbm?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
conto erotico turco

saudades de minha terra

 
saudades de minha terra
 
levanta-se o sol sobre as matas

anunciando novo dia,

do alto da pitangueira

canta o moleque sabia

do alto ariticum

bugios fazem festa

urram e berram

para os compaheiros despertarem da cesta

gauderio acorda cedo

antes do sol raiar

tanger o gado no campo

apojar o leite fresco

pra familia alimentar

piazada levanta cedo

para mais um dia curtir

em cima de seus cavalos de pau

passam o dia a se divertir

tudo isso ke aki vos falo

nao e canto e nem lambança

e sim da minha infacia

agradavel lembrança

dia alegre e feliz

da campanha onde nasci

terra buena e hospitaleira

terra onde cresci

este pago que aki descrevo

e a minha tupanciretã

chão que nunca esqueço

e por issao que aki vos falo

não ha o gente oh não

lugar como este meu chãohoje longe de ti

o minha terra querida

a saudade doi no peito

com as lembranças

de que em teu chão um dia vivimagoshazam@gmail.compoemas de amor e seduçãoum poema da minha terra
 
saudades de minha terra

coletanea 01

 
coletânea;

1-beijo

Vai beijo,deposita o osculo desejado,nos tenros lábios do meu amor,incendeia seu ser de desejo, acende o fogo da paixão,deixe-a tremula de desejo,sexo em brasa,queimando de tezão.vai beijo,beija lhe as carnes macias dentre as penas dela,deposita entre os grandes labios,o beijo volupto,audaz.beijo de lingua em seu sexo quente,faze a delirar beijo,seja demorado,rouba dela o gosto do mel,traze me o gosto dela.vai beijo.diga que a amo.

2-amor ao fim do dia

Com o fim do dia,vai-se embora a luz e o calor do sol.deixa-me nu na cama,com o calor de teu corpo,e o desejo,devasso,a me dominar.teu corpo,languido,convida me a te amar

3- simplesmente sorriso

Amo o sorrir,sorriso,sorrido.amo o desenho dos lábios sorrindo.colocando a lua,metade inteira,crescente.no rosto de quem sorri.iluminando o olhar,luar,de quem traz a lua num sorriso

amor e sedução no face
 
coletanea 01

A rosa

 
Rosa,rosa
Rosa cor de rosa
Rosa toda prosa
Rosa que faz rima
Com a palavra dengosa.

Rosa dos invernais
Dos dias mais atuais
Rosa colorida
Enrolada em jornais.

Rosa majestosa
Rosa de todas cores,
No bouquet,
Rosa manhosa

Rosa dos namorados
Rosa da paixão
Rosa inescrupulosa
Rosa vermelha
Rosa de sedução

Rosa de todos os jardins
Rosa de meus amores
Rosa plantada para mim.

Então somente tu rosa
Perfuma meus amores
Embeleza nosas vidas
Com teus perfumes
Com tuas cores.

amor e sedução
 
A rosa

Rancho

 
meu rancho é pequeno
não tem porta ou tramela
tem uma beleza singela
que se encanta
quem passa por ela
chegue quem vem de lá
chegue quem vem de cá
chegue viajante cansado
nesse rancho tem aconchego
e um amargo bem cevado
deixe a tristeza de lado
pois ela passa
nesse rancho tem esperança
alegria e confiança
venha ver o fim da tarde
o sol despencando no horizonte
colorindo o céu de tons avermelhados
nuvens amarelas e roseadas
é um entardecer lindo
natureza bela e singela
chegue por ca meu amigo
neste meu rancho
que não tem porta nem tramela
só peço que deixe de lado
toda suas mazelas
pois elas passam
aqui reina a alegria
seja moço ou donzelas
as portas estão abertas

amor e sedução no face
 
Rancho

Renovação

 
Na santidade do amanhecer
Tudo se renova
A vida se recria
A cada raio de sol
Que a terra vem aquecer
Tudo é vida
Renove sentimentos
Renove seu espirito
Sinta a vida te beijando
Te chamando
No a. Amanhecer,
Temos o privilégio
De ver um milagre acontecer.
Amanhecer
O pequeno milagre de todo dia
O maior acontecimento do dia
E o dia que vem se renovar
Te banhando de luz
E Deus a nós amar.
 
Renovação

O SOM DO SILENCIO

 
O SOM DO SILENCIO
 
 
Quem já ouviu,o grito do silencio?
Quem já ouviu,o som mudo do horror?
Quem já ouviu,as palavras proferidas,de uma voz calada
Quem já ouviu,o berro inaudivel da dor?
Vozes clamam pelo silencio
buscam o inaudivel som do amor
sons de uma muda voz
perdidas em meio a multidão
ouve-se então o som do silencio
de uma voz que se perde na solidão
na constante busca da perfeição
a incansavel procura de ser ouvido
o mudo se torna poesia
audivel em forma de canção
o mudo toma então a voz
o silencio se torna som
o calado da forma a canção
nuvens dão lugar ao sol. noite se torna dia
quem já ouviu o som ensurdecedor do silencio
jamais esquece sua nota,sua melodia
o silencio se torna palavra
palavra se torna poder
se propaga em ondas,entre as massas
influencia até o modo de viver
se aglomera a multidão
para ouvir a palavra do silencio
que novamente torna-se audivel
sob uma nova canção
soltando então ultimo acorde,ultima nota
se cala o som do silencio
o grito mudo do mundo,se cala preso no coração
quem já ouviu o som do silencio?

poesias de amor e sedução
 
O SOM DO SILENCIO

igualdade

 
igualdade
 
Se procuras alcançar a felicidade
esforça-te para amar a todos como irmãos,
sem que se alimentem preconceitos,vãos,
que somente atestam tua inferioridade

Procura encontrar em tudo uma verdade
afinal,não terias o pão,não houvessem os grãos,
pequenos,que passam entre os dedos das mãos,
gérmens da vida,com dignidade.

òra,se és feito de pó,ninguém é inferior a ti,
para te julgares um ser superior,
ou pelo teu saber,ou pela tua cor.

aquela velha porta que um dia bati,
abriu-se para mim,e também para ti,
dandos a mais sublime lição de amor

Pr

atençãos todos que correm em busca de um grão de felicidade.cuidado em tua busca,podes sem aperceber-te,ferir vosso irmão,vosso semelhante.
parai vos de buscar aquilo que se encontra ao alcance de vos,ao alcance de tua mão.
para ser feliz,não precisa ir longe.olhai dentro de vosso ser,procura dentro de vos a bondade,o amor,o perdão,o arrependimento de vossos erros,e o perdão pessoal.perdoa ti também,e encontraras um caminho rumo a felicidade.regozija-te com tudo que possuis,não procurai ter aquilo que pertence a vosso irmão,tenha somente o que te é de direito,que tu mesmo lutaste com o suor de tua fronte.siga estes passos,e te encontraras diante de tua felicidade.

meu abraço a todos vos.

delonir
vulgo sir lancelot
sir lancelot scraps

mais mensagens e poemas de esperança,incentivo em meu novo blog
gotas de otimismo
 
igualdade

DEIXA EU TE AMAR

 
Deixa eu dizer,Te amo
deixa eu beijar você
deixa eu olhar em teus olhos
isto me faz te querer

deixa acariciar teu rosto
deixa me perder em teu corpo
passear com dedos em teus cabelos
e com a língua,sentir teu gosto

deixa alisar teu ventre
deixa massagear tuas costas
e quando eu dizer,Te amo
não precisa dar resposta

deixa eu tocar teu sexo
deixa eu amar você
deixa eu me perder no teu corpo
deixa eu te dar prazer

deixa eu sonhar acordado
não,não diga nada
deixe eu sonhar,
deixe eu sonhar,que sou para sempre teu amado
poesias de amor e sedução
 
DEIXA EU TE AMAR

com você no paraiso

 
com você no paraiso
 
300) this.width=300" />

poesias de amor e sedução
 
com você no paraiso

A SOMBRA DO ENFORCADO

 
poesias de amor e sedução

Silêncio,nada se ouve,nada se move,apenas uma brisa passa passa por entre os troncos da mata.Um grito irrompe do silêncio,imediatamente silenciado por duas mãos que se elevam até a boca de Marcia;uma sombra se estende a sua frente,desenhando a figura de um enforcado.Marcia e André estão paralisados de medo,ambos engolidos pelo grito do dragão.A paralisia dura alguns minutos,até que Marcia volta a ser dona de seus movimentos,
gritando apavorada e tomada pelo medo,sai correndo pela mata,sem olhar para traz,deixando só o seu irmão,ainda dominado pelo medo,parado no meio do mato.
Por quanto tempo correra? Marcia não saberia dizer.Mas ao sair da mata,Marcia estava exausta,sem folego até,ainda correndo,tropeça em algo,que a faz cair batendo a cabeça,deixando Marcia desacordada.Enquanto isso na mata,André já dono de seus atos corre a esmo pela mata.Seu coração
bate rapido,seu peito arde,como uma fornalha incandescente,sente já suas pernas cansadas.Crendo estar em um lugar seguro,Andre senta-se na raiz de uma árvore para descansar um pouco,sem perceber uma sombra que se aproxima a suas costas,desenhando no chão a silhueta do enforcado.
Derrepente sem que Andre percebesse,sem qualquer barulho ou aviso,
André é suspendido no ar,permanecendo assim por alguns minutos.André se debatia convulcionamente,gritava aterrorizado,implorando socorro,sem que ninguém pudesse ouvi-lo ou ajuda-lo.Pairando imovel no ar como se flutuasse sem que ninguém o segurasse.Passado alguns minutos André é arremesado cerca de quinze metros,com força e violência,indo parar sua tragetória de encontro a uma arvore.Apenas ouviran-se os estalos de costelas se quebrando com o forte impacto sofrido,André ficara uns minutos inconciente,até que recobra a conciencia.Tenta levantar-se,mas é inutil,é como se mãos invisiveis o prendescem ao chão .André gritava por socorro e sentindo muita dor,ainda tentava em vão soltar-se,debatia-se no chão,chama em vão por sua irmã.
Marcia neste tempo recobra a conciência,procura sem resutado satisfatório pelo irmão,enquanto amaldiçoava o mesmo por querer cortar caminho,para casa, pela mata.-Maldito,maldito,bradava ela.Querer cortar caminho pela mata,mesmo sendo proibido entrar na mata.-estupida,como me deixei convencer a essa loucura.A mata é proibida para todo mundo na cidade.
Todos na cidade tinham medo daquela mata,cheia de lendas,histórias de fantasmas,assassinatos e mau agouro.Havia ali a lenda de um enforcamento,e todo mundo que atrvessase a mata veria a sombra do enforcado e desaparecia misteriosamente.
Resa a lenda,que um velho feiticeiro fora enforcado naquela mata,por uma multidão enfurecida ele se dizia um curandeiro,fazia benzeduras,receitava ervas,a quem quer nescecitasse de seus cuidados,padecesse de alguma enfermidade,e o procurasse pedindo ajuda.Até que um dia ,um rico e influente fazendeiro,o procurou,pedindo ajuda para o seu primogenito,que caira enfermo,vitima de um mal desconhecido.O curandeiro no entanto recusou ajuda ao menino,alegando ser tarde,o menino já estava de partida,nada poderia fazer.Enfurecido,o fazendeiro usou de toda sua influencia na cidade,para arregimentar uma turba enfurecida.Com crueldade,prendeu o pobre senhor,saqueou e queimou sua casa,levando o mesmo enseguida para a mata.Na arvore mais alta,pendurou o pobre homem,pelo pescoço,enforcando-o lentamente.Antes porém que o homem morresse jurou vingança,contra aqueles ingratos que tantas vezes curara.Vingança contra qualquer habitante da cidade.O homem se debateu por interminaveis minutos até que seu corpo finalmente tornou-se imovel.finalmente morrera o pobre coitado.neste instante também,o filho fazendeiro dava seu ultimo suspiro,falacendo ao mesmo tempo que o curandeiro,para desespero de seu pai.Essa história espalhou-se pela cidade inteira e arredores,todos os habitantes a conheciam,por isso ninguém ousava embrenhar-se na mata.
Marcia procurava em vão pelo irmão,nada porém avistando,assustada,começara a gritar,ora pelo irmão ora por socorro.Estando longe ainda de casa,volta para a mata,em busca do irmão.Caminhara a tarde inteira,ja anoitecia,e nada de achar o irmão.A mata parecia não ter mais fim,o que deixava Marcia em pânico,pois a mata éra pequena,bastavam poucos minutos para que se desse a volta na mesma e Marcia já caminhava há horas,
o despero já tomava conta da mesma.
A nite caia,estava ficando frio,André ainda sentia-se preso ao chão,mãos que não podia ver o prendiam ainda ao chão,,com fome,frio,no limite de suas forças,André é novamente suspenso no ar,suas roupas arrancadas de seu corpo,com violencia,rasgavam-se e o machucavam a cada arrancada,até que seu corpo ficara completamente nú.André não saberia dizer por quanto tempo durava sua tortura,ouvia gargalhadas guturais,e ele gritava em pânico,até mesmo seus tenis lhe foram arrancados dos pés.
Neste momento aparece Marcia por entre as árvores,fizera menção em gritar,mas fora imediatamente sufocada,mãos tapavam sua boca,sem que pudesse emitir um som que fosse.Olhos arregalados asistia atonita o flagelo do irmão.Cruelmente torturado,dos pés de André, apareciam riscos como se cortado por uma navalha invisivel,por onde vertia muito sangue.André gritava em agonia extrema.
Passara-se a noite inteira,ja amanhecia o dia,André ainda gritava em agonia.talves pela perca de sangue,André desmaiara,no entanto seu sulpicio não acabara,seu corpo ainda suspenso no ar,éra cruelmente cortado,retalhado,até que nada restou de reconhecivel do outrora jovem irmão de Marcia.A cabeça de André pende,finalmente morrera o jovem,terminara seu tormento,sua agonia fora interminavel.Seu corpo cai inerte no chão sob uma pujante poça de sangue,seu esvaira-se de seu corpo pelos profundos cortes que sofrera.
Marcia que a tudo asistira,chorava convulcionamente,até seu corpo,tal como o irmão ser suspenso no ar.Também marcia fora despida de suas roupas,teve seu corpo afligido por profundos cortes que comeram pelos seus seios,a jovem fora desfigurada,não suportando a dor a jovem desmaiara.
Quanto tempo se passara?uma eternidade?Osol brilhava,devia ser umas trez horas da tarde,Marcia acordara gritando.seu corpo colado a outro,que tenta a moça acalmar,abraçava a menina e beijava sua fronte.
-Ei,ei.calma maninha,calma,foi só um pesadelo.shsh.sou eu maninha.
-Você saiu correndo,somente te alcansei por que tu caiu.
Marcia ainda chorava em despero,demorando para acalmar-se
-Mas parecia tão real,vi você morre na minha frente...
André já a interrompia.-Ei,to aqui maninha,me perdoe,eu também me assustei com aquela sombra.-voc~e não vai acreditar,éra so uma velha árvore.
Marcia soluçava abraçada ao irmão,não acreditava ter sido um pesadelo,parecia tão real que podia sentir seus seios ainda doloridos.
-Vem maninha,vamos embora.
Marcia da a mão ao irmão vai se embora jurando entre soluços nunca mais chegar perto daquela mata.Sem que os dois percebessem porém uma asustadora estendia-se atras deles,a sombra do enforcado.
 
A SOMBRA DO ENFORCADO

amor inocente

 
amor inocente
 
Quero ser como criança
Te amar pelo que És
Voltar à inocência
E acreditar que por ti sou amado
aprendi te amar mulher
no primeiro olhar
no primeiro beijo
descobri o amor,
Não posso viver
longe do Teu amor,
do Teu afago,
do Teu abraço,
Abraça-me,
Com Teus braços de amor
Levante sua voz
e peça pra mim tambem te abraçar
Abraça-me,
Com Teus braços de amor
Abraça-me, abraça-me
e Deixa-me te abraçar
Não posso viver longe de Ti
Eu não quero viver longe de Ti
Eu não posso viver londe do Teu amor
Eu não quero
Eu não posso viver longe
do meu garnde amor
Eu não quero viver longe de Ti,
Não sei o que seria meu mundo sem Ti
Sem Ti com certeza
meu mundo seria nublado e sem luz
voce e a luz do meu mundo
meu sol
minha lua
minha noite estrelada
Não posso viver sem ti
Estou apaixonado
Estou enamorado por Ti
Abraça-me, abraça-me
deixa-me te abraçar
Abraça-me
com os Teus braços de amor
e por fim
beija-me
com teus labios de amor

poesias de amor e sedução
 
amor inocente

"O pior na vida não é errar, e sim não se aprender nada, absolutamente nada, com os próprios erros."