Poemas, frases e mensagens de guetajo

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de guetajo

No dia 07/04/06 foi realizada, no Instituto Brasileiro do Tango no Rio de Janeiro a seleção dos finalistas do II Concurso Internacional de Tango Poesia.
A poesia “Fases do Tango” de José Carlos Gueta ficou entre as 30 finalistas.

MULHER

 
MULHER
 
Mulher...
A primeira que eu conheci me hospedou nove meses
Amamentou-me e cantou cantigas de ninar
Acariciou e até me bateu muitas vezes
E nas horas de angustias sabia me animar

Mulher...
Por ela o homem vai para o campo de batalha
E quando retorna repousa em seus braços
Escreve versos e ao mundo inteiro espalha
É presa fácil quando ela joga seus laços

Mulher...
Por Deus foi concebido para o homem alegrar
De todas as obras esta por certo é a mais bela
Faria mil versos para seu nome exaltar
Somente a lua se compara a beleza dela

Mulher...
Mãe, amiga, companheira e eterna amante.
O homem é infeliz quando esta sozinho
Sob sua inspiração o mundo segue adiante
Mulher é sinônimo de amor e carinho.

Autor: José Carlos Gueta

Poema em homenagem as mulheres pelo seu "DIA INTERNACIONAL DA MULHER" em 8 de marco.
Foto: Minha filha Bárbara.
 
MULHER

FAZENDA DO BARÃO ALEMÃO

 
FAZENDA DO BARÃO ALEMÃO
 
Meu avô era um capataz
Da fazenda de um Barão Alemão
Naquele lugar eu conheci a paz
Flores, frutas e também criação.

Criação de cavalo de raça
Era aquele lugar tudo isto
Também tinha cachorro de caça
Coisa difícil de hoje ser visto.

Lá morei até os cinco anos
Porque tive que sair bem cedo
O Barão tinha outros planos
Foi embora e me deixou um brinquedo.

Era um trenzinho de pilha
Que todo menino queria
E eu me sentia uma ilha
Cercado de amor e alegria.

Mas hoje o menino cresceu
E quis ver o passado novamente
E o seu rosto entristeceu
Viu que tudo estava diferente.

Hoje lá hoje é um Centre Ville
Por isso a minha alma chora
Muito tempo de amor e capricho
Está tudo mudado agora.

Autor: José Carlos Gueta

No local onde era a Fazenda do Barão Alemão hoje é um bairro chamado "Centre Ville" localizado em Santo André - SP
 
FAZENDA DO BARÃO ALEMÃO

FLASHS DA MINHA INFANCIA

 
FLASHS DA MINHA INFANCIA
 
O campo de futebol ficava no fundo da minha casa
Diziam que meu pai era o técnico de um time imbatível
Criou onze filhos mora, meu pai era uma brasa
Filho de espanhol com um sangue quente incrível

Primogênito eu nasci no ano de cinquenta e três
Na fazenda do Barão morei até cinquenta e oito
Era o paraíso na terra que o bom Deus me fez
Feito sob encomenda para um garoto afoito

Nadava num riacho e pescava com uma peneira
Subia em árvores para saborear as suas frutas
Tudo para mim se resumia numa brincadeira
Havia os grupinhos isolados e suas disputas

Quem tinha uma televisão era considerado rico
Privilégio encontrado em pouquíssimos lares.
Só de lembrar dessa época emocionado eu fico
As crianças assistiam a televisão nos bares

Esses bares tinham um ambiente familiar
Continham placas com as seguintes leituras:
Até as vinte horas as crianças podem ficar
Após este horário cuidado com as viaturas!

Flashs de uma infância cheia de encanto e magia
Onde não imperavam as maldades e as malicias
Tudo era novidade e sem muita tecnologia
Eu respirava outros ares neste jardim de delicias.

Autor: José Carlos Gueta

"Uma criança brincando
Oh! que coisa linda
Ela está demonstrando
Uma alegria infinda!"

José Carlos Gueta
 
FLASHS DA MINHA INFANCIA

CLODOVIL HERNANDES

 
CLODOVIL HERNANDES
 
C onsiderado polemico e extravagante
L embro sua participação no “TV Mulher”
O programa mostrava o seu lado elegante
D esenhista e estilista que fala o que quer
O Brasil sabe que ele foi um filho adotivo
V enceu tudo com o apoio da mãe adorada
I nfelizmente perdemos um ser humano criativo
L embremos dele como uma alma iluminada

H oje foi anunciada a sua morte cerebral
E ao lado da sua mãe ele será sepultado
R eceba esta homenagem de forma original
N ão pode fazer muita coisa como deputado
A saúde frágil foi sua inimiga afinal
N esta data de nascimento da Elis Regina
D ezessete de março numa tarde chuvosa
E le era o melhor amigo desta menina
S erá recebido no céu de forma honrosa

Autor: José Carlos Gueta

Clodovil Hernandes (Elisiário, 17 de junho de 1937- Brasília, 17 de março de 2009)
 
CLODOVIL HERNANDES

FASES DO TANGO

 
FASES DO TANGO
 
Tangano...
Uma flor entre os dentes
Rosa negra escrava africana
Unindo culturas diferentes
Atraca em praia americana

Tangó...
Significa Quilombo em português
Ritmo religioso com percussão
Para os compadritos perde a vez
Transforma-se em baile, música e canção

Tango...
Dançado pelas classes mais pobres
Em pouco tempo mudou seu destino
Passa a ser apreciado pelos nobres
Acrescentando o piano, a guitarra e o violino

Tango argentino...
Saiu do subúrbio para outros lugares
Conquistando o salão da realeza
Expandiu dos bairros de Buenos Aires
Copiado pela sociedade francesa

Tango mundial...
Com Carlos Gardel o tango ganhou voz
“Mi noche triste” foi a primeira canção
Prenunciava uma morte atroz
Em 1935 num acidente de avião

Tango universal...
Hoje o tango está consagrado
Canção como “Mi Buenos Aires querido”
Passos sensuais e rostos colados
Aproveite, isso não é proibido.

Autor: José Carlos Gueta

"La gente de distintas partes del mundo podrá tener diferentes costumbres, idiomas extraños. Pero hay algo más hondo en común: la afinidad que nos da saber que todos somos miembros de la familia humana. Todos somos hermanos."

Frase de Carlos Gardel
 
FASES DO TANGO

LEME DO AMOR

 
LEME DO AMOR
 
Meu amor quer carinho e compreensão
Diz que sou genioso e vivo brigando
Mas eu não critico a sua opinião
No leme do amor eu não tenho comando.

Neste barco estamos sozinhos
O mar já é alto e a onda também
O vento nos leva os vários caminhos
É fogo e água, é o mal e o bem.

No mar da esperança a água é salgada
Não é como queríamos que fosse
Tem água quente e água gelada
No rio do desespero a água é doce.

O amor e o ódio comandam este barco
O amor está vivo e o ódio está morto
Navegaremos até encontrarmos o marco
Que nos levará a caminho do porto.

Autor: José Carlos Gueta

A pessoa amada é sucessivamente o mal e o remédio, que suspende ou agrava o mal.

Marcel Proust (pensador)
 
LEME DO AMOR

NO TEMPO DA JOVEM GUARDA

 
NO TEMPO DA JOVEM GUARDA
 
O bom tempo da Jovem Guarda vocês querem ver?
Os homens usavam calças apertadas demais
Calça boca-de-sino, pantalona para o chão varrer.
E sapatos de saltos carrapetas, eram todos iguais.

O Roberto Carlos era uma brasa mora
O Erasmo era chamado de tremendão
Wanderléia era a ternurinha que implora
Para o senhor Juiz: pare agora esta união!

O calhambeque era o carro da moda
Virou marca privilegiada e de renome
O refrigerante preferido era a gasosa soda
Limonada que nas festas matavam a fome

O Ed Carlos na época era um menino
Cantava uma música que todos pediam bis
Para os meus filhos hoje eu ensino
O seu grande sucesso, “Estou Feliz”.

Para os bons momentos da Jovem Guarda recordar
Ouça o Programa “Festa de Arromba” na Rádio Capital
Apresentado pelo comunicador Antonio Aguillar
Todo domingo a partir do meio-dia, é sensacional!

Autor: José Carlos Gueta

"Ai que saudade!!! bons tempos... onde eu era feliz e nem sabia!!!"
Teresa Cordioli
 
NO TEMPO DA JOVEM GUARDA

NORBERTO LOPES

 
NORBERTO LOPES
 
N a localidade de “Pinhal do Douro”
O NL esta muito bem na foto
R ecebi dele um comentário tesouro
B ondade em seu concelho eu noto
E le está cercado por 19 freguesias
R ecitando começo por Fontelonga
T emos Amedo, Beira Grande e Lavanderia
O Castanheiro, Pombal e Ribalonga

L inhares, Pinhal do Norte e Marzagão
O Mogo de Malta, Belver, Selores
P arambos, Pereiros e Carrazeda de Ansiães
E Vilarinho da Castanheira senhores
S ó faltam Zedes e Seixo de Ansiães.

Acróstico inspirado em comentário enviado para mim por Norberto Lopes.
 
NORBERTO LOPES

TEOTÔNIO VILELA

 
TEOTÔNIO VILELA
 
T emos neste brasileiro um grande exemplo
E le lutou contra a ditadura e a doença
O lhava a realidade bem a frente do seu tempo
T inha pelos menos favorecidos a sua crença
O despudor político ele enfrentou na hora certa
N o seu alerta ele denunciou a violência vil
I nsistia que a morte era uma porta aberta
O u ver a pátria livre ou morrer pelo Brasil

V iveu com a razão e a emoção intensamente
I ncansável dedicava-se com energia patriota
L iderou bravamente, corajosamente e docemente
E toda sua força e coragem para o povo ele devota
L eal a nação este nobre senador seguiu em frente
A luta contra os inimigos da Pátria denota

Autor: José Carlos Gueta

“Depois de andar pelos quatro cantos deste País, descobri que existe, no Brasil, uma Pátria.”
TEOTÔNIO VILELA
 
TEOTÔNIO VILELA

FASES DO TANGO

 
FASES DO TANGO
 
Tangano...
Uma flor entre os dentes
Rosa negra escrava africana
Unindo culturas diferentes
Atraca em praia americana

Tangó...
Significa Quilombo em português
Ritmo religioso com percussão
Para os compadritos perde a vez
Transforma-se em baile, música e canção

Tango...
Dançado pelas classes mais pobres
Em pouco tempo mudou seu destino
Passa a ser apreciado pelos nobres
Acrescentando o piano, a guitarra e o violino

Tango argentino...
Saiu do subúrbio para outros lugares
Conquistando o salão da realeza
Expandiu dos bairros de Buenos Aires
Copiado pela sociedade francesa

Tango mundial...
Com Carlos Gardel o tango ganhou voz
“Mi noche triste” foi a primeira canção
Prenunciava uma morte atroz
Em 1935 num acidente de avião

Tango universal...
Hoje o tango está consagrado
Canção como “Mi Buenos Aires querido”
Passos sensuais e rostos colados
Aproveite, isso não é proibido.

Autor: José Carlos Gueta

Este poema está inserido no livro II Antologia Tango Poesia - Editora & Gráfica Brunner Ltda.

"Nostalgias de escuchar su risa loca y sentir junto a mi boca como un fuego su respiracion..."
Enrique Cadícamo
 
FASES DO TANGO

MICHAEL LUIZ GUETA

 
MICHAEL LUIZ GUETA
 
É com muita saudade que eu me lembro
Daquele menino esperto e muito carinhoso
Que veio ao mundo dia vinte e três de setembro
Nasceu junto com a primavera belo e formoso

M as o tempo para nós passa rapidamente
I nstantes felizes que passamos juntos
C om sua educação você me deixa contente
H oje conversamos sobre vários assuntos
A gradeço a Deus por você ser um homem decente
E por isso que amigos você tem muitos
L evando a vida sempre a Deus temente

L embro-me quando você tocava bateria
U m artista que tirava o som até da panela
I ntroduzindo no instrumento a sua alegria
Z anzando para lá e para cá com ela

G rande filho e um ser humano de ouro
U m filho que todo pai gostaria de ter
E u considero você um verdadeiro tesouro
T udo de bom neste mundo você faz por merecer
A Deus pelos meus filhos eu quero agradecer

Autor: José Carlos Gueta
 
MICHAEL LUIZ GUETA

JOÃO CARLOS MARTINS

 
JOÃO CARLOS MARTINS
 
Jovem pianista com um futuro promissor
Observa impotente a perda de seus instrumentos
A fatalidade tirou as teclas deste professor
Os seus dedos perderam os movimentos

Começa a sua luta em busca de recuperação
Auto-conhecimento e garra ele tem de sobra
Recorre à medicina para fazer a restauração
Levitar seus dedos nos teclados ele se cobra
O inimigo de sua alma entra de novo em ação
Seres indignos tentando interromper a sua obra

Mas o Dom que Deus dá só Ele pode tirar
A maior qualidade deste homem é a superação
Realizou cirurgias para os dedos reparar
Tocou para todos sendo a principal atração
Insistir e persistir sempre esteve em seus planos
Nosso grande maestro pelo que faz tem paixão
Sigamos o exemplo de este nobre ser humano!

Autor: José Carlos Gueta

O maestro João Carlos Martins. Trabalha diariamente com pessoas de todas as camadas por querer mostrar que realmente "A música venceu!".
 
JOÃO CARLOS MARTINS

ROSA DSARON

 
ROSA DSARON
 
R ecebi seu pedido de amizade e fiquei todo prosa
O pedido perfumado só podia ter vindo de uma rosa
S aron, jardim onde as rosas crescem belas e formosas
A parecem em Cantares de Salomão em verso e prosa

D eparei com uma poetisa de alma pura e generosa

S abedoria do alto faz esta pessoa ser vitoriosa
A mulher sábia edifica e deixa a sua casa gostosa
R eúne os entes queridos e faz aquela refeição saborosa
O seu lar convive com uma esfera harmoniosa
N aturalmente e consequentemente ficar famosa

Autor: José Carlos Gueta

"Tenho muitos amigos e deixo a modéstia à parte
E quanto aos inimigos conquistá-los não é arte.
Mas artisticamente falando da arte do querer bem,
Seremos amigos gostando dos inimigos também."
José Carlos Gueta
 
ROSA DSARON

HOMENAGEANDO O MESTRE CLÁUDIO FELDMAN

 
HOMENAGEANDO O MESTRE CLÁUDIO FELDMAN
 
C om humor e lirismo em seus textos
L evando o leitor a um exercício imaginário
A s suas palavras não são meros pretextos
U niversalizando e zerando o calendário
D izendo o que pensa sem usar cabrestos
I ronizando o sistema caótico e literário
O leitor encontra uma linguagem prazerosa

F eldman leva-nos a lugares hipotéticos
E m seus livros encontramos a nostalgia
L evando-nos a divagar por cenários poéticos
D eparamos com um mundo de encanto e magia
M anipulando seus textos dietéticos
A ssim é Cláudio com sua antropofagia
N uma festa alegórica em verso e prosa.


Autor: José Carlos Gueta

Tive a honra de participar de uma oficina de poesia onde Cláudio Feldman era o Mestre.
 
HOMENAGEANDO O MESTRE CLÁUDIO FELDMAN

VISÃO MASCULINA

 
VISÃO MASCULINA
 
Ronnie Von em seu programa ensina
Com a sua elegância costumeira no ar
Junto a três convidados na “Visão Masculina”
Neste quadro quer o machismo desmistificar

Enquanto trocam idéias sobre temas diversos
Um “Chef” renomado prepara com todo carinho
Regando vinho Salton com assuntos dispersos
Pratos selecionados e de sobremesa um docinho

Divagam em sintonia contra os ponteiros
Falam sobre mulheres, economia e segurança.
Ronnie interage com os três parceiros
Para levar aos telespectadores a esperança

Mas quando a conversa é boa o tempo voa
Então o seu produtor logo a placa levanta
O Programa “Todo Seu” não é sucesso à toa
Ronnie Von com o seu bom humor a tristeza espanta!

Autor: José Carlos Gueta

Programa "Todo Seu"
Apresentador: Ronnie Von
De segunda a quinta das 22h00 às 00h00
TV GAZETA- SP
 
VISÃO MASCULINA

TRANSMONTANA

 
TRANSMONTANA
 
T em muito carisma esta poetisa
R aro talento em sua canção poética
A través do seu texto ela nos avisa
N avega nos fundamentos da estética
S egura de si e amiga de Deus
M ergulha nas letras com sensibilidade
O rgulha-se dos amigos seus
N ão economiza em sua amabilidade
T enho orgulho de ter a sua amizade
A lua que ilumina nossa Transmontana
N a sua brandura transmite felicidade
A gradecemos à beleza que ela emana

Autor: José Carlos Gueta

Amai-vos uns aos outros, como eu vos amo.
(São João 15, 12)
 
TRANSMONTANA

PARANAPIACABA

 
PARANAPIACABA
 
Famosa vila ferroviária formada pelos ingleses
Onde seus habitantes eram funcionários
Da estrada de ferro que por muitas vezes
Trouxeram-nos momentos extraordinários

Este local tenta imitar o que Londres tem
Até aquela sua neblina característica
Incluindo o famoso relógio do Big Ben
Dando a localidade uma aparência mística

As casas do local são todas feitas de madeira
Que já estavam bem velhas e abandonadas
A prefeitura de Santo André ajudou sobremaneira
Para que aquelas habitações fossem restauradas

Hoje lá é um misto de antigo e moderno
Monitores ajudam os visitantes neste local pacato
Que todo o ano tem o Festival de Inverno
E também uma famosa Feira de Artesanato

Paranapiacaba é uma vila orgulho de Santo André
Faz parte do patrimônio histórico cultural
E tecnológico, venha nela fazer um belo passeio a pé
Respirando ar puro neste ambiente especial

Autor: José Carlos Gueta

Paranapiacaba é um distrito do município brasileiro de Santo André (estado de São Paulo). Surgiu inicialmente como centro de controle operacional e residência para os funcionários da companhia inglesa de trens São Paulo Railway - estrada de ferro que possibilitava o transporte de cargas e pessoas do interior paulista para o porto de Santos, e vice-versa. A palavra paranapiacaba significa "de onde se avista o mar", em tupi-guarani.
 
PARANAPIACABA

POETA DO ABC