Poemas, frases e mensagens de margaridasodre

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de margaridasodre

falta de liberdade

 
Falta de liberdade
Estive presa em gaiola
De ouro, marcação serrada
O dono da gaiola sentiu
Dono de tudo se pudesse media,
O ar que eu respirava
O dia que a gaiola acabou,
Eu liberta estava, era triste
Quem tinha a chave morreu
Fiquei livre e daí...Que faço
A liberdade me assustava
O mundo tudo que existia,
Novo como lidar?
Depois que vi, O mar e respirei....
Na gaivota me transformei
Alto voei e senti a liberdade,
Depois encontrei o recanto
Amado este dia, tenho tantos
Amigos que gaiola jamais
Na pagina fria do computador
Meu coração quente para receber.
Todos com amor de criança
E liberta é bom de mais....
 
falta de liberdade

Céu azul

 
Céu azul,noite clara
A noite é ilusão
Traz lembranças e saudade
Do amor que esta longe
À noite,tem gosto...
Do beijo ardente gostoso
A estrela cadente
O pedido não atendido
E a noite continua
Chega a madrugada,
Avisando que a noite se finda
Com ela a ilusão
Da volta inexistente
 
Céu azul

A vida

 
A minha vida,,,,
Na minha vida tem paginas,
Alegre e triste,alguma lagrima
Que não secou embolorou....
Sou apenas uma sonhadora
Dos sonhos tiro meu consolo
Anjos da ilusão,as asas brancas
São como nevoa que o sol teima em devolve-la....
A dor no peito e as lagrimas transbordam
Um momento...voltai mais uma vez!
Eu sofro tanto os meus sonhos não me tiram
Desta desilusão, ilusão de mulher
Anjos da ilusão de asas branca....
Senta abeira da minha cama
E canta para eu dormir....
 
A vida

sou cigana

 
Sou cigana
Não tenho endereço
Vivo o sol amo, as estrelas
Roupas floradas muito colares
Assim é vida cigana.
Sem lenço ou documento
Sem dinheiro, só a viola
A riqueza maior, canto a lua
Quem vive o amor não tem pobreza,
Nem inveja e raiva
Sou, garbosa e mulher
Um soneto bem escrito,
Depois de um gole
Os reflexos do baile
Fala, pra que endereço?
 
sou cigana

devaneio

 
Devaneio

Devaneio de uma de uma poetiza
É absolutamente estranha
Na água frutua no céu
Vira estrela no chão poeira
Esta que leva para longe
Quando pensa no homem
Amado o devaneio é maior
O amor é tão grande que quanto
Mais perto dele estou mais quero
Sentir seu calor...beija-lo
E sentir que sou amada
Com a mesma intensidade
Mas é só devaneio.....
 
devaneio

Amor

 
Amor
Procurando o amor
A pergunta sempre ...
Existe?
Conclusão é simples
No campo flores amarelas
Tantas borboletas coloridas
Bailando sob as flores
Levando o pólen para outras terras
Assim a vida se multiplica
A bondade visível ...
O ser Supremo presente
E é só amor.....
 
Amor

As flores

 
As flores

Hoje sou deserto
Em minhas veias corre o sangue da vida
Que as flores perderam no outono
Com a primavera,a renovação
As sementes deixadas, filha irmã embelezam os campos
Hoje sou deserto
Já construí meu jardim
Nasceram belas flores
E deram continuidade
A tudo sem esmorecer
Vida emita a natureza
Ou visse, versa
 
As flores

hostoria verdadeira

 
Historia verdadeira

Uma sala ampla, hora do jantar
Mesa comida quatro cadeira uma vazia
Os olhos dos presentes rasos de lagrima
Todos esperam o dono daquela cadeira
É um dos irmãos que encontrou falsos amigos
E nas ruas e beco se perde nas drogas
Nem lembrança de família tem
E três corações que esperam ansiosamente a sua volta
O menino se perdeu pelas falsas promessas
De dinheiro fácil e vida longa
O que ele não sabe que este é curto muito sofrido
Esta historia se repete a cada minuto do dia
Triste,que solução o que dizer
Diante de tamanha dor
Escrevo de amor paixão estrela
Ilusão nela eu agarro para não ler historias verdadeiras
 
hostoria verdadeira

A vida

 
A minha vida,,,,
Na minha vida tem paginas,
Alegre e triste,alguma lagrima
Que não secou embolorou....
Sou apenas uma sonhadora
Dos sonhos tiro meu consolo
Anjos da ilusão,as asas brancas
São como nevoa que o sol teima em devolve-la....
A dor no peito e as lagrimas transbordam
Um momento...voltai mais uma vez!
Eu sofro tanto os meus sonhos não me tiram
Desta desilusão, ilusão de mulher
Anjos da ilusão de asas branca....
Senta abeira da minha cama
E canta para eu dormir....
 
A vida

de verso em verso

 
De verso em verso

O descanço em sua penumbra
Viaja de verso em verso
Semeando os teus desejos
Nos campos ouve-se...
O declamar do poeta
As flores se abrem para aplaudir...
Nas declamações!
Existem juras e perjuras
Que ninguém espera
O grito do poeta
Rasga o peito e coração
Ninguém espera tanto desejo
Os perfumes dos lírios
O eco dos vales!
Ó noite ó mar bravio
Com suas águas
Leva a semente dos lírios
Para concretizar as palavras,do poeta...
 
de verso em verso

lençol macio

 
Lençol macio

Deitada no ninho do nosso amor
Lembrei que já serviu de abrigo
A muitos amores, no campo verdes folhas
A flor amarela atraindo o beija flor
Levando o néctar as a outras plagas de efeito mil
Amor que o vento leva como sementes para gerar outros ninhos!
Este lençol macio é do branco algodão
Que serviu de abrigo a outros amores
E nós...
Somos a natureza...Nosso amor é lindo,
O teu beijo lembra o beija flor
Tira me o ar e sou feliz
Recupero. retorno e te devoro como uma abelha rainha
Assim nosso amor é magnânimo !!!
 
lençol macio

gaivota

 
Gaivota

Uma ave comum como as outras
Mas...Eternizada pelos poetas
Ela é assim...
Ispiradoura, apaixonante
Pode ser comum, a beira mar
Mas toca os corações
Com seu próprio beliscar
Trazendo alegria aos corações
Dos apaixonados pela vida
Sendo musa é... Feliz
 
gaivota

beleza desbravada

 
Beleza desbravada

Um dia !
O meu coração me deixou adormecida
Às vezes pergunto onde estou?
Olho o infinito.
Beleza tranparente,que me traspassa
Na candura de sua formação desbravada,
Nuvens azuis que se enrola a imensidão
Nuvens paradas
Nuvens que vão e não voltam...
Nuvens que ficam retratada na retina
Olho a imensidão oceânica!
Mar que esverdeia em sua consciência
Águas que se esvaziam
E se enchem ao mesmo tempo
Tom de indo e vindo
Para inebriar,seus labios
Coberto pela areia dourada do sol
Lampejos, salpicantes abraçando,
O infinito inconsciente
Gotas límpidas que voam ao céu
Para despertar outras plagas
Olho o infinito e vejo ,consciências desbravadas!....
 
beleza desbravada

criança em flor

 
Criança em flor

Mês de outubro este mês é teu
Linda criança,a bela flor
No roseiral em botão
Desabrochou...

Na manha eu te descubro
Curvo-me para sentir o perfume
Da fina essência a primaria
Envolvo- te no manto azul do céu

Neste manto- astro de céu
Pai e mãe vivem envoltos neste manto
Este véu que protege o mundo infantil
Como as pétalas da flor

Quando crescer terá orgulho
De ser tão protegida por todos
Por este céu maravilhoso....
 
criança em flor

o ninho

 
O ninho

Estou procurando um ninho
A frondosa arvore,para repousar
Onde o sol possa penetrar
Para eu me esquentar

Um ninho que brilhe a lua
Par eu repousar
Um ninho que me proteja,
E que possa me abrigar.

O ninho tem forma de homem
Carente de amor,
Os galhos são seus braços
Que abracem com ardor.

Um ninho em forma de homem
E que queira acolher
Uma mulher sedenta de amor,
Para com ela viver
 
o ninho

acróstico

 
ACRÓSTICO

IRENEU GOMES

Irineu mantra sagrado

Rio Jordão puro cristalino ele veio

Indo sempre em busca do bem

Navegando no rio sagrado

Esperança em tudo que faz

Unidade é amigo impar

Geometria usa nas suas trovas

Otimista sempre

Matemático nas escritas

Espera sempre o bem, e faz também

Sabe fazer acontecer....

Um mimo para meu amigo do recanto
 
acróstico

Saudade

 
Saudade

Essa saudade...
É noite, um prato sobre mesa
Eu não queria a vida deste jeito
Tão longe vai,tão longe foi
E continua seu sorriso no meu peito
Em cada canto da casa essa saudade
Assas batem para bem longe vai
Viver em rumo
Não era isto que eu queria
O seu sorriso continua no meu peito
Como fumaça continua...
 
Saudade

sozinha

 
Sozinha
Não tenho medo de nada...madrugada
Sozinha já brincou com ela
Amiga sabedora de amores impossíveis
Quem ama sempre perdoa
O frio da madrugada
Congela alma
Clareia a dor e faz brilhar
O amor
 
sozinha

criança

 
criança

Os anjos tocam os clarins
Para desejar um bom dia
Os anjos da terra dormem tranqüilos
Ao acordar sente os anjos presente
Como é bom
Ser criança inocente
Que ao abrir os olhos esta contente
Sabe que os anjos estão presente

Margarida Sodré
 
criança

menino Deus

 
Menino Deus

O mesmo céu !
As mesmas estrelas
Que acompanharam
Menino Deus...

Nos acompanha,incessantemente
O estábulo continua imaculado
Os adultos comendo o pão sagrado
E assim menino... Deus presente

O coração vibra a cada instante
Na humildade da criança
Fez da palha seu berço
Os animais seu guarda

O céu e as estrelas seu manto
Que cobria seu pequeno corpo
Os anjos suaves sons vibravam
Anunciando a chegada do menino Deus
 
menino Deus