Poemas, frases e mensagens de Jorge B

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Jorge B

6º SONETO DE 2015 (Á MINHA MANEIRA FELIZ )

 
Enquanto a inspiração durar
Vou seguindo esta aventura
Com as palavras adoro brincar
E dar asas á minha loucura

Escrevendo instintivamente
Corro o risco de uma falha
Peço perdão adorada gente
Mas não sou nenhum "canalha"

Transcrevo o que vai saindo
Muitas vezes não atingindo
As regras que a poesia diz

Reconheço que seja defeito
Paciência, não tenho jeito
Mas só assim sei ser feliz


JORGE BRITES
04/01/2015 ( 15H35 )
Partilhando o meu Sorriso
 
6º SONETO DE 2015 (Á MINHA MANEIRA FELIZ )

RECADO A PASSOS COELHO

 
Ilustre "doutor" Passos Coelho
Venha pelas ruas andar
Ouça bem cada conselho
Que as pessoas têm para lhe dar

Pegue nos seus " doutores "
E escute o nosso País real
Sinta o povo e as suas dores
Sofrendo como não há igual

Onde chegou a minha Nação
A situação é nua e crua
Tanta gente sem proteção
E a culpa é completamente sua

Reformados e pensionistas
Descontaram toda uma vida
Para você e os seus artistas
Lhe roubarem agora a comida

Há muito que aperto o cinto
Acreditem que falo verdade
Tanta vergonha que sinto
Em ver tamanha atrocidade

Vivo num País de crueldades
Onde os pobres são degolados
Os abastados têm imunidades
E os governos são condecorados

JORGE BRITES
Partilhando o meu sorriso
e mais um desabafo pela
situação do meu País.
 
RECADO A PASSOS COELHO

PARA ALGUÉM 124

 
Vivendo a teu lado,
Conheci a sinceridade dos teus gestos
Que me fazem amar a vida !
O nosso amor não tem segredo nem mistério.
Mesmo quando fico em silêncio,
Tristes pelas decepções da vida,
Acreditas sempre em mim e me ouves,
Esquecemos as mágoas
E recomeçamos a cada novo dia !
Vejo nos teus olhos o caminho do nosso sonho.
Guardo solenemente o sabor da felicidade,
Por ter conhecido um Ser tão especial
Como tu, meu amor !
Por tudo isto, te amo !
Por tudo isto,
Continuaremos cantando juntos
A canção da coragem,
Da compreenção e da ternura !

JORGE BRITES

Partilhando o meu Sorriso
 
PARA ALGUÉM 124

VIVENDO SORRINDO

 
Não me assusto com a idade, pelo contrário, vivo com
mais intensidade cada dia que passa !
Tento tirar todo o prazer de cada momento, sentir e viver
todos os segundos como se fossem os últimos !
Interiorizo cada mudança fisíca, cada alteração morfológica,
com o meu sorriso de sempre !
O mesmo sorriso que me acompanha em todos os momentos,
ajudando-me a superar os maus com um pensamento positivo !
Sentindo o prazer da vida, vivo cada instante !
Cada momento é único, cada gesto tem seu mistério,
cada raiar tem seu encanto !
Vou caminhando na estrada da vida, cada vez mais seguro,
cada vez mais certo que...
sorrindo, alegrarei meu coração e deixarei cada dia mais
repleto de luz,
até que o destino queira !

JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
VIVENDO SORRINDO

ALENTEJO DESCONHECIDO ( GLOSA )

 
MOTE

Hoje apeteceu-me escrever
Da província onde nasci
O Alentejo vou dar a conhecer
A quem nunca passou por aqui

GLOSA

Como assumido alentejano
Referindo-o com prazer
E como bom Ser humano
"Hoje apeteceu-me escrever"

Vou gostar de partilhar
Um pouco do que já vivi
Escolhi hoje para falar
"Da província onde nasci"

É tão rico o nosso Portugal
Bem difícil de descrever
De uma maneira natural
"O Alentejo vou dar a conhecer"

Até tem uma " Sines " reluzente
Com sua beleza falando por si
Convido a visitar enérgicamente
"A quem nunca passou por aqui"

JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
ALENTEJO DESCONHECIDO ( GLOSA )

QUERO...

 
Quero viver cada momento
Como o de maior prazer
Quero estar sempre atento
E meu equilibrio manter

Minha esperança conservar
Meu optimismo fortalecer
Meu caminho iluminar
E ter forças para vencer

Quero metas para alcançar
Com calma saber esperar
E conseguir meus ideais

Quero com isso tudo enfim
Tirar o máximo de mim
E ser exemplo para os demais


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
QUERO...

15º SONETO DE 2015 (MUITO A APRENDER)

 
É uma simples gota o que sei
O que ignoro é um oceano
Há muito a esta conclusão cheguei
Constatação cá do alentejano

Simplesmente reconheço
Toda a minha pequenez
Respeito o que não conheço
Mantendo alerta a lucidez

Convivo bem com esta ingenuidade
Que espelha alguma fragilidade
Onde serei eternamente aprendiz

Tenho muito a aprender como Ser humano
Ser humilde até descer o pano
Nunca deixando de estar feliz

JORGE BRITES
13-01-2015 (18:20)
Partilhando o meu Sorriso
 
15º SONETO DE 2015 (MUITO A APRENDER)

3º SONETO DE 2015

 
Vou esta onda aproveitar
Que me concede a inspiração
Com as palavras poder brincar
E dar asas á imaginação

Este ano está a começar bem
No que á poesia diz respeito
Maravilha-me ficar refém
Das brincadeiras que tenho feito

Vou escrevendo instintivamente
Saindo tudo espontaneamente
Por vezes algo desalinhado

Paciência, que poderei fazer?
É a minha maneira de dar a ver
Que pela escrita sou apaixonado


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
3º SONETO DE 2015

5º SONETO DE 2015 (FALAR DE ALEGRIA)

 
Na minha última abordagem
Assinalei aqui a minha doença
Hoje vou mudar de linguagem
E tentar esquecer esta sentença

Viverá para sempre comigo
Esta inusitada contrariedade
Abraçado á Diabetes sigo
Serpenteando até á felicidade

Para que isso possa acontecer
Uma coisa não devo esquecer
E que utilizo em todo o dia

Sorrir para toda a gente
Não recear de ir em frente
E espalhar a minha alegria


JORGE BRITES
03/01/2015 (13H55)
Partilhando o meu Sorriso
 
5º SONETO DE 2015 (FALAR DE ALEGRIA)

8º SONETO DE 2015 (DIA DE REIS)

 
Guiados por uma estrela intensa
Seguiram os Reis Magos seu destino
Movidos por uma fé imensa
Ao encontro de Deus menino

Simbolizando as raças existentes
Lá fizeram o seu caminho
A Jesus levaram presentes
Acompanhados de muito carinho

Pelos homens foram enviados
E por os mesmos designados
Em desenvolver o seu melhor

De prendas foram carregados
Com amor vieram lotados
Baltazar, Gaspar e Belchior


JORGE BRITES
05-01-2015 (18:50 )
Partilhando o meu Sorriso
e desejando a todos um
maraivilhoso dia de Reis.
 
8º SONETO DE 2015 (DIA DE REIS)

16º SONETO DE 2015 (ANJO DA GUARDA IAH-HEL)

 
Há pouco tempo vim a saber
Que minha vida tem proteção
O Anjo Iah-Hel vim a conhecer
Para mim uma enorme satisfação

Ajuda-me a obter sabedoria
Nos actos dá-me segurança
Na tristeza, inunda-me de alegria
Nunca deixa perder a esperança

Faz-me amar a justiça e a verdade
Tem a chave da paz e da liberdade
Indica-me o caminha da transparência

Pressiona-me a cumprir obrigações
Também deveres e outras acções
Este Anjo é a minha referência


JORGE BRITES
15-01-2015 (14H50)
Partilhando o meu Sorriso e uma citação
ao Anjo protector do meu signo ( Leão),
em forma de brincadeira, através de um
simples soneto.
 
16º SONETO DE 2015 (ANJO DA GUARDA IAH-HEL)

BURRO DO TIO MADRUGO

 
NOTA INTRODUTÓRIA

Vasculhando os meus arquivos, descobri vários rascunhos de quadras
e textos similares feitos pela minha saudosa Mãe. Estas reportam-se
a 1970 e feitas, para dedicar ao " Tio Madrugo ", personagem ímpar
naqueles anos, na vila de Sines.
De salientar, que transcrevi, palavra a palavra, tudo o que ela escreveu,
referindo que locais e pessoas que surgem no texto, na maioria dos
casos, já não existem ou estão presentes entre nós.

O burro do Tio Madrugo
É um burro inteligente
Conhece tão bem as tabernas
Muito melhor que certa gente

Se forem á dos " Almarjões "
Lá veêm o burro especado
Está á espera do dono
Que sai de lá bem tratado

Com uma grande bebedeira
Corre a vila com o burrinho
Vai direito ao do " Mário Coxo "
Para beber mais um copinho

Vai para a " Ribeira de Cima "
Vai pela rua a preceito
Á do "Maurício" vais mais um copo
Para ficar mais satisfeito

O burro é inteligente
Animal que é um encanto
Traz o dono pela frente
Direito á do " José dos Santos "

A mulher coitada, rala-se
Parece já uma velhinha
Mas ele nada se importa
E vai lá mais uma pinguinha

Ele não escolhe a cor
Tanto bebe branco como tinto
Quem lhe fez estes versos
Foi a " Bia do Tio Jacinto "

JORGE BRITES
( FRUTAS )
Partilhando esta singela
homenagem á minha saudosa Mãe
 
BURRO DO TIO MADRUGO

O PODER DA VÍRGULA

 
Uma vírgula pode ser uma pausa :

Não, espere.

Não espere.

Pode fazer desaparecer o teu dinheiro :

23,4

2,34

Pode criar heróis :

Isso só, ele resolve.

Isso, só ele resolve.

Altera uma opinião :

Não queremos saber.

Não, queremos saber.

Pode condenar e salvar :

Não tenha clemência !

Não, tenha clemência !

JORGE BRITES

Partilhando o meu Sorriso
 
O PODER DA VÍRGULA

PARA ALGUÉM 17

 
Não paro de imaginar,
Como sou louco
Em te amar !
Se tu adivinhasses,
Se pudesses ouvir o meu olhar,
saberias por ele
O quanto te estou a amar !
Ás vezes faltam palavras
Para dizer...
O quanto te adoro,
Para mostrar...
A intensidade do meu desejo,
Para saberes...
Que te amo !
Guardo na memória e no coração
Cada olhar que trocámos !
Não há distância nem tempo
Que afaste este sentimento...
Esta louca paixão !
Continuo...
Louco !

JORGE BRITES

Partilhando o meu Sorriso
 
PARA ALGUÉM 17

VIVO ASSIM ( GLOSA )

 
MOTE

Não quero e nunca quis
Passar e ser notado
Aprendi assim a ser feliz
Escondido e bem disfarçado

GLOSA

Minha vivência tem um lema
Não almejando passar por juiz
Tentar arranjar problema
"Não quero e nunca quis"

Sem exageros e vaidade
E com optimismo reforçado
Não desejo com seriedade
"Passar e ser notado"

Alguém me ensinou este valor
Desde o tempo de petiz
Fiz-me homem com vigor
"Aprendi assim a ser feliz"

Preservando a minha imagem
Caminho assim vocacionado
Defendendo esta personagem
"Escondido e bem disfarçado"

JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
VIVO ASSIM ( GLOSA )

LIVRE DO TABACO

 
Tabaco e vício cortados
Passo bem sem os ter
Por mim foram abandonados
Nem preciso de os rever

Foi a decisão mais acertada
Que algum dia eu tomei
Para ter uma vida equilibrada
Pergunto porque um dia fumei

Todas as manhãs ao acordar
Já sinto outro respirar
Vanglorio-me pela atitude

Hoje sou um homem feliz
Satisfeito com o que fiz
Defendendo a minha saúde


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
LIVRE DO TABACO

2º SONETO DE 2015

 
De madrugada o 1º soneto fiz
Á noite aqui vai o segundo
Continuarei assim bem feliz
Mostrando o que sou ao mundo

Fazer quadras e rimando
Cá vou seguindo meu caminho
Com muito prazer partilhando
Todo este meu carinho

Agradecendo á inspiração
Sendo poeta á condição
Ao novo ano me sujeito

Tenho muito que aprender
E com humildade saber
Que ninguém nasce perfeito

JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
2º SONETO DE 2015

4º SONETO DE 2015 ( DIABETES )

 
Finalmente chegou a Paz
É hora de uma boa atitude
Os exageros estão para trás
Vou tratar da minha saúde

Nesta época de fraternidade
Um desvio é nos permitido
Aqui assumo com humildade
Que fui um pouco "bandido"

Abusei com consciência
Assuminho toda a consequência
Nesta parte já passada

Importante é ao regime voltar
Do meu organismo poder tratar
E a Diabetes estar controlada

JORGE BRITES
02-01-2015 (05:20)
Partilhando o meu Sorriso
 
4º SONETO DE 2015 ( DIABETES )

7º SONETO DE 2015 (RECITAL DE MÚSICA SACRA)

 
Em Grândola, na sua Igreja Matriz
Para um concerto fui convidado
Sinceramente, saí bem feliz
Muito contente e impressionado

De música sacra foi o recital
Para grande satisfação minha
Tornou-se numa noite especial
Por ir ouvir uma minha sobrinha

Júlia Coelho, seu nome, a soprano
Com Valter Alexandre ao piano
A sua arte eles derramaram

A plateia ficou entregue e rendida
A esta surpresa tão apetecida
Que a todos nós apresentaram


JORGE BRITES
05-01-2015 (14H05)
Partilhando o meu Sorriso
e uma singela homenagem
á minha sobrinha, pelo óptimo
espectáculo com que me agraciou,
no passado sábado, dia 03-01-2015.
 
7º SONETO DE 2015 (RECITAL DE MÚSICA SACRA)

9º SONETO DE 2015 (PREDICADOS DE AMOR)

 
Amor é um conceito divino
É imensidão sem medida
É viagem sem destino
É melodia da nossa vida

Amor é um caminho sem fim
É reconhecer e perdoar
É não querer e dizer sim
É dar tudo o que há para dar

É voz da razão que cala
É o silêncio que fala
É ter dor e não sentir

É bem mais que sentimento
É da alma o seu alimento
É ver o mundo a sorrir


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso
 
9º SONETO DE 2015 (PREDICADOS DE AMOR)