Poemas, frases e mensagens de Mário Cardoso

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Mário Cardoso

VINIL ANTIGO

 
Um vinil antigo,
Algumas taças de um vinho quente.

Mesa pra dois,
Dois como um só.

Primeiro um sorriso,
Seguindo de uma fuga.

Será tarde,
Mesmo assim surreal.
 
VINIL ANTIGO

BONDADE

 
Já que tenho o dom de viver
Vou permitir-me o dom de amar;

Mesmo quando a paz se ausentar de mim
Quando tudo for vazio
Verei a alegria, viverei a fantasia.

Já que foi-me permitido ser feliz
Viverei a alegria ao lado de quem amo;

Mesmo quando tudo for rancor
Quando todos tiverem bravejado
Emanarei bondade, disseminarei delicadeza.

Juntos somos únicos
E inigualáveis.
 
BONDADE

MESA PRA DOIS

 
Satisfeito estou,

E mais nada desejo

Além da sua companhia.



Muito mais que paixão,

Algo além da satisfação.

Compreender sem nenhuma palavra

Sorrir com um simples olhar contemplado.



Fomos atrás da felicidade;

Encontramos mesa pra dois

Com direito a sobremesa.



Uma sensação de liberdade enorme

De ser parte singular

Existindo em alguém.



A vida em plural

Nada mais é que

Respeitar o que cada um pode ser.
 
MESA PRA DOIS

CAFÉ E POEIRA

 
Já não tenho lugar para livros
Na minha estante,
Reservei o espaço todo
Para os meus sonhos contigo.

Uma xícara de café atrás
Poderia até imaginar,
Mas agora não importa.

Prefiro a realidade
Coberta por uma
Camada de poeira.

Envelhecida três anos
E vencida
Pelo medo.

[2006]
 
CAFÉ E POEIRA

Apenas uma palavra

 
Eu sou apenas uma palavra
E você, é o meu único significado.

Mesmo com tanto veneno,
Extrai o melhor de mim.
 
Apenas uma palavra

SOU A GRANDE FANTASIA QUE QUEREM

 
Ao lado de um ninho
De vespas,
Cercado de bestas
Que tentam descarregar
A sua dor em mim.

Estou amaldiçoado por derrotados
E sendo duramente observado
Por fantoches programados.
Na minha frente chove mentiras
E sobra vaidade.

Me desejam mal
Me comem com os olhos
E nada.

Sou a grande fantasia que querem.
Gente burra queimando
Sua vida com inutilidades.

http://twitter.com/_mariocardoso
 
SOU A GRANDE FANTASIA QUE QUEREM

Amor ou porra nenhuma

 
Aqui e agora,
Amor ou porra nenhuma.
Um ano de trégua.

Batom vermelho sangue,
Olhos pretos como a alma.
E ela nem liga para os olhares tortos.

Sabe o poder que tem,
Sabe como seduz.
Como tem homens e mulheres aos seus pés.

É perigosa,
Apaixonante como ninguém.
Me proporciona o melhor da vida
E o pior da morte.

Tá rindo por que?
Manhosa, terá tudo que deseja.
Meu corpo, minha alma e meus passos.
 
Amor ou porra nenhuma

CRETINA

 
Existe um certo tipo de pessoa
Que o melhor é se manter afastado,
Longe da sua vida para não contaminar.

Quanto mais te conheço
Mais indiferença sinto,
Ataca a gastrite só de olha a sua cara cretina.
 
CRETINA

UMA PORRADA NA CARA

 
Uma porrada na cara,
Depois diz que me ama
Em seguida diz que me odeia.

Meu corpo multicolor no espelho,
Cheio de marcas
Cada uma com um pouco de ti.

Minha boca seca,
A tua lembrando da minha
A minha com resquícios da tua.

Sou esse mesmo que tu vês
Esse mesmo que desliza os dedos pelo teu corpo,
Que cai de joelhos diante da tua beleza.

Sabes muito bem que freqüentas os meus sonhos mais impuros,
Sabes que dominas os meus passos
Que me eleva ao extremo do prazer com os teus lábios,
Com teus toques tão escassos.

Meu corpo teima em chorar quando se faz distante meu amor,
Minha voz opositiva a berrar,
Mesmo tendo a certeza que não ouvirás.

Sou esse mesmo que tu vês
Esse mesmo que revela que te ama
Com os olhos burros lacrimejando de emoção.

Não digas outra vez que estarás distante por esses dias,
Assim você me mata.

Meu corpo flagelado,
O teu com as minhas marcas
O meu com o teu cheiro.

Quantas vezes ainda será preciso dizer
Que tu mudastes a minha vida,
Que trouxe - lá lampejos de felicidade
Até então inexistentes.

Simples,
Amo-te.
 
UMA PORRADA NA CARA

O MEU ESPELHO QUER A TUA IMAGEM

 
As estrelas querem roubar o brilho do seu olhar
As rosas copiaram o doce cheio do seu corpo
Os artistas querem copiar sua beleza inigualável
Todos querem tirar a sua atenção.

Os doces pegaram o sabor do seu beijo
Os palhaços querem sua graça e alegria
Os pássaros desejam toda a sua leveza
Os artistas querem só 1\4 da sua beleza.

A lua quer o seu brilho e todo seu encanto
As moças querem toda sua inocência
As noivas desejam toda sua sedução
O vento quer toda sua harmonia
E essa chuva quer toda a sua companhia.

A noite persegue toda a sua simpatia
O sol persegue toda a sua alegria
O humilde quer todo seu carisma
A sombra quer seguir os seus passos
O carrasco quer roubar toda a sua clemência
E eu desejo estar em todos os seus sonhos.

O mundo quer adquirir a sua beleza
A vitória quer roubar a sua glória
A noite roubou a escuridão de seus cabelos
A natureza pegou a perfeição dos seus lábios.

A montanha não tem toda a sua grandeza
E a água não tem nem um pouco da sua clareza
A história quer todos os seus mistérios
A sereia copiou quase todo seu encanto
Os homens querem a sua perfeição
Os livros querem todos os seus segredos

O negro quer a cor da sua pele
A gorda deseja ser magra como você
A careca quer o seu cabelo
As horas querem imitar o seu domínio
A solidão quer a sua amargura
A depressão não é nem um pouco do seu vazio.

O amor é pouco muito pouco pra você.

A tristeza quer ser plena como ti
O fogo quer roubar toda a sua destruição
O amigo quer o segredo da sua amizade
O padre tenta copiar a força de suas palavras
O vinho deseja a sua embriagues
As palavras querem o poder do seu olhar
A mãe quer dá a sua segurança
O mais forte quer vencer a sua força
O espinho copiou todo o seu perigo
A lagrima quer a sua melancolia.

As mulheres perseguem o seu beijo perfeito
O mal quer toda a sua antipatia
As mãos copiaram a sua habilidade
O professor quer a sua sabedoria
O amor quer a sua incerteza
O inexplicável que a sua razão
O quarto tenta ter todo o seu conforto
A solidão quer a sua companhia.

O beija-flor quer voar como você
O solitário quer dizer o seu não
O sem coragem quer um pouco do seu medo
O egoísta que dizer o seu sim
O amor busca a sua compreensão
E eu quero estar em todos os seus planos.

O salgado quer ser doce como o seu olhar
A cama imita a sua comodidade
A velha quer a sua idade
As mulheres desejam o seu corpo
As frutas copiaram seus seios
O bebê quer a sua ternura
A luz quer o seu brilho.

O sonho deseja o seu transe
O creme quer dar a maciez da sua pele
O pêlo deseja estar em seu corpo
Eu e o cachorro queremos você como nossa dona.

O ar quer o seu poder sobre a minha vida
A morte tenta copiar a sua dor
A paixão quer o seu impulso
O amor quer conquistar a sua felicidade
O bruto quer a sua bondade
O céu inveja sua sabedoria
O silêncio quer dizer o seu sim
O pintor tenta copiar as suas formas
O companheiro quer o seu consolo
A grade quer a sua segurança
A máquina quer a sua visão.

O calor quer aquecer como você
O frio odeia o seu calor
O rei quer o seu poder
Eu quero você ao meu lado.

Os poetas querem os seus romances
O líder tenta roubar a tua liderança
O sonho quer o seu controle
A água quer a sua pureza
O segredo quer a sua confiança
A minha língua quer tocar a sua.

E eu quero o seu amor
E a sua imagem no meu espelho.
 
O MEU ESPELHO QUER A TUA IMAGEM

Pílulas

 
Pílulas
 
Pequenas pílulas de amor,
Marcadas por boas conversas
E um singular e belo sorriso.
 
Pílulas

TENHO BOAS NOTÍCIAS

 
Hoje; dias que não sobro um caco
Só duas palavras contigo,
Só um toque acende o fogo.

Não amanhã,
Talvez já sejamos dois
Um corpo distante do outro.

Sonhos escapam,
E o segredo para a nossa felicidade
Finge não conhecer como ninguém.

O desejo é secreto
Até que os olhos mirem
A boca suculenta que transborda.

Tenho notícias boas...
 
TENHO BOAS NOTÍCIAS

DECLARAÇÃO

 
Assim que cheguei em casa escancarei o peito
Sou anti-social, estúpido, rude.
Sou possessivo, ciumento, pessimista.
Sou cafajeste, ninfomaníaco, desobediente.
Nunca termino o que começo e sou inseguro ao extremo.

Ela riu
Olhou para mim como se não fosse nada e disse:
- Eu sei querido, por isso que te amo.
 
DECLARAÇÃO

CUBA

 
Sonha viver o amor proibido
Aquele que a fez pensar em Cuba,
Um lugar onde seu amor capitalista e imoral
Passaria desapercebido.
 
CUBA

QUERES O MEU CORPO COMO REFEIÇÃO

 
Queres apenas as unhas cravadas nas costas
Os risos profanados em vão no silêncio
As mordidas suaves subindo de leve
O meu corpo preso, as mãos atadas.

Queres apenas obscenidades ao pé do ouvido
Lambidas indecentes nos seus pés nus.
Impera ordens sobre meus movimentos frenéticos
Impõe as suas vontades, nada mais.

Pensei se há
Qualquer coisa que eu queria negar,
Beijo inconveniente que por ventura
Um dia eu venha a recusar.

Dispus sobre a mesa pela manhã
Qualquer mentira capaz de me alimentar,
Uma luz sem brilho que eu queira enfeitar
Apenas para fazer de conta.

Lembrei que há
Razões que venham conter a cessão,
Sorriso íntegro que com sobriedade
Terei prazer em aceitar.

E isso é tudo.
 
QUERES O MEU CORPO COMO REFEIÇÃO

ANTES QUE O DIA TERMINE

 
Antes que o dia termine
Matamos a saudade
Ou ela me mata.

A chave do carro é sua
Leve-me para onde quiser.

Com tantas e tantos gélidos por aí
Prefiro o fogo,
E ninguém sabe incendiar como você.
 
ANTES QUE O DIA TERMINE

POBRES MORTAIS

 
Pobres mortais
Não sabem como é doce compartilhar
Da sua companhia e saborear as suas palavras.
 
POBRES MORTAIS

Prefiro Você

 
Se eu não posso ter você para mim, a vida não é divertida.

Poderia mudar toda a minha vida para me adaptar ao seu estilo.
Porém esse não seria eu.

Escolho a sua chatice
Pois só por você vale a pena brigar.
Todo o resto não é digno.

Eu prefiro estar com você.
 
Prefiro Você

O BEIJO

 
Sem pudor, sem medo, sem calma
Com o teu poder, apodera assim do meu corpo,
Toque os teus suntuosos lábios com os meus
Mude o sabor amargo impregnado na minha boca.

Sem culpa, sem rancor, sem terror
Entrelace a tua língua na minha
Enfraqueça a distância entre nós
Mantendo-nos unidos por horas.

Atiça-me, domina-me, roube-me um beijo,
Morda os meus lábios quando explodir de prazer
Reabite as nossas bocas uma com o desejo da outra.

Sem pensar, sem vacilar, sem hesitar
Beijo-te, delicado, vaporoso
Entrando levemente com a língua
Na tua fantástica boca.

Devasto,
Massageio as tuas costas nuas
Com os lábios umedecidos
Incapazes de serem controlados.

Antes que suspire,
Atraco vampiricamente o teu pescoço nu,
Tocando levemente a tua pele magnificente.

Paro por aqui com as palavras
Só continuo essa sina pessoalmente.
 
O BEIJO

JOVEM ESCRITORA

 
A jovem escritora lembra do beijo
Ainda sem decidir se foi certo ou prematuro.
O velho e calejado poeta lembra do beijo
Com plena certeza que deveria ter durado mais.

Talvez ela não tenha percebido
O papel fundamental que desempenha
Na recuperação do gajo.

Certamente ela comece aquele
Velho samba do Cartola,
Aquele que o desacreditado poeta
Assobia no final da tarde nublada.

Ele percebe que a escritora
É, e isso há algum tempo, a sua exclusiva
Fonte de inspiração.

Ela fecha a face
Ele sorri
Ela diz tchau
Ele vai dormir.

Amanhã tem mais
Isso se a web-cam funcionar.
 
JOVEM ESCRITORA

M.Cardoso