Poemas, frases e mensagens de Tinys

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Tinys

Sobre ausências...

 
Sobre ausências...
 
 
Sobre ausências...

Céu de estrelas

 
"...E eu te desejo um céu cheio de estrelas
Para que você, ao olhar pra cada uma delas, possa lembrar de como era o brilho dos meus olhos ao te ver.."
 
Céu de estrelas

Ausências

 
Às vezes finjo estar bem
Mas meu caso é grave
Sofro de "ausências".
 
Ausências

Seja meu

 
Seja meu verso
Vire minha Poesia
Quero escrever-te
Inspire-me!
 
Seja meu

Tempo

 
"Como saber quanto tempo vai durar esse tempo que me pedistes?"
 
Tempo

Saudade III

 
Não aguento mais viver.
Por isso te peço: Mata-me!
Assinado: Saudade
 
Saudade III

In my Dreams - Em meus Sonhos

 
I saw you in my dreams... It was so wonderful!
You came toward me and said the most beautiful words
Gave me the best hugs and kisses...
It seemed so real that I didn't want to wake up.
I can't forget the scene: you holding me in your arms
Trying to protect me and make me believe that everything would be alright.

How good is to dream!
How good is to have my own world full of good feelings able to make me feel happy for a minute... or more. Who knows!?
How good is to see you in my dreams!
 
In my Dreams - Em meus Sonhos

Amo-te, E isso basta.

 
Amo-te como os poetas que se inspiram para escrever sobre o amor e suas ilusões.
Amo-te como as flores que brotam no jardim a espera do beija-flor para lhes fazerem companhia.
Amo-te como as águas do rio que vão de encontro ao mar, para juntos ficar e seu caminho seguir.
Amo-te como luz das estrelas e o brilho da lua, que juntas iluminam e encantam nosso lindo céu azul.
Digo e repito: Amo-te como a ninguém mais, meu amor.
Amo-te! Mil vezes amo-te!
E isso basta.
 
Amo-te, E isso basta.

Presença da Saudade

 
Na escuridao da noite
Senti um imenso vazio
Olhava para os lados
Enquanto fazia frio

As lagrima em meu rosto
Comecaram a rolar
Sentia um aperto no peito
Era a saudade, que vinha me atormentar.

TINYS*
 
Presença da Saudade

Vida sem Amor

 
É impossível falar de poesia sem falar de amor. Do amor que habita nossa imaginação, do amor real, do amor ideal... Não apenas do amor "romântico" (se assim posso dizer), mas do amor de uma forma geral.
Muitos passam a vida inteira acreditando que o amor/amar é uma ilusão, que é algo que povoa nosso imaginário que nos faz acreditar em coisas que não existem. Mas digo que estes, que assim pensam, estão muito enganados!
Confesso sentir pena dos que não se permitem amar, sonhar... Pobre daqueles que passam a vida sem sentir o gosto do amor, que não sabem o valor de um sorriso, que não sabe o que é a troca de um olhar apaixonado, de uma demonstração de afeto... E mais pobre ainda é aquele que não permite se entregar por inteiro ao amor, que não é capaz de amar o outro.
Estes podem me dizer que o amor é fantasia, não ligo! De certo modo, eu também acho que seja. Mas é uma fantasia que faz parte da Vida e que deve ser enxergada com outros olhos, com os olhos da alma. Prefiro eu, viver nesse mundo fantástico, pois acho que a Vida real é cruel demais na maioria das vezes. E quer saber? Tem horas que eu me canso dessa realidade toda, dessa coisa chata, triste. Dessa Vida sem "vida".
A Vida, se não tem amor, fica vazia, sem alegria,sem esperança, sem fantasia e sem cor...

O mês de março é considerado o mês internacional da poesia. E poesia sem amor, é impossível!
 
Vida sem Amor

Inverno no meu coração

 
É, parece que o inverno chegou em nossas vidas...
Não sinto mais o teu abraço nem os seus beijos me aquecendo como antes
Apenas ouço palavras frias, vejo gestos sem calor...
Procuro suas mãos pra me fazerem um carinho, e não mais as encontro
Acho até que você quer que elas fiquem distantes de mim...

...Que pena!
Sinto que o nosso amor, que era quente como um dia de verão
Deu espaço a um inverno tão frio como os corações solitários, que vagam nas ruas à procura de um abrigo para se aquecer e se proteger
Inverno este que esfria, congela e entristece um coração que vive sem amor.
 
Inverno no meu coração

Saudade

 
"Você foi embora, levou tudo de mim, mas deixou a saudade..."
 
Saudade

Verso e Poesia

 
Eu e você, quando separados, verso.
Juntos, poesia.
 
Verso e Poesia

Não sou poeta

 
Não sou poeta
 
Não sou poeta.
Apenas faço das palavras a confissão dos meus pensamentos, dos meus sentimentos.
O que não falo, escrevo.
E o que sinto guardo comigo até que eu encontre um papel.

Não sou poeta.
Mas as palavras, minhas palavras, contém afeição.
São vivas, mesmo que unicamente dentro de mim.
Talvez, para você elas não façam sentido
Mas quando expostas, tira de mim a sensação de quem carrega um fardo consigo.

Não sou poeta.
Apenas faço das palavras minhas companheiras nos momentos de inspiração
E juntas, com o lápis e o papel, se transformam no meu confessionário.
Às vezes exponho para todos, outras vezes, escolho mantê-las comigo

Não sou poeta... Nunca fui.
Apenas transmito nas palavras meus sentimentos.
E apesar de não ser poeta, em cada uma delas, ainda que de modo sutil, tem um pouco de mim.

E mesmo assim, não sou poeta. Mas posso sê-lo.
 
Não sou poeta

Saudade II

 
"Não se preocupe. Não é crime matar a saudade."
 
Saudade II

Sobre encontros...

 
Sobre encontros...
 
 
Sobre encontros...

Muito e pouco

 
Muito e pouco
 
É muito "eu" para poucos "nós"
 
Muito e pouco

Sobre o amor

 
Sobre o amor?

Ah! O amor é o que se sente
É o que se dá, o que se recebe...
É o que se abraça, o que se beija, o que se acalma
É o que se lança, se encontra, se perde...

É o que se mostra, demonstra, descobre
É o que não se desfaz, mas se refaz... aos poucos.
É o que se nasce, renasce, vive e morre
É o que se sonha, se luta, se faz...

O amor? O amor é isso! E mais... um pouco
O amor é meu, é seu, é nosso...
É tudo!
O amor é você em mim.
 
Sobre o amor

Desabafo de uma madrugada...

 
Ah, menino!
Você bem sabe o quanto amo-te.
Mas não estou mais suportando viver nessa dúvida
Você que prometeu um dia voltar pra mim, que seria meu amigo...
Veja só,
Hoje nem sequer procura saber como estou.
Muito me machuca não te ter aqui comigo
Muito me machuca não saber se você ainda pensa em mim
E muito mais me machuca viver te esperando sem a certeza de que um dia voltarás para os meus braços.
Ah, menino!
Esse maldito tempo que as pessoas insistem pedir umas as outras muitas vezes pra alertá-las sobre uma ausência permanente, machuca tanto quanto um punhal que atinge direto ao coração...
Por isso, menino
Se tens a intenção de não voltar mais pra mim
Diga-me de uma vez
Não me faça sentir a dor 'em prestações'
Pois já não tenho remédio suficiente para curar as feridas da alma por muito tempo..
 
Desabafo de uma madrugada...

Conhecendo a simplicidade do amor

 
Eu era apenas uma menina sonhadora
Que vivia pensando em um dia encontrar um príncipe encantado
Desses,que vemos nos filmes, nos livros
Foi então, que ao olhar fundo dos olhos de alguém
Tive uma sensação boa, que despertava alegria e que me fizera sorrir por um instante
Um sorriso doce, delicado
Fechei meus olhos e imaginei aquela pessoa retribuindo o sorriso
E em seguida abria seus braços e vinha em minha direção
Quando me abraçou, senti-me segura com aquele abraço carinhoso que parecia durar dias
Mas que na verdade durou apenas alguns segundos...
Abri meus olhos, e estava ele, na minha frente
O príncipe encantado que tanto sonhava, do mesmo jeito daquele dos filmes e dos livros
Ele estava olhando em meus olhos, sorrindo e abrindo teus braços em minha direção
Abracou-me, assim como eu havia imaginado
Era ele... O amor.
 
Conhecendo a simplicidade do amor