https://www.poetris.com/



« 1 2 (3) 4 »


Re: “Dá-me-uma-tusa”
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468











O sonhar não precisa de trela,
Deixai-o e ele voltará célere …






“Dá-me-uma-tusa”





Por vezes me dá tédio o que vejo e leio, talvez o meu córtex cerebral seja deveras e reconhecidamente pertino e excepcional e as sinapses neuronais funcionem atipicamente e sem paralelo com a maioria dos seres inteligentes, muitos embora elementares e limitados, com os quais constantemente lido, salvo alguns, é claro.
Dirimidos numa web parda, tábua rasa, constrangedora de ideais e castradora de intelectos. Parece-me absurdo uma certa e fraca, quiçá febril e pouco firme argumentação, orientada a uma população maioritariamente inculta e adaptada a redes de capturar esquilha miúda e com genérico valor alimentar, embora outrora mais fabril e obreira, agora dependente e sobrevivendo a custo zero de boatos intencionalmente disseminados no tecido social, que alguns erroneamente confundem como predicado e prestigiam impropriamente, como na web, as redes sociais, estrategas de manipulação de mentes que têm funcionado financiadas por propósito, deixando o mundo à mercê de ogres maquiavélicos e perniciosos, para não dizer malignos. O mais triste é ter de lidar constantemente com a tacanhez e o desmérito, quer intelectual quer cível e ao mais baixo nível, quer social quer modestamente humano, mas digo sentindo em mim uma determinação tão desmedida de desmontar ignorância e opróbrio que chega a rasar até o gozo sexual e genético, sendoque os homens preferem as gordas e badochas que as intelectualmente sãs, assim sendo, “Dá-me-uma-tusa” confrontar imbecis e não me arrependo nunca, jamais, apesar de compreender o desnível intelectual civilizacional inerente a cada espécime humano e cada vez mais manifesto numa sociedade marchando para o feudalismo pseudo- especialista intelectual e para o fim de singulares ilusões filosóficas e do notável talento individual e especial, para estarmos caindo inexoravelmente, numa sociedade generalista em que cada um autentica opiniões e genericamente opina sobre todo e qualquer assunto não fazendo a mínima ideia dos conteúdos que manuseia nem da matéria-prima de que é composto o seu raquítico córtex cerebral de primata repolho ou coelho, sem desprimor para esse espécime animal.
Claro que não quero, me dá tédio e nem vou discutir Schopenhauer ou Kant na paragem do autocarro amarelo e verde, nem na consulta do dietista depois das folhas de couve e da banana às rodelas, mas não me hospedem na boca absurdas palavras ou ideais misóginos, no coco da cabeça, que eu não quero e refuto veementemente e com toda a gana, entretanto dá-me uma excepcional tusa, discutir com quem nem merece a minha peçonha, quanto menos o meu mero e circunstancial entediamento sexual, assim sendo, “Dá-me-uma-tusa no tentacular probóscide ” discutir a cor do ranho, na retrete (…)










(JS/JM)




















Criado em: 19/2 18:16
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: “Dá-me-uma-tusa”
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468

Criado em: 19/2 21:50
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: “Dá-me-uma-tusa”
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468

Criado em: 19/2 21:53
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Humano-descrentes seitas
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468



Open in new window








Humano-descendentes










São concomitantes as falhas na luz nos espíritos de cada um de nós com a falta de almas evidentes e com luz que não seja intermitente, existências exógenas, sem progresso nem aprendizagem neste universo tão em voga como tema contemporâneo , o baldio rasteiro transforma-se em ambiente pantanoso e pouco sadio, pouco culto e é onde infelizmente se instalam nas lixeiras sujas as porcas seitas, deslavosas e pavorosas imundices que se propagam e propagueiam com as mais rafeiros, reles intenções, se extinguem as luzes da ribalta e invertem leis, cânones sagrados “per saecula saeculorum”, por tempos infindáveis, fez-se “tabula” rasa de princípios profundos, endógenos, seculares e saudáveis de cava convivência com o nosso edificado condómino, o planeta astral, a mãe Terra. Os fins julgados convenientes são o abastecimento de riqueza infinita a alguns em prejuízo das colossais maiorias que nem o sustento mínimo conseguem alcançar, mante-los exclusivamente focados na mera manutenção da continuidade, na fraqueza, seja talvez e é porventura um propósito objetivo e não mera casualidade ou apenas ganancia simples, mas o perpetuamento da sujeição, da obediência cega de muitos no interesse dos muito poucos, de alguns seres “in substantivos”, nada obstante agregarem miséria e morte, ingratas ao toque mas que se palpam constantemente, se cheiram nos umbrais nauseabundos das mansões e nos portões das residências de luxo, apinhados de defuntos mortos e moribundos não apenas de consciência, total é o genocídio, bárbaro, desumana perpetuação do poder maligno, perverso de algumas minorias suínas seitas sobre todos nós, descrentes sórdidos, culpados humano-descendentes.


















Jorge Santos (23 Fevereiro 2021)

















https://namastibet.wordpress.com
http://namastibetpoems.blogspot.com



















Criado em: 23/2 12:52
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Com e sem
Da casa!
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 349
Open in new window

Criado em: 23/2 19:21
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Trigueirinho: por trás da farsa/ Por A. J. Gevaerd
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468

Open in new window









Trigueirinho: por trás da farsa





Open in new window


Por

A. J. Gevaerd






Para os seguidores da Cultura Racional, os UFOs seriam \'seres racionais\', provenientes de \'universo racional\', ou seja: ao invés de máquinas ou veículos, seriam entidades vivas...Créditos: arquivo cbpdvUma das coisas mais infelizes da natureza humana é o extremismo. Ser radical sobre qualquer fato ou situação é, antes de mais nada, uma fraqueza e falta de equilíbrio do indivíduo. E são justamente estas fraquezas e tamanha falta de equilíbrio, sem falar em falta de bom senso e de raciocínio, que fazem surgir as inúmeras seitas que proliferam no Brasil. A fé cega em pseudo-líderes carismáticos leva pessoas a entregarem seus corpos e suas almas a movimentos ditos "santos" ou "salvadores", sem que, em nenhum momento, os seguidores que se entregam tenham condições de se questionarem sobre seus atos. Fé cega e um senso de necessidade de salvação fazem isso a milhões (senão bilhões) de seres humanos nesse planeta. Parece que as pessoas precisam de um Iíder que as conduza, nem que seja para fazer coisas óbvias; parece que não têm condições de se definirem ou realizarem os menores atos sem que alguém os diga para fazê-los. Isso, nos meios esotéricos, místicos ou transcendentais é chamado de "gurulização", ou seja, o processo de se tornar guru o indivíduo que, tendo um senso de esperteza maior que o de seus acompanhantes, passa a ditar as regras de suas vidas. A ignorância dos seguidores faz o resto e pronto: está fundada uma nova seita, ou uma dessas novas religiões que afloram por aí...Os exemplos são indianos, japoneses e até brasileirosTemos visto disso durante toda a existência humana, mas, para sermos específicos, basta que lembremos de algumas circunstâncias recentes. Por exemplo, há pouco mais de 2 décadas tomou corpo o movimento Rajneesh, que foi idealizado por um guru indiano suspeitíssimo que chamava a si mesmo de Bhagwan Shree, o que é um título nobre da hierarquia mística indiana, recrutou milhares de adéptos para seguirem os mais diferentes caminhos do mundo e levarem sua pretensa mensagem de paz e amor. Seus seguidores o amavam a tal ponto que transferiam para sua conta-corrente bens de valores incalculáveis - e acreditavam estar seguindo ao próprio Deus! Os que ingressaram na "ordem" do espertalhão, no inicio, tiveram a atribuição de recrutar novos adéptos, que iriam recrutar outros ainda, e assim por diante, num eficientíssimo mecanismo de dominação e crescimento: todos os adéptos - para serem considerados fiéis e merecedores das benções de seu Iíder - não deviam questionar a origem ou veracidade dos ensinamentos, deviam adorar seu "mentor espiritual" acima de tudo e ter a obrigação de converter outros "profanos" para seu reino. Ninguém precisa dizer o que aconteceu com a seita...Mas, não custa nada lembrar. O guru (e sua trupe) adquiriu propriedades valiosíssimas em todo o mundo, cometeu crimes de todas as espécies (da prostituição de menores em seus "ashrams" até tráfico de drogas), ganhou uma frota de quase 100 automóveis Rolls-Royce - isso tudo entre muitas outras coisas que, depois de descobertas, deixaram seus seguidores na rua da amargura. Alguns deles, é claro, cegos até a alma, continuaram achando que o "mestre", que morreu de AIDS, era um santo e que todas as acusações que foram (e ainda são) feitas contra ele são coisa do diabo ou, no mínimo, de infiéis e indignos...Só para exemplificar melhor o processo de gurulização, podemos enumerar vários exemplos e movimentos semelhantes, todos dentro do mesmo esquema: começaram disfarçados de "santos" e depois são desmascarados publicamente. A famosa seita do reverendo Moon, um inferno impensável que realizava verdadeiras lavagens cerebrais em seus seguidores, é um caso típico. Embora muito mais extrema que o movimento Rajneesh, a seita tinha basicamente os mesmos mecanismos de dominação de incautos: arrebanhar pessoas que estivessem atravessando fases difíceis em suas vidas, problemas existenciais etc, fazendo-os ver que o mundo da seita é maravilhoso e garantir-lhes o preenchimento do espaço vazio interior que carregam. Em alguns casos, se o camarada for um bom adépto, a seita garante até uma vaguinha no céu; aliás, sem querer polemizar, é exatamente este o procedimento que fez muitos pastores evangélicos ricos, como o "bispo" Edir Macedo, por exemplo, que afirmou recentemente ser um enviado de Deus... Mais ainda, pessoas como o Rajneesh, Moon e Macedo, entre tantos outros, existem em todos os níveis de atuação, em todo o mundo (principalmente no 3e Mundo, um quase submundo) e, de uma forma ou de outra, surgem a cada novo dia e seguem enriquecendo.Macedo, por exemplo, hoje é dono de uma rede de rádio e TV, a Record, tem um patrimônio imenso e conta com o apoio de milhões de fiéis - justamente os seguidores que, a cada nova sessão de pregação, oferecem seus míseros trocados dentro de um chapéu. Em troca, os seguidores destas igrejas (se é que podemos chamá-las assim!) são orientados a andarem sempre terno e gravata, mesmo para trabalhar na construção civil ou na lavoura, pois assim - são forçados a acreditar - estarão prontos para serem convocados por Deus para a vida eterna... É triste a constatação de que o ser humano tem um grande vazio interior e que tenta, desatinadamente, preenchê-lo de todas as formas possíveis. E isso ocorre muito mais com os seres humanos ocidentais, pois a cultura e a educação deste "lado" do mundo valoriza muito mais as coisas materiais, em detrimento das espirituais. Já no Oriente, há o contrário, embora também com muitos defeitos: a valorização do lado espiritual e transcedental da vida proporciona aos povos asiáticos um encontro mais completo e profundo consigo mesmos. Mas, muitos orientais espertos - como os já citados Rajneesh e Moon, entre tantos outros - percebem este fato e lançam suas garras sobre o fraco e decadente Ocidente, tão carente de valores interiores, para aquilatar fortunas e poder.Pregação em high-tech, em versão Nova EraAs versões sulamericanas destes gurus só fazem aplicar o conhecido Conceito de 3º Mundo e pôr em prática um mecanismo adaptado de dominação de massas. Já as versões norte-americanas aplicam conceitos "high-tech" para atingir seus objetivos, e assim por diante. Nos States, os pastores evangélicos e os líderes de seitas não meditam antes das cerimônias, não pregam em igrejas abarrotadas e acaloradas, não sobem em altares pomposos e nem solicitam aos seus auxiliares que passem a sacolinha de oferendas... Pelo contrário, lá já se evoluiu tanto que, antes das cerimônias, estes religiosos passam horas no maquiador e cabeleireiro, pregam diante de câmeras de TV e em rede nacional, seus altares são eletrônicos e multicoloridos e, para recolher doações, usam até cartões magnéticos espalhados entre seus "tele-fiéis". Associado a tudo isso tudo há ainda um outro fator: a sazonalidade, valorizar aquilo que é moda. Assim, por exemplo, quando explodiu o "efeito Rajneesh", passou a ser moda ser seu seguidor e muitos adéptos o seguiram sem saber bem porque - mais para acompanhar o que estava ocorrendo no momento e ficar na moda do que para procurar salvação...E os modismos se multiplicaram de tempos para cá, fazendo as pessoas adotarem condutas de vidas estranhíssimas porque estavam na moda e porque, ao mesmo tempo, preenchiam seus vazios interiores - vazios estes que tinham tentado preencher em muitas outras ocasiões, em variadas outras seitas, com variados movimentos também modistas e não conseguiram. A época de se tomar o chá de ginseng, por exemplo, foi um destes modismos, a enxurrada de pessoas que passou a adotar a macrobiótica nos anos 70 foi outro modismo, e assim por diante, só para citar alguns casos. Hoje, está em alta outro modismo interessante e que a cada dia ganha novos adéptos: o Santo Daime, também conhecido como a União do Vegetal - o movimento (na falta de um termo melhor) que ensina a preparar e a tomar um chá alucinógeno e que hoje atrai artistas, intelectuais e uma quantidade de pessoas. O Daime está neste exato momento naquela fase em que todas as seitas do gênero um dia já estiveram, a do crescimento; vamos ver o que ocorre depois - basta recordar o clima de "oba-oba" que se fez em torno do gurulizado Thomaz Green Morton e seus teatrais gritos de energia cósmica, o "rá". E olha que o Thomaz tinha, de fato, poderes paranormais. O que dirá do resto...Movimentos que ameaçam a credibilidade da UfologiaExistiram e ainda existem, também, muitos lamentáveis movimentos ligados ao culto da personalidade em nosso país e, o que é pior para nós, dentro do setor ufológico - que é a única coisa que nos diz respeito para que tratemos desse assunto em UFO. Movimentos ditos ufológicos surgem em todo o mundo, mas aqui, no Brasil, particularmente dois deles foram ou estão sendo nefastos para a Ufologia, pois ameaçam frontalmente sua credibilidade. São seitas que seguem o mesmíssimo padrão das religiosas e já discutido acima, embora com algumas variações e adaptações: a propagação de idéias absurdas relativas à missão dos discos voadores e de seus ocupantes extraterrestres - mas que preenchem o interior de seus seguidores que, por sua vez, por mais inteligentes que sejam, tem suas carências falando mais alto que o raciocínio, suprimindo-o para dar lugar ao emocional. Sem questionarem um pingo do que ouvem, os seguidores destas "ufo-seitas" abandonam o racional e abraçam a promessa de salvação, desta vez partindo - segundo seus Iíderes - de extraterrestres. E muitos destes "ufo-fiéis" não questionam os "conhecimentos" que recebem de seus Iíderes não por não terem subsídios culturais para fazê-lo, mas muitas vezes simplesmente por não quererem fazê-lo, o que é bem pior... Aliás, o esquema de salvação via extraterrestres é bem mais eficiente que os esquemas usados pelas seitas evangélicas, onde o fiél tem que crer em todos os santos e símbolos sem vê-los; a vantagem das ufo-seitas, assim, é evidente: os fiéis podem ver o objeto de sua fé, já que existem centenas de fotos de UFOs por aí - o que, em seu raciocínio, indica que os salvadores estão a postos!O atual Iíder de um desses movimentos perniciosos à Ufologia admitiu, recentemente, que sua seita virou religião; mas o líder do outro movimento, no entanto, só faz cultuar sua personalidade. Estamos falando, respectivamente, da Cultura Racional e do Sr. Trigueirinho Neto. No caso da Cultura Racional, um movimento (ainda na falta de um termo melhor) que se alastrou pelo Brasil a partir dos anos 70, a maioria de seus adéptos tem origem nas camadas mais pobres e ignorantes da população. A seita-religião surgiu das idéias de um senhor semi-analfabeto chamado Manoel Jacinto Coelho, falecido há alguns meses, que chegou a escrever dezenas de livros da série Universo em Desencanto, nos quais propagou basicamente a idéia de que os discos voadores não são veículos (no sentido de máquinas), mas sim os próprios seres extraterrestres, que ele identifica simplesmente como "habitantes do mundo racional"... Até aí tudo bem, pois é aceitável que o camarada tenha as opiniões que bem entender - e não só sobre Ufologia, mas sobre tudo na vida. O reprovável, no entanto, e divulgar isso como uma pretensa verdade, prometer o céu aos seus seguidores e, usando o Fenômeno UFO, enriquecer barbaramente. Aliás, muitas religiões modernas também enriquecem com o Fenômeno UFO quando, em suas missas ou sessões, dão graças aos "sinais de luz", "sinais de Deus" ou "sinais do Espírito Santo" que são vistos na Terra ou que apareceriam no céu principalmente no final dos tempos, o que é agora. Estes sinais, curiosamente, têm forma de esferas, de semi-esferas, de discos com janelas e até de naves com trens-de-pouso. Será coincidência que as religiões falem nisso referindo-se aos tais sinais e atribuindo-lhes origem divina? Ou será que com tantos recursos e distribuídos em todo o mundo, usando mão-de-obra fiel e gratuita, as religiões não sabem o que são estes sinais?! Duvidável e lamentável...Tratando a Ufologia com simplismo e ignorânciaHoje, é muito comum nas grandes cidades e capitais caminhadas coletivas, passeatas e demonstrações dos adéptos da Cultura Racional. Normalmente, saem em bandos pela rua, entoando hinos da seita, vestindo roupas brancas e camiseta com mensagens e emblemas característicos. De uns tempos para cá, passaram a conduzir também bandeiras e estandartes: é um verdadeiro carnaval. Conversas ou discussões com esses elementos é absolutamente impossível, pois julgam-se absolutos donos da verdade, em comportamento que lembra uma lavagem cerebral. Para eles, a Ufologia não tem o menor valor, pois pesquisa veículos extraterrestres que, afirmam, são seres e seus salvadores. Pior ainda: dizem que, enquanto os ufólogos pesquisam, os "racionais" já sabem tudo sobre os extraterrestres! Obra de Manoel Jacinto Coelho, que chegou a declarar que, se alguém quiser ser salvo e ir para o reino dos céus (o que eles afirmam ser o "universo racional"), basta ler os volumes que escreveu. Mas, quando alguém lhe perguntou como o camarada que não sabe ler pode também ser salvo, Coelho pensou um pouco e não titubeou: "Basta que durma com os livros debaixo do travesseiro". Não importa: ler ou não ler os livros é questão secundária, o importante é comprá-los!Pior ainda que esse comércio eram as doações que os adéptos faziam (e ainda fazem) à seita, o que permitiu a Coelho reunir um patrimônio invejável. No início de suas atividades, seguindo o padrão dos modismos, eram principalmente os adéptos ricos e abastados que ingressavam na seita e que ofereciam bens em troca de um lugar no tal universo racional. Muitos artistas, autoridades, socialites, transferiram terras, fazendas, patrimônio etc e até trabalharam para divulgar a seita e vender seus livros. Um desses artistas, que chegou a ser uma espécie de "garoto-propaganda" da seita foi o cantor Tim Maia, que com sua antiga fama de drogado chegou a ser considerado pela sociedade brasileira como convertido de seu vício depois que entrou para a seita - o que só aumentou seu faturamento. E, qual não foi nossa surpresa ao vermos a edição deste mês da revista Playboy trazer uma entrevista com o próprio Tim, onde afirma categoricamente que toda a seita é um embuste - logo ele, Tim, que era um dos baluartes da coisa. Para o leitor ter uma idéia do tamanho dessa coisa, vamos transcrever abaixo um trecho da entrevista e, de antemão, agradecemos sua compreensão, desculpando-nos também pela necessidade de incluir alguns palavrões que a matéria traz, para não mutilarmos sua transcrição:

Playboy - Como é que você foi parar nessa?
Tim Maia - Por causa de um livro que me foi dado pelo Tibério Gaspar, chamado justamente Universo em Desencanto. Sou chegado em Ufologia, já estive em vários simpósios, procuro conhecer pessoas que se interessam por seres extraterrenos. Nunca tive contato direto (...), mas sei de casos, sempre estudei isso. Então fui para essa seita, que prometia me preparar para entrar em contato com seres extraterrenos. Quando cheguei lá, vi que o negócio era umbanda, candomblé, baixo espiritismo. O chefe era o Manoel Jacinto Coelho, que acabou de morrer. Ele passou quinze anos com o seu Sete de Lira e tinha uma propriedade enorme em Nova Iguaçu, que incluía até um motel para extraterrenos. O homem morreu, mas a família continua administrando essa farsa, vendendo milhares de livros (...).Playboy - O que você fazia para o Universo em Desencanto?
Tim - Só de excursão para São Paulo eu fiz umas dez - pagando tudo, ônibus e mais ônibus, fomos na televisão com o livro nas mãos e, só de uma vez, o Jacinto vendeu 10 mil livros. Ele era esperto também e comprou dez rolos do teipe que eu tinha gravado na RCA (...). O negócio todo girava em torno de vender o livro. É por isso que eu tenho hoje essa birra com livro, não leio mais nada, nem gibi.
Playboy - Que história era aquela de um motel para ETs?
Tim - Ele comia todo mundo lá, principalmente a Rubenilda, mulher do João Feijão, que trabalhava com ele, e a mulher do Francisco, que trabalhava comigo. E mais a irmã da mulher do Francisco. Era um tarado sexual e aquilo era uma sacanagem total. (...) A Rubenilda me contou. E depois as pessoas que ele sacaneou foram me revelando: dono de haras, de metade de Jacarepaguá e de várias empreiteiras que fizeram a ponte Rio-Niterói. Milionário. Enquanto eu estive lá, nunca ganhei tanto dinheiro e nunca perdi tanto dinheiro.Salvação através da ação de seres extraplanetáriosDepois destas declarações, o que mais há para se acrescentar sobre a seita? O que pode haver de salvação num meio como esse? Absolutamente nada; a coisa toda é comércio e enriquecimento. Coelho foi apenas um pouco mais esperto e original que muitos pastores que circulam por aí, pois prometeu a salvação de forma inusitada: esta viria com os seres extraplanetários. E é absolutamente incrível como os líderes da seita doutrinam ainda hoje seus seguidores, promovendo verdadeiras lavagens cerebrais nos mesmos. Mas, contrapondo-se à forma como a Cultura Racional arrebanha seus fiéis, o movimento do Sr. Trigueirinho coleta seus seguidores, inexplicavelmente, entre membros da classe média, entre profissionais liberais autônomos, entre viúvos e viúvas abastados e carentes e entre pessoas que já têm um "histórico" de seguir seitas - normalmente ricas e com curso superior. Muitas dessas pessoas já passaram pela tradicional Igreja Católica e, não se contentado, migraram para outras - às vezes evangélicas, outras vezes espirituais - afim de descobrirem as respostas para suas ansiedades. Mas, ainda não as encontrando nestes novos domicílios, partem para outros abrigos ainda, e assim sucessivamente, até chegarem, um dia, à Ufologia. Daí, por terem uma "queda" para o espiritual, para o místico e esotérico, buscam coisas mais profundas do que uma mera pesquisa da existência e atuação extraterrestre na Terra. E quem ofereça "ensinamentos" mais elevados, supostamente partindo direto de nossos visitantes extraterrestres, naturalmente arrebanha estas almas.

Informalmente, temos feito estudos e mais estudos a respeito desse procedimento social e concluímos que o mecanismo de fixação de pessoas em seitas ligadas à ufolatria é basicamente esse. E é impressionante como isso se repete. Naturalmente, há movimentos filosóficos e esotéricos ligados à presença alienígena na Terra que são genuínos e bem intencionados, mas mesmo estes ficam imensamente prejudicados pelos outros, talvez até mais que a própria Ufologia ortodoxa. Luiz Gonzaga Scortecci de Pauta, um respeitado psíquico que desenvolveu uma linha absolutamente nova e original de atuação a nível de contatação com ETs, é testemunha e vítima disso.Segundo nos confessou recentemente, seu Projeto Alvorada - que consistia na construção de algumas unidades auto-suficientes em áreas de elevada altitude, para que seus moradores pudessem pesquisar em uma espécie de "retiro" os extraterrestres, tentando até contatá-los - não teve êxito porque as pessoas que ingressaram no movimento passaram a achar que Gonzaga fosse um guru e que os ETs seriam seus salvadores. "De repente, começou a aparecer gente de todos os lados, defendendo coisas como sexo livre, reforma agrária e até fumando maconha, coisa que não tinha nada a ver com nossos objetivos - loucos de todos os tipos que achavam que o Projeto trazia salvação. Tive que desistir de tudo quando quiseram me gurulizar", declarou-nos. Se fosse um espertalhão mal intencionado, Gonzaga hoje estaria rico e com várias propriedades, o que está muito longe de ser verdade e é o que aconteceu com o Sr. Coelho e, acredita-se, com o Sr. Trigueirinho também.Os absurdos estão também dentro da própria UfologiaMas a extravagância não atinge apenas elementos marginais à Ufologia, que se aproveitam da situação para ganhar dinheiro e poder. Alguns ufólogos bem reconhecidos, brasileiros e estrangeiros, também cometem ab surdos ridículos na tentativa de atingirem a fama. Um conhecido ufólogo paulista de nome estrangeiro e curioso, no início de sua carreira, chegou a afirmar à revista Fatos & Fotos ter tido nada menos do que 13 contatos imediatos com extraterrestres - e esta é apenas uma das besteiras que afirmou, quando ainda usava outro nome e se declarava gênio. O que leva as pessoas a se ridicularizarem dessa forma? Oras, as pessoas podem dizer ou fazer o que bem entenderem, já que este é um país livre, mas se estão engajados com a Ufologia, espera-se que tenham um comportamento no mínimo decente, pois há o perigo - gravíssimo, por sinal - de termos figuras como os Srs. Coelho e Trigueirinho dentro do próprio movimento ufológico. As Iideranças deste movimento devem ter uma postura de sobriedade e de oposição aos extremos radicais.No caso do movimento erigido pelo Sr. Trigueirinho, uma das coisas que mais impressiona é o volume de livros que vende, o que lembra a Cultura Racional: até agora, já foram lançadas várias edições de suas obras Sinais de Contato. Erks - O Mundo Interno, Aurora e Miz Tli Tlan - todos livros com boas ilustrações coloridas, embora de falsos UFOs, boa impressão e acabamento, e são até baratos! Vários ufólogos brasileiros estão estudando detidamente tais obras, como os pesquisadores Marco Antonio Petit, um dos maiores especialistas em investigação de campo no país, e Claudeir Covo, especializado na análise de fotos ufológicas (Editor: Veja artigos nesta edição). Suas conclusões até aqui são, como se poderia esperar, óbvias: as fotos utilizadas como sustentação de seus contatos com alienígenas simplesmente são fraudes grotescas e até mal elaboradas. De todas as fotos apresentadas pelo Sr. Trigueirinho em seus livros (e são dezenas), os especialistas não conseguiram encontrar uma única que pudessem afirmar ser de um verdadeiro UFO ou, pelo menos, ser aquilo que suas fantasiosas legendas descrevem. Entre essas descrições, o imaginativo guru-autor chega a dizer que um conjunto de pontos luminosos contra o firmamento são "habitantes da cidade de Erks"... Cômico, se são fosse trágico. Aliás, uma das coisas que os especialistas deveriam investigar é de onde vem tamanha imaginação, pois uma rápida leitura das legendas apresentadas nos livros do Sr. Trigueirinho é um passeio peia Disneylândia da Ufologia, onde tudo parece ser possível - especialmente se os turistas que se aventuram no passeio não fazem a mínima força para conhecerem ou avaliarem as fantasias que observam; só as experimentam com muita êxtase e alegria! Uma espécie de "vale-tudo" ou Programa do Faustão.Adéptos totalmente alienados da realidadeOutra coisa que impressiona bastante no "efeito Trigueirinho" é a obstinação e a devoção como que as pessoas aderem ao movimento. Já discutimos os motivos que as levam a ingressar em algo desse gênero, mas é preocupante a maneira como o defendem. Particularmente, jamais vi algo igual - e o movimento está, hoje, espalhado por todo o Brasil. Em conferências que vários ufólogos têm realizado nas mais diversas cidades, inclusive esse autor, estes encontram grupos ligados ao Sr. Trigueirinho defendendo-o e às suas declarações com seu próprio sangue, se for preciso. É notável como usam argumentos em seu favor, para, num esquema de alienação total da realidade, defenderem uma causa absolutamente suspeita e insustentável logo no início. Oras, até hoje discute-se se capitalismo é melhor que comunismo, se futebol é melhor que basquete, se pescar é melhor que caçar, se a novela Carrossel é melhor que a programação da Rede Globo etc - e até há pessoas que discutem se o homem foi de fato à Lua ou não... Enfim, tudo na vida é discutível, menos os tais "ensinamentos" do Sr. Trigueirinho, já gurulizado a tal ponto que alguns de seus mais calorosos fãs, apelidados de "trigueiretes", o chamam até de santo ou o reconhecem às vezes como uma reencarnação, às vezes como um discípulo de Jesus.O Sr. Trigueirinho está simplesmente acima de qualquer discussão e o pior de tudo isso, neste processo, é a conivência do guru como o processo de sua gurulização. Ao longo da história, inúmeros verdadeiros ascencionados tomaram todas as precauções para não permitirem que seus seguidores os entronassem e passassem a venerá-los como um sobre-humanos; pelo contrário, fizeram todo o possível para que isso não acontecesse, que é o que a prudência indica. Um processo de gurulização com a conivência, aceitação e - como parece ser o caso - interesse do próprio guru é algo extremamente perigoso, nefasto e pode se configurar até em dano à Humanidade. É o mesmo que culto à personalidade e que já gerou figuras como Hitler, Pinochet, Kadafi e até Saddam Hussein; guardadas as devidas proporções, o caminho é o mesmo, dependendo das intenções do guru. Para se ter uma idéia da cegueira de seus seguidores, quando questionados acerca das fotos, apresentadas a estes como falsas, os mesmos chegam a dizer que "as fotos não importam, pois o conteúdo do livro é indiscutível". Muitos trigueiretes que consultamos chegaram a afirmar que nunca se preocuparam corno as fotos... Oras, se o Sr. Trigueirinho escreve livros fantásticos em que narra seus espetaculares encontros com seres de outros mundos e, para substanciar sua narrativa, apresenta fotos ridiculamente falsificadas e fajutas, como podem os seus contatos serem verdade? É óbvio que não o são, caso contrário ou apresentaria fotos legítimas, ou não apresentaria nada, deixando para o leitor-seguidor o direito de crer no que quisesse. Mas esse não é o seu caso. Enfim, este é mais um modismo que atinge aos carentes de espírito - que são cada vez mais numerosos não só em nosso combalido e desesperançado país, mas também em todo o mundo, onde processos diversos levaram a coletividade humana sobre a Terra a optar pelo superficial, pelo material e pelo bonito, em detrimento da profundidade de emoções, do reencontro com o interior humano e das verdadeiras belezas dentro e fora do ser. Lamentavelmente, pessoas movidas por interessem inconfessáveis, além do dinheiro e poder, aproveitam-se dessa situação e da cegueira geral como no ditado que diz que "em terra de cego, quem enxerga um pouco, nem que se seja com um olho só, reina". Cabe aos verdadeiros pesquisadores e promotores imparciais da já complexa questão ufológica romperem seu silêncio e exporem suas experiências e vivências para auxiliarem os desorientados, sem receio de encontrarem adversários entre seus próprios amigos. O que importa é dizer e fazer a verdade que se acredita e que seja decente.






Criado em: 24/2 22:33
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Os pensamentos sujos dos homens criaram as baratas e a teimosia em não evoluir, o macaco.
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468
https://geneticaberrations.com/2017/11 ... ade-hilaria-trigueirinho/






Os pensamentos sujos dos homens criaram as baratas e a teimosia em não evoluir, o macaco.




Open in new window








Espiritualidade Hilária ou delirante – Trigueirinho









Open in new window




Gente de Deus, Trigueirinho editou 78 livros (tb) e alguns escândalos. As centenas de seguidores que vão morar Trigueirinhojunto a ele na fazenda Figueira, sul de Minas Gerais, têm certeza que ele sabe tudo o que acontece no mundo, a história por detrás da cada evento e o que está por vir. Supostamente o “profeta” Trigueirinho é um contatado, recebe mensagens de povos de outras galáxias e dimensões, além de ter videntes ligados a ele que recebem instruções de gente graúda como a Virgem Maria. A revista UFO do Brasil apontou as fraudes mal feitas das fotos de espaçonaves alienígenas que aparecem em seus livros. São truques simples de movimentar a câmera rapidamente frente a pontos de luz. Muitos são os relatos de abuso dessa comunidade formada por ele que aparecem na internet, mas esse será um post mais leve.
Não vamos entrar nos pormenores aqui, apenas quero que ouçam um vídeo (só tem áudio) para perceberem o que um ser humano é capaz de acreditar.
Se a preguiça bater, conto já resumidamente o que ele diz no vídeo: o homem não veio do macaco como Darwin ignorantemente quis indicar, mas o macaco é que veio do homem. Por ter se negado a evoluir como deveria, permanecendo tempo demais como animal, o ser humano ocasionou lamentavelmente o surgimento dos macacos no mundo que por culpa do homem, agora são uma espécie que não tem como evoluir espiritualmente, pois não era para eles existirem, estão fora do plano divino. Repito para vocês não perderem a sutileza brilhante da coisa: Nós desgraçadamente somos culpados por aparecer na natureza essa coisa fora da lei universal chamada “macaco”. Por nossa teimosia em não querer evoluir, esse ser absurdo, uma aberração, vai sofrer estagnado sem ter para onde ir, pois não foi Deus quem o criou. Ok?
Ainda ele diz no vídeo que as baratas existem por causa dos pensamentos sujos dos homens. Ignore o fato de as baratas existirem há 300 milhões de anos na Terra e o ser humano somente há 200 mil anos (eu disse mil). Provavelmente o ser humano cria retroativamente. Os pensamentos que você tem sobre sexo hoje faz com que baratas apareçam na Terra por geração espontânea há milhões de anos atrás e faz com que elas comecem a se reproduzir até chegarem nos dias de hoje. Pense melhor antes de entreter pensamentos libidinosos. Eles dão a luz a baratas, que vão assustar sua mãe e seus filhos, e vão revelar para sua esposa o que você vinha pensando. Uma barata não aparece por acaso na sua casa. Esteja avisado.
Toda vez que você ver um macaco ou uma barata lembre-se e fale em tom penitente: “Eu criei isso”.
















Os pensamentos sujos dos homens criaram as baratas e a teimosia em não evoluir, o macaco.






Open in new window






Criado em: 25/2 0:09
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: “Dá-me-uma-tusa”
sem nome
olá papagaio. continuas deficiente! o único que não evolui és tu. bom, falas sozinho contigo e chamas a ti mesmo macaco! querias que o mundo evoluísse no sentido que pretendes tal como os ditadores, só que nem todos são atrasados como tu. deixa o mundo em paz e ele fará o percurso natural das coisas até… afinal gostarias de ver no espelho mais que um macaco, e sim, admito que te seria mais favorável e propenso a uma vida saudável. pois é chico, tens de dar o primeiro passo. tenta deixar de colar palavras em forma de salsicheira dos livros comprados na feira da ladra e pensa com um coração de gente boa e sóbria se puderes. tenta quiçá... compras tudo em vias de falência e depois é isto, temos de te aturar. querias. jorge papagaio perseguidor macaco... afasta os maus pensamentos burrito, perdido. she she pópó eheh

Criado em: 25/2 12:25
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: “Dá-me-uma-tusa”
Da casa!
Membro desde:
1/5/2012 3:18
De Belo Horizonte
Mensagens: 349
Para o Jorge, Com certeza a lei do amor, compensação, carma e outras cuidam de todos e suas ressonâncias. Eu estive lá com o Meu amigo Trigueirinho e sou grato ao mestre e ressoo o que aprendi e vivi lá. Ao contrário das trevas e inimigos da evolução planetária e humana. São criminosos e ignorantes aqueles que divulgam o que não sabem. Ore por vossa ignorância. Foi uma honra conhecer e partilhar a existência com José Trigueirinho Neto, sem dúvida.

Criado em: 25/2 13:00
_________________
Eu sou gratidão
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: “Dá-me-uma-tusa”
Subscritor
Membro desde:
3/12 15:40
De Azeitão/Setúbal
Mensagens: 468

































Apresento-lhes os meu agradecimentos, sinto-me orgulhoso do apreço e do cuidado, da generosa atenção que têm por mim pois que sem dúvida desperto grande apreço neste dois morcões, sintoma de que ainda transmito e exprimo algo, ao contrário de tantos outros, que mexo ainda com alguém, que me resta ainda e apesar de tudo, algum talento para lhes lambuzar o goto, pretendo pois continuar “tele-novelando” esta sã amizade, tão pura quanto grotesca, já que se dão à faina, ao prazer despregado de pescar Namastibet’s e Jorges Santos por tudo o que é mar-cão, tenho para lhes dizer, grandessíssimos morcões que também sou um vosso abnegado fã, apesar de não aparentar por vezes, vou tentar ser mais prodigo de atenções de hoje em diante, prometo. O afã com que me atribuem simpaticíssimas e tão meritórias referências deixa-me encantado, deslumbrado, feliz por saber que terei sempre o vosso apoio incondicional mesmo nos momentos mais difíceis caso deste que estamos atravessando, prometo dar mais notícias em breve grandessíssimos morcões, prometo … xaxau e um beijinho ao Vlad Drácu(la-la) tb

Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=355850 © Luso-Poemas








































Criado em: 25/2 20:22
_________________
Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados