https://www.poetris.com/



(1) 2 »


(GabrielaMaria) crítica verdadeira para um desconhecido:
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Uma crítica:

vejo-me no espelho e …
.
.
.
pareço ser ele,
derrotado
sumiu

Criado em: 18/1 23:19
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido:
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Apesar dos ranhentos encontro aqui aqueles que gostam de observar a liberdade de criatividade do outro, como é bom ser pássaros nos seus jardins

Criado em: 19/1 14:38
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


FD.P.
Subscritor
Membro desde:
18/8/2021 13:19
De Azeitão, Setúbal, Portugal
Mensagens: 1964





Grandes mistérios habitam
O limiar do meu ser,
O limiar onde hesitam
Grandes pássaros que fitam
Meu transpor tardo de os ver.

São aves cheias de abismo,
Como nos sonhos as há.
Hesito se sondo e cismo,
E à minha alma é cataclismo
O limiar onde está.

Então desperto do sonho
E sou alegre da luz,
Inda que em dia tristonho;
Porque o limiar é medonho
E todo passo é uma cruz.




Criado em: 19/1 14:45
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido:
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Como é prazeroso conversar com um artista, usou o recurso das letras e deixou-me com o pincel

nunca imaginei que ao está de pé seria a cruz
cabeça
braços abertos
pernas

escolhas e caminhos e que muitos cometem o pecada de cimentar

Criado em: 19/1 14:56
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Cada passo que dou
Subscritor
Membro desde:
18/8/2021 13:19
De Azeitão, Setúbal, Portugal
Mensagens: 1964








Cada passo que dou uma cruz
A negação é o meu hemisfério

Misturo delírio com discurso
Como fosse um mundo inteiro

Inteiramente novo, "a sério"
Sem qualquer relevo clínico

Cem planícies planas em roda
Cada passo me dói igual outro

E outros mil meço-os p'lo meu
Passar e p'lo que fica pra ficar

Parado e em ponto de cruz,
Cada passo que dou não me

Avança apenas atrasa traçado
De outra e outra vez em viés

Ou em movimento d'pendulo





Criado em: 19/1 15:00
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido:
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
deixo-me permanecer, exatamente assim, e creio que agora estou deitada e o que perturba é que não sei se o olhos estão na nuca ou na testa, na posição de cruz

deixo-me permanecer e um sentimento de infantilidade invade porque não sinto as minhas pernas, já não as tenho, essa posição é o de estar no meio porque no fim creio que só durmo

Se tenho escolha prefiro olhar para o chão ao invés do sol.

Criado em: 19/1 15:48
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido:
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Não sou inteligente, mas, estou no meio de pessoas que procuram usar os olhos, eles *enxergam com o coração* e sempre encontram algo aproveitável. O que há de bom em mim é meu ego e que há de bom no outro eu bebo.

*ou interpreta

Criado em: 20/1 9:27
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido: TODO MEU TRABALHO _ o que fiz?
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Vou lhe ajudar
tirar-lhe um peso
que é meu
mas
você insiste em carregar
então vai

a vida é
o problema é meu!
vá.

Deixa eu cantar
faça uma canção
o canto é mágico
ele domina as pernas
não existe conflito
tudo em mim é paz
apenas fica ao meu lado

o que quer ouvir
o que quer que ouço
qual é a covardia
sabe das respostas
porque, porque
grita, grita
não te emprestei a minha voz
então repita
não para mim
vá até os doentes
combinamos
então é preciso
precisa coragem
a minha carne está dolorida
cansaço apenas
levantei pesos em pensamentos


Criado em: 22/1 20:08
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido: Egoísta _que merda é essa?
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Palavra estranha é o vocábulo egoísta, ela tão estranha que quando penso nela e me inquieta tanto que faço questão de tentar ignorar
talvez eu encontre outras palavras, mas não desejo encontrar outras iguais a essa, onde a palavra egoísmo se encontra é duelo tão grande dentro de mim que simplesmente a vômito, ela me faz um mal, então penso nela na:

escola, e saberia definir o que seria egoísmo, talvez haja outro explicação para o colega não emprestar o material

egoísmo infantil já complicado agora imagina adultos, creio que a palavra egoísmo é uma mais cheia de tentáculos e só na minha mão tem o anel de ser rei, tem outro anel de apontar toda raiva, no dedo o anel do jóia o que é impossível dizer com o que ele concorda, o anel da aliança aquele que pode significar uma coleira e também aquele que é mais agressivo que manda tomar no ú e não gosta de receber esse deve ser o ditador. Todos anéis e ainda não sei a quem cabe a palavra egoísta e nem o que é sagrado ensina-me o que seja o egoísmo, é fugir de mim ou do outro


Criado em: 23/1 17:35
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Uma crítica verdadeira para um desconhecido: A ARTE IMITA A VIDA_minha e só minha crítica.
Da casa!
Membro desde:
4/9/2022 12:38
Mensagens: 312
Talvez a arte imita a vida, mas eu apenas vivo.
Vive é uma arte da qual não abro mão de escrever.
Eu sou aquela que si crítica, penso que assim possa haver mudança no que acredito. Nunca perderia tempo para criticar ninguém.

Criado em: 24/1 10:33
_________________
Maria Gabriela


(Ao espelho) o conforto te faz ser vidro, mas o mundo nunca deixa de ser pedra.
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados