https://www.poetris.com/





"Te loquor absentem"
Subscritor
Membro desde:
24/2/2017 12:37
Mensagens: 1875



"Te loquor absentem"

Invoco e maldigo aqui a tua nefasta presença ...





Seu Ogre genérico, prático e incapaz, penso e sinto, acredito sacramente que permaneces grunhindo o nome do teu apocalíptico maioral e capataz, Askerozo-manko, in-género "tuo" e germinado na porca gamela do Apocalipse e para mais, "duelo" ou dueto, se faz entre cavalheiros da mesma estripe, de ambos os géneros, mas de uma mesma genealogia (não é apenas semântica oral nem canto gutural de símio) e não, jamais com um Suíno de Chiqueiro, cretino que quiçá nem a somar 4x4 aprendeu, nem dar pelo erro consegue, no ábaco do Tamerlão Árabe na cidade de Samardã, que nem sabes onde se localiza no mapa.
Não se toca rabecão a quatro mãos, nem em dueto o "Excelsus suber" de Brahms , embora seja um "Ensamble", jamais será a quatro patas e "piano magníssimi" é o meu mote e dote excelso, de modo que te excomungo da minha privacidade silente, monogenética e monogâmica, não privo com seres da tua parca espécie, do teu género e o BramaPutra é na Índia, Brama não é apenas cerveja mas uma estripe de galináceo puro e a ilha do teu desconhecimento é "Phuket", porque é "Phuket"(?).
"Te loquor absentem" invoco a tua ausência e te maldigo, abstém-te, volta para a pocilga no Bósforo, onde procrias invalidez e peçonha, ainda peço por obséquio, embora esteja ordenando, como faz um general à grotesca soldadesca menor, rastejando em trincheiras de lama e nas latrinas infectas, junta-te imediatamente ao teu guardador Lex...
Ah e lembra-te de tudo isto, porque bem pior ainda irá acontecer-te, não só física e moralmente, de cada vez que me convocares à inutilidade e futilidade bufa, balofa inorgânica/patética, de que fazes parte, naufragarás na peste uma e outra e outra vez, quando pensares em mim, por isso não penses nem pretendas - seu incapaz, de invocar o meu nome em vão, nem agora nem jamais...me deixa "emquella pace cui" , camaleão de batina, barata de sacristia , me deixa ou....Te loquor absentem !!!


Te loquor absentem

Te loquor absentem, te vox mea nominat unam;
nulla venit sine te nox mihi, nulla dies.
Quin etiam sic me dicunt aliena locutum,
ut foret amenti nomen in ore tuum.

Ovidi Nasonis, in Tristium Liber Tertius

"Werde der du bist."
Goethe
















Open in new window

Criado em: 7/3 12:15
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Te loquor absentem"
Subscritor
Membro desde:
1/5/2012 18:42
Mensagens: 4524
Sem tempo para o chicote.

Criado em: 7/3 14:40
_________________
Meu objetivo na vida
É trazer luz lá do fundo
Assim na partida
Já conhecerei além-mundo


Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Te loquor absentem"A FRAUDE DE TRIGUEIRINHO
Subscritor
Membro desde:
24/2/2017 12:42
Mensagens: 1863
A FRAUDE DE TRIGUEIRINHO

A FARSA E A FRAUDE DE TRIGUEIRINHO FALSO CONTATADO.










A força de trabalho escravo, de “Figueira” do CHARLTÃO TRIGUEIRINHO, só é possível se os atores sociais estiverem presos no seu sistema de sujeição, e os seus corpos se tornem servis e submissos. As necessidades, atividades e tarefas são instrumentações políticas cuidadosamente organizadas, calculadas e utilizadas de forma a mascarar a realidade. A sujeição é obtida pela ideologia religiosa estrategicamente pensada, agindo sobre os seus corpos, sobre as suas personalidades e até mesmo nas suas almas, no seu íntimo, sem, no entanto, fazer uso de violência ou de armas. Assim, os residentes condicionam os visitantes para que ajam de forma igual. Os seus comportamentos são previamente decididos e há, portanto, uma flexibilidade adaptativa dos corpos. RELIGIÃO DE CULTO: "O mais sórdido pretexto do poder máximo em nome do falso e mentiroso amor que literalmente caminha sobre cadáveres, sem hesitação ou escrúpulos. Apoiada pela falsa doutrina do Novo Testamento, o culto religioso Cristão intromete-se na política de todos os países. E além disso, não se envergonha em interferir na mais íntima vida familiar dos seres humanos – até mesmo na cama de parceiros casados – de modo a atacar até mesmo ali e destruir o derradeiro e mais privado segredo dos seres humanos. Agora chegou a hora em que um basta pode ser dado a todas estas atividades inescrupulosas, se o homem tornar-se sensível o suficiente, revisar os seus pensamentos e devotar a si próprio aos verdadeiros ensinamentos de Jmmanuel. Do mesmíssimo modo, todos aqueles que batem as suas cabeças contra os tijolos das paredes da enganosa loucura dos cultos religiosos e não são, portanto, capazes de um pensamento normal e sensível, irão combater e se oporem contra isso com todos os meios; e ainda assim, a sua luta desesperada será em vão porque a verdade será mais forte do que qualquer mania dos cultos religiosos ou mentiras sujas, embora a mentira esteja em existência por milhares de anos. As escandalosas falsidades dos cultos religiosos serão despedaçadas e destruídas para sempre, não importando o quanto os cultos religiosos e todos os seus seguidores e advogados se rebelem contra isso. Finalmente a verdade será vitoriosa, embora ela deva ser assegurada por meio de grandes esforços, assim como foi escrito nas Escrituras, que diz que a verdade irá provocar uma catástrofe mundial. Entretanto, a verdade se faz necessária e não pode mais ser silenciada. Uma catástrofe será compreensível se consideramos que os cultos religiosos alcançaram imenso poder, que até agora os capacitaram a suprimirem, por meios assassinos e sórdidos, todas as verdades direcionadas contra eles. Eles novamente tentarão fazer isso, mesmo que tiverem que cederem ao assassinato como freqüentemente foi o caso no passado." - Billy Meier, Talmud Jmmanuel, Introduction
Direitos autorais: Attribution Non-Commercial (BY-NC)
Baixe no formato PDF, TXT ou leia online no Scribd

Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=342527 © Luso-Poemas

Criado em: 13/3 9:00
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Te loquor absentem"
Subscritor
Membro desde:
24/2/2017 12:37
Mensagens: 1875
DER
BEOBACHTER
EDELWEISS



José Hipólito Trigueirinho Netto

A GRANDE FARSA DESTE CHARLATÃO EMBUSTEIRO E FALSO CONTATADO.

Trigueirinho é mais um embusteiro, mentiroso e charlatão que se aproveita da ingenuidade e da credulidade alheia.
José Trigueirinho

se diz o porta-voz dos extraterrestres, porém o certo é que apenas mais embusteiro e charlatão um que vive nababescamente as custas de seus seguidores "patos" que pagam mais de
1500 dólares
para passar um final de semana na sua fazenda "Esperança", localizada em Minas Gerais, para sonhar com a possiblidade de ver um E.T ou um Ovni. Citando abaixo um ex-seguidor do charlatão embusteiro Trigueirinho de nome Jonas:
“...Foi em abril de 2008. Já ciente das fraudes, fantasias, incoerências e outras coisas desagradáveis de Trigueirinho, mas também sabedor de que havia coisas boas entre seus livros e partilhas, ao ver um pequeno cartaz convidando para sua palestra “A arte de viver nos tempos atuais”, a ocorrer no dia 28 de abril daquele ano no Memorial da América Latina (Barra Funda, S. Paulo – SP), organizei-me para ir. Uma palestra com um título desses em uma cidade conturbada como S. Paulo chama muito nossa atenção, e não me espantei ao ver o auditório do Memorial, que é um ambiente enorme, no dia aprazado completamente cheio. Pois bem. Já no saguão de entrada, mesas sem fim com livros e mais livros de Trigueirinho, atuando quase como um elemento constrangedor sobre as pessoas que adentravam o recinto. Mas o pior mesmo foi a palestra. A coisa ali foi tão absurda que,

passados mais de 3 anos, ainda sinto algum mal-estar ao lembrar, pois, além de ter perdido meu tempo (fui à palestra com vistas a aprender lidar melhor com estes tempos vertiginosos, mas ouvi principalmente coisas como a existência de hierarquias de seres involutivos, “conexões” realizadas por estas entidades sobre as pessoas, “cristais” das luas de Júpiter, etc.), constatei que Trigueirinho não só era um fantasista sem par (como já sabia), como é um indivíduo que pode prejudicar as pessoas...” Continua Jonas: “..O que vou relatar aqui é algo extremamente sério. É resultado de pesquisas e investigações, fruto de minha vivência por 3 anos dentro daquele “grupo” denominado Figueira, e da colaboração de um amigo ex-dirigente de um dos “grupos de estudos” ligados a Figueira. Não vou detalhar minha vivência lá, pois acredito que se assemelhe, em termos de decepção, aos demais relatos já feitos aqui. Minha experiência só não chegou a ser realmente traumatizante porque nunca cheguei a confiar totalmente naquele “sistema”. Apenas digo que minha posição específica como colaborador naquele grupo de Trigueirinho me propiciou presenciar atividades como: contrabando, sonegação fiscal (por parte da editora), controle mental, vampirização e aliciamento sexual, entre outras atividades que nem de longe deveriam fazer parte de uma comunidade supostamente voltada à espiritualidade elevada. Mas não vou me deter aqui nos efeitos e sim na causa, no que está por trás de toda essa “sujeira” e das tamanhas contradições que são o alvo desta discussão. Nem eu nem meu amigo temos como provar o que irei descrever. Acreditar ou não ficará a cargo do “bom senso” de cada um. No entanto creio que essas informações podem ser úteis àqueles que fazem suas próprias investigações em relação a este grupo e em relação a outros que praticam formas semelhantes de manipulação. E Jonas continua ainda: ...As pessoas do grupo de Trigueirinho são levadas a se isolarem física e moralmente a ponto de tornarem-se totalmente dependentes mental e emocionalmente da “guiança” de Trigueirinho e seus asseclas. Uma forma sutil de escravidão. Acaba que as coisas “boas” que as pessoas retiram dos “ensinamentos” de trigueirinho se perdem, ou se invertem, por serem canalizadas para fins distorcidos e egoístas. E é assim por mais que tentem mascarar. Eu mesmo presenciei por diversas vezes as explosões de rancor e agressividade destas pessoas, que, como você disse, se “anulam”, ou seja, se reprimem. Os ditos conhecimentos de trigueirinho são, na realidade, são uma compilação do conhecimento de diversas fontes convenientemente forjada e sutilmente alterada para atingir determinados fins… No final das contas as pessoas são levadas ao preconceito, à repugnância e à indiferença daquilo que ele chama de “vida comum”. E isso se estende às pessoas que supostamente vivem esse vida. Um bom exemplo disto é a forma como as pessoas do dito grupo que moram tanto na fazenda quanto na cidade tratam os habitantes de Carmo da Cachoeira. O desprezo e a altivez são patentes. Essas pessoas na realidade vivem uma grande frustração e não percebem que estão fugindo de si mesmas e se entregando nas mãos de parasitas que, como estes, existem muitos e de variados tipos espalhados pelo mundo…

Criado em: 13/3 9:35
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Te loquor absentem"
Colaborador
Membro desde:
17/7/2018 9:17
Mensagens: 841
Open in new window

Criado em: 6/4 11:03
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Te loquor absentem"
Subscritor
Membro desde:
1/5/2012 18:42
Mensagens: 4524
em que invejaria um psicopata tão carente, como tu.

Criado em: 9/4 22:50
_________________
Meu objetivo na vida
É trazer luz lá do fundo
Assim na partida
Já conhecerei além-mundo


Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: "Te loquor absentem"
Subscritor
Membro desde:
1/5/2012 18:42
Mensagens: 4524
Jorge Santos, pestes como você serão logo logo expulsos do planeta terra, graças a Deus. E não mais retornarão aqui. passarão a habitar mundos inferiores. Você e Roquesantinha fazem um belo par.

Criado em: 9/4 22:55
_________________
Meu objetivo na vida
É trazer luz lá do fundo
Assim na partida
Já conhecerei além-mundo


Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados