https://www.poetris.com/





QUE RAIO DE PALAVRA: INTERESSANTE!...
sem nome
Eu adoro as palavras. Mesmo amando-as há as que são extremamente (adoro extremamente) feias e desagradáveis na pronúncia, na escrita, como por exemplo: tripa, verruga, mictório, nudez (à propósito da nudez, dizem cá os mineiros: melhor nu “dêz” que no nosso). Há ainda: lorota, pitaco, besta, e outras, que certamente vocês irão continuar essa longa lista.
E há também as que incomodam por seu nada dizer. Seu lugar pouco inteligente, em cima dos muros da hipocrisia. Como por exemplo: interessante. Li dia desses, de um escritor que aprecio muito, o Ricardo Ramos Filho, que não gosta dessa palavra, por sua “displicência”, e quase descaso, com cara de elogio. Eu também entendo assim. O que é mesmo interessante? O que não é nada interessante. Não deve haver nada pior que um escritor se empenhar em escrever um texto, para ele, apaixonado, quase febril, e o gajo vir e dizer numa frase rasa: “Que interessante!” Nem a exclamação salva o mal-dito, ou a intenção. Melhor seria um “Não li e não gostei”, “Que merda é essa?”
Ninguém, meus caros, é capaz de se apaixonar por algo ou alguém apenas... interessante. Não há tônus verbal (hehehe). Não há verdade. Interessante é o que transita entre o banal e o mais banal. Uma coisa descartável. Interessante, é eternamente trocada por outra, mais interessante. Interessante não enche os olhos, não faz transbordar a alma. Interessante não é pássaro na mão, nem dois voando.
É assim, "meia pedra, meio tijolo." Assim-assim. Escorrega na mediocridade da coisa falada, e mais ainda na boca de quem diz. São os meandros da linguagem, seus usos, sua ética. Para ser politicamente correto solta-se um: “Que interessante!”. Encerra-se aí qualquer possível diálogo. Limita-se o objeto de observação à uma vida em suspenso. Pior, aniquila-se de vez, no caso do texto, o seu possível voo. Sim, um texto é um pássaro que precisa decolar dos olhos de um qualquer leitor, minimamente honesto.
Não é interessante, esse meu texto?
Espero que não!...

Sandra Fonseca

Criado em: 26/1/2013 14:10
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: QUE RAIO DE PALAVRA: INTERESSANTE!...
Colaborador
Membro desde:
16/10/2012 17:18
Mensagens: 1576
definição acertadíssima

uso quando leio algo que a mim interessa, mas não pelo texto. não tenho o que dizer, mas deixo registrado

Criado em: 26/1/2013 14:42
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: QUE RAIO DE PALAVRA: INTERESSANTE!...
sem nome
Caro Fotograma. Se houve uma definição, não sei dizer. O esforço que quem escreve faz é o de não ser só interessante.
Abraço.

Criado em: 26/1/2013 21:04
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: QUE RAIO DE PALAVRA: INTERESSANTE!...
Colaborador
Membro desde:
20/5/2008 18:39
De Porto
Mensagens: 3367
Pois não, não é nada interessante. É interesseiro. Castrador. Tendencionista (ui!, que mais...?) Então vamosláver: se eu NÂO gosto de um texto, que é que eu digo?... "ai, que lindinho"...? ou "apreciei bastante beijinho"...? ou ainda "não chore, isso passa"...?

(não liguem, estão a faltar-me as pilhas)

Em boa verdade, só me interessa um "interessante", se vier com uma interessante exposição detalhada da razão do "interessamento", pronto.

:)

(e vou dormir, que já é uma hora mais-que-interessante para o fazer...)

Criado em: 27/1/2013 3:19
_________________
Teresa Teixeira
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: QUE RAIO DE PALAVRA: INTERESSANTE!...
Da casa!
Membro desde:
27/5/2008 3:07
De Teresina - Timon - Piauí - Maranhão
Mensagens: 324

Interessante!


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


É... Você tem razão.


Realmente não é um comentário apaixonado.


Já o utilizei umas três vezes (não aqui no Luso-Poemas),


e o sentido foi esse mesmo, o de faltar o que dizer;


o da falta de ânimo em comentar;


ou por haver muitos textos que desejava comentar


e o tal do "interessante" ser neutro,


representando que eu gostaria muito


de comentar de modo apaixonado,


mas que o tempo urge.


 


Assim, ora entendo este tópico como muito bem colocado.


Inerente...


Ùtil, esclarecedor e muito, mas muito especial mesmo...


 


Taí! Se utilizar o "especial" sozinho, é um nível acima do interessante.


 


De modo que nenhum comentário de uma palavra ou duas ou três é de bom tom.


 


Quer comentar? Comente o que seu coração sentiu ao ler.


Não sentiu nada? Então considero que "passe batido",


pois dizer "não gostei" é de péssimo gosto e injuriante.


 


Graças a Deus nunca recebi nenhum desses comentários.


Nem o monossilábico, nem o de meia linha, nem o destrato.


 


Minto. Um dia recebi um comentário de um leitor reclamando que o texto era um tutorial sobre o copy & paste (Cntrl+C & Cntrl +V) e não conseguia copiar o texto, pois o site impedia. Considerei, e respondi que a culpa era do site, pois minha licença é, sempre de © Copyright, mas eu marco a opção (x)permitir a cópia.


 


Ocorre que com a licença © o site bloqueia automaticamente a permissão de cópia.


 


Assim, optei por não indicar ao site a licença © Copyright, liberar a cópia, mas indicar [no texto] que a licença é de © Copyright. Deu certo. O site agora não bloqueia a cópia e o leitor é informado que o texto é com © Copyright.


 


Aliás, devo dizer que a licença CC é um embuste, e é calamidade publicar um texto sob a licença CC, pois você perde o direito de proibir alguém de copiar o texto e colar por aí, em qualquer lugar, exigindo apenas a citação do autor e a fonte, o que é um perigo.


 


Um dia localizei um texto em um site que desaprovo. Se fosse a licença CC eu não poderia determinar que fosse retirado, o que determinei e fui atendido, porquanto todos os nossos textos são publicados pela licença de © Copyright, com todos os direitos reservados.


 


Abraço.


Lustato Tenterrara


© Copyright


 


https://www.facebook.com/LustatoTenterrara


 


http://www.lustatotenterrara.com/perfil.php


 


http://www.lustatotenterrara.com/links.php


 


https://www.facebook.com/groups/Concur ... agMilLivroDeLuxeImpresso/


 



Criado em: 27/1/2013 10:12
_________________
Copyright © Lustato e Bielle Tenterrara
Site do Escritor Amor & Poesias Messenger Love & Passion of Lustato TenterraraOpen in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: QUE RAIO DE PALAVRA: INTERESSANTE!...
Colaborador
Membro desde:
29/9/2011 0:22
De Olinda, Pernambuco
Mensagens: 1140
de certa forma, discordo do tópico, por um simples motivo:
acho quase tudo na vida tão interessante! tudo me interessa, a tudo eu volto os olhos, tudo é tão novo e, por vezes, tão antigo aos meus olhos que não consigo deixar de dizer essa mesma palavra: interessante! no entanto, a diferença entre o dizer "interessante" e o agir com interesse é assombrosa. quando acho algo interessante, vou lá e vejo o que é, como funciona, como é que faz ou mesmo qual o barulho que faria se eu desse um peteleco. bom, geralmente o barulho é um "ai", mas esse aí sou eu fazendo. como disse, pra mim, interessante não é só um adjetivo, mas um convite à curiosidade.


"pois dizer 'não gostei' é de péssimo gosto e injuriante."

agora aqui eu discordo do lustato. como pode um comentário, uma opinião sobre um texto ou mesmo sobre qualquer coisa na vida ser injuriante, quando há o convite tácito (a publicação, no caso do texto) para que o façamos? como pode ser de péssimo gosto, emitir uma opinião de desagrado? nah. pelo contrário, torna-se, muitas vezes, um diferencial, uma porta aberta para novos olhares entre tantos votos de cabresto que dizem "gostei".

enfim...

beijos e abraços

Criado em: 27/1/2013 10:33
_________________
alguns anos de solidão - blogue

"ah, meu deus do céu, vá ser sério assim no inferno!"
- Tom Zé
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados