https://www.poetris.com/



(1) 2 3 4 5 »


Nascimento das palavras...
sem nome
MICTÓRIO – derivado do Latim ‘mictum’, particípio de ‘mingere’, “urinar”.


Muitas palavras são criadas ou inventadas praticamente todos os dias, no mundo inteiro, em todas as línguas, porque são inúmeras as novas coisas a precisarem de nomes. Mas esta é diferente, é um caso raro – senão único. Trata-se de palavras expressamente encomendada por um soberano reinante, no exercício do poder : a princesa Isabel, dita a Redentora.


Quando regente do Império, numa das férias do pai, D. Pedro II, parece que a princesa achou, digamos, meio chato ter de inaugurar no Rio de Janeiro, com pompa e discurso, um reluzente e novo “mijadouro” público, como então se dizia. Feria-lhe o aristocrático pudor ter de escutar ou, pior ainda, ter de dizer aquela palavra tão cruamente vulgar. Que se encontrasse, já, já, um nome que soasse menos grosseiro. Convocados, os mestres linguísticos e gramáticos da Corte Imperial cabocla foram buscar no latinório a raiz para formar o substantivo desejado: e assim nasceu o primeiro “mictório” brasileiro.


Mais ou menos nesta época outra palavra foi eruditamente criada no Rio de Janeiro: "necrotério", cunhada de propósito pelo castiço escritor brasileiro Visconde de Taunay, para quem era ponto de honra não usar a palavra “morgue’, galicismo para ele inaceitável. Somou então dois elementos gregos, ‘necro’-, “morte”, “cadáver” e – ‘terio’, “lugar”, para formar a nova palavra.


Os dicionários modernos de Portugal adotaram essas palavras brasileiras.

( DENTRO DO DENTRO – M.F. Whitaker Salles, 2002. )






Convido a todos leitores que queiram/desejem deixar aqui uma contribuição, fazê-la . Seria bem divertido e interessante... somar mais palavras (parição).

Desde já , agradeço






Faltou o itálico das palavras estrangeiras, mas não achei o dito , desculpem...

Criado em: 1/3/2013 15:52
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
Colaborador
Membro desde:
29/9/2011 0:22
De Olinda, Pernambuco
Mensagens: 1146
taí uma coisa que eu gosto muito: etimologia. me fascina a origem, o berço das palavras. obrigado por me ensinar a origem de mais uma.


_
pro itálico, você faz o seguinte:
no fórum, se estiver selecionado
"texto plano", você clica e escolhe
"dhtml form with xcode". o botão
de itálico fica ao lado do negrito.
pra facilitar, você pode usar
[y]texto aqui[/y] (troque y por i).


abraço

Criado em: 1/3/2013 16:04
_________________
alguns anos de solidão - blogue

"ah, meu deus do céu, vá ser sério assim no inferno!"
- Tom Zé
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
sem nome
Também gosto,Caio. Irei trazer outras mais interessantes... Obrigada pela leitura e apoio ao escrito.


Quanto ao texto , larguei o tadinho diretamente sem curvas nem planos... o próximo vou achar esse caminho, mas se complica muito, perco a vontade,rs.

Criado em: 1/3/2013 16:11
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
Da casa!
Membro desde:
13/12/2012 18:01
De nesta seara
Mensagens: 469
imagine-se que seria urinol. ficava giro.

bom tópico.

Criado em: 1/3/2013 16:55
_________________
A gadanha, gadanho ou alfanje é uma ferramenta utilizada na agricultura para ceifar cereais ou para o corte de erva. A lâmina tem aproximadamente 70 cm, com formato curvilíneo e fica perpendicular ao cabo principal, no outro extremo deste.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
sem nome
Obrigada, gadanha.

Convido a todos leitores que queiram/desejem deixar aqui uma contribuição, fazê-la . Seria bem divertido e interessante... somar mais palavras (parição).

Desde já , agradeço

Criado em: 1/3/2013 17:04
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
sem nome
“EUNUCO”

Embora a palavra “eunuco” tenha adquirido em língua portuguesa o sentido de fraco, e principalmente de “ impotente sexual” , seu significado original era diferente. Em grego clássico, “eunoukhos “ quer dizer “ guardador de leitos ((eunê- “leito”+ ekhein, “guardar”). Os eunucos, em geral escravos, tinham de ser fortes e corajosos numa época em que guerras, raptos e violações de donzelas e mesmo de senhoras, estavam muito na moda.

Ferozes e compenetrados guardiões protetores das donzelas e damas (das casas que serviam), foram presença importante tanto na vida árabe como na grega e romana. Eram castrados para não procriarem (evitar dúvidas de paternidade). Isso não lhes tirava a força física, ânimo ou mesmo potência sexual. Só tinham “impotentiacia generandi “( não procriavam) diferente de “impotentia coeundi”( impossibilidade de copular).




Realimentando nosso tópico...

Criado em: 1/3/2013 17:44
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
Luso de Ouro
Membro desde:
2/3/2007 19:42
De Queluz
Mensagens: 3857
Seguindo a ideia do primeiro exemplo deste tópico (o qual aplaudo desde já) aqui deixo um pequeno contributo.

Escarradeira ou escarrador, objeto de luxo e de etiqueta.

Tanto uma como a outra, vêm de ESCARRO - Do latim, palavra deriva do verbo “scrare”, cuspir, escarrar, expectorar.


"Recipiente próprio para receber o escarro. O mesmo que escarrador ou cuspideira. Fazia parte do mobiliário das famílias nobres até o século XIX. Um recipiente do tamanho de um prato, relativamente fundo e com um furo no meio, normalmente feito de porcelana. Bem decorada, seu lugar por excelência era a sala de estar, sempre pronta para oferecer conforto a qualquer visita que dela necessitasse para cuspir um pigarro ou simplesmente, a partir do hábito adquirido, pudesse encontrar alívio sem transgredir a boa etiqueta da época."

Sobre este curioso objecto encontrei artigos não menos curiosos , dos quais escolhi dois e aconselho a leitura :

https://www.cgd.pt/Institucional/Patri ... ador-e-Saude-Publica.aspx

http://caminhosalomao.blogspot.pt/201 ... s-50-o-escarrador-ou.html

Criado em: 1/3/2013 18:12
_________________
*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
sem nome
sim,

como 'hospital', do latim 'hospes', de' hospede' dando origem a 'hospitalis' que na antiguidade lugar onde além de doentes, peregrinos se hospedavam; adotado no lugar de 'nosocômio'. como 'manicômio'; para o hospital psiquiátrico. parece que as palavras deixam mais doentes e loucos os indivíduos...

Criado em: 1/3/2013 18:23
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras...
sem nome
Caro Zé ! Cara Cleo!

Agradeço o apoio ao tópico e os excelentes contributos que nos ofertam... tudo soma.


Um abraço

Criado em: 1/3/2013 20:14
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Nascimento das palavras... AFORISMO
sem nome

Gosto de aforismos.

AFORISMO, é uma palavra com raízes gregas. O termo deriva-se da palavra “APO” – de onde, origem [com a palavra] “ HOROS” – fronteira ou horizonte. Portanto o aforismo é algo que delimita ou separa. – ou seja , uma definição.

O aforismo afirma em vez de discutir, proclama em vez de persuadir, declara em vez de sugerir. Vou citar alguns aforismos famosos:

- O patriotismo é o último refúgio do canalha.

- Não pense – faça.

- O amor decresce quando deixa de crescer.

- Aquele que nunca raciocina não merece achar

Criado em: 2/3/2013 11:14
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados