https://www.poetris.com/



(1) 2 3 4 ... 7 »


Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
24/7/2008 17:57
De Braga
Mensagens: 2798
Bem, sei que se calhar já nem direito tenho a falar por aqui. Mas como sempre disse e repito, por cá ficarei até que alguém me expulse. Os meus pobres textos por aí andam, meus e de muitos.

Hoje por uma questão de curiosidade lembrei-me de vir espreitar. Ver se o site sempre cresceu como alguém aqui passava a vida a anunciar, já nem me lembro bem da lenga-lenga e agora estou com preguiça de espreitar esses textos antigos.

Não sei agora quem é a administração, sei quem era… e a pergunta vai directamente para essa administração: estão contentes com o que fizeram? Estão? Que bom…!

Assim de relance reparei que a ultima utilização do fórum já data de Fevereiro do corrente ano, ou seja faz 5 meses que ninguém vai lá… A esmagadora maioria dos posts ainda reportam ao ano de 2015 e... pasme-se de 2014!

Assim de relance dei-me ao trabalho de contar os textos postados nas últimas 24 horas: 31, 4 dos quais repetidos porque alguém se enganou (não vou fazer juízos de valores!). Ou seja cerca de 27 textos em 24 horas!!!!!!!!

Assim de relance reparei que entre visitantes e utilizadores (lusuários, odeio este termo!) estavam online cerca de 70 quando o normal por estas horas era estar acima dos 200!

Bem, até me podem dizer:
“áh, sabe que tem gente de férias, porque isto costuma estar a abarrotar de gente em fila para postar os poeminhas” – Tá bom, acredito… nem vou verificar a bondade da declaração ou justificação, mas… meses e meses sem nada no fórum? Isso não dá para enganar, não dá para justificar.

Dei também uma geral pelos ditos posts (estou a tentar abrasileirar o discurso para ser bem entendido!) e reparei que de portugueses a não ser a honrosa excepção do Rogério, nem vê-los.

A ditadura venceu pelos vistos, e agora como aqueles países pequeninos com ditadores grandes, ninguém ouve falar neles! Tipo Coreia do Norte, Birmânia (myanmar).
Há uma expressão que eu odeio, tanto que me digam como dizê-la quando a desgraça abate:
EU AVISEI!

Criado em: 1/9/2016 16:11
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
24/7/2008 17:57
De Braga
Mensagens: 2798
Disse que não sabia quem era a administração... mas desconfio quem seja... Deve estar como Pilatos, tranquilamente a lavar as mãos...

Criado em: 1/9/2016 16:34
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
31/3/2008 18:45
De Braga
Mensagens: 8079
Anda por aqui paradíssimo um tal de vamos que vamos todo emperrado. É desse vamos que vamos que a maioria fugiu; quiseram um site assim, sem fórum, um site de paz podre; um site amordaçado.
Havia uma dúzia de seres com cheiro a Nobel, mas porque raio ainda não houve notícia dos mesmos? Ah, sim mudaram o Nobel para membros de honra. Pena é que isso é coisa que aqui ninguém percebe!!!

Criado em: 1/9/2016 19:49
_________________
RoqueSilveira
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
29/9/2011 0:22
De Olinda, Pernambuco
Mensagens: 1140
saudade desta coluna e de vê-los por aqui...

Criado em: 4/9/2016 19:38
_________________
alguns anos de solidão - blogue

"ah, meu deus do céu, vá ser sério assim no inferno!"
- Tom Zé
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Luso de Ouro
Membro desde:
2/3/2007 19:42
De Queluz
Mensagens: 3857
É como um bloguezito que ficou a pairar na imensidão do infinito virtual.
E pensar na importância que este site já teve. Inacreditável!
Mas como dizia a minha avó: "tudo se vai atrás de quem o deixa".

Criado em: 22/12 10:49
_________________
*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
29/8/2009 14:28
De Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8010
Podem até dizer que estou em cima do muro. E estão certos. Detesto "bate boca". Mas, uma coisa é certa: mesmo com tantos atrativos em outras "paragens" poéticas, atualizações etc e tal, não conheço site melhor que o Luso Poemas. Está bem vivo, ou melhor dizendo, sobrevive, apesar dos pesares.
Certo, que ele carece de bons poetas, porque o que se vê muito por aqui são pessoas que gostam de escrever, e se exercitam nessa arte, entre os quais me incluo. Um dos que abrilhantava esse lugar tão bom, já fez a viagem de volta, o grande Aquazulis.
Não desanime, pessoal. Dias melhores virão.
Abraços a todos.

Criado em: 21/1 21:17
_________________
Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Subscritor
Membro desde:
1/5/2012 18:42
De Belo Horizonte- Pampulha
Mensagens: 3730
O Luso sempre foi vítima de vertentes elitistas com seus sonhos gloriosos, contudo, o mesmo se mostrou irreverente a elas.

Criado em: 31/1 22:07
_________________
Amor, perdão, luz e paz à terra.



Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Luso de Ouro III
Membro desde:
29/1/2012 12:43
De Piracicaba - SP
Mensagens: 2153
Venho acompanhando a dita "decadência" nestes últimos dois anos. Também notei sobremaneira a ausência de muitos e tantos usuários. Acho triste, mas tomara que seja apenas uma fase ruim.

Criado em: 19/2 0:21
_________________
" ...descrevo sem fazer desfeita,
meu sofrer e meus amores
não preciso de receita
muito menos prescritores."


Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
3/9/2012 3:38
Mensagens: 13809
Boa tarde!
Gostaria de sugerir algo para estimular a escrita, a volta dos concursos, acho que animaria o espaço!

Criado em: 19/2 15:52
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Faz-me lembrar a sacristia
Colaborador
Membro desde:
27/10/2006 20:09
De Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
Estou triste. Tenho culpa de estar triste. Estou triste porque me cansei. Estou triste porque o Luso deixou de ser o Luso vigoroso dos encontros, dos concursos das iniciativas, a tertúlia cheia de vida que era... estou triste porque havia sumos diferentes e capazes de misturas reais, gente que gostava disto e não queria só usar.
Havia coisas feias? Havia. Participei em algumas? Participei. Cometeram-se erros grandes? Eu cometi muitos. Arrependo-me? Não mas estou triste com a miséria que vejo hoje.

Em grande medida, isto faz-me mesmo lembrar a sacristia... e se há sacristas!

Eu sou o Valdevinoxis ou Gadanha ou O Próprio ou quem quer que seja e estou triste.

Criado em: 20/3 22:06
Transferir o post para outras aplicações Transferir



(1) 2 3 4 ... 7 »




Links patrocinados