https://www.poetris.com/



« 1 ... 21 22 23 (24) 25 26 27 ... 46 »


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Muito Participativo
Membro desde:
29/1/2011 12:18
Mensagens: 98
Páginas do Rio

Quando do morro chega, voz maldita,
Finca pé na soleira ímpio adeus...
Quem lá se vai só vê aqui quem fica
Na conta dos que foram entes seus

Em resgatar do caule em raso leito
Por ressequida a seiva se enlutou
Já não suga da terra o lasso peito
Ao jeito de riacho que secou

Respiro, trampo e rezo; até rio...
Pelo laço ceifeiro e sinuoso
Do adeus arredado por um fio
Sobrevida... perpétuo desafio!
Não me enseje por fim, renhida liça,
Ler-me o nome nas páginas do Rio.

Ler-me o nome nas paginas do Rio,
Incluso a orbes pérfidos, singrando,
De incógnito filho, por cenário
De ossadas... e estatísticas inchando.

Fratricida torrente que escorraça,
Pela tacanha vala do descaso,
Os acasos que preferem a mordaça,
Procriando o decesso a curto prazo.

Mercê de armada horda em cada esquina,
Soldo infame o semáforo me outorga,
Por pagar-lhe tributo a disciplina.
Não é sorte que quero ou mereço,
Entre a ceifada prole ser contado,
Reles carcaça podre... e endereço.

Criado em: 4/8/2017 4:02
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"PARA MANITO
Muito Participativo
Membro desde:
29/1/2011 12:18
Mensagens: 98
Pronto!... agora ficou fácil (acho) rss.... Obrigado.

Criado em: 4/8/2017 4:09
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Muito Participativo
Membro desde:
29/1/2011 12:18
Mensagens: 98
Guerreiros de Paz

Serão vitórias lembranças bucólicas
Na aurora que agora acena? Que pena!
O plantio da bonança enfeita a arena.
Em nocaute, a Paz é vaso de retóricas.

O atraente tilintar azul do gude findou!
O pião da cobiça hipnotizou a infância,
De asas untadas pelo mar da ganância,
Que em mergulho fatal no visgo afundou.

Sua arca de sonhos, prumo ao paraíso,
Em batelão resultou, encravada na lama.
Poluídos sentidos a escutar se engana;
Do guia da Paz já não ouve-se o guizo

Quantos Ais tingirá tua cor, oh guerra?
Quanta semente ceifará teu ancinho?
A inconsequência em ti abre caminho
À sangrenta inconsciência na terra!

Aos telhados proféticas vozes clamam:
- Consciência, oh consciência morna!
Ao cocho toda lavagem se entorna;
É em ti e teus cristais não reclamam?!

Cadê tua alvura, pomba encantada?
Até quando este teu arrulhar soturno?
Se te vais, vai-se contigo nosso alburno
Restará ressequida ao rés nossa ramada!

Cumpre teu cândido destino, não te vás!
Revista-te de nossas fartas penas pardas
Reinicie-nos, ímpios herdeiros de fardas,
Em alvos guerreiros armados de PAZ!

Criado em: 4/8/2017 4:12
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Colaborador
Membro desde:
21/1/2009 22:49
Mensagens: 701
O que me atraiu, desde logo, nesta ideia de um sarau de poesia on line, foi a possibilidade de se combinarem vozes de várias latitudes, com vários estilos e sensibilidades. Mal comparado, sinto nesta fusão de poemas um pouco da escrita polifónica da Svetlana Aleksievich, jornalista que percorreu cenários de dor e coragem, conjugando num mesmo discurso diversos relatos de sobreviventes às mais duras provações com a maior das dignidades.
No nosso caso, trata-se não de um momento de sofrimento, mas de celebração e alegria, mesmo quando cantamos a tristeza e a frustração: esse lado agridoce da poesia que tanto amamos, pois permite que, por momentos, possamos regressar à pureza das crianças e expressar sem medos não só as nossas fraquezas, mas também o arrebatamento que a vida nos traz.
Uma palavra de reconhecimento à Maria Lúcia e à Lucineide. Para além da ideia e da preparação do evento, é justo que se saliente a forma dedicada e delicada como têm comentado os textos, sempre com uma palavra terna de incentivo e generoso elogio.

Criado em: 4/8/2017 7:56
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia" Velho retrato
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251


Velho retrato

Hoje encontrei um velho retrato,
olhando meu passado descontente.
Prendo-me àquele simples formato,
que me parece agora tão ausente.

Reparo no semblante conhecido
daquele jovem rosto amarelado.
Perco-me num tempo esquecido
e acordo de um sonho esfarelado.

Mergulho no sorriso sem graça
daquele pobre retrato torto.
Lembrança nenhuma me abraça,
Naquele quadro triste e morto.

Lágrimas escorrem do meu rosto,
Não sinto saudade nem tristeza.
Troco o amarelado retrato de posto,
mas ainda recebo olhar de incerteza.

Permaneço no quadro de antes,
mas me sinto agora lapidada.
Somos dois retratos distantes
Caminhando na mesma estrada.

Lucineide Sampaio
04/08/2014


Criado em: 4/8/2017 10:27
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia" P/ Rogério
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
"A paixão do silêncio"
Que poesia mais linda,Rogério! Muitos silêncios podem ser escutados e fotografados. Lendo sua poesia lembrei que o poeta Manoel de Barros ,em uma de suas poesias,vem nos dizer que é difícil fotografar o silêncio, todavia ele tentou. E nessa tentativa ele nos deixou uma maravilhosa poesia.
Parabéns, Rogério, você conseguiu falar sobre o silêncio com maestria. Abraços !

Criado em: 4/8/2017 11:06
_________________
A poesia corre em meu sangue
Como a água corre no rio
Sem ela sou metade de mim
Meu nome é fruto de poesia.



Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"P/ Joel- Matos
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
Bom dia, Joel. Parabéns pela poesia , poeta! Muitas vezes deixo de escrever o que me vem à mente, simplesmente porque não tenho vontade de escrever, ou porque acho que aquela inspiração não combina comigo. Deixo de fotografar imagens. Depois toda imagem muda. Amei todo teu poema, todavia o que me chamou mais a atenção foi esse verso:"E eu sonho que sou o fio de água que flui e une".É justamente o que acho que é o poeta. Mais uma vez deixo meus parabéns a ti. Beijos em seu coração!

Criado em: 4/8/2017 11:30
_________________
A poesia corre em meu sangue
Como a água corre no rio
Sem ela sou metade de mim
Meu nome é fruto de poesia.



Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia" P/Ricardo
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
Bom dia, Ricardo! É sempre uma maravilha , poeta, apreciar sua poesia . Concordo quando você diz que de boa intenção o inferno está cheio. É preciso aproximar mais o que se diz ao que se pratica. Amei seu soneto bem construído. Venha sempre ao sarau e deixe seus comentários coerentes, que tanto me agradam. Abraços!

Criado em: 4/8/2017 12:12
_________________
A poesia corre em meu sangue
Como a água corre no rio
Sem ela sou metade de mim
Meu nome é fruto de poesia.



Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia " P/ Semente
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
Bom dia, minha querida amiga, Lúcia! Primeiramente, agradeço-lhe por você ter acreditado que esse sarau seria possível. Assim que lhe compartilhei da minha vontade, logo fui incentivada pela sua pessoa. Depois , amiga, agradeço pela grande parceria , por sua dedicação ao tópico, dando incentivo aos que postam suas poesias.
Eu não poderia de reconhecer seu verdadeiro valor.
Agora, sobre sua poesia, quero lhe parabenizar por tamanho talento. A poesia está em todo lugar. Até nas regiões escuras, há também poesia, esperando pelo olhar do poeta. Amo sua poesia e você já sabe porque sempre lhe digo isso. Há pessoas que nascem com o sol dentro de si. Você é uma delas. Deixo aqui meu abraço , minha querida poetisa. Beijos em seu coração


Criado em: 4/8/2017 12:32
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia " P / Todos os poetas do Luso
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
Obrigada por acreditarem que o Sarau seria possível. Obrigada por acreditarem em mim e em todos que aqui estão. Vamos aprender juntos a semear a poesia . O sarau não teria passado de um dia se todos vocês não tivessem acreditado que o bom da vida é todo mundo junto e misturado. Não importa que sejamos diferentes, esse é o lado bom da vida.
Beijos!


Criado em: 4/8/2017 12:56
Transferir o post para outras aplicações Transferir



« 1 ... 21 22 23 (24) 25 26 27 ... 46 »




Links patrocinados