https://www.poetris.com/



« 1 ... 39 40 41 (42) 43 44 45 46 »


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
Logo o sarau terminará e ainda não foi possível ler todas as poesias. Em breve, lerei todas . Comentarei as que faltam e deixarei o meu abraço de despedida em forma de poema aos que não foi possível deixar hoje..Momentos bons vão ficar para sempre dentro de mim,
Abraços!


Criado em: 9/8/2017 8:42
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Colaborador
Membro desde:
10/10/2012 16:21
Mensagens: 12306
O meu último e pequeno contributo, as minhas felicitações pelo êxito e o Vosso amistoso convite, beijinhos Vó

A velha carta

Há tempos idos a carta era a fonte de informação
que causava espectativa até uma trémula emoção.

Olhava-se geralmente o subscrito branco, a letra,
virava-se e lia-se o remetente, fazia-se uma careta.

Se era de parente que vivia afastado, com amizade
o rosto ficava feliz íamos saber de certo uma novidade….

Mas se o carteiro entregava uma carta de tarja preta
abria-se, tremulamente a face entristecia, morte certa.

Havia confusão, palavras de lágrimas entrecortadas,
era passada de mão em mão, para serem acreditadas.

Mas havia alegria, quando elas tinham perfume e cores,
os olhos brilhavam eram aspiradas como se fossem flores!

Seria um pedido de namoro, eram tantos os pretendentes…
cores subiam às faces, o coração batia, as mãos trementes!

As cartas traziam emoção selos bonitos e bem timbrados
haviam colecionadores, oferecíamo-los e eram selecionados.

São lembranças do passado, a que o progresso não poupa
dos brandos costumes, dos pregões e do recato da roupa.

Perdemos a liberdade de sermos nós próprios, quase pensar.
Internet, botões, cliques de “lazer” que nos estão a comandar.

O mundo sempre a girar, coisas extraordinárias vão aparecer!
O Grito à Poesia nunca acabará é eterno e continuará a viver!


Criado em: 9/8/2017 11:58
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Subscritor
Membro desde:
1/5/2012 18:42
Mensagens: 4479
Obrigado Lucineide, trouxestes vida a este cantinho do Luso que mais se parecia a um deserto. Paz e luz

Criado em: 9/8/2017 12:07
_________________
Meu objetivo na vida
É trazer luz lá do fundo
Assim na partida
Já conhecerei além-mundo


Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"/ PARA Haeremai-beijo azul
Colaborador
Membro desde:
29/8/2009 14:28
De Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
Um beijo de agradecimento à ilustre e talentosa poeta Haeremai-beijo azul, que tão simpatica participou desse movimento poético no Luso, denotando o seu brilho e sabedoria impar!
Muito obrigada, Fátima!

Nesta rua onde me deito
Não há nada, nem lamento
Somente um corpo, morto
Num mundo inventado, de azul
Nesta rua onde me deito
O meu final espreito



Poeta Haeremai...
Nesta rua onde me deito...

É leito que o poema oferece envolto em lençõis alvos de lirismo, nesse sonho do rio que corre para o mar, sob o céu, coberto de estrelas.
Uma belíssima imagem, apesar de uma certa melancolia quando se percebe que nada do que se viveu e se entregou, era real...
Mas a poesia esse sopro do imprevisto, resgata-nos, porque sempre é tempo para o encantamento!

Bravos , poeta. Senti-me representada em seu poema!
Beijo de carinho...



Open in new window

Criado em: 9/8/2017 12:48
_________________
Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"/ PARA JERENINO
Colaborador
Membro desde:
29/8/2009 14:28
De Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
Open in new window

querido poeta, um beijo pra ti, poeta menino que participou ativamente desse sarau, com seus poemas maravilhosos!
Obrigada!

Assim é o amor,
Não se pode explicar,
Não se pode entender;
Só se pode amar...,
Só se pode viver,
Por ele morrer...
E tornar sobreviver,
Para sempre amar...,
E nunca mais perecer.
Assim é o amor.

Versos envolvidos na emotividade do poeta quando se põe a escrever sobre o amor.
Assim, é o amor, assim é o poeta Jerenino!

Beijo, querido amigo!




Criado em: 9/8/2017 12:56
_________________
Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"/ PARA VÓLENA
Colaborador
Membro desde:
29/8/2009 14:28
De Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
Open in new window

Um grande beijo e muitos abraços, pra ti Vólena amada por atender-nos a convocação, sim, c-o-n-v-o-c-a-ç-ã-o , porque sem a tua presença por aqui, esse sarau não estaria completo. Logo a Vó de todos nós do Luso? Sim, amiga, e agradeço de coração, por nos presentear com teus poemas!

Trazes um poema encantador, versando sobre um tempo em que escrever uma carta era o máximo de informação, de emoção, em que seu conteúdo mais parecia um poema.
Os ausentes, os distantes, os apaixonados, os inícios e términos de namoro...
Toda carta possuia perfumes de idas e vindas, que tornavam os dias, numa esperança sem fim...

Mil parabéns, amada.

Beijos da amiga e fã !




Criado em: 9/8/2017 13:11
_________________
Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"/ PARA LUCINEIDE
Colaborador
Membro desde:
29/8/2009 14:28
De Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
Oiee minha querida amiga Lucineide, muito obrigada pelos versos endereçados a mim. Lindos, lindos!

Open in new window

Amiga, não é preciso agradecer, mesmo porque, a maior felizarda fui eu mesma, pelo contato que entrelacei com tantos poetas e poetisas do Luso, e poder apreciar suas belas e ricas poesias.

Pude me aproximar daqueles que não tive contanto antes. Pude sentir de perto e ler com atenção para poder comentar com alguma precisão.

Depois, tantos que me acarinharam através de doces palavras, tanto no sarau quanto em MP. Ora, a Semente aqui, está muito feliz, isso sim!

Quem agradece a você, sou eu, pela amizade e pela parceria competente e da confiança em sua amiga aqui.

Que venham novos projetos, novas ideias, outros eventos!

Abraços e beijos de quem muito de admira!




Open in new window


Criado em: 9/8/2017 21:44
_________________
Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
sem nome
Um Quadro*

Teus olhares são palavras
Na simetria do poema
Na transmutação da cor

Teu sorriso é meu verbo
E no desfiar da poesia
Uso teus olhares
Para preencher o meu silêncio

O lago refletido, agora palavra
Traz tua face até meu lápis
E num espelho coloco-te ao meu lado

São palavras e as resguardo
Na sala vazia- era coração-
A poesia
É um quadro.

Karinna*

Criado em: 10/8/2017 1:01
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"/ PARA KARINNA
Colaborador
Membro desde:
29/8/2009 14:28
De Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
Karinna querida, muito obrigada por sua participação no Sarau, trazendo sua poesia de encanto, para que o evento ganhasse mais brilho e alegria pra nós!

São palavras e as resguardo
Na sala vazia- era coração-
A poesia
É um quadro.

Lavra-se um sentimento, delinia-se um sentimento, transmuta tudo em versos, até se obter a textura, uma moldura que resguarde essa obra de arte que é a sua poesia, minha amiga!

Beijos da amiga e fã !


Open in new window

Criado em: 10/8/2017 2:44
_________________
Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Sarau "O Grito da Poesia"
Colaborador
Membro desde:
6/12/2015 13:43
Mensagens: 1251
Boa noite, Poetamilnovo. Essa estrofe de teu poema me representa muito. Se há uma coisa que gosto, é justamente despejar no papel meus sentimentos. Poeta, teu poema em poucas palavras o que muitos poetas sentem Agradecemos tua visita e tuas contribuições.
Um abraço e até o próximo evento.
[...]

Tirando-me de uma solidão
Trazendo paz, amor e emoção
Nesse maremoto que conto
Expondo a minha satisfação

[...]

Open in new window

Criado em: 10/8/2017 4:20
_________________
A poesia corre em meu sangue
Como a água corre no rio
Sem ela sou metade de mim
Meu nome é fruto de poesia.



Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados