https://www.poetris.com/





.
Colaborador
Membro desde:
17/10/2017 10:36
Mensagens: 719
.

Criado em: 31/1/2018 3:14
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A que ponto chegamos???
Subscritor
Membro desde:
24/2/2017 12:42
De Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2087
Viver não é necessário,
O que é necessário é criar
De facto nas tardes d'verão
Creio-me figurante do que creio

Finjo-me uma vila sem a ver, a
Vi, aí vejo movimento sem haver
Vida sem grandeza enfim, sem
Tempo ou propósito, acreditar

No que vejo não é objeto
Do meu sonhar, no entanto
Sonho, creio que o sonhar
É feito no propósito de vida nem

Ter, é isso a sensação d'ver
Vida numa vila sem que se
Mova a realidade dum ponto fixo,
Tão real quanto nós somos,

Sem sermos, criados pra haver
Realmente sonhos sem os vermos,
Nesta vila sem vida, sem tempo,
Sem certeza, apenas sensação sem ser,

Sinto-me multidão, sem "de-facto"
Ser, não é necessário, o
Necessário é haver sonho sem
Haver de facto ilusão ou vila eu vir

A ser, pomba ...

Criado em: 7/2/2018 8:50
_________________
Jorge Santos, aliás Joel Matos,aliás namastibet
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: A que ponto chegamos???
sem nome
Um ponto de vista cujo foco é puramente materialista e sem profundidade. Há inúmeros pontos de vista diferentes sobre o assunto.
Um deles é a hipocrisia de uma nação inteira que tem a corrupção no sangue, o malandro esperto, o cara que se da bem em tudo. Como disse o técnico Renato Gaúcho em entrevista em rede nacional, "O mundo é dos espertos". Como clamar por justiça em um país cuja base da educação é se dar bem em tudo, ser esperto, dar tombo nos outros?

Criado em: 19/2/2018 11:21
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados