https://www.poetris.com/



(1) 2 3 »


Olá
sem nome
acho que nunca estive por aqui, nessa seção.

na verdade, é um adeus. Nunca soube conviver com pessoas reais, imagine com poetas virtuais em suas múltiplas vertentes.

lamento as ofensas a quem se ofendeu. menos ao puto do azke, kkkkk

não tenho como tirar o fotograma, pois perdi a senha, mas essa vai embora. um adeus sem volta, nem com clones...

Criado em: 14/7/2017 23:15
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
Da casa!
Membro desde:
26/10/2010 17:44
Mensagens: 408
oi Umav...não sei se foi algo que escrevi que possa ter influenciado, nem que por uma grama, a tua decisão de apagar a conta (espero que não, e ainda assim não sei se devia escrever isto aqui também, mas cá vai)...lamento que o tenhas feito, ainda assim não retiro nada do que disse...compreendo o que dizes quando afirmas que nunca soubeste conviver com pessoas reais, eu também ainda não sei, e virtualmente, as redes sociais, dispenso, o luso é dos poucos lugares onde tento manter uma interacção virtual com outras pessoas, e por ser virtual, não me interessa se são fakes, clones ou que for, o que tento é manter-me fiel a mim mesmo...daí, e pela dificuldade de conviver mantendo-me fiel aos meus princípios, tendo como experiência a vida real, a minha pouca interacção aqui no luso ao longo de sete anos... o melhor mesmo é ficar calado para não criar mau estar, cada vez mais me convenço...no entanto, desculpa me uma última vez, mas a fuga nunca é opção...nunca nada se resolve daquilo que ficou por resolver quando damos as costas...seja o problema com os outros, seja em nós...tudo de bom e abraços

Criado em: 14/7/2017 23:50
_________________
Viver é sair para a rua de manhã, aprender a amar e à noite voltar para casa.
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
Colaborador
Membro desde:
6/11/2007 15:11
Mensagens: 1583
Espero em momento algum ter contribuído para a tua decisão.
Rspeito-a a contragosto.
A vontade era que tenho era me excretar para o respeito e, por artes mágicas, forçar-te a voltar.
A primeira vez que reparei em ti neste teu regresso recente foi com uma palavra num comentário.
CEDE.
Uma palavra que mostrava o repudio a uma certa falta de esmero, ou qualidade que pode aparecer num universo tão vasto como este pode ser. Um texto com um conteúdo sofrível (não sei preciasr qual) insistia na sede de viver com a cede de viver.
Geralmente olho para o lado, páro de ler, não comento e dificilmente volto a ler o excretor.
Tu mostraste o mesmo nível (acho que até superior) de exigência que eu e, do teu jeito irónico e rude, leste até ao fim e deste a oportunidade da cede virar sede. Basta o autor assim o desejasse.
Os Haikais, alguém que mos explicou e demonstrou como se fazem.
Os sonetos, mente matemática fica mais estruturada com balizamento, que sempre tiveram a tua maneira singular de ver o mundo: sujo, imperfeito, mas habitável.
Admiro bastante a tua postura. Sincera.
Mas também eu sou apologista de que mais vale levar um murro na cara do que uma facada nas costas...
Achei ridícula postura das flores. E das luzinhas da ribalta.
Gente sem moral. E com um sentido de humor péssimo.
Humor, tens aos pontapés. Retorcido mas ainda assim foste mais cordial com muitos do que outros muitos foram contigo.
Eu não tenho razão de queixa.
E se isto se verificar até terei, quem sabe, algumas saudades.
Sempre me podes ler no blog.
E eu no teu.

Abraço irmão de letras...

Criado em: 15/7/2017 20:02
_________________
A minha pátria é a língua portuguesa.
Bernardo Soares

Saibam que agradeço todos os comentários, de coração...
Por regra não respondo.

Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
sem nome
Não vejo graça nenhuma quando um adversário de peso tomba em campo de batalha. Cada combatente ajudou-me a seu modo a fortalecer-me. Crítica, ironia, nem faz cócegas mais. Mentira é abominável como no caso da RoqueSilveira, esta eu tiro para dançar toda vez que puder, até a mesma confessar a verdade, ela nem honras de guerra merece. Uma coisa eu sei, jamais vos esquecerá de mim quando ouvires ou mesmo vier a ler qualquer coisa relacionada aos reptilianos kkkkk. Vida longa e próspera.


Criado em: 15/7/2017 22:40
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
Colaborador
Membro desde:
21/1/2009 22:49
Mensagens: 721
Não é surpreendente o que se passa nas redes sociais, em que o anonimato facilita (instiga?) comentários mais impulsivos ou ofensivos.
Não me parece o caso do Umav. As suas críticas eram mordazes, mas não gratuitas; provocatórias, mas não surdas a uma resposta sagaz.
Valerá a pena expormos o que escrevemos, se só estamos disponíveis para ouvir os outros quando nos elogiam?

Criado em: 16/7/2017 8:19
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
Colaborador
Membro desde:
6/11/2007 15:11
Mensagens: 1583
Boxer:
A resposta para a tua pergunta é simples:
NÃO!

Criado em: 16/7/2017 10:46
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
sem nome
Citando:
Não é surpreendente o que se passa nas redes sociais, em que o anonimato facilita (instiga?) comentários mais impulsivos ou ofensivos. Não me parece o caso do Umav. As suas críticas eram mordazes, mas não gratuitas; provocatórias, mas não surdas a uma resposta sagaz. Valerá a pena expormos o que escrevemos, se só estamos disponíveis para ouvir os outros quando nos elogiam?




não.
o anonimato também serve ao "voyerismo" e a muitas outras coisas.
o caso do Umav foi exatamente isso: ofensas gratuitas e provocatórias. acaso discorde, lê. vai aos seus comentários pelo fórum e afins e assimile as suas construções. por exemplo, ao referir-se ao martins(ou aos seus poemas de merda, que na verdade, são), ele denota palavrões como "puta/s" e "porra" de maneira vulgar e cuspida, isto é, dizer por dizer. xingando, mesmo.
no caso do sidney, mais que provado: ao cansar-se da argumentativa, o (ex)fake Umav o mandou para "a casa do caralho" a seguir de outros indicadores.
insultou, de forma clara e ameaçadora, utentes menores por meio de mp's - o caso da mulher um, poema e poetanovo, enfim.
a mim, veio à minha página, e deliberadamente provocou-me dizendo que eu era um fazedor de merda. e, pior!! que éramos colegas..

e agora, viúvas arrependidas choram-lhe as calças com o seu sentimento arrendado por amizade e admiração virtual, acrescendo a sua estada em meios a elogios rasgados e pondo-o, o ex-fake Umav, sob uma crista de mártir.
ele até pode lhes ser o seu mártir. mas foi burro. pq, se queria ser um vilão, crítico de perfis e textos diversos, foi se meter logo com o Drácula.
logo,




teve(e exatamente) o que mereceu.


ps: sobre aceitar crítica e isso já está se tornando repetitivo, pois parece que estou a falar com paredes surdas e burras, afinal de tanto que repito essa merda: "CRITIQUEM, SE FOR O CASO, A PORRA DO TEXTO, MAS NUNCA A LEVE ATÉ À PESSOA DO AUTOR, POIS ESTE, PODE REPLICAR DE MANEIRAS VARIÁVEIS ATÉ TORNAR A PROPOSTA(SUPOSTA) DE CRÍTICA EM UMA OFENSA SOFRIDA".

ou,
pra simplificar às mentes mais abertas:

exemplo:
Publicado: 25/06/2017 03:36 Atualizado: 25/06/2017 03:36
Re: "das favas e alpistes,"

expelente, compadre excretor. Uma sobra-prima


Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=325082 © Luso-Poemas

e, pra cada vírgula:

1- argumento comprobatório de provocação;
2- proposta de similaridade com o autor(como se o fosse..);
3- um desdém pelo texto publicado sem qualquer indicador deste, ou seja: cuspir, apenas!



logo, as peripécias do (ex)fake Umav não eram somente de críticas mordazes, mas gratuitas e provocatórias aos usuários que não sabiam ou não queriam se defender de uma maneira melhor e também, acredito agora, a usuários quais ele achava que poderia se "impor", mesmo que somente perante às suas gazelas e agora, pobres viúvas..


tsc tsc
(ou, resumindo: se fodeu!)

Criado em: 16/7/2017 16:18
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
Colaborador
Membro desde:
21/1/2009 22:49
Mensagens: 721
Não encontro diferenças entre o tom da sua mensagem e o que o Umav utiliza.
Portanto, o que escrevi anteriormente é adequado para si também.

Criado em: 16/7/2017 17:36
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá
sem nome
Claro que vc não encontra diferenças.. afinal, eu estou aqui qual a um opositor daquilo que vc diz.
Pois lhe digo: eu, meu caro perfil anônimo, sou pior que. Porém, basta a situação, é claro! Digamos que eu sou adaptável.. e que eu também não tenho lá, muita paciência.




ora,



ps: uma diferença gritante que eu vejo, e que realmente existe, entre eu e outros, é a verdade. Nada mais que. E eu sei que estes(outros) sabem.. afinal, é por isso que sempre perdem.. desistem, afrouxam, acorvardam-se, e por fim.. desaparecem.

Criado em: 16/7/2017 18:24
Transferir o post para outras aplicações Transferir


Re: Olá para Roque
sem nome
Por favor ser de luz Roque publique. Esta frase fiz em sua homenagem: É impossível que a minha arrogância supere a dos que buscam manipular-me. NÃO AMEACE, faça.

Criado em: 16/7/2017 19:01
Transferir o post para outras aplicações Transferir







Links patrocinados