https://www.poetris.com/
 
 

Eu sou quem te odeia
E não sei quem tu és,
Eu renasço na lua cheia
Para destruir todas as fés,
Eu sou o dono da noite
Sou a impura escuridão
Sou o dono da foice
Que te vai arrancar teu coração,
Sou a reincarnação do mal
Revivido por rituais proibidos
Sou o insano medo marginal
Que vós vai deixar perdidos.



Jorge Érebo

 
Autor
JorgeÉrebo
 
Texto
Data
Leituras
1660
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Recentes
VI
V
III
II
I
Aleatórios
I
II
III
V
VI
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 11/06/2019 12:59  Atualizado: 11/06/2019 12:59
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 877
 Re: I
melhor que a média daqui, os meus parabéns