https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Boemia

 
Boemia

À meia luz dos teus olhos
Apenas duas taças de um vinho barato
Brumas de um cigarro
Trocas de olhares

Amava-o assim perdido na noite
A alma cheia de ideais
Revolucionário era o impulso que nos movia
Chamava-me burguesa e eu sorria

Amava-o assim, cabelo encaracolado...
O velho jeans rasgado, menino!
A rabiscar poemas inconformados...

Brendda Neves
04/2005

https://www.instagram.com/coraverblue


'A vida é bela'

 
Autor
brenddaneves
 
Texto
Data
Leituras
731
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/07/2012 04:43  Atualizado: 05/07/2012 04:43
 Re: Boemia
Boêmio por demais e lindo!


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 05/07/2012 13:34  Atualizado: 05/07/2012 13:34
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29467
 Re: Boemia
Um maravilhoso poema, boemio me enbriaguei nessa beleza


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/07/2012 06:27  Atualizado: 06/07/2012 06:27
 Re: Boemia
Senti o cheiro di vinho...o suor..gostei muito.Parabéns!!



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/07/2012 20:17  Atualizado: 20/07/2012 20:17
 Re: Boemia
boêmio que fui, sou e serei eternamente, lendo-te, me vi absorto nesta tela pintada com palavras.
bj e um abraço caRIOca.
zésilveira



"boemia...
aqui me tens de regresso
e supicante de peço
a minha nova inscrição..."