https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A luz fragmentada

 
A luz fragmentada
 
Os olhos a falarem. Em ecos
de um verde quente
a lavarem o fundo das águas
a levarem o lodo
que decompõe
a estrada.
Nos lábios
a luz.
Em reflexos intermitentes
de visões não prescritas.
A luz
e os braços atados ao corpo
num movimento inerte
de almas presas.
A luz
e um silêncio sem norte
a habitar os corpos.
A luz
e as mãos a perderem de vista
os significados das palavras
dentro de um tempo em que
exangue
o silêncio chora.


maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
1008
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
10
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JPAnunciação
Publicado: 11/03/2013 14:35  Atualizado: 11/03/2013 14:35
Luso de Ouro
Usuário desde: 18/06/2008
Localidade: Évora / Lisboa
Mensagens: 250
 Re: A luz fragmentada
Gosto desta forma de escrever, porque isto é poesia.
Há que apreciar!

bjs.,
JP


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/03/2013 21:11  Atualizado: 11/03/2013 21:11
 Re: A luz fragmentada
Boa noite poetisa.
Um belo poema, onde estende o significado correcto do que a poesia demonstra na vida de qualquer poeta que tenha o digno brio de assim escrever.
Parabéns.


Cumprimentos,


Frank_Mike


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/03/2013 23:28  Atualizado: 11/03/2013 23:29
 Re: A luz fragmentada
dá-se assim beleza à tristeza, atenua-se-lhe um pouco as linhas graves do rosto. parabéns muitos.


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 11/03/2013 23:51  Atualizado: 11/03/2013 23:51
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: A luz fragmentada
Olá Maria, boa noite. A luz tão essencial à vida, tão necessária à visão... E tão presente em tuas poesias. Bjos.


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 16/09/2016 15:41  Atualizado: 16/09/2016 15:41
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2376
 Re: A luz fragmentada
Gosto tanto do que vc escreve,maria!
E faco silencio aqui, rendendo-me a sua bela composicao poetica!

Abracos!

*Mary Fioratti*