https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Conversando com quem eu sempre fui

 
Tomando minha alma como pagamento,
virando do avesso a lembrança antiga,
as melodias claustrofóbicas trazidas pelo vento
me lembram que a criança ainda não encontrou sua amiga.

Mais vivo que a própria vida que eu conhecia
um sonho ou dois restaurados em um anel de metal.
Transbordando a piscina de uma varanda vazia,
corações afogados pelos meus pés e minha alegria letal.

Grite para mim, o lado de lá cantou melhor.
É a mentira que traz à tona a verdade,
o reencontro com meu corpo, que já sabia de cor
as cores desse sutil veneno que me entrega à liberdade.

Estou vivo e moldando o mundo inteiro.
Rasguei do dicionário a página do medo.
Me torno mais velho e não sou mais o forasteiro.
Hoje eu sei que ainda é muito cedo.

 
Autor
fernando7fonseca
 
Texto
Data
Leituras
705
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nilcarmem
Publicado: 16/10/2013 15:43  Atualizado: 16/10/2013 15:43
Da casa!
Usuário desde: 04/09/2013
Localidade:
Mensagens: 306
 Re: Conversando com quem eu sempre fui
SIMPLESMENTE MARAVILHOSO....


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 16/10/2013 19:10  Atualizado: 16/10/2013 19:12
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6797
 Re: Conversando com quem eu sempre fui
Um belo dialogo seu seu ser com seu sou, um poema inteligente