https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

*TRISTE SONETO✿

 
*TRISTE SONETO✿
 
 
Triste soneto à morte prematura
Dirás que a vida cansa em amargura
No coração digo antes
Ferida rasgada de uma navalha

Vai a vida, tão mal gasta
Quando eu morrer, eu sei
Tu escreverás
Consciência que nos retalha

Triste soneto de uma morte prematura
O desejar, o querer, o não bastar
Dirás que a vida cansa em amargura
E, enganado procuras a razão

Pálido e frio, tu me cantarás
Que o acaso de sermos, justifique
Nas quadras, reflectido se lerá
De como, vã e breve, a vida expira
E como em terra funda, dura e fria

A vida, má ou boa, acabará
Eis o que dói, talvez no coração
Que a morte é um mistério
Onde tudo é fugaz
Contente por tê-lo escrito bem
Um triste soneto à morte prematura.
Open in new window



Você pode copiar, distribuir, exibir, executar
desde que seja dado crédito ao autor original.


&
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
2310
Favoritos
11
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
124 pontos
12
12
11
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 28/02/2014 10:16  Atualizado: 28/02/2014 10:16
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6830
 Re: Triste soneto à morte prematura.
Nessa vida somos prematuros onde somos passaegiros nesse mundo viver, lindo poema


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 14/12/2018 20:56  Atualizado: 14/12/2018 20:56
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1931
 Re: TRISTE SONETO🦋
Poema bem elaborado my love.
Ao suportarmos a vida, teremos que estar preparados para aceitar a morte, portanto não deixemos morrer o que está dentro de nós enquanto vivemos.


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 22/03/2019 18:05  Atualizado: 22/03/2019 18:05
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1931
 Re: TRISTE SONETO🦋


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 23/03/2019 10:30  Atualizado: 23/03/2019 10:30
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: TRISTE SONETO🦋 P/IsabelRFonseca
A tristeza faz parte da vida temporária de todos nós e o seu poema é lindíssimo, gostei muito, beijinhos Vó

Enviado por Tópico
ElisabettM
Publicado: 23/03/2019 10:37  Atualizado: 23/03/2019 10:37
Da casa!
Usuário desde: 04/01/2019
Localidade:
Mensagens: 262
 Re: TRISTE SONETO🦋

Enviado por Tópico
JosefaVG1
Publicado: 07/03/2020 21:06  Atualizado: 07/03/2020 21:06
Participativo
Usuário desde: 28/02/2020
Localidade:
Mensagens: 37
 Re: TRISTE SONETO🦋


Boa noite
Cara poetisa o seu poema esta ser roubado
neste site

http://www.pontodevistaonline.com.br/ ... air-leiros/#comment-88705


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 08/03/2020 19:50  Atualizado: 08/03/2020 19:50
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17760
 Re: TRISTE SONETO🦋
Poetisa
Espero que tudo que doer no peito tenha morte prematura, que sare rápido e que nosso tempo útil seja para viver os momentos que se tornarão eternos.
Desculpe se divaguei!
Adorei a leitura!
Parabéns!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
AntonioCosta
Publicado: 01/03/2021 08:14  Atualizado: 01/03/2021 08:14
Da casa!
Usuário desde: 02/05/2020
Localidade:
Mensagens: 360
 Re: TRISTE SONETO🦋
Hino à Solidão

Diz-se que a solidão torna a vida um deserto;
Mas quem sabe viver com a sua alma nunca
Se encontra só; a Alma é um mundo, um mundo
[aberto
Cujo átrio, a nossos pés, de pétalas se junca.

Mundo vasto que mil existências povoam:
Imagens, concepções, formas do sentimento,
— Sonhos puros que nele em beleza revoam
E ficam a brilhar, sóis do seu firmamento.

Dia a dia, hora a hora, o Pensamento lavra
Esse fecundo chão onde se esconde e medra
A semente que vai germinar na Palavra,
Cantar no Som, flores na Cor, sorrir na Pedra!

Basta que certa luz de seus raios aqueça
A semente que jaz na sua leiva escondida,
Para que ela, a sorrir, desabroche e floresça,
De perfumes enchendo as estradas da Vida.

Sei que embora essa luz nem para todos tenha
O mesmo brilho, o mesmo impulso criador,
Da Glória, sempre vã, todo o asceta desdenha,
Vivendo como um deus no seu mundo interior.

E que mundo sublime, esse em que ele se agita!
Mundo que de si mesmo e em si mesmo criou,
E em cuja criação o seu sangue palpita,
Que não há deus estranho aos orbes que formou.

Nem lutas, nem paixões: ideais serenidades
Em que o Tempo se esvai sob o encanto da Hora...
O passado e o porvir são ânsias e saudades:
Só no instante que passa a plenitude mora.

Sombra crepuscular, que a Noite não atinge,
Nem a Aurora desfaz: rosicler e luar,
Meia tinta em que a Alma abre os lábios de Esfinge,
E o seu mistério ensina a quem sabe escutar.

Mas então, inundando essa penumbra doce,
De não sei que sublime esplendor sideral,
Como se a emanação dum ser divino fosse,
Deixa no nosso olhar um reflexo imortal.

Na vertigem que a vida exalta e desvaria,
Pára alguém para ouvir um coração que bate
No seio mais formoso, o olhar que se extasia
Vê o mundo que nele em ânsias se debate?

É só na solidão que a alma se revela,
Como uma flor nocturna as pétalas abrindo,
A uma luz, que é talvez o clarão duma estrela,
Talvez o olhar de Deus, de astro em astro caindo...

E dessa luz, a flor sem forma, há pouco obscura,
Recebe o seu quinhão de graça e de pureza,
Como das mãos do artista, animando a escultura,
O mármore recebe a sua alma — a Beleza.

Se sofrer é pensar, na paz do isolamento,
Como dum cálix cheio o líquido extravasa,
A Dor, que a Alma empolgou, transborda em
[pensamento,
E a pouco e pouco extingue o fogo em que se
[abrasa.

Como a montanha de oiro, a Alma, em seu
[mistério,
À superfície nunca o seu teor revela;
Só depois de sondado e fundido o minério
Se conhece a riqueza acumulada nela.

Corações que a Existência em tumulto arrebata!
Esse oiro só se extrai do minério candente,
No silêncio, na paz, na quietação abstracta,
Das estrelas do céu sob o olhar indulgente...

António Feijó, in 'Sol de Inverno'

Enviado por Tópico
JoiceSantiago
Publicado: 01/10/2022 07:26  Atualizado: 01/10/2022 07:26
Super Participativo
Usuário desde: 15/01/2021
Localidade:
Mensagens: 106
 Re: *TRISTE SONETO✿
Belo. Triste. Melancólico.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 01/10/2022 08:00  Atualizado: 01/10/2022 08:00
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 6096
 Re: *TRISTE SONETO✿
🌺ღ
⁠Ninguém consegue
fugir da saudade
muito menos da morte.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

Open in new window