https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Amor para aprendizes, mas tu aprendes o teu.

 
Tags:  amor    vida    universo    josemariafonso    impossivel  
 
se nao que seria?
nao tivesse eu o amor?
se fosse difrente
talvez quizesse eu outra dor?

sem controlo emocional
num incógnito sentimento.

é desejado
com um objectivo,
aquele que sonha constantemente com alguem
quer estar presente
fisica e psicologicamente
e entender o sentimento.


se sonha na matemática dos olhares,
os olhares do dia-á-dia
que como telepatia ouço a sua voz mas nao são palavras,
como pura magia
fala-me mentalmente
do tal sentimento.


é matemática,
todos com uma equaçao diferente,
a igualdade entre os dois resultados
que afirma, entre os dois amados
da incógnita ao achado,
esse sentimento.


se tem sem prática nem instruções,
o amor entre um casal,
aquele pensamento espiritual
que acorda algo em mim
fora do normal,
um novo sentimento.

a vergonha,
amedrontado ou perdido,
o meu estado de segurança que nunca se deixa cair,
porque preciso eu
de coragem para sorrir
ao sentimento?


se mostra ridiculo e com perguntas,
exprime-se sem lei nem regras,
e o exagero da personalidade desconhecida e isolada,
perdido por dentro
sem saber que fazer
a este sentimento.


é esperança
de sair tudo bem,
ter-te na balança da lei da matemática,
na igualdade dos resultados
amigos e namorados
num só sentimento.


se sente por dentro calado e com medo,
de facto a inexistencia
é um dado adquirido,
é de facto uma falencia
nao ter achado companhia
e apesar de ela ser como eu tambem eu me deixo ser como ela
calados em vez de amados.


o amor nao é lindo nem feio,
é mais uma barreira da vida,
ou se vive triste ou contente
independentemente do lado,
a escolha deve
ser tomada
antes que
a barreira, cresça
e
.nunca mais saberviver..

canta
quem o tem,
o meu estado de espirito que nunca se deixa cair,
mostro a alegria
de te ter um dia
contigo neste sentimento.


josemariafonso

é uma loucura,
pouca inteligencia emocional tambem, vergonha de viver sem fazer a minima ideia de quem sou,
como irei eu pensar em mim contigo?
é um alivio de certa forma,
escrever e saber que me vão ler,
porque preciso em mim de ter essa esperança?
é um problema que tenho de partilhar mas no anonimato
e mesmo assim sem ninguem saber quem sou
vejo-me a partilhar esta dor....?....
 
Autor
josemariafonso
 
Texto
Data
Leituras
392
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.