https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

RIO DA FONTE

 
RIO DA FONTE
 


Rio revolto
Revolto na fonte
O rio entrou
Pela janela do nosso quarto
Com tanta intensidade
Com tanta força
Levando e transformando
A nossa cama em areia
O meu coração sentiu-se
Revolto nas suas águas
Águas suicidas
Doces e amarguradas
Onde lavaram o corpo de palavras
A alma de dores
Quando as águas partiram
Ficaram as pedras
Pedras de todos os tamanhos
Era areia, mais areia
O nosso quarto estava irreconhecível
Talvez como a nossa alma
Ou o nosso corpo



Open in new window


╭✿ ♥
Não me considero poeta
Descobri escrevendo por acaso

🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
962
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
4
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Robertojun
Publicado: 14/06/2014 19:04  Atualizado: 14/06/2014 19:04
Colaborador
Usuário desde: 31/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2188
 Re: Rio revolto, revolto na fonte
Olá, IsabelRFonseca!

Lindíssimo poema.

Ah, adorei a imagem.

Parabéns!

Abraço,
Roberto Jun


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 23/09/2018 23:36  Atualizado: 23/09/2018 23:36
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade: Portugal
Mensagens: 624
 Re: RIO DA FONTE
Bom poema, muito envolvente, nas dores e transformação dos acontecimentos, sejam reais ou utópicos.
São mais transparentes as palavras mudas no amor, do que certas águas dos rios.

Bejocas my love