https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

Pela escrita dos poetas imortais…

 
Tags:  saudade    destino    sorte    fado    aventura    coragem.  
 
Tudo aquilo em que tu crês
Escreve, põe-te à vontade
Sem questão, não há porquês
Para escrever não há idade.

Deixa-te ir, mostra que és duro
Nas asas do teu saber
Atracarás em porto seguro
Dar-te hás a conhecer.

Quem se expõe está confiante
Que tudo pode vencer
E se parte triunfante
Nada mais tem a perder.

Entre amores e desamores
Amigos encontrarás
Família de muitas cores
De quem jamais te esquecerás.

Vá lá bebe mais um trago
Deste amor, a tua cura
Afaga na dor, o fado
Neste canto de aventura.

Quem passa e vai descuidado
Apressadamente e confuso
Olha e vê, passa de lado
Mas à razão, nunca dá uso.

Seguro, não vai certamente
Quem tão descontente lê
Só quem está sempre carente
Só tão cegamente crê.

Infortúnio, triste sorte
Na dor de um verso esculpido
Vai-se a fama fica o mote
Quem o gerou, foi esquecido.

Entre lamentos e ais
Nas ruas, aldeias, cidades
Por aqueles que não voltam mais
Desejo muitas felicidades.

Tais poetas devem ser
Como todos os demais
Com tudo, sem nada a perder
Não os esqueçamos jamais.

E nesse desejo ardente
De partir e não voltar
Fica sempre uma semente
Para mais tarde recordar.


Com respeito e carinho, a todos os poetas e poetizas, que por aqui se cruzam no caminho.

Amigos de muitas jornadas, o meu sincero e profundo obrigado.
 
Autor
fernandobarbosa
 
Texto
Data
Leituras
706
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 14/06/2014 23:10  Atualizado: 14/06/2014 23:10
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: Pela escrita dos poetas imortais…
Bonitas quadras cheias de animação numa coberta de conselhos úteis ...mais ainda finalizou bem o poema como uma homenagem aos poetas.

Gostei imenso
Abraço
Luzia