https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Castigo

 
Caminho na pedrinha atirad’ao telhado
À hora exata, um verso no papelinho
Debruçad’ à janela, véspera de domingo
O fato no arejo pra a missa, engomado

A calçinha de terylene, à boca de sino
Vincada a pente fino e a blusinha tafetá
Sapatinho de cortiça olh’a graça que lhe dá
Ao pezinho a saltitar beligerant’o vespertino

A caminho da igreja o assobio m’esmorece
Repent’ uma caríci’a enlouquecer a cabeça
Gazeada a hora da missa e da catequese

“Jesu” de volta a casa, incumprida a prece
Castigo do “senhor padre” à falta de presença
Mil terços no quarto, o corpo a salvo agradece.




Funchal. 27 de julho de 2014

Maria Luzia Fronteira



 
Autor
saraabreu
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3277
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
97 pontos
27
15
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 28/07/2014 03:12  Atualizado: 28/07/2014 03:15
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2487
 Re: Castigo
Ual, que história legal!
Como eu já te disse,eu gosto muito de ler,a leitura é muito benéfica na vida da gente, sempre que posso nos momentos vagos,me adentro na leitura de um livro, algo que escolhi para ler e la dentro das letras impressas eu viajo rs.

Assim como viajei nesse seu tão criativo poema,a menina a caminho da igreja, toda apropriadamente adornada para a ocasião,parece que um pouco de atraso custou a ela um castigo do "senhor padre" dentro da doutrina, o corpo a salvo agradece.
Muito legal amiga,gostei.
bj

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 28/07/2014 05:20  Atualizado: 28/07/2014 05:22
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6400
 Re: Castigo
Um "castigo" que d'oura
A face da debutante,
um conto cheio de segredos
Que somente a moça e o padre
"em confissão" guardam.
rsrsrrsrs
+ 19 ave Maria em flauta peruana
Amo esta desenvoltura
Do teu escrever.
Ray Nascimento

Enviado por Tópico
SEMEANO
Publicado: 28/07/2014 12:25  Atualizado: 28/07/2014 12:25
Da casa!
Usuário desde: 18/02/2014
Localidade: Lisboa - Portugal
Mensagens: 383
 Re: Castigo
Escreve muito bem,
Belo soneto esse,
Parabéns,
Semeano

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 28/07/2014 14:32  Atualizado: 28/07/2014 14:32
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9252
 Re: Castigo
Bom dia Luzia, seus versos enredam com intenso rigor esta nossa natureza contraditória, somos promíscuos por natureza, mas a nossa finalidade é progredir espiritualmente , dai está selada o nosso conflito interno, que resulta nestas multas elevadas de mil orações, rs, parabéns pelo contagiante enredo poético, que trás toda a sutileza que te é peculiar, e muito me encanta, MJ.

Enviado por Tópico
ManoelDeAlmeida
Publicado: 28/07/2014 18:29  Atualizado: 28/07/2014 18:29
Colaborador
Usuário desde: 30/05/2011
Localidade: Campo Grande/MS - Brasil
Mensagens: 835
 Re: Castigo
A personagem deste poema narrativo, conforme minha leitura, é uma bela menina, na idade dos sonhos com o príncipe encantado, do prazer de ver admirada sua beleza,... se vai à missa, vai não pelo senhor padre (que já morre de saudades de vê-la), mas para fazer prece ao Senhor Jesus (prece incumprida,...porque muito comprida?)e a pobre menina tem de sofrer o Castigo imerecido (porque sonhar não é pecado)de Mil terços em quarto fechado, coitadinha! Belo e inteligente seu poema, desculpe e permita-me a leitura um tanto canhestra.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 28/07/2014 20:42  Atualizado: 28/07/2014 20:42
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6474
 Re: Castigo
Olá Saraabreu,

Amei ter passado
por aqui...Lembrei-me
do tempo de outrora.
A P L A U S O S!

Beijos,

Mary Jun


Open in new window

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/07/2014 20:54  Atualizado: 28/07/2014 20:54
 Re: Castigo
Luzia,

Se existem castigos abençoados, este valeu bem, a pena!...

O castigo dos homens em nome do divino, não se coaduna com amores irreverentes…

É um gosto enorme ler teus poemas, não só nas linhas, mas sobretudo o que fica nas entrelinhas…

Beijo

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 28/07/2014 22:14  Atualizado: 28/07/2014 22:14
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29159
 Re: Castigo
Nessa vida nossos olhos se gastigam por coisa incupridas que as vezes os assobios não apitam nos isntantes repentinos

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 29/07/2014 11:29  Atualizado: 29/07/2014 11:29
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4187
 Re: Castigo
Bom dia Luzia,

Como sempre, te lendo me fascino.
Essa linguagem insular com seu jeitinho tão bem adequado que utilizas nos teus poemas, me faz querer mais e sempre mais.

Que crónica tão bem versada e os detalhes que aproveitas para construir o poema, tornam-no uma delicia.
Mas não esquecendo, a história que por lá vai sendo contada (nos versos), dessa ida à missa tão marota, e o castigo que o corpo salva.

Parabéns amiga, deixaste-me com uma sorriso.
beijinho
Eureka

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/07/2014 17:51  Atualizado: 29/07/2014 17:51
 Re: Castigo
Adoro ler-te !

Linda construção poética, deliciosa de ler e que revela um talento maior... sou tua fã!

Parabéns e obrigada pela partilha!

Bjs,


ALICE

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 30/07/2014 23:26  Atualizado: 30/07/2014 23:26
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: Castigo /para todos meus amigos(as) poetas
Muito grata pelos vossos olhares no meu poema deveras gratificantes.
Beijinhos a todos(as).


Luzia

Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 02/08/2014 21:39  Atualizado: 02/08/2014 21:39
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3860
 Re: Castigo
mais uma vez chego tarde
no meu caso cem terços chegam-me.

Faço minhas as palavras da Eureka

É um poema maravalhoso!

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 02/08/2014 23:11  Atualizado: 02/08/2014 23:11
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12492
 Re: Castigo P/saraabreu
Que poema encantador! Adorei a perspicácia e a singeleza que estão presentes, muito bom!
Um grande beijinho da Vólena

Enviado por Tópico
TecaLima
Publicado: 03/08/2014 02:31  Atualizado: 03/08/2014 02:31
Da casa!
Usuário desde: 15/10/2013
Localidade: Campina Grande-PB
Mensagens: 251
 Re: Castigo
"Mil terços no quarto, o corpo a salvo agradece".

O fechamento completa todo o poema. Muito lindo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2014 11:00  Atualizado: 03/08/2014 11:00
 Re: Castigo
missas há muitas, saúde, a nossa, há só uma. e quanto ao padre, ora, que se lixe!...rs
muito bom, querida Luzia.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2014 12:16  Atualizado: 03/08/2014 12:16
 Re: Castigo
Maestria!

"A caminho da igreja o assobio m’esmorece
Repent’ uma caríci’a enlouquecer a cabeça
Gazeada a hora da missa e da catequese"

Abraços com carinho,

Enviado por Tópico
Monstro-daslágrimas
Publicado: 06/08/2014 23:47  Atualizado: 06/08/2014 23:47
Da casa!
Usuário desde: 05/08/2014
Localidade:
Mensagens: 313
 Re: Castigo
Seu poema tão moço, é uma forma fantástica de fazer cinema nas nossas cabeças …

Adorei particularmente, essa imagem do correcto contrariando o agradável ou o contrário.

Parabéns e continue a sombrear as palavras com imagens tão amáveis.

Um abraço e obrigado por me dar as boas vindas.

Enviado por Tópico
RosaDSaron
Publicado: 07/08/2014 11:48  Atualizado: 07/08/2014 11:48
Da casa!
Usuário desde: 05/11/2011
Localidade:
Mensagens: 260
 Re: Castigo
Bom dia poetisa!

Um enredo que leva o leitor a interpretar a seu bel prazer!


Felicitações e grata por sua amável visita e comentário!

Enviado por Tópico
UMA MULHER UM POEMA
Publicado: 08/08/2014 19:32  Atualizado: 08/08/2014 19:32
Colaborador
Usuário desde: 26/04/2006
Localidade: São Paulo/SP
Mensagens: 2922
 Re: Castigo
Olá, Luiza!

Parabéns pela brilhante obra e inspiração!

Um grande abraço.



Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 09/08/2014 20:35  Atualizado: 09/08/2014 20:35
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Castigo
minha alma também agradece esse momento
de boa poesia. bjs

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 11/08/2014 18:58  Atualizado: 11/08/2014 18:58
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Castigo ... saraabreu
Olá cara amiga poeta

UALLL, quanta inspiração
que soneto lindo e repleto
de imagens, magnífico


Beijinhos

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 21/08/2014 22:16  Atualizado: 21/08/2014 22:16
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11172
 Re: Castigo
Luzia,
Sempre a qualidade implícita na tua poesia.
Beijinhos
Nanda

Enviado por Tópico
sommerville
Publicado: 24/08/2014 21:11  Atualizado: 24/08/2014 21:11
Colaborador
Usuário desde: 21/08/2011
Localidade: Porto, Portugal
Mensagens: 998
 Re: Castigo Luzia
Luzia:

Perdoe, mas "...na pedrinha atirad’ao telhado/À hora exata, um verso no papelinho", fez-me viajar para um texto publicado no Luso e ainda não republicado ...

Envio-te o meu amor
enrolado
num pedacinho de papel de embrulho
que arremesso
pela janela do autocarro
- Cuidado menina, não morras atropelada
por culpa duma lua recortada
na loja do senhor João
e escrita na escuridão
dum lance d'escadas
sim, tem o meu telefone
e diz que te amo
coisa pouca
tão banal
e no entanto
é tudo o que tenho no mundo !...



LSJ (c) Távola De Estrelas in Luso-Poemas 03/08/2010

Levo. Sinceros Parabéns.

Grato
Abraço.

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 28/08/2014 02:33  Atualizado: 28/08/2014 02:33
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Castigo
Essa poesia esta um mimo! Divinamente bem montada!Merece meus aplausos.

Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 11/09/2014 00:46  Atualizado: 11/09/2014 00:46
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2650
 Re: Castigo
"Mil terços no quarto, o corpo a salvo agradece". Fechou com chave ouro.

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 22/09/2014 02:20  Atualizado: 22/09/2014 02:20
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Castigo
Que belo soneto! Aplaudindo e desejando uma linda semana!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/01/2015 20:09  Atualizado: 23/01/2015 20:09
 Re: Castigo
Tempos bons esses,escritos com ternura,bacana recordar qd a vida sem sustos fazia sentido.bjs Sara