https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

"SÚPLICAS"🌺

 
"SÚPLICAS"🌺
 
Fado das palavras que dizíamos e já não dizemos
Palavras ditas, rimadas amadas, odiadas tantas vezes
Onde floresce um jardim de camélias que eu tanto amo
Jardim que está na nossa vida tão rica e perfumada
Cheia de encantos e desencantos, por culpa nossa
Ou de outros alheios aos nossos sonhos
A nossa vida, a tudo que é nosso
Fado que o vento varreu as nossas horas
Que mudam de lugar
Poesia fingida dos olhos da alma
Onde morremos mesmo sem morrer
Chegamos a partir mesmos sem partirmos
Mão nocturna que escava o silêncio entre a singela chuva
Que aldraba na lama as brumas de um cavaleiro sem amada
Fornalha de pão quente no forno da imensa fome
Do impenitente mendigo
Entre segredos de amor já reflectido surge o suplico
E desprotegido da imperfeição que os nossos olhos nunca viram
Línguas no espelho queimados do impenitente
Tempo tantas vezes perdido por nós esquecido
Toupeira que escavava entre o silêncio
Dos nossos sentimentos impuros
Rasgados nas brumas do nosso inconsciente feito em súplicas
Fado das palavras de uma penumbra sombra chocalhada, abafada
Do nosso sangue que amadurece como as uvas morangueiro
Que bebemos já fermentado o liquido doce dos deuses branco
Rosa, roxo néctar da perdição das almas!


🌺


╭✿ ♥
Não me considero poeta
Descobri escrevendo por acaso

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar
desde que seja dado crédito ao autor original.


A vida é e será sempre
Uma longa jornada
Neste caminho curto

🌼🌺🌻
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
1143
Favoritos
10
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
108 pontos
6
11
10
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 21/11/2014 11:41  Atualizado: 21/11/2014 11:41
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9637
 Re: "SÚPLICAS"
Bom dia Isabel, sua personagem, busca formas de harmonizar ao máximo, as suas virtudes, e desalentos inexoráveis a esta nossa materialidade, que oscila tanto entre as euforias, e os nossos abismos recorrentes, parabéns pelo contundente poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 21/11/2014 21:00  Atualizado: 21/11/2014 21:00
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1207
 Re: "SÚPLICAS"
Lindo minha amada.



Enviado por Tópico
Quandoachuvacai
Publicado: 14/04/2020 12:48  Atualizado: 14/04/2020 12:48
Colaborador
Usuário desde: 21/10/2014
Localidade: Lisboa
Mensagens: 679
 Re: "SÚPLICAS"🌺
Adorei poetisa...

By.acor