https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

MEDOS E DECEPÇÕES🌺

 
MEDOS E DECEPÇÕES🌺
 
Medos e decepções, letras mal escritas
Numa página marcada num cesto do lixo
Fantasma nocturno de palavras cuspidas
Cuspidas num papel de uma agenda em branco

Medos e decepções desfeitos em insanidade
Rascunhos deixados na alma pelos dedos
Espíritos fracos desejosos e vingativos
Feitiços sangrentos com a fúria dos mares

Mares tempestuosos sem vergonha ou consciência
Guerra desfeita de quem morre de quem vive
Noites amargas sem sono do inferno ciumento
Voo febril rastejante, pegajoso

Alma consumida sem valor, desesperada competência
Consumida, derretimento no gelo
Palavras cuspidas, sem vírgulas, sem ponto, sem dor
Analfabetos, excêntricos, sem instintos gramáticos

Sílabas tontas na lógica das palavras subversivas
Medos e decepções cuspidas num cesto do lixo de casa.





╭✿ ♥
Não me considero poeta
Descobri escrevendo por acaso

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar
desde que seja dado crédito ao autor original.


🌺

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
931
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
63 pontos
7
8
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 07/05/2015 12:19  Atualizado: 07/05/2015 12:19
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29468
 Re: MEDOS E DECEPÇÕES
Momentos excentricos, onde as gramáticas da vida, vai por uma pagina que as palavras já não se ocupam das veracidades silabicas, onde os rascunohs se propagam.

lindo poema


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 26/08/2018 23:33  Atualizado: 26/08/2018 23:33
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1298
 Re: MEDOS E DECEPÇÕES
Viver sem medo da decepção, mas não iludir-nos ao ponto de nos magoarmos.
Afastar os espíritos fracos desejosos e vingativos.

Bom Poema.


Enviado por Tópico
AntonioCosta
Publicado: 24/05/2020 10:24  Atualizado: 24/05/2020 10:24
Super Participativo
Usuário desde: 02/05/2020
Localidade:
Mensagens: 189
Online!
 Re: MEDOS E DECEPÇÕES
ALEGRIA

De passadas tristezas, desenganos
amarguras colhidas em trinta anos,
de velhas ilusões,
de pequenas traições
que achei no meu caminho...,
de cada injusto mal, de cada espinho
que me deixou no peito a nódoa escura

duma nova amargura...
De cada crueldade
que pôs de luto a minha mocidade...
De cada injusta pena
que um dia envenenou e ainda envenena
a minha alma que foi tranquila e forte...
De cada morte
que anda a viver comigo, a minha vida,
de cada cicatriz,
eu fiz
nem tristeza, nem dor, nem nostalgia
mas heróica alegria.

Alegria sem causa, alegria animal
que nenhum mal
pode vencer.
Doido prazer
de respirar!
Volúpia de encontrar
a terra honesta sob os pés descalços.

Prazer de abandonar os gestos falsos,
prazer de regressar,
de respirar
honestamente e sem caprichos,
como as ervas e os bichos.
Alegria voluptuosa de trincar
frutos e de cheirar rosas.

Alegria brutal e primitiva
de estar viva,
feliz ou infeliz
mas bem presa à raíz.

Volúpia de sentir na minha mão,
a côdea do meu pão.
Volúpia de sentir-me ágil e forte
e de saber enfim que só a morte
é triste e sem remédio.
Prazer de renegar e de destruir
o tédio,

Esse estranho cilício,
e de entregar-me à vida como a
um vício.

Alegria!
Alegria!
Volúpia de sentir-me em cada dia
mais cansada, mais triste, mais dorida
mas cada vez mais agarrada à Vida!

Fernanda de Castro, in "D'Aquém e D'Além Alma"


Enviado por Tópico
CarolinaFonseca
Publicado: 29/11/2020 22:45  Atualizado: 29/11/2020 22:45
Da casa!
Usuário desde: 15/08/2018
Localidade:
Mensagens: 254
 Re: MEDOS E DECEPÇÕES🌺


Beijos Mami

Open in new window