https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Lembranças do meu contentamento...

 
Tags:  paixão    saudade    loucura    emoção    delírio    inocência  
 
 
Hoje o meu dia começou mais cedo
lembranças serão sempre lembranças…
nada no mundo as apagará, nem de mim, nem de ti
muito menos do coração de um poeta.

Recordo-te com saudade…o meu peito abre-se
vou apressadamente, a correr para ti
para manifestar o meu contentamento
pois hoje, sou todo teu, por fora e por dentro.

Por entre as palavras, sinto a tua presença
o delírio, a paixão, a loucura…a minha inocência
recordo o quanto contigo fui, intensamente feliz.

Inexplicáveis emoções…o coração de criança não para
insaciável, assim como o amor que não se cala
o meu, não se consegue medir… incalculável
assim como este delito cego…jamais se extinguirá.

Ah! Como eu te amei, nem sabes quanto
a ti me devotei, pela atenção que tu me davas
saciaste-me com o mel da manhã, minha hortelã pimenta
a magia daqueles momentos não se extingarão
as brasas desse calor intenso, perpetuar-se-ão.

A tua poesia entrou na intimidade da minha pele
amei-te da cabeça aos pés, sem nunca te ser infiel
olharei para ti, como uma menina crescida, sim
a flor predileta do meu jardim.

Em mim desabrochas-te ainda muito cedo,
muito antes do café da manhã
minha romã doce apimentada; contemplar-te-ei.

Como quem sente o orvalho pela manhã, abraçar-te-ei
sei que não me abandonarás
aonde estiveres, contigo sempre estarei
como quem está presente, embora esteja ausente
nunca na vida, amiga...te esquecerei.



 
Autor
fernandobarbosa
 
Texto
Data
Leituras
677
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
12
5
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/06/2015 01:38  Atualizado: 03/06/2015 01:38
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Lembranças do meu contentamento...
Uma aclamação de uma alma apaixonada que o sorriso se prolifera nas instancias do amor.

O melhor do amor é ser amado.

lindo poema




Enviado por Tópico
Asas
Publicado: 03/06/2015 12:13  Atualizado: 03/06/2015 12:13
Da casa!
Usuário desde: 11/05/2015
Localidade:
Mensagens: 220
 Re: Lembranças do meu contentamento...
Que lindo


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 03/06/2015 16:20  Atualizado: 03/06/2015 16:20
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16193
 Re: Lembranças do meu contentamento...
Parabéns Fernando
Belíssimo poema! Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 04/06/2015 11:05  Atualizado: 04/06/2015 11:05
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Lembranças do meu contentamento...
As lembranças aqui nesse teu belíssimo poema, surgem com trajes estelares, caro poeta!!
O brilho da linguagem, só é comparavável ao da poesia que salta de cada palavra dos teus versos. Bom demais logo pela manhã, ler um poema que bem me representa pelas lembranças que eu trago....

Abraços !!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 04/06/2015 11:25  Atualizado: 04/06/2015 11:25
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Lembranças do meu contentamento...
Gostei imenso, um lido poema. Abraço Vólena
Um amor não se destrói
guardamos no coração
e quando abrimos a porta
sentimos logo a essência
e chega a recordação!!