https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Ilusão do Poeta

 
Tags:  ilusão  
 
Ilusão do Poeta

És a mera ilusão
desenhada pelo vento,
numa tarde de aluvião
em terra de lamento.

És a triste ilusão,
retirada do sonho
dum pobre charlatão
dos olhos de tristonho.

És a simples ilusão
de embriagado mosto,
lançado em fusão,
encorpado, sem gosto.

És ilusão do nada,
pó solto do deserto,
de vida desgarrada,
morta em chão incerto.

És ilusão que se esfuma
no ar, nuvem que passa,
logo, se esvai e ruma
aos mares de desgraça.


Poet@ sem Alm@
João Loureiro


Open in new window

Lisboa, 24/06/2015
 
Autor
Poeta.sem.Alma
 
Texto
Data
Leituras
506
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
6
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 25/06/2015 19:53  Atualizado: 25/06/2015 19:54
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Ilusão do Poeta
Percebe-se o que representa a ilusão aos olhos do poeta, como algo representativo à inspiração e ao mesmo tempo sem se deixar iludir pelo engodo que isso significa, pois, em todas as estrofes não há nada que ateste uma adesão a ela.
Quem escreve, por força da circunstância, tem a ilusão como parceira, não é mesmo, poeta ? rsrrs


Adorei.

Bjossss


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 25/06/2015 21:20  Atualizado: 25/06/2015 21:20
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Ilusão do Poeta
Ilusões da poesia bem (d)escritas.
Gostei.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/06/2015 23:04  Atualizado: 25/06/2015 23:04
 Re: Ilusão do Poeta
Lindo demais!
Levo comigo para aprender consigo.

Abraços