https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

eu sou omelhor poeta do luso

 
Eu sou o melhor poeta do luso
Desculpem lá o meu abuso
A minha fraca generosidade
Que se perde com a idade

Não é para se ofender
Sou poeta de outros cantos
Eu roo-me por não saber
Compor sonetos como tantos

De um poema faço três
E você nem reparou
Corto sílabas falo inglês
E ninguém em mim votou

A Tana que é Camargo
Faz sonetos que eu sei lá
tenho dias que choro amargo
tenho outros que lalala

A Verinha é comentadora
gosto de a ouvir falar
mas quando ela demora
perco prosa e o meu poetar

O meu amigo josetorres
Escreve por mim e por nós todos
Ele é o pinga-amores
Que dá poesia arrodos

Escrevo tudo o que vem à rede
Digo ao povo que é arte
Mas no fundo é uma sede
De enfrascar mais Sutty Shark

Não fique com inveja
Porque eu não lhe tenho nenhuma
Gosto de ler a Daniela pereira
Que me faz muita caruma

Sou uma espécie de espantalho
Quando leio uma boa prosa
Da mel carvalho nem falo
É poesia conto e garbosa

Eu cá sou o Flávio Silver
Não tenho truques na manga
O Q14 é de se ler
Por favor , isto não é tanga!

Faço quadras desajeitadas
Foi do modo que aprendi
Elogio textos do Godi
E suas rimas bem limadas

António Cambeta no oriente
Pergunta sempre por Portugal
respondo-lhe: mande vir mais um poema
daqueles de levantar moral

Rosa Maria e Raul
conheço-os pelas palavras
às vezes rijas às vezes bravas,
a eles devo o céu azul


Panta rei, Carlos ribeiro
surgiram numa caravela
Que se lixe o dinheiro
Quando leio poesia tão bela

Logo atrás vieram amora e Conceição
Com seus versos maiorais
Estas amigos, são das tais
Que merecem a minha consideração

A carolina foi das primeiras
com que eu me atrevi
a culpa não foi das bebedeiras
foi de um poema dela que bebi

Sei que vou esquecer muitos poetas
gente culta e sentimental
mas eu penso que ninguém leva a mal
que além de mim há outros patetas

Devem ser boas meninas
Ledalge e Maria verde
Por falar em tangerinas
São delas os poemas que me matam a sede

Luís F e Paloma
São duas misturas de raças
São o resultado de um soma
De poemas servidos em taças

Estas rimadas mal rimadas
Mal casadas e sem paradeiro
A ilustre Carla ribeiro
Canta o sonho às manadas

O PauloAfonso e PedraFilosofal
Vão falar de sentimentos
Tudo isto é normal
Pois eles falam com a voz de dentro

Só por sorte temos o Henrique
Que é Pedro, amor e paz
Agora damos poucos erros
Pois ele diz como se faz

À Betha Costa nunca comentei
Negligência ou egoísmo?
Eu sei, eu sei que errei
Eu me curvo ao teu lirismo!

Eu sou o melhor poeta do luso
Acredite se quiser
Só outro melhor eu acuso
Que se chama Aziul D’aire

Estou cansado vou-me embora
Vou dizer que não presto
O que disse é só um resto
Destes poetas pelo luso afora.

Outro que me esqueci
É um de tal JSL
Não há outro por aqui
tão filósofo quanto ele

O Trabis e o Valdevino
São duas figuras fatais
Escrevem tanto tanto e com tino
que às vezes penso que estou a mais

eu sou o melhor poeta do luso
aqui vim desaguar
deixei pedaços de alma sem fuso
que agora não sei voltar.

Dorothy, lalazinha, sanderscatherina
Por pouco me falhava a memória
Le tab, the angel, dos santos
São frutos de uma vitória

Outros eu vou esquecer
Não me acuse desse acto
Estou cansado, perdi o tacto
Nicolidi, Alemtagus, Paulolx,
Neofragmentação,Lloydchristmas,
Frederico rego jr, Ibernize,
Delise, Rsergio, Dorothy,
ect, etc, etc,etecetera,
me farão Renascer.





Obrigado LUSOPOEMAS
 
Autor
flavio silver
 
Texto
Data
Leituras
3322
Favoritos
7
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
133 pontos
75
1
7
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/02/2008 17:47  Atualizado: 25/02/2008 17:47
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Da minha parte, obrigado pela referencia...



Interessante exercicio..

Deve ter dado um trabalho dos diabos!!!



Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 25/02/2008 18:00  Atualizado: 25/02/2008 18:00
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2735
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Sem dúvida que só o melhor poeta do Luso poderia consagrar tantos nomes por entre quão elogiosas palavras. Brindo às tuas palavras que, por serem simples, são verdadeiras.

Um abraço


Enviado por Tópico
goretidias
Publicado: 25/02/2008 18:30  Atualizado: 25/02/2008 18:30
Colaborador
Usuário desde: 08/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 1237
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Uma longa lista! Tens uma memória que vou-te contar!
Um abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/02/2008 18:52  Atualizado: 25/02/2008 18:52
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Flávio,
Não te vou fazer elogios mas aqui está um poema que deveríamos ler todos os dias quando acordamos...

Beijo
ConceiçãoB




Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 25/02/2008 18:57  Atualizado: 25/02/2008 18:57
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3518
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Que bem quase poeta...

The best!

És um simpático e um bom amigo!

beijo

Carolina


Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 25/02/2008 19:19  Atualizado: 25/02/2008 19:19
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2263
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Há tempos que não lia um poema assim, tão carregado de amizade e apesar do título, tão altruísta. Obrigado por me ter citado, ainda que não fosse, teria sorrido igualmente. Um grande abraço!


Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 25/02/2008 19:25  Atualizado: 25/02/2008 19:25
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Um espírito amigo num belo exercício poético. Obrigado pela referência sincera. Hoje em especial aceito esta parte com uma boa prenda!
Obrigado
Abraço



Enviado por Tópico
Bruno Sousa Villar
Publicado: 25/02/2008 19:29  Atualizado: 25/02/2008 19:29
Super Participativo
Usuário desde: 09/03/2007
Localidade:
Mensagens: 122
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Obrigado por incluir o meu nome em tão ilustre galeria de notáveis.

Cumprimentos


Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 25/02/2008 19:41  Atualizado: 25/02/2008 19:41
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Agradeço-te meu querido por dizer que meus poemas são para ser bebidos em taças.
É muito carinhoso de sua parte dizer-me e dedicar-me tais palavras.

A muito tempo que esse tipo de poema não entrava por aqui.

A amizade reina a todos.

Beijinhos no Coração.


Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 25/02/2008 19:41  Atualizado: 25/02/2008 19:41
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Olá Flavio
Poema bem original e que nos une através da palavra, da poesia.Obrigada pela referência.
jinhossssss
Rosamaria


Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 25/02/2008 19:43  Atualizado: 25/02/2008 19:43
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Esse é o Flávio que conheço/ Um verdadeiro sapato de prata/ Comenta, não inventa/ Exagera, prolifera/ Eu por vezes enlouqueço/ A ler suas páginas viradas.../ Esse é o Flávio que conheço/O dono da poesia alada/ Que bebe dos meus versos/ E que muito estimo.../Que receba meu carinho e de todos os demais/ Faça arte, não desista/ Faça versos, sem dar pistas, que decifre teus sinais.
Obrigada, Flávio! Adoro tangerina, rsrsr. Ledalge


Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 25/02/2008 20:09  Atualizado: 25/02/2008 20:09
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Parabéns pela homenagem aos seus colegas!
Admiro sempre as pessoas que homenageiam...
Beijos e uma noite feliz


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/02/2008 20:29  Atualizado: 25/02/2008 20:29
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Flávio,

Eu estou comovida ante a beleza simples e criatividade desses teu poema, que é um carinho para comigo e com os demais colegas lusos.É atitude rara em um mundo competitivo encontrar ato tão bonito quanto o teu.

Gratíssima!

Bjins meus, Betha.


Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 25/02/2008 20:41  Atualizado: 25/02/2008 20:41
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Eu sorri ao ler, agradeço, que hoje estou uma pamonha chorona.

E mais: você me colocou ao lado de Conceição e eu gostei de estar lá pertinho dela, uma excelente companhia.

Obrigada.

É isso.


Enviado por Tópico
Andy
Publicado: 25/02/2008 20:41  Atualizado: 25/02/2008 20:41
Colaborador
Usuário desde: 01/08/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2165
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
...continue tentando Flávio! ...quem sabe um dia você irá conseguir!!!

...agora a sério, ...um excelente exercicio póetico, muito bem conseguido e uma excelente homenagem, a todos os que aqui plantam as suas Palavras! ...muito bom!


abraço!


Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 25/02/2008 20:43  Atualizado: 25/02/2008 20:43
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3543
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Isso é um verdadeiro exercício de despreendimento e amizade... com certeza colherá frutos deliciosos!

abraço carinhoso

Maria Verde


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 25/02/2008 20:53  Atualizado: 25/02/2008 20:53
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Bem, o melhor... o melhor... é difícil

Mas gosto de ler os teus poemas (apesar de te teres esquecido de mim )

Gostei da brincadeira!

Bjs



Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 25/02/2008 21:10  Atualizado: 25/02/2008 21:10
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Amigo Flávio se eu estivesse por perto na certa
pularia em teu pescoço, dá-va-te um beijo estalado,
criaste um momento ímpar, de que o Luso estava
precisando, união, amizades este é o grande mérito,
mas se vieres ao Brasil o beijo estará aqui esperando, claro com a permissão de sua esposa,
rsrsrsrsrs, se ela não permitir diga que é costume
daqui. rsrsrsrsr, beijos e beijos!


Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 25/02/2008 21:12  Atualizado: 25/02/2008 21:12
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Caríssimo Flávio!
Aplaudo a tua criatividade alegre e divertida! Perdão...e verdadeira! És melhor que eu...logo és o melhor do luso!
De qualquer forma aconselho-te a não perderes de vista muitos daqueles poetas que não tiveram espaço no teu poema. Nunca se sabe se não andará por lá algum Camões ou alguma Florbela encoberta.Obrigado pela tua referência à minha humilde pessoa.
Um grande abraço


Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 25/02/2008 22:46  Atualizado: 25/02/2008 22:46
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Podes não ser o melhor poeta, mas que ficou original ficou...

Abraço


Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 26/02/2008 01:39  Atualizado: 26/02/2008 01:39
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: eu sou omelhor poeta do luso/P Flavio Silver
Uma obra de arte do melhor poeta do luso-poemas
Não há dúvida...

Me fizes-te rir ou sorrir e isso já diz muito...

Obrigado por este momento de leitura agradavél e cheia de humor...

Beijos, Alcina


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 26/02/2008 09:03  Atualizado: 26/02/2008 09:03
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Um belo poema Flavio. Li-o e reli-o com imenso orgulho e com um sorriso cada vez mais rasgado.
É bom, muito bom mesmo, ler poemas assim
Obrigada Flavio!

Um beijo grande da Verinha comentadora



Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 26/02/2008 09:37  Atualizado: 26/02/2008 09:37
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: eu sou o melhor poeta do luso
Uma homenagem merecida a muitos mas onde falta um poeta excepcional, membro de direito da nossa casa e que merece um lugar de destaque. Estou lá eu, que não mereço tanto, mas falta lá um. Desculpa mas falhaste nesse aspecto. Falta falares dum tal de Flávio Silver que escreve lindamente, com ritmo, com sentimento e que eu gosto muito de ler (mesmo que não comente)
Um beijo grande de parabéns que são bem merecidos


Enviado por Tópico
JSL
Publicado: 27/02/2008 00:19  Atualizado: 27/02/2008 00:19
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 679
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Não comento este tipo de poemas ...
Quando alguém diz a uma donzela que ela é bonita,
ela diz obrigado, em vez de dizer sou, sou.

Elogio fácil não cabe na minha alma de poeta.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/02/2008 22:49  Atualizado: 28/02/2008 22:49
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Não és o melhor poeta do Luso, pelo facto de que o melhor poeta do Luso sou eu.
Mas pronto, valeu a tua intenção, que não sei muito bem qual foi.
És um ser surpreendente. Estou tão farto de dizer isto.
Estava a ler os teus fantásticos poemas simples no teu perfil e de repente diz a Sandra: - Olha aquele do " sou o melhor poeta do luso..."
Lemos. E como ainda não acreditamos no que lemos, resolvemos escrever isto pela minha pena.
Este poema. Ai este poema...

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 29/02/2008 00:07  Atualizado: 29/02/2008 00:07
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3518
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
O melhor poeta do luso
Onde é que ele andará
Será que está a dormir
Só sei que não está cá

O Flávio é engraçado
E amigos tem cá muitos
É vê-lo a cantar o fado
E da sacola tirar os trunfos

beijos quase poeta


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 10/02/2009 13:48  Atualizado: 10/02/2009 13:48
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
O meu nome não aparece. Como de tantos outros...
Falta-me um pouco de donaninho para merecer estatuto de poeta .
Um abraço, Flávio. Eu cá sou desportista, e abraço sempre os vencedores!
Só não sou vencida pelas leituras dos visitantes do site|!
Um forte abraço ao digníssimo Poeta Flávio!
Vóny Ferreirwa



Enviado por Tópico
Antónia Ruivo
Publicado: 10/02/2009 14:11  Atualizado: 10/02/2009 14:11
Colaborador
Usuário desde: 08/12/2008
Localidade: Vila Viçosa
Mensagens: 3906
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Só um poeta de alma maior escreveria assim, adorei ler obrigado por republicarem, assim os que chegamos depois tivemos oportunidade de ler tão bela e genuína poesia, um abraço à amizade, beijinhos

Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 10/02/2009 14:25  Atualizado: 10/02/2009 14:25
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: eu sou o melhor poeta do luso
Quase um ano depois de ter sido publicado, este poema continua fantástico. A comprovar, claro, que o Flávio é o melhor poeta

Adorei reler! ainda bem que o foram buscar às catacumbas

Enviado por Tópico
Luis F
Publicado: 10/02/2009 14:37  Atualizado: 10/02/2009 14:37
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2007
Localidade: Alcochete
Mensagens: 1184
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Caro amigo

Os meus parabéns pela interessante composição, gostei muito de ler e até com o teu geito, de certeza irás fazer uma canção para um encontro :)

Um abraço

Luis F

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/02/2009 14:41  Atualizado: 10/02/2009 14:41
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
...salvei-me por 3 dias...rs

Enviado por Tópico
flavio silver
Publicado: 10/02/2009 15:15  Atualizado: 10/02/2009 15:15
Colaborador
Usuário desde: 24/09/2007
Localidade: barcelos
Mensagens: 1001
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
foi com bom espanto que vejo este meu poema recolocado e comentado aqui no luso.
lembro que este poema foi "feito" com a intenção de unir os poetas desta casa que, na altura, vivia em fase conturbada. o que neste contexto teve o sucesso pretendido.

os nomes "homenageados" eram de poetas que na altura frequentavam o site. a ideia foi a de confraternização e não a de nomear os meus favoritos. se fosse hoje feito este poema a lista seria bem maior já que o site cresceu imenso.

de resto, agradeço a ressureição dada a este poema que eu considero ser pertença de todos os lusopoetas. onde a mensagem e a intenção vale mais do que a estrutura ou a qualidade poética do mesmo.

abraço a todos.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/02/2009 15:36  Atualizado: 10/02/2009 15:36
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Excelente texto para reavivar nossas memórias e corações, Flávio!Mas, lamento dizer que atualmente EU sou a melhor poeta do Luso!Open in new window
rs
Bjins e bjins, Betha.

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 24/01/2010 20:34  Atualizado: 24/01/2010 20:34
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Cheguei muito depois,
não admiro a ausencia.
Se hoje fosse escrito,
meu nome estaria em evidencia.

Está espectacular este poema,
Gostei imenso desta união de amizades
dos poetas do nosso Luso.
Abraço Flávio
Antonieta

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/01/2010 21:05  Atualizado: 24/01/2010 21:05
 Re: eu sou o melhor poeta do luso / recomentário
Sei de ondo veio a lembrança deste poema e rio-me.
O texto é de uma generosidade a toda a prova, jogando com a antagónica pretensão de o autor ser o melhor poeta do Luso.
Ao reler este texto, encontrei saudade naqueles que já não estão e imensa alegria pelos outros que ainda aqui leio.
Um abraço Flávio.


Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 24/01/2010 21:18  Atualizado: 24/01/2010 21:18
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
...rs...eu não me lembro ter visto uma ladainha de poetas, assim...rs...ufa!...o melhor de tudo Flávio, é o ter conhecido aqui. Beijão de amizade.

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 24/01/2010 21:21  Atualizado: 24/01/2010 21:21
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3518
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Fláviooooooo onde andas?

A colher os louros de melhor poeta?
Adorei reler este poema, sei porque o foram buscar e subscrevo!

beijo de boa semana

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 25/01/2010 14:04  Atualizado: 25/01/2010 14:04
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
não conhecia este poema super. aprovado!

beijo

Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 12/02/2010 06:37  Atualizado: 12/02/2010 06:37
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2027
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
..agradeço a quem me cá trouxe..sim meu caro,
tu é so melhor poeta sim...eu gosto das tuas crónicas,apenas um entanto.

grande abraço.

Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 14/06/2012 15:37  Atualizado: 14/06/2012 15:37
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
e nada como, de vez em quando, lembrar este poema do melhor poeta do Luso-poemas! ainda para mais que o jovem anda ausente e já vamos tendo saudades dele

Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 04/04/2014 17:52  Atualizado: 04/04/2014 17:52
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2263
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Que saudades!

Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 04/04/2014 18:32  Atualizado: 04/04/2014 18:48
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3853
 Re: eu sou omelhor poeta do luso
Eu sou novato nestas andanças
nunca quis ser poeta, nem sou!
Não quis deixar de enviar lembranças
a quem, neste texto, tantos poetas gravou.

Não sou poeta nem critico de literatura
Entre tantos letrados sou mero inculto
Mas tenho lido, aqui no Luso, sem que seja insulto
que outros opinam haver "poetas" com maior ferradura.

Assim, vou-me deixando estar, por aqui a publicar
mas, se a alguém eu vier a incomodar com a minha ignorância
não tenham, por favor, qualquer hesitação em me anunciar
pois minha saída, de cabeça hirta, não terá qualquer relevância.

Gostei de ler o seu texto:
A facilidade com que elaborou, equilibrou a leitura,...
denotam que um mestre escreveu.
Não deixo parabéns, pois para si, verdadeiro poeta, seria, quem sabe, ofendê-lo dando-lhe parabéns num texto mais simples que, disse, não ser poema.
Abraço
manu

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 21/08/2017 21:37  Atualizado: 21/08/2017 21:37
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3518
 Re: eu sou o melhor poeta do luso


Os melhores poetas andam por aqui.

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 21/08/2017 21:37  Atualizado: 21/08/2017 21:37
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3518
 Re: eu sou o melhor poeta do luso


Os melhores poetas andam por aqui.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 02/02/2018 10:50  Atualizado: 02/02/2018 11:50
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Setúbal-Azeitão, Portugal
Mensagens: 1501
 Foi-me diagnosticado, chuva severa ..





(Flávio silva -Poeta)

frutos envenenados luziam em fogo posto nos cabelos
amores caiam-lhe aos cachos
e os ratos vinham por aí
construir seus reinos
seus rios que vão dar às omoplatas

o bruxo mandou o doente se retirar
suas unhas luziam como pérolas extraídas do sono
qualquer coisa fenomenal
sangue que não nega o corpo: música lírica derretendo aço

e o doente entristeceu-se
suas memórias vasculhadas a martelo
olhar de mocho a controlar os movimentos
do braço que fura o fogo
do peito que recebe fracas notícias por uma rameira

olha o tempo com imperfeição
uma gangrena escorre limpa e serena
sete bichos acampados no crânio esperam
a intermitência
há tanto a traduzir e ninguém é capaz

chove por dentro dele
sua carne ensopada ofusca o vitral
e quem se rir terá a sua chuva pela certa

devemos concluir o vector da existência
correr o fecho das galáxias para não mais
completar o século com os vulcões vazios
depois subir
com a calma de uma velhice
num suicídio
que demora a procriar

o que é o cérebro se não escuro
tinta que sobra das plantas comilonas

funerais só depois das nove da noite
que é quando o brilho assa e o morto comporta-se como morto
a demência não entra na tributação
nos cálculos da primavera
outono sim
é mês de cozer o pão entre as palmas das mãos
uma casa possessiva com ataques de nervos

e por que cai água nos regos cerebrais
O louco nada pelo ar em movimento de gibóia
Lento
Comprometedor
Como quem afasta o lodaçal com as arestas dos braços
Afiadas
Bilhantes como tudo que ilumina a gota


Chamam-lhe palhaço
Sorriso de alicate
Infiltra-se a chuva por dentro de alguém
Amamenta a loucura com sémen da sua paz
E dobra-se
Desta vez não espera pelos deuses à saida da taberna

Fecha-se em guarda-chuva – na sua verdade
Reparando feridas com o maçarico dos sonhos –
Intermitência - mas hoje ele não vai ganhar.