https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Leves são os cardos

 

É p'ra ti
que escrevo este regato

superfície de prata
onde correm fragmentos das minhas mãos

a formularem sombras
ou sementes imbuídas de esperança.

Sonhar ainda palavras suspensas
em janelas de primavera

ou a cor de uns olhos
em que o tempo se perdeu...

se ainda me levassem
as marés
pelos poentes

e as estradas quase sempre
pólen de lua cheia
e horizontes abertos sobre o mar.

Se ainda fosse um rio
a luz
que se abre todos os dias.


maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
280
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.