https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Poema em aberto

 

Comigo vêm palavras lentas

demoradas

onde o tempo quase para. Linhas claras

a unirem inexistências. A transporem

um espaço vazio

onde o rio se perdeu.


Efemérides

digo-me eu. Na esperança

de que os olhos se fechem num verso brando

e rasguem apenas o clarão da luz

na entrada do horizonte.


Por onde tu sempre passas. Vagarosamente.


maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
250
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
6
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/07/2016 14:16  Atualizado: 03/07/2016 14:16
 Re: Poema em aberto
Gostei muito, belo! Abraço. Maria


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 04/07/2016 11:37  Atualizado: 04/07/2016 11:37
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12439
 Re: Poema em aberto P/outonal_idade(s)
Um poema suave, onde uma doce imagem vagueia...
Abraço de afecto Vólena


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 04/07/2016 11:51  Atualizado: 04/07/2016 11:51
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29152
 Re: Poema em aberto
Penumbra se evanesce dos montanhais, plena dos antos dos aconteceres, vai pela direção em busca de algo lá nos longes.