https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Útero

 
Há um lugar indizível
onde recolho os traços
das primeiras águas

onde o tempo errante
reúne em mim as sílabas
que me vestem
na cumplicidade de imprecisas vozes

numa claridade onírica
que se dissolve
nas insubornável transparência
do espelho.

Há num lugar invisível
a eternidade de um útero
o genético apelo da profundeza da terra
o calor inteiro da protetora vigília
quando o frio me rasga as veias

e não passa
e não passa...


maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
234
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 07/07/2016 11:06  Atualizado: 07/07/2016 11:06
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2376
 Re: Útero
Que bela imagem voce construiu nesse poema, tao ligada a um sentimento. De dor?

Abracos!
*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/07/2016 13:49  Atualizado: 07/07/2016 13:49
 Re: Útero
Gostei. Maria, belo e profundo
Abraço com ternura