https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

"Delete"

 
O tempo desgastado
entre clausuras e penumbras.

As paredes grafitadas de nomes e delírios
a abrirem janelas
fechadas para dentro.

Gavetas repletas de grandes planos
soletrando gestos distraídos.

Mas depois, o vento.

O que procura o vento
dentro de um retângulo em branco?


maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
258
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Daras
Publicado: 10/07/2016 19:08  Atualizado: 11/07/2016 16:40
Muito Participativo
Usuário desde: 01/07/2016
Localidade:
Mensagens: 85
 Re: "Delete"
Talvez a infinitude de si mesmo.
Aprecio ler tua poesia, Maria. Agradeço.


Enviado por Tópico
Margô_T
Publicado: 10/07/2016 19:30  Atualizado: 10/07/2016 21:11
Da casa!
Usuário desde: 27/06/2016
Localidade: Lisboa
Mensagens: 277
 Re: "Delete"
O que nos prende e assombra desgasta-nos, corroí-nos… esvai-nos do tempo.
As “paredes grafitadas de nomes e delírios” expressam essas “clausuras e penumbras” que nos habitam por dentro…. São elas que nos abrem as janelas “fechadas por dentro”, obrigando-nos a interagir com a luz, enquanto expõem as “gavetas repletas de grandes planos” que soletram os nossos gestos descabidos.
Pela janela entra o vento… Que quererá ele “dentro de um rectângulo em branco”?
Talvez mostrar-nos que um rectângulo em branco se assemelha a essa parede – que se encontra do outro lado da janela - antes de ter sido grafitada “de nomes e delírios”.
Ou talvez ensinar-nos a abrir as outras janelas, fechadas por dentro, que nos habitam o corpo cheio de clausuras.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 10/07/2016 22:14  Atualizado: 10/07/2016 22:14
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15984
 Re: "Delete"
Maria
E o que fez o vento? Bagunçou a gaveta ou colocou as lembranças e planos em seu devido lugar?
Gostei imensamente da leitura!
Beijos!
Janna