https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

BEBER DE TI

 
Tags:  Lobo de sentimentos  
 
BEBER DE TI
 
BEBER DE TI

Quero beber a tua vida da tua saliva
Beber um gole de todos os teus medos
Culpar as sombras da noite, sim desta
Das ansiedades da tua ausência, saudade
Dos teus pés, nos meus pés, as tuas mãos
Nas minhas mãos, o teu coração no meu
Tudo passa, muitas noites de sonho na
Sombra tecendo o profundo caminho
Que desenha nas folhas o amor dos lábios
Que tanto beijou e ainda quer beijar
Culpa o frio ou o calor do afastamento
Da paixão que sente no quarto a espera
De tomar posse do destino certo nos une
Há no arco um abrir das estrelas cadentes
Espaço da pele que sente no calor da ardósia
Fraqueza dos sentidos expostos na noite fria
Desejo que sente de todos os beijos
Todas as carícias feitas selvagemente na cama
Para o frio nos beijar durante toda a noite
Corpos nus cobertos de estrelas na cor do dia ou noite.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
Open in new window


Nasci em Angola - Luanda em 1966.
Sou Portuguesa- Lisboa.
Casada e feliz-1985
Tenho 8 filhos que são o sol da minha vida.
Não me considero poetisa
descobri escrevendo por acaso

 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
287
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.