https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Passado eu, azul triste, translúcido ...

 
Passado eu, azul triste, translúcido ...
 



Passado eu, azul triste Lúcio.


Cantam suavemente triste/azul
Como quem embala nas ondas
Um filho de mar fardado, serei eu,
Serão sereias sem passado nem futuro

Ou sombras do que é verde
Azul puro ou do que eu lembrar
Embora não possa amar tristes
Sombras e nem do mar ouvir no búzio

O cantar sem morrer d'amor por Lídia
Ou por elas, sereias sem nome dado,
Debruçado adormeço sobre este
Mar antigo, cansado de ser filho ou Lúcio

D'Iemanjás sereias, orixás rainhas
Do mar envoltas... a manhã jaz
triste e azul, sem cor serei eu, serei
Ou serão sereias do mar sem ódio, passando Py,

Passado eu, azul triste, Lúcio anil.




Jorge Santos (02/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com







Jorge Santos, aliás Joel Matos,aliás namastibet

 
Autor
Jorge-Santos
 
Texto
Data
Leituras
2040
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
63 pontos
13
5
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 24/02/2017 18:39  Atualizado: 24/02/2017 18:39
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Passado eu, azul triste Lúcio./PARA JORGE SANTOS
Poemas de mar sempre me encantaram. Há uma espécie de magia, de encanto pra poetizar...
Mas, no caso especial do teu poema, o poeta vai muito além e alcança o sentido mais profundo de uma relação com o mar e o que existe de humano nos deuses e deusas Iemanjás sereias, orixás rainhas...

Parabéns Jorge. Há magia por aqui.

Bjos de Mar.




Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 25/02/2017 11:06  Atualizado: 25/02/2017 11:06
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6490
 Re: Passado eu, azul triste Lúcio.
Mar, ondas, sereias, Lídia ou elas, são fontes cristalinas onde o poeta se empenha pra acatar magníficas inspirações como a contida neste fantástico poema que leio, releio sem me cansar.

Obrigado pela partilha.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/03/2017 19:38  Atualizado: 10/03/2017 19:38
 Re: Passado eu, azul triste, translúcido ...
Eu também gostei, poesia para se imaginar

Abraços

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 04/08/2017 21:44  Atualizado: 04/08/2017 21:44
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2030
 Re: Passado eu, azul triste, translúcido ...
Open in new window

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 09/08/2017 21:35  Atualizado: 09/08/2017 21:35
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2030
 Re: Passado eu, azul triste, translúcido ...
Open in new window

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 10/08/2017 11:16  Atualizado: 10/08/2017 11:20
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2005
 Faltam nos planos das cidades serpentes aladas ...

Faltam nos planos das cidades serpentes aladas ...



Open in new window

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 14/08/2017 15:30  Atualizado: 14/08/2017 15:30
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2005
 Re: Passado eu, azul triste, translúcido ...
Open in new window

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 22/02/2018 17:01  Atualizado: 22/02/2018 17:01
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2005
 Re: Passado eu, azul triste, translúcido ...
Open in new window

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 06/02/2019 20:22  Atualizado: 22/02/2019 10:11
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2030
 Re: Passado eu, azul triste, translúcido ...
Open in new window